História In joy, sadness, alliances and ballet. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grey's Anatomy, Orange Is the New Black
Personagens Alex Vause, Alexandra "Lexie" Grey, Arizona Robbins, Calliope "Callie" Torres, Cristina Yang, Derek Shepherd, Mark Sloan, Meredith Grey, Miranda Bailey, Owen Hunt, Personagens Originais, Piper Chapman
Tags Alex Vause, Arizonaecallie, Derek Shepherd, Derekemeredith, Greysanatomy, Markelexie, Meredith Grey, Nicholselorna, Oitnb, Owenecristina, Piper Chapman, Vauseman
Visualizações 66
Palavras 1.197
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Orange, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey guys, minha primeira fic. Espero que gostem. ♥

Capítulo 1 - Capítulo 1


Eu não posso reclamar da vida que eu tenho. Tenho uma boa reputação, uma boa profissão e uma namorada muito mais que maravilhosa. Me sinto completa ao lado dela. Eram 23:10 quando chegamos em casa. Tirei meu casaco e pendurei nos cabides ao lado da porta. Piper fez o mesmo. Ambas estavam exaustas, o plantão de hoje tinha sido agitado, acidentes vem sempre com cirurgias e mais cirurgias, porém não reclamo, um cirurgião sabe o quanto é gostoso cirurgias e mais cirurgias em um dia só. Cansada porém contente. - Vai querer beber alguma coisa meu bem? - Piper grita da cozinha. - Eu vou querer abrir um vinho amor. Traz em um balde com gelo, hoje vamos comemorar. - Digo a ultima frase de forma maliciosa. Ela demora um pouco na cozinha e pelo visto entende o recado e vem só de lingerie vermelha. Piper é extremamente sexy, alta, um corpo escultural, seios maravilhosos. Era loira, o cabelo ia até suas covinhas das costas, olhos azuis que as vezes estavam verdes, dependia do humor. Lábios rosados. Conseguia chegar em um nível de perfeição. - Uau! Isso tudo é pra mim, Dra. Chapman? - Dou um sorriso. - E se for, Dra. Vause? Vai fazer por merecer? - Ela levanta uma de suas sobrancelhas e me olha de forma provocativa. Essa mulher ainda me levará à loucura. - Mas hoje vai ter que ser boazinha ou - da uma mordida em meu pescoço - você - morde o outro lado e eu jogo a cabeça para trás e ela da um chupão - vai - outro chupão - sofrer. - ela morde meu labio inferior e puxa. Posso sentir o gosto do sangue em minha boca, e também posso sentir o meio das minhas pernas encharcada. - Estamos entendidas, querida? - ela me olha como se fosse me comer viva, e eu rezo para que ela faça o que a expressão dela diz querer fazer. - Responde! - Ela senta no meu colo e começa a chupar, lamber e beijar meu pescoço. - Estamos entendidas, Dra. Chapman. Mas você esqueceu quem é que manda aqui. - inverti as posições e agora eu estava no comando. - Vou te foder de todas as formas que você imaginar. - desço minha mão até o sexo dela e começo a massagear o clitóris sobre a calcinha - Só que, para isso acontecer, você vai ter que implorar, e implorar muito... - ameaço penetrar um dedo, ela arquea as costas e murmura algo. - O que foi, Dra. Chapman? Repete pra mim. - sussurro em seu ouvido de forma provocante enquanto ameaço penetrar. - Hmn me fode, Alex. - Ela fala em um tom rouco e carregado de tesão. - Por favor. - Claro meu bem, como quiser. 

 *** 

 Acordo com uma luz irritante vinda da janela, checo o relógio e vejo que já são 14:12. Sinto um corpo nu grudado ao meu e um cheiro bom de chocolate. Os cabelos de Piper sempre foram cheirosos e macios, gosto de ficar enrolando eles com meus dedos, ele era todo ondulado. Seu shampoo era meu preferido, caía tão bem nela. Piper é meu primeiro amor, é ela que ta ali quando eu preciso, é ela que mesmo quando eu estou de mau humor, aguenta. Ela é a mulher que eu escolhi pra acordar todos os dias ao lado, a primeira a dar bom dia e a ultima a dar boa noite. Nunca faltou nada na minha vida. Saio devagar dos braços dela, com todo o cuidado pra não acordar a mulher que dormia feito um anjinho loiro. Levanto e visto o roupão, calço a pantufa e fecho as cortinas do quarto. Vou em direção ao banheiro, vou até a banheira e preparo nosso banho. Enquanto a banheira enche, faço minha higiene matinal. Desço as escadas e vou para a cozinha, faço um café completo para nós e escrevo um bilhete escrito "eu amo você" para Pipes, vou até o jardim e pego uma rosa vermelha, a preferida dela, coloco do lado da bandeja. Logo depois arrumo as torradas, a geleia de morango, os morangos, kiwis e uvas. Tudo bem cortadinho. Um cappuccino e um café bem forte para mim. Subo as escadas no maior cuidado para não derrubar tudo. Coloco a bandeja em cima do criado-mudo e vou até o banheiro, a banheira quase transbordou mas cheguei a tempo, ainda bem. Desligo e volto para cama, deito de frente pra Piper e passo a ponta dos dedos contornando e memorizando cada detalhe de seu rosto, cada curva.  Ela era tão linda de manhã, totalmente natural, lábios entreabertos e uma expressão totalmente zen, como se dormisse em uma nuvem. Se alguém me perguntar quando foi que eu vi ela linda, e o dia que mais me chamou atenção, eu diria que é assim em todas as manhãs. Contorno seu lábio inferior com a ponta dos meus dedos, beijo sua testa, depois a ponta de seu nariz e logo depois um selinho demorado em seus lábios, ela desperta e logo exibe aqueles olhos lindos azuis e um sorriso, ah, aquelas covinhas... -Hmmm, bom dia, meu amor! - diz ela se espreguiçando. 

-Bom dia, princesa! - coloco ela sentada no meu colo. - dormiu bem? - coloco uma mecha revoltada do cabelo atrás da sua orelha. 

- Agarradinha em você, impossivel não dormir bem! - ela começa a me beijar e a intensidade vai aumentando, minhas mãos vão descendo até seu bumbum e controlo os movimentos dela em cima de mim.

 - Amor... - digo em meio aos beijos - vamos comer...

 - Uma rapidinha, vai? - ela faz cara de cachorro pidão

 - Não vou mentir que amo seu apetite de manhã, mas estamos desde ontem a noite sem comer porque você é insaciável. Vamos tomar café e eu te recompenso na banheira, tabom? - dou um selinho nela, ela faz bico com cara de manhosa mas depois sorri e eu relaxo. 

- Tá, mas só porque eu também to com fome, de duas coisas, mas agora vou matar minha fome disso aqui. - ela aponta para a bandeja - Mas depois eu mato minha fome disso aqui. - aponta pra mim com a cara mais santa do mundo.

 - Meu Deus, minha mulher é uma insaciável mesmo. Combinado.- pego a bandeja e coloco em cima da cama. Ela vê a flor e o bilhetinho e me da um beijo, totalmente diferente do outro, que foi carregado de malícia, esse foi carregado de paixão. 

 - Eu te amo muitooo! Comemos entre beijos e carícias e depois fomos para a banheira, cumpri minha promessa e confesso que não foi dificil cumprir. 

Saímos do banho já cansadas de novo, coloquei uma calcinha e uma camiseta grande, deitei na cama e esperei meu amor, logo depois ela deitou e eu encaixei meu corpo no dela. Ja embriagada com seu perfume e seu típico cheiro de chocolate, eu fazia carinhos em seu cabelo, enrolando mecha por mecha. Já que tomamos café tarde, optamos por pedir algo pronto quando estivessemos com fome. Pipes colocou um filme qualquer de romance e nós duas pegamos no sono o resto da tarde.  


Notas Finais


O primeiro cap foi bem curtinho mesmo, mas é só pra vocês verem como vai se desenvolver a fic. O proximo está prontinho e já vou dizendo que vai ter hot sim!!! Nossa, mas não tem nem 5 cap e já tem hot? Pois é gente kskskkskd
Boa noite. ♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...