História In Love With You - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time, Once Upon a Time in Wonderland
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Lacey (Belle), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Violet, Vovó (Granny), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Captainswan, Emma Swan, Evilqueen, Lesbian, Once Upon A Time, Ouat, Regina Mills, Swanqueen
Visualizações 50
Palavras 1.448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção Científica, Magia, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


k k k Oi beninas, tudo bom? Primeira fic, deem um desconto <3 :D
Nem sei se vou levar isso pra frente, então... Mas anyway ushausha espero que gostem

Capítulo 1 - Emma Swan


Abri os olhos, olhei para o relógio ao lado da minha cama e vi "7h30" estava atrasada 30 fodendos minutos, só então eu acordei.

Vesti minhas roupas rápido, coloquei minha bota, uma blusa cinza por baixo e a minha famosa jaqueta vermelha. Sai do quarto às pressas e fui descendo as escadas, ouvindo a voz da minha mãe preocupada.

_ Emma, querida, calma. Onde você vai às 7h30 de uma manhã de sábado?

Sábado? Sério?

_ Sábado? -Olhei no calendário e para minha surpresa "12 de agosto — Sábado".- Nunca me arrumei tão rápido na minha vida. -Por fim aceito minha derrota e vou na cozinha pegar um copo de café pra mim.-

_ Por quê chegou tão tarde ontem à noite? Ouvi você chegando e vi que eram às 2hAM... Onde estava? Sem querer ser curiosa -Mary deu uma risadinha sem graça.-

_ 2hAM? Como assim? Eu trouxe Henry pra cá, fui conversar com Regina sobre o novo parquinho da cidade no Granny's e... -Faço uma cara pensativa.-

_ E?...

_ Eu preciso ir. -Deixo o café pela metade em cima do balcão e saio correndo para o Granny's.-

FLASHBACK

_ REGINA? É AGORA QUE SAI O BEIJO SWANQUEEN. -Ruby para quem estava no restaurante, não lembro, está tudo borrado, só lembro de Regina corada e eu rindo do escândalo de Ruby.-

_ SwanQueen? Sério? -Indagou Regina que logo soltou uma risada.-

_ Beija, beija, beija! -Eu ouvia a voz de uma Dorothy bêbada gritando e um Hook com cara fechada no canto do restaurante.-

FIM DO FLASHBACK

Só lembro até aí... Será que eu beijei Regina? Ou será que isso tudo foi apenas um sonho louco? Eu preciso conversar com Ruby sobre isso... Se eu tiver bebido ontem, provavelmente devo ter acabado com o estoque do Granny's. To com uma dor de cabeça horrível e essa amnésia estranha...

Vou andando até o Granny's e quando abro a porta sinto vários olhares queimando em mim e no fundo uma Regina Mills com seu café e seu jornal... Eu poderia ter certeza que ela ficou olhando para mim por longos segundos, mas decidi não atrapalhar, preciso conversar com Ruby primeiro. Hoje quando for levar Henry para casa dela eu tento conversar com ela, pensei.

_ Bom dia, Miss Swan. -Wolf me desperta e em seguida sento em uma das cadeiras do balcão. Ué, mas, Ruby estava imitando a voz de Regina? Hilário.-

_ Ué, qual é a do Miss Swan? Aliás, qual foi a de ontem? Ontem Mary disse que cheguei tarde mas eu não lembro de muita coisa, acho que tive uma perda de memória temporária... -Contei sobre o que lembro mas prefiro não contar sobre o pequeno flashback, deve ter sido apenas um sonho.-

_ Você não lembra do beijaço que você deu na Prefeita não? Tá todo mundo falando, mulher! -Ruby falou baixo mas provavelmente Regina ouviu, que saiu às pressas do Granny's, me deixando com um rosto confuso.-

_ Me explica isso direito, que eu tô só o meme da Nazaré Confusa.

_ Você realmente não lembra, né patinho? -Não respondo, apenas mexo a cabeça para os lados como um "não".- Bom, ontem vocês ficaram conversando e bebendo até umas 22h, você já tava bem doida na verdade, já estava dando em cima dela descaradamente. -Senti meu rosto corar e dei uma risadinha envergonhada.- E nisso ficou apenas Eu, Dorothy, Hook, Você, Regina, Zelena e August aqui, e Zelena deu ideia de brincarmos de Jogo da Garrafa, foi hilário. Zelena beijou August, Belle beijou Zelena, você me beijou. -Ruby ia contando e eu ia lembrando aos poucos, criando as imagens na minha mente.- O Hook, tadinho, viu nós duas nos beijando e deu birra. Ficou sentado no canto do restaurante com cara de bunda. Regina estava do mesmo jeito que ele, nunca caia nela. Porém, uma hora, uma tal Xerife Swan girou a garrafa e deu nela. Na brincadeira, era pra dar selinho e vocês ficaram uns 10 segundos se beijando, quase tive que pegar o extintor de incêndio pra apagar esse fogo de vocês. -Minha boca fez um formato de "O" perfeito, tanto que Ruby até riu da minha cara- Mas calma, estávamos todos bêbados, ninguém deve lembrar disso... Só o Hook, já que ele saiu estressado daqui, acho melhor você conversar com ele depois.

Não me aguento, começo a rir. Estava rindo de nervoso mesmo, o que eu faria depois disso?

_ Ruby, sério... Quase que tu me pega.

_ Mas eu te peguei na brincadeira, osh...

_ Ér... Ruby?

_ Aaaaah sim, entendi. -Ela ri.- Sinto te informar, mas não estou brincando, esse é o motivo dos olhares em você. -Me viro para trás e vejo todo mundo conversando e olhando pra mim, como se a cidade inteira tivesse cochichando sobre mim.- "A Salvadora beijou a Rainha Má" irônico, né?

_ De-demais... Tchau, Wolf. -Dou um beijo na bochecha dela e saio do Granny's.-

E agora? Tipo, eu sei que foi uma brincadeira, mas não sei, é meio estranho... Não posso simplesmente voltar pra casa, minha mãe vai dar um show, já que nessa hora ela já deve estar sabendo, ela é a primeira a saber das fofocas... -Pensei comigo mesma.-

Ok, vou trabalhar no sábado, não tenho o que fazer e nem sei o que fazer... Pelo menos diminuo o trabalho de segunda-feira...

Depois de algumas horas, já estou com a cabeça explodindo de ficar lendo os milhares de papéis que a prefeitura me entregou, tudo inutilidade. Olho no relógio, "17h20". Nem deveria estar aqui, vou embora mais cedo mesmo.

Tranco as celas, guardo os papéis e dou uma arrumadinha na sala, mas antes de sair sou interrompida com um pirata entrando na sala. Sério? Logo agora?

_ Swan... Nós precisamos conversar, você sabe né?

_ Conversar? Sobre o que? Não temos o que conversar.

_ Sobre ontem, aqueles beijos que você deu...

-Respiro fundo.- _ Era uma brincadeira, você sabe disso... Não sei pra que esse ciúme todo e aquela birra lá, se tivesse caído a garrafa em você, você não ia pensar duas vezes...

_ Calma, Love. Não é ciúme, é excesso de cuidado... -Ele deu uma risada e eu apenas sorri fraco.- Eu tô assim por que tô pensando em me casar com você, sabia? -O olhei assustada e arqueei uma sobrancelha.- Ja pensou? Emma Swan Jones... Nos casamos lá no Jolly Roger... Seria lindo...

_ É... Hook... Você sabe que não quero me casar por agora, né? -Dei um sorrisinho tentando não magoa-lo.-

_ Ah... -Vi que ele ficou um pouco triste.- Não tem problema, eu espero o tempo que você quiser... -Ele sorriu e piscou o olho direito de um jeito "sexy" de acordo com ele.- Quer sair pra tomar algo agora?

_ Adoraria, mas estou super cansada e ainda tenho que levar Henry na casa de Regina... -Eu poderia jurar que quando disse "Regina" vi Killian travando o maxilar.-

_ Ok... tudo bem, até amanhã, love. -Assim que disse isso, ele me roubou um beijo, apesar de não sentir amor nisso, eu retribui... Faz meses que as coisas estão diferentes, não sinto mais amor por Hook. Ele é uma ótima pessoa, poderia considerar ele meu melhor amigo, mas eu não estou mais amando ele... Só não sei como falar isso sem magoa-lo.-

Sai da Delegacia, tranquei e fui caminhando até em casa, essa hora Henry já deve ter chegado da escola... Meu meninão já estava terminando o Ensino Médio, parece que foi ontem que ele bateu em minha porta e disse que era meu filho, desde aquele dia minha vida mudou por completo.

Vim perdida nos meus pensamentos e quando dei conta já estava na porta de casa. Assim que entrei, fui recebida por olhares tortos dos meus pais.

_ Emma... Precisamos conversar. -Minha mãe disse se aproximando de mim e meu pai sentado no sofá me olhando como se concordasse com minha mãe.-

_ Conversaremos, mas agora tenho que levar Henry até a casa de Regina, depois nos falamos, ok? -Antes que eles pudessem falar algo, subi as escadas correndo e me joguei em minha cama.

*Mensagem Queen Mills*

_ Boa tarde, Regina. Já já vou levar Henry aí e depois acho que precisamos conversar...

Na mesma hora, Regina visualizou, como se já tivesse com meu chat aberto. Depois de 10 minutos olhando minha mensagem, finalmente vi o "digitando".

_ Boa tarde, Miss Swan. Você poderia ficar com Henry até segunda?

Ué, mas... Regina nunca recusa ficar com Henry, mesmo quando têm compromissos... Decidi nem perguntar o porquê, apenas visualizei a mensagem e desliguei a tela do celular, só sei que vou ter que arrumar alguma desculpa para que Henry não fique magoado com Regina. Sem contar que ainda preciso falar com ela, sinto como se ela tivesse atrasando a conversa. Mas sei lá, nunca entendo Regina Mills.


Notas Finais


Se tiver algum erro na escrita, mil perdões <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...