História In The Name Of Love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, Martin Garrix
Personagens BamBam, Mark, Martin Garrix, Personagens Originais, Yugyeom
Tags Martin Garrix, Romance
Exibições 56
Palavras 1.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!

Capítulo 6 - Pesadelo!


Fanfic / Fanfiction In The Name Of Love - Capítulo 6 - Pesadelo!

Estávamos no quarto colocando os assuntos em dias e contando novidades ,quando o Steve entra no quarto.

-Licença ,ae Maethe ,um amigo meu vai dar uma festa daqui a 2 dias, você quer ir? Pode levar as meninas.

-Pera ,a gente chegou aqui só tem 4 dias e você já tem amigos? - perguntei um pouco surpresa.

-Claro ,você acha que vou perder tempo em alguma coisa? Vai que através deles eu não arranjo uma namoradinha... Então você vai ou não?

-Claro que eu vou, e vocês meninas, querem ir?

-Eu vou - disse Maria levantando os braços

-Nós também vamos - disse Lihnce e Victória

-Ótimo - ele disse fechando a porta ,mais a abriu novamente - Só tem mais uma coisa, é a fantasia.

-Ai que tudo, eu amo festas a fantasia - disse Maria empolgada

-Então ,combinado. - ele saiu do quarto e nois voltamos a conversar.

                                            Martin Garrix  ON

As 3:30 PM subi para meu quarto e tomei um banho demorado. Fui até meu guarda roupa, coloquei uma calça jeans preta, um tênis da nike, uma camisa cinza e um casaco preto. Avisei para a Sophia que já estava saindo de casa,peguei minha carteira e desci para a garagem, demorei Somente 30 minutos para chegar a casa da Sophia,e ela já estava me esperando no portão.

-Oi amor - ela disse entrando no carro me dando um selinho demorado.

-Oi.

-Bom, onde vamos primeiro quando chegarmos no shopping?

-Sei lá... Que tal no cinema? - perguntei

-Claro, na verdade lançou o filme é fada da Kéfera, podemos assistir amor? - ela disse juntando as mãos e fazendo um biquinho.

-Ta bom...

Fomos o caminho inteiro conversando sobre coisas aleatórias, ao chegarmos no shopping fomos direto para o cinema,e quando estávamos subindo as escadas para sentar nas nossas poltronas ,vi uma garota muito parecida com aquela em que eu tinha esbarrado na agência, mas não pude ver direito pôs seu cabelo tapava metade do seu rosto, fui tirado de meus pensamentos com o começo do filme.

                                                             (...)

-Amor ,tô com fome. - Sophia disse pegando na minha mão, quando saímos do cinema

-Vamos no Bobs.

Fomos até lá, e pegamos 2 porções de batata frita, 2 x-burges e 2 refrigerantes, fomos até a praça de alimentação e sentamos em uma das cadeiras. Ao olhar para trás vi novamente aquela menina dos cabelos brancos. Era ela.

-Amor, licença ,vou aqui rapidinho. - disse me levantando da mesa

-Aonde? - ela perguntou mais eu não respondi

A garota se levantou, jogou o lixo na lixeira e ia andando, mais eu toquei em seu ombro e virou para mim.

-MARTIN GARRIX? - ela quase gritou, e levou a mão na boca

- O-oi Ahn... Como você sabe o meu nome? - perguntei, mas percebi que talvez ela pudesse ser uma fã, afinal muitas fãs minha ficam nervosas quando me vêem - Ha já sei... Você é uma fã minha né?

-S-sim, claro, eu sou uma grande fã sua!! - ela um sorriso forçado, e tenho que admitir, era lindo....

-Amor? Quem é essa? - Sophia apareceu do meu lado ,depositando um beijo em minha bochecha

-Bom, essa é a...

-Maethe. Maethe Ruffleman... - deu mais um sorriso. Eu já ouvi esse nome em algum lugar.

-Essa é a Maethe, ela é uma fã minha... Maethe essa é a Sophia. - disse apontando uma para a outra

-Prazer. - Sophia disse olhando para a Maethe de cima a baixo

-O prazer é meu, bom tenho que ir agora. - disse ela virando, mas eu puxei seu braço.

-Espera, posso te fazer uma pergunta? - perguntei já fazendo uma pergunta.

-Deixa pra outro dia quem sabe, eu estou atrasada. Tchau - deu um sorriso de canto e saiu correndo.

Olhei para Sophia e ela voltou para a mesa e pegou o celular, com certeza ela estava com ciúmes.

-Amor ,não precisa ter ciumes. - eu tentando quebrar aquele silêncio, mas ela se levantou e saiu, provavelmente indo em direção a garagem do shopping.

Fui atrás dela,e ao chegar no meu carro,ela estava encostada na porta, abri o carro e ela entrou ,fiz o mesmo e saímos do shopping.

-Amor, eu já disse que não precisa ter ciumes de mim, em ela era só um fã qualquer...

-Mas o problema Martin... - Se ela me chamou de Martin era porque realmente estava brava -Eu não estou com ciúmes por ela ser uma fã, e sim por que você me deixou falando sozinha na mesa e foi atrás dela...

-Desculpa, não vai acontecer de novo.

Ela apenas encostou a cabeça no vidro e ficou olhando para vista. Deixei ela na sua casa e fui para a minha, assim que abri a porta de casa, recebi   uma ligação, era do Thiago, um amigo meu.

Chamada ON

-Oi Thiago. - disse assim que atendi o telefone.

-Fala ae Garrix, beleza?

-Beleza e você?

-Tudo certo, te liguei pra avisar que vai ter uma festa a fantasia aqui em casa, você ta convidado.

-A Fantasia? - what?

-Sim brow,mas não se preocupe que não é trollagem ,vai ser realmente a fantasia.

-Ta bom eu vou, é que dia?

-Vai ser daqui a dois dias, na minha casa a parti das 19:00 hrs. Pode trazer a Sophia se quiser.

-Ta bom, eu vou. Tchau.

-Tchau.

Chamada OFF

Subi para o meu quarto e mandei mensagem para a Sophia falando sobre a festa e ela disse que ia, tomei um banho, olhei minhas redes sociais e fiquei pensando na Maethe, ainda contínuo tendo o pressentimento de que a conheço de algum lugar logo em seguida fui dormi.

Tive um sonho um pouco estranho, um garotinho que eu não conseguia ver o rosto, pois minha visão estava embassada, mas pela sua altura aparentava ter 10 anos estava brincando de bola com uma garotinha , até que a garota bate na bola e ela acaba caindo no meio da pista, os dois ficam discutindo por um tempo, até que o garoto decide ir pegar a bola, mais acaba sendo atingido por um carro. Depois tudo fica preto.

Eu acordo assustado e suando, me levantei  e fui até o banheiro e joguei água no rosto, meu coração parecia que ia sair pela minha boca. Peguei meu celular e Resolvi descer e fiquei um tempo na varanda da minha casa, liguei o visor do meu celular e vi que ainda era 4 da manhã, não fiquei surpreendido com São Paulo já movimentada. Por que essa cidade acorda tão cedo? Fui até a cozinha comer algo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Comentem e favoritem! Bjs

~XodóDeBinLaden


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...