História In The Name Of Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Ariana Grande, Bleta "Bebe" Rexha, Brooklyn Beckham, Fifth Harmony, Little Mix, Martin Garrix, Melanie Martinez, One Direction, Shawn Mendes, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Ashton Irwin, Bleta "Bebe" Rexha, Brooklyn Beckham, Calum Hood, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Jade Thirlwall, Jesy Nelson, Lauren Jauregui, Leigh-Anne Pinnock, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Martin Garrix, Melanie Martinez, Michael Clifford, Niall Horan, Normani Hamilton, Perrie Edwards, Shawn Mendes, Troye Sivan, Zayn Malik
Exibições 158
Palavras 1.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HEY EVERYBODY, I'M BACK!
DECIDI POSTAR HOJE MESMO E SEI QUE VOCÊS NEM SE LEMBRAM MAIS DE MIM!:')
ZAYNTE, MIL DESCULPAS PELA PUTA DEMORA, EU VOU EXPLICAR O MOTIVO AQUI: Depois daquele último, chegou a semana de provas e eu fiquei louca, totalmente, tinha muita coisa pra fazer, trabalhos pra terminar, estudar para as provas e estudar e estudar! Depois que acabou, eu não postei porque estava muito preocupada se eu havia passado ou não é me deu um baita bloqueio de criatividade, mas AÍ chegou o dia do resultado ontem, e eU PASSEI, GRAÇAS A DEUS, eu fiquei tão feliz que esqueci de escrever o cap e fiquei o dia todo no cell, uau'-', eu sou uma inútil né? É
MAS AGORA EU VOLTEY E COM A BELÍSSIMA CONTINUAÇÃO DE PARTY!
*Obs: Sim, o Marty vai fumar aqui sim, mas não é maconha não hein! E esse sorrisinho lindo da Bebe não tem nádegas a ver com o que nossa bichinha vai passar aqui, muahaha>:)*
*Obs. 2: Eu recomendo vocês ouvirem a música In The Name Of Love o capítulo todo, vai ficar bem melhor e eu li ouvindo:)*
Sem mais delongas, vamos pro cap meus cheirosos!
Espero que gostem e BOA LEITURA!:3

Capítulo 5 - Five - Party part. 2


Fanfic / Fanfiction In The Name Of Love - Capítulo 5 - Five - Party part. 2

Martin's Pov 

Me afastei de Bebe tão rápido quanto me aproximei e estava a encarando até agora sem saber o que fazer ou falar, minha boca abria e fechava mas sem emitir som algum, e ela estava pior do que eu, seu rosto com uma feição de culpa e susto misturados, os lábios avermelhados ainda com o batom estavam entreabertos e eu podia jurar que ela tentava impedir de chorar ali mesmo. Eu me sentia um bosta completo.

Diga alguma coisa, seu otário!

Era isso que meu interior gritava para mim, mas eu estava travado, como se aquilo que havíamos feito fosse o maior crime do mundo, lógico que não.

- Err... Bebe, e-eu... - Tentei quebrar o silêncio mas gaguejei e me chutei nas bolas por isso. Decido tentar de novo. - Bebe... Me... Me desculpa por isso, por favor... Eu não queria... - Não consegui terminar pois ela me interrompeu.

- N-não, tudo bem... A-a culpa não f-foi sua, e-eu não devia ter vindo a-aqui... - Sua linda voz estava tremula e seus olhos estavam brilhantes pelas lágrimas que ela segurava. Isso era tudo culpa minha sim. - A-acho que... E-eu vou embora... - Não disse mais nada e abaixou a cabeça, mordendo o lábio e se virando para sair, mas eu a segurei pelo braço e a virei para mim rapidamente.

- Espera, deixa eu explicar, por favor... - Tentei mas ela negou rapidamente com a cabeça e seus olhos marejaram tanto que as lágrimas quase caem.

- V-você não tem nada p-pra explicar... - Livrou seu braço do aperto fraco de minha mão e saio correndo daquele banheiro. Respirei fundo e me virei para o espelho, me sentia um verdadeiro idiota, um merda. Meus olhos marejaram e mordi meu lábio, acertando com força minha mão em punho na parede atrás de mim para não acertar o espelho que nem sequer era meu. Nunca me senti tão horrível como agora.

Bebe's Pov 

Sai correndo o mais rápido de lá, não segurando mais as lágrimas e as deixando deslizar pelo meu rosto, borrando minha maquiagem. Tentei passar no meio de toda aquela gente e sem ser percebida por Cher, que deve estar em qualquer lugar, quando já estava bem próxima a saída escuto sua voz.

- Bebe! - Era Cher, correu até mim e segurou meu rosto, me fazendo olha-la. - O que aconteceu? Você vai embora? Por que está chorando? - Fez várias perguntas morrendo de preocupação, enquanto me analisava e passava a mão em meus cabelos.

- Nada, n-não aconteceu nada de mais... E sim, eu estava indo embora... - Me virei para ir embora mas ela segurou meus ombros e me virou novamente, me olhando nos olhos.

- Bebe Rexha, me fala agora o que aconteceu porque ninguém chora sem motivo. - Vendo que ela não desistiria, suspirei e cedi.

- Tudo bem, eu vou te falar... Mas, vamos para outro lugar. - Ela assentiu e me puxou para fora da casa, chegamos a uma parte não muito longe da casa e nos sentamos embaixo de uma árvore. 

- Agora conta. - Ela me olhou e fez uma cara tipo "Pode contar, sabe que eu estou aqui com você e sempre estarei", respirei fundo antes de começar e fechei os olhos.

- Foi o Martin. - Disse rápido e abaixei a cabeça.

- O QUE?! O QUE FOI QUE AQUELE MONSTRO FEZ?! - Me assustei um pouco com sua reação e a olhei, vendo sua feição de fúria.

- Ele... Me beijou... 

- Que? Como assim? Me explica isso aí direito. - Segurou uma de minhas mãos e me olhou agora mais calma.

- Bom, eu estava indo para o banheiro quando você foi falar com alguns amigos e não percebi que ele estava lá... Ele se aproximou e me beijou, eu não tive muito tempo pra pensar, e correspondi... Depois ele se afastou rápido como se tivesse sido pego fazendo algo ilegal e ficamos nos olhando... Eu não entendi muito bem o porque dele ter feito aquilo, ele tentou pedir desculpas e se explicar mas eu não dei ouvidos e saí correndo de lá... - Eu já estava chorando novamente e Cher me encarava atentamente. - Cher, eu acho que... A-acho que... Ele tem namorada e p-por isso se separou, mas... Por que do beijo? Foi ele que me beijou e eu fui tonta de retribuir! - Fechei meus olhos fortemente e minha cabeça tombou pra baixo, deixando várias lágrimas gordas caírem dos meus olhos enquanto soluçava alto, despedaçada.

- Oh, Bebe, não chora. - Ela falou carinhosa e me abraçou, retribui e enterrei meu rosto na curva de seu pescoço, chorando alto enquanto ela acariciava minhas costas. Depois de alguns segundos, talvez minutos, chorando e chorando enquanto ela tentava me motivar dizendo coisas fofas e reconfortantes acariciando meus cabelos, paramos com o abraço e ela me olhou, segurando em meu rosto.

- Tudo bem? - Ela sorrio docilmente e eu também.

- Sim, obrigada Cher... - Respirei fundo e limpei algumas poucas lágrimas que escorreram pelo meu rosto. - Você pode me levar pra casa? Não quero mais ficar aqui. - Perguntei e a olhei.

- Claro, sem problemas. Vamos. - Pegou em minha mão e nos guiou até onde seu carro estava estacionado, abrindo a porta para mim e logo entrando também. - Desculpa ter feito você vir Bebe. 

- Está tudo bem... - Murmurei pondo o cinto de segurança. Logo ela deu partida e já estávamos a caminho da minha casa.

Martin's Pov

Saí daquele banheiro e rapidamente segui até o quintal da casa, onde poucas pessoas bebiam, fumavam e conversavam, sentei no gramado gelado do chão e tirando meu maço de cigarros do bolso, acendendo um e o pondo entre meus lábios, dando a primeira tragada e soltando a fumaça pela boca de olhos fechados, respirei fundo e continuei a fumar ali por um bom tempo até estar quase caindo de sono e com os olhos meio avermelhados, cheirando a cigarro e bebida. Joguei a caixinha de cigarros vazia em um canto escuro dali e sai em direção a casa, entrando e vendo várias pessoas ali bebendo, rindo, se pegando e conversando, ignorei o olhar que uma qualquer lançou pra mim e sai de lá, chegando a sala que estava bem animada e cheia, fiz um esforço pra passar ali no meio daquela gente e cheguei a porta de saída, respirando fundo antes de sair e começar a andar pela calçada a caminho da minha casa. 

No meio do caminho, deixei algumas lágrimas caírem por me lembrar da merda que fiz e logo cheguei a minha casa, entrei e encontrei a mesma vazia, silenciosa e escura, Melhor assim, pensei e deixei a jaqueta que usava largada no sofá e subi para meu quarto, tirando meus sapatos no caminho e assim que chego, os jogo para um canto qualquer, tirei minha camisa e coloquei numa cadeira ao lado da escrivaninha perto de minha cama e me joguei na mesma de barriga pra cima, respirando fundo e encarando o teto, pensando na cena de mais cedo e me culpando por isso até cair no sono total.



Notas Finais


Sei que esse tá pequenino, no meu ponto de vista:/ mas o próximo compensará e será explicado bem melhor o porque da ação idiota do Marty depois primeiro kiss Garrexha:)))
BYE BABIES E FIQUEM COM DEUS NO CORE LIAMDO DE VOCÊS*-*<33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...