História In search of a house-(INTERATIVA) - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Princesa_Caos

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 31
Palavras 1.230
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Como tudo começou


               Megan pov’s on

 

O mundo akuma é onde moro. Bem, não exatamente. Na verdade, moro no castelo do Reino dos ares, governado pelo rei Dragão! E é claro, com minha amada irmã Charlie. Akuma é um mundo dividido por três reinos: O reino dos ares, da terra e dos mares.

 

Minha mãe é a rainha serpente. Ela se apaixonou pelo rei dragão, ou seja, meu pai. Dessa paixão nasceu eu, Megan, e minha irmã, Charllote. Charlie é uma irmã muito querida, além da minha ‘’outra metade’’.  

 

  O enorme Castelo onde moramos é feito de diamantes, safiras e rubis, com detalhes em peridots e lápis lazúlis. As estátuas feitas de puro ouro e o chão de mármore com jasper e garnets formando desenhos da história do mundo Akuma e seus reinos, desde o início. No salão do trono, onde eu estava no momento com minha irmã em frente ao poderoso rei Dragão, também Mais conhecido como Dragonir, como ele prefere e exige ser chamado, até mesmo por suas próprias filhas.

 

 O trono em que ele estava sentado era feito, em sua maioria, de rubis e esmeraldas. Papai tem um belo par de olhos azuis dos quais eu certamente puxei e um cabelo preto ondulados assim como a Charlie. Ele gosta de usar sua belíssima coroa de ouro com diamantes brancos e rubis vermelhas incrustados, simbolizando o elemento ar e fogo.

 

 Olhei para Charlie e dei um sorriso de canto, na tentativa de deixá-la mais animada. Ela parecia nervosa com algo. Toda hora ajeitava a sua tiara de diamantes sem necessidade e batia constantemente o pé direito no chão. Ela também me lançou, com seus olhos castanhos brilhosos, olhares que, bem, não sei descrever. Provavelmente será uma notícia ruim.  Passei as mãos por meu cabelo curto esbranquiçados, na tentativa de ajustá-lo um pouco. Respirei fundo e olhei bem no fundo dos olhos do meu pai, pronta para ouvi-lo.

 

-- Atrasadas novamente, como esperam se tornarem rainhas se nem ao menos conseguem chegar em um lugar na hora certa? Isso vale principalmente para você, Charlotte. -- Papai disse autoritário.

 

-- Oras. Rainhas nunca estão atrasadas, os outros que sim. -- Respondi com um largo sorriso no rosto, um sorriso desafiador e provocativo. -- Além disso, é só chegar, pegar a coroa e reinar.

 

-- Se fosse tão simples assim escolheria um lunático retardado ao invés de vocês, não acha? -- Ele respondeu sem sentimento algum, da forma mais agressiva e rude possível, porém ainda mantendo sua postura autoritária.

 

-- Na verdade, você não escolhe se serei rainha ou não. Quem escolhe é a mamãe, esqueceu? -- O respondi novamente. Charlie me lançava várias vezes um olhar temeroso e repreendedor.

 

-- Er…. enfim… papai, o que queria nos dizer? -- Charlie cortou aquele clima tenso de pré-guerra.

 

-- Como sabe Charlotte, se nada lhe acontecer nesse tempo, dentro de uma semana será sua coroação. Deixo claro que se não se comportarem, especialmente você Megan, sequer sua mãe irá protegê-la. -- Ele pegou firme em sua espada lançando-lhes um recado de que não haveria uma segunda chance. -- Os costureiros irão preparar seus vestidos hoje então não sumam como sempre fazem, não estou com paciência para mais uma dor de cabeça.

 

“E eu não estou com paciência pra ouvir esse blá, blá, blá. Afinal, pra que me chamou aqui?”. Pensei. Eles devem ter notado minha famosa expressão de tédio.

 

-- Megan, seja lá o que acontecer, proteja a futura rainha com sua vida, lembre-se que enquanto ela estiver viva, você não passa de um lixo de escudo para ela. - Dragonir disse frio e seco, percebi Charlie baixar sua cabeça tristemente ao ouvir aquilo e me lançar um olhar pedindo perdão por aquilo.

 

--Não se preocupe papai, prometo ter mais utilidade que o senhor! -- O rosto dele ficou vermelho de raiva. Provavelmente não esperava essa fala. Apenas o olhei de uma forma confiante e assustadora, mas não o bastante para tirar sua postura autoritária e durona. -- Mas não se esqueça, eu também serei uma rainha em breve. Irei governar o reino da terra e o senhor será menos do que já. Será uma simples lagartixa no meio da escuridão e dor.

 

 Charlie me olhou assustada. Acho que nunca fui tão ameaçadora. Dei as costas para meu pai e andei para fora da sala do trono. Porém, antes de abrir a porta e sair, virei levemente a cabeça e sussurrei algumas palavras quase inaudíveis para minha irmã “Desculpe-me.” Logo sai dali sem olhar para trás.

 

                      Charlie pov’s on

 

  Sem pensar duas vezes, corri atrás de Megan. Ao alcançá-la, coloquei a mão em seu ombro a fazendo parar de andar. Fiquei a encarando com um olhar triste, porém sereno e compreensível. Sem ela esperar, a puxei para um abraço apertado que a mesma retribuiu no mesmo instante. Odiava quando aquele homem a tratava assim. Ele sempre cuidou de mim esperando que eu fosse uma rainha e fizesse seus interesses. Não ficava um minuto sequer com minha mãe, o que a torna uma total estranha para mim. Sendo assim, Megan é a única família que tenho e a única pessoa que amo de verdade e daria minha vida para proteger.

 

-- Não ligue para o Dragonir… em breve teremos nosso Reino e poderemos finalmente uni-los… ficaremos juntas para sempre, tudo bem? Apenas aguente mais um pouco… -- Eu disse ainda a abraçando forte, senti uma lágrima escorrer por meus olhos, porém me contive.

 

-- Eu aguento. Apesar de ainda considerá-lo um pai e, infelizmente, amá-lo, já não ligo mais para ele. De certa forma, é divertido brigar com o papai. Me sinto mais poderosa, pois sei que sempre irei ganhar, bem, pelo menos na maioria das vezes. -- Ela deu uma risadinha, provavelmente se lembrando de algumas outras pequenas brigas que já teve com ele. Megan parou de me abraçar e olhou em meus olhos. -- Você será uma bela rainha, Charlie.

 

-- Nós seremos boas rainha maninha. -- Eu levei minha mão direita para o rosto dela a encarando com um sorriso e o acariciei devagar e delicadamente. -- Não importa o que aconteça, estaremos sempre juntas e cuidaremos uma da outra, certo?

 

Estávamos prestes a nos fundir, mas uma das empregadas cortou aquele maravilhoso clima. A empregada se curvou diante de nossa presença e forçou um sorriso.

 

-- Minhas princesas, venham. O costureiro irá fazer vossos vestidos. -- Falou, se curvando novamente e começou a andar sendo seguida por nós duas. -- Vai ser difícil quando se separarem de vez não é? Digo, são tão unidas.

 

-- Como assim nos separar?! -- Em um surto de raiva eu puxei a mulher com força a virando de frente para mim. -- Não estava nada no acordo não podermos mais nos ver!

 

-- D-desculpe senhora… -- Ela gagueja. -- Não devia ter dito isso, o rei irá arrancar meus órgãos e dar para os lobos! Perdão! -- Ela implorava. Eu apenas olhei para Megan e ela para mim. Sem pensarmos duas vezes, saímos correndo a toda velocidade, pulamos uma das enormes janelas do Palácio caindo em queda livre pelo céu. Fiz minhas asas de Dragão surgirem em minhas costas, eram enormes e fortes, a cada mexida uma rajada de vento fortíssima se formava. Peguei Megan por seu braço e assim fugimos do Castelo, somente não esperávamos que teríamos uma aventura tão grande e perigosa com isso.  


Notas Finais


Nome:
Idade:
Personalidade:
Relação com Megan e Charlie:
Aparência:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...