História In The Name Of Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Ariana Grande, Bleta "Bebe" Rexha, Brooklyn Beckham, Fifth Harmony, Little Mix, Martin Garrix, One Direction, Shawn Mendes, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Ashton Irwin, Bleta "Bebe" Rexha, Brooklyn Beckham, Calum Hood, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Jade Thirlwall, Jesy Nelson, Lauren Jauregui, Leigh-Anne Pinnock, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Martin Garrix, Michael Clifford, Niall Horan, Normani Hamilton, Perrie Edwards, Shawn Mendes, Troye Sivan, Zayn Malik
Exibições 78
Palavras 1.862
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AKA EU, COMO PROMETIDO MY SWEETS!💕🍒
Parece que por aqui está meio... Fraco:'((((
MAS VAMOS AO QUE INTERESSA, A CULPA NÃO É DE VOCÊS SE EU NÃO SEI ESCREVER UMA FIC BOA!
Boa leitura a quem quer que esteja lendo essa coisan!:)

Capítulo 5 - Four - Party part. 1


Fanfic / Fanfiction In The Name Of Love - Capítulo 5 - Four - Party part. 1

Bebe's Pov 

Quando fui acordada por Bear, já era quase 19:25, levantei num pulo e corri para o banheiro, fechei a porta e me virei para o espelho, vendo bolsas arroxeadas abaixo dos meus olhos e os mesmos baixos pelo sono, bufei e comecei a me despir, jogando minhas roupas num canto qualquer e ligando o registro do chuveiro.

[...]

Quando terminei, me enrolei numa toalha e saí do banheiro, olhei as horas e já era 19:57, deixei meu celular em cima do criado-mudo e fui até as sacolas onde minhas roupas novas estavam, peguei todas e despejei em cima da cama, merda, tinha muitas escolhas diferentes.

"Por que eu fui comprar tanta roupa, meu Deus?!" Choraminguei e comecei a escolher.

Depois de uns bons minutos, talvez muitos, tentando escolher entre aquelas peças uma mais bonita que a outra, finalmente achei a ideal, na minha opinião. Me sequei e comecei a me vestir, era um vestido tomara que caia cinza-metálico com algumas pedrinhas brilhantes rodeando o lugar da cintura e na barra de cima e de baixo, não era muito curto mais bem justo, parecia que minha bunda aumentava mais ainda, delineava toda a área de meu quadril e cintura, sorri olhando meu reflexo no espelho e me virei para botar os acessórios comprados, consegui achar um colar de ouro com o nome "Bebe", botei e peguei o próximo, duas pulseiras, uma dourada e a outra prateada, as duas com pingentes de estrelas e por último um par de brincos de argola brancos e brilhantes. Depois dos acessórios era a vez dos sapatos, com a ajuda de Cher, achei um par de salto alto lindo, era vermelho bem escuro e de veludo nas bordas, sorri e fui até minha penteadeira sentando de frente ao espelho e abrindo minha bolsa cheia de cremes, pentes e escovas para cabelo, decidi que apenas uma escovada deixaria bom até o amanhecer. Após terminar, peguei minha outra bolsa, essa cheia de maquiagens e batons, passei lápis de olho, uma merecida camada de rímel e blush, peguei um batom líquido matte vermelho e apliquei nos meus lábios. 

Logo que terminei de passar tudo peguei meu celular e vi as horas, 20:55, corri para meu guarda-roupa e passei um perfume com aroma de morango, assim que ia pegando meu celular para sair do quarto escuto uma buzina do lado de fora, sorrio e corro até a porta mas sou parada por minha mãe.

"Filha, como você está bonita. Já vai?" Ela perguntou enquanto me analisava da cabeça aos pés.

"Sim, mãe, prometo não voltar muito tarde." Sorri.

"Tudo bem, meu amor. Ah! E em outros casos..." Ela bota a mão no bolso do vestido que usava e tirou de lá uma camisinha. "Melhor prevenir, você já está uma mocinha."

"MÃE!" A repreendi e tapei meu rosto, sentindo minhas bochechas corarem.

Ela riu e guardou a camisinha, me deu um beijo na testa e disse.

"Se divirta, bebê." Ela sorri com ternura.

"Eu vou. Tchau, rainha." Dei outro beijo em sua bochecha e sai porta a fora, vendo o carro de Cher parado em frente à minha casa.

"Oi Cherzinha." Disse e assim que ela me notou ali berrou.

"QUE DEMORA FOI ESSA, SUA VACA?!" 

"Cala a boca, estérica!" Dei um tapa em sua cabeça e ela resmungou um "aí". "Não foi culpa minha." Respondi e abri a porta da frente ao lado do banco do motorista e me sentei.

"De quem então? Do crush que não te nota?" 

"Ah, cala a boca e bota logo essa merda pra andar!" Fiz bico.

"Owwwn, desculpa Bebezinha." Ela disse com a voz fininha e apertou minha bochecha, logo ligou o carro é começou a andar. Depois de uns poucos segundos em que eu estava mechendo no celular descontraidamente, Cher berrou. 

"AAAAHHHHHHHH, EU AMO ESSA MÚSICAAAA!" E aumentou o volume. "Trying to get control Pressure's taking it's toll Stuck in The middle zone I just want you alone." Ela cantou  primeiro trecho de Perfect Illusion e eu ri. "It wasn't love, it wasn't love It was a perfect illusion!" Ela berrou o refrão e eu ri mais ainda. "Essa música é a sua cara, Bebe! Parece que foi feita pra você." Ela riu e eu não entendi.

"Ué, por que?"

"IT WAS A PERFECT ILLUSION!" Ela cantou mais alto que a Gaga. "Você acha que é amor, mas no f vai apenas ser uma PERFECT ILLUSION!" Ela cantou a última parte e eu revirei os olhos.

"Perai! Até disso você sabe?!" Arregalei os olhos.

"Beebz, tá bem na cara que ele não curte muito você não." Ela riu da cara de raiva que eu fiz.

"Argh! Sua chata! Nem sei por que estou indo nessa festa com você mesmo!" 

"Por que tu me ama." Ela disse.

"Amo nada."

"Shiiiuuu! Ama sim e ponto final!" Se fez de brava mas logo começou a gargalhar e eu não aguentei e comecei a rir junto com ela.

[...]

Chegamos na casa da Ari e saímos do carro, no caminho para a entrada vi Martin e os amigos dele encostados num muro, corei e botei uma mecha de meu cabelo para trás da orelha, Cher, observando a cena, fez o urro.

"OLHA ELAAA! TODA TÍMIDA PRO CRUSH!" Ela falou alto o bastante para todos a nossa volta poderem escutar, foi aí que Martin e seus amigos nos olharam, nossos olhares se cruzaram e eu ainda estava vermelha, não sabia como, mas eu não conseguia desviar daquele par de olhos que eram minha perdição. 

Martin's Pov 

Estava na festa da Ariana, prima de Troye(*n//: AQUI É*), não estava muito afim de entrar, então apenas me encostei em um muro com Liam, Zayn e Calum, estávamos conversando e rindo até eu reparar que um carro de uma das amigas de Ari chegar e estacionar a dois metros de distância de onde estávamos, saiu de dentro dele uma menina de cabelos escuros, baixa e magra, não pude ver seu rosto pois estava de costas e logo depois uma figura que eu conhecia perfeitamente bem quem era sair daquele carro, era Bebe, também não consegui a ver pois estava do outro lado do carro de costas, não dei muita importância e desviei o olhar para Liam que falava alguma coisa sobre Macarrão. Mas logo desviei de novo ao que a garota de cabelos escuros ao lado de Bebe falar algo bem alto, meus olhos encontraram os de Bebe e algo me dizia para não desviar jamais, até eu abaixar o olhar para seu corpo, tinha que admitir que ela estava extremamente linda e gostosa naquele vestido, muito mesmo, balancei minha cabeça para os lados tentando afastar aqueles pensamentos e voltei a conversa estranha dos meninos ao meu lado. 

Logo após uns poucos minutos em que as meninas já haviam entrado, Zayn pediu para que entrássemos e nós concordamos. Entramos, estava muito animado, música alta, pessoas bebendo, dançando e se pegando e, claro, algumas fumando, peguei um copo de vodka e me sentei em um canto reservado. Não passou nem cinco minutos e já voltei a olhar Bebe, estava mesmo muito linda, nenhum idiota seria capaz de falar o contrário, parecia bem animada dançando com sua amiga ao som de Work, estava meio perdido nos pensamentos até ela começar a rebolar no refrão, minha nossa senhora do céu, só pode ser abençoada com o tamanho daquela bunda, se eu continuasse a olhando era capaz de eu ter uma ereção ali mesmo, por isso resolvi olhar para outra coisa sem ser aquele corpo de se pecar.

[...]

Depois de incontáveis copos de vodka, já me encontrava meio alterado e mais solto, estava na pista de dança com Harry, Louis e Niall, eles bebiam, riam de besteiras e dançavam, eu só bebia e dançava um pouco, tomei mais um gole da bebida e olhei para o lado, vendo Bebe, é impressionante, parece que me persegue! 

"Marty, o que tanto olha com essa cara?" Niall perguntou entre risadas e só agora eu percebi que estava secando o corpo de Bebe e com a boca entreaberta. "Tá quase babando, parece ser coisa boa, o que é?" Ele olhou na mesma direção que eu e logo me olhou de volta com um sorriso nada inocente. "Hummmm, danadinho!" Ele afeminou a voz e logo começou a gargalhar acompanhado de Harry e Louis, revirei os olhos e sai de perto deles, indo até uma parede e me encostando nela, voltando a tomar minha vodka que parecia inacabável, ou só pensava assim por estar meio chapado e fora de mim, mas ainda sim sabia o que estava fazendo. Olhei para o lugar em que Bebe dançava dessa vez sozinha, tocava Hips Don't Lie e os movimentos que ela fazia com o quadril deixava qualquer um louco, quase não resisti, mas me controlei. Continuei admirando sua dança até que a música mudou para Pour It Up e eu estava quase caindo com os movimentos daquela garota, decidi sair dali e procurar o banheiro, como não sabia muito daquela casa, resolvi procurar Ariana, a mesma estava conversando animadamente com uma morena de cabelos pretos lisos e longos.

"Oi, Ari. Feliz aniversário." Sorri e ela me olhou sorrindo também.

"Obrigado, Marty!" Ela me abraçou ebeu não hesitei em retribuir, logo nos soltamos e antes que eu me pronunciar ela disse. "Martin, essa é Leigh-Anne, Leigh, esse é o Martin, melhor amigo do meu primo." Ela me apresentou para a morena que sorrio e me olhou.

"É um prazer conhecer você, Leeh, posso te chamar assim?" Apertei a mão dela e sorri.

"Claro, o prazer é todo meu, Marty, posso te chamar assim?" Ela riu e eu também.

"Pode." Olhei Ariana. "Ari, onde fica o banheiro?" 

"É só virar a esquerda, caminhar reto e na segunda porta branca você chega lá." Ela respondeu enquanto apontava a direção que eu devia seguir.

"Obrigada, tchau Ari, tchau Leeh." 

"Tchau, Marty." Leigh disse.

"Tchau, Marty." Ariana falou e eu saí de lá seguindo o caminho que ela me disse. Logo achei o lugar e entrei, me olhando no espelho e bufando para meu reflexo, arrumei um pouco meu cabelo e voltei a me olhar, nem percebi quando alguém abriu a porta e eu observei esse ser, dando de cara com Bebe, mais uma vez naquela noite, continuava linda, sempre foi.

"Err... Desculpa, eu... Pensei que não tinha ninguém e... Abri... Me desculpe..." Ela disse com as bochechas coradas e os olhos vidrados nos meus, eu não ousei desviar e continuei a olhando, observando e estudando aqueles olhos, seus lindos olhos. Ela continuou ali, parada na minha frente, a poucos centímetros de mim, olhei seus lábios entreabertos e não me contive quando me aproximei num movimento rápido e colei nossos lábios, ela retribuiu e uma de suas mãos agarrou minha nuca, botei minhas mãos em sua cintura fina e colei nossos corpos, fechando a porta atrás dela e a prensando contra a mesma, o beijo foi ficando cada vez mais rápido e ela arranhava minha nuca, mas não me incomodava, eu estava amando, mordi seu lábio e logo voltei ao beijo esfomeado e cheio de luxúria. Nunca teria parado se não me desse conta do que estava fazendo, eu não acredito!

Me afastei rapidamente e a olhei atordoado, ela estava com o olhar assustado e corada, ambas nossas respirações estavam aceleradas e estávamos ofegantes, engoli em seco e me arrependi de ter feito aquilo.




Notas Finais


ESPERO ESTAR BOM, BABYS!*-*
NÃO SEI QUANDO VOU PODER POSTAR A OUTRA PARTE, MAS SE DER, DOMINGO EU ATUALIZO, SE NÃO, PODEM ME BATER, EU DEIXO!😂
Eu queria que vocês comentassem mais😞 isso me inspira e me estimula a continuar a fic...
GENTEY, EU QUERIA A OPINIÃO DE VOCÊS PRA UM COISO:
Depois da continuação desse cap, eu estava pensando em mudar o nome da fic para I Got You, vocês apoiam ou eu deixo como In The Name Of Love?
Malikisses e bye bye💋💋♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...