História In The Name Of Love- I will wait for you - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kylie Jenner
Personagens Justin Bieber, Kylie Jenner, Personagens Originais
Exibições 208
Palavras 2.718
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Morrendo de amores por essa foto

Cap não revisado

Capítulo 2 - Princess Angel Kardashian Bieber


Fanfic / Fanfiction In The Name Of Love- I will wait for you - Capítulo 2 - Princess Angel Kardashian Bieber

Fui acordada por berros chamando o meu nome vindos do andar de baixo. Me sentei na cama e bocejei em seguida coçando os olhos com o punho

—Mamae, o que tá acontecendo lá em baixo? —Junior perguntou sonolento 

Sim, eles invadiram o quarto enquanto eu chorava 

—Não sei amor, vou lá ver, fiquem aqui —levantei peguei uma arma no criado mudo  e sai dando passos silenciosos 

Passei pelo imenso corredor, que sem os roncos ou a risada de Justin, parecia mil vezes maior e desci as escadas. Quando estava no último degrau levei um susto ao ver Pattie saindo da cozinha desesperada sendo seguida por Jeremy, Jaxon e jazmyn que agora tinham 13 e 14 anos. Fiquei sem onde esconder o revólver e joguei o mesmo em qualquer canto 

—Kylie, Kylie cadê meu filho? Cadê o Justin Kylie? —pattie falou desesperada chorando feito louca veio até mim e agarrou meus braços com força 

—Pattie o.. 

—Me diz que é mentira, me diz que meu bebê não tá em coma porque levou um tiro na cabeça, e que ele tá lá em cima brincando com as crianças, me diz que meu único filho não está morto!—Disse me interrompendo, e me coração se quebrou novamente em milhões de pedacinhos com suas palavras 

—Nossa, valeu—Jaxon disse e bufou 

—Pattie eu.. —Fui interrompida novamente pelos gritos das crianças 

—TIO JAXON—Queen gritou e pulou nos braços do loiro 

—TIA JAZMYN —Os outros dois gritaram e abraçaram a perna da garota

—Pattie, o Justin não está morto, mais sim, ele está em coma—falei tentando segurar as lágrimas mais uma involuntariamente saiu e Jeremy me abraçou forte 

—Meu menino..—levou as mãos até o peito, na região do coração — A culpa é sua—pattie disse me olhando e sua feição que antes era triste agora era de ódio e reprovação 

—M-minha? —gaguejei e soltei Jeremy. 

—Sim.. Sua. Se você tivesse sido uma boa esposa, teria o convencido a ficar e a não ir na Merda do assalto! Eu te confiei o meu bem mais precioso, e olha só o que aconteceu. Até por que, onde estavamos com a cabeça em achar que uma vadia filhinha de papai, que acha que o mundo gira em torno de seus pés, poderia ser uma boa esposa? E principalmente, ser uma boa mãe? —Pattie disse com ódio apontando o dedo pra mim

—Querida—Jeremy disse 

—pattie olha, eu não sei o que você tá sentindo  mais..

—Claro que você não sabe, não é o seu único filho biológico que está na beira da morte—me interrompeu e revirou os olhos 

—Você tá certa, não é o meu filho que está na beira da morte, é o meu marido, pai dos meus 4 filhos —falei me aproximando 

—Minha fro, contou errado —Jax disse com a loirinha no colo

—Não Jaxon, não contei, eu estou grávida, e daqui 7 meses terá outra criança correndo pela casa, provavelmente uma criança sem pai, já que o mesmo foi imaturo, ignorante, arrogante, mau agradecido, idiota, e muito, mais muito, retardado e não ouviu a esposa que pediu de joelhos pra ele não ir na merda do assalto. Mais o que eu posso fazer se ele é assim? Cabeça dura—falei com ironia misturada com raiva olhando fundo nos olhos de pattie 

—Lava a Merda da tua boca pra falar do meu filho! —pattie disse entre dentes e veio avançar em mim mais parou quando percebeu que eu não iria me mexer 

—Que foi? Perdeu a coragem? Pode bater, vai, bate, bate na mãe dos seus netos, bate na mulher do seu filho, bate na mulher que tá carregando no ventre o filho do seu "bebe" —fiz aspas com as maos— fica a vontade, eu não vou abaixar a cabeça, muito menos recuar, fui criada por um mulher, para ser uma mulher , e no dia que eu abaixar a cabeça Pará uma, eu deixarei de ser. Então bate, que você além de estar batendo em uma mulher grávida, você também vai estar batendo no amor do seu filho, do seu filho que mais uma vez, provou ser apenas um arrogante ignorante do caralho, que só  sabe olhar pro próprio nariz! —falei me aproximando ainda mais 

Ele me olhou com ódio nos olhos e deu um tapa em minha cara, que fez minha  cabeça virar com o impacto 

—VADIA  —gritou e tentou dar outro tapa, mais eu segurei seu pulso com força cravando as unhas e a fazendo gemer de dor 

—Crianças vão tomar banho e se arrumar, rápido, ou vou ir no hospital sem vocês —falei sem tirar os olhos dos de pattie 

As crianças subiram correndo, eu soltei o pulso de Pattie e fui junto com eles. 

—A gente vai junto—Jazmyn, que já não era mais tão próxima do irmão mais velho e me seguiu, acompanhada pelo mais novo 

—foi mal pela pattie ky—jax disse e colocou a mão em meu ombro 

—Tudo bem, ela só tá nervosa —falei dei um beijo na testa dos dois é entrei no banheiro me trancando no mesmo 

... 

   Justin Bieber Povs 

 —titi tatay titi— a pequena falou manhosa puxando minha blusa pra baixo, quase rasgando

—Ôôô Kylie, que qui essa criança quer?—perguntei segurando a mãozinha dela 

 —Essa criança o caralho, fala direito da sua filha— Kylie falou e deu um tapa em minha nuca 

 —Ta ta foi mal. Que qui a.. A.. —puta que me pariu esqueci o nome dela 

 —Você esqueceu o nome da sua FILHA justin Drew bieber—falou estressada e me olhou 

 —Claro que não, o que qui a Queen quer?—perguntei segurando o riso. 

Se rir morre bieber nao se esquece 

 —Titi —falou simples e voltou a fazer seus snaps 

 —Que porra é essa? — perguntei e a olhei 

 —Olha querido, eu sei que cê num é um pai lá muito presente e tals, mais puta que me pariu né, titi é mama, e mama é a coisa que tu ama fazer nos seus amigos. E para de falar palavrão porra! —falou e se levantou 

 —Nossa mais hoje cê ta pras ofensa né!? Magoei— falei e virei a pequena costas em meu colo—sossega ai 

 —Meu amor, eu estou com abstinência de sono. Porque eu nao posso deixar meus filhos com o pai pra ir dormir, ja que o mesmo nao sabe o que é a porra do titi! —falou e tirou a pequena de meu colo, logo se sentando no mesmo 

 —O tatay e meu—a pequena falou emburrada e tentou tirar Kylie de meu colo

Além do nome igual, as duas tem o mesmo ciumes louco por mim 

 —Ih monamour chegai primeiro, entra na fila que ta grande— Kylie falou e agarrou meu pescoço, logo beijando o mesmo, me deixando arrepiado 

 —Não ele sh bhy nhé hum— Queen falou e cruzou os bracinhos 

 —Amor nossa filha fala árabe— falei sorrindo

 —o ti é aiabe?— Queen perguntou e veio ate nos subindo no colo de sua mãe 

 —Ah sai de mim, deixa eu cheirar meu marido em paz— Kylie resmungou baixinho

 —Arabe Queen. — falei e a olhei 

 —Aiabe—ela repetiu 

 -Arabe— falei 

 —Aiabe— falou 

 —Ara.. 

 —Se eu ouvir a palavra arabe de novo, alguém fica solteiro e outros tres com a mãe sumida pelo mundo— Kylie falou me cortando ainda com o rosto em meu pescoço. **

    Kylie Bieber Povs 

     Mês seguinte.. 

Estava sentada na poltrona localizada ao lado da cama de Justin, lugar em que eu mais me encontrava nesse último mês, pensando e sofrendo em silêncio, fitando o loiro que dormia profundamente. Queria muito dizer que Justin estava melhor mais ele não estava, uma hora ele estava ótimo e outra quase morrendo, e isso só nos torturava ainda mais. Passei meu aniversário de 28 anos aqui, apenas com meu loiro e meus três loirinhos. Não foi tão ruim assim. 

—Kylie? —O doutor perguntou se aproximando e me tirando de meus pensamentos 

—Sim—o olhei

—podemos conversar? —devolveu o olhar só que de uma forma triste 

—Claro —levantei 

—Bom, eu disse que não iria desistir de seu marido, mais a realidade é que só estou aumentando seu sofrimento e o de sua família. Queria pedir sua permissão para desligar os aparelhos de Justin. Eu sei que você ainda tem fé mais, ele só está piorando, e isso só está te fazendo mau. Dei umas olhadas em seus exames e vi que você está tendo alguns problemas com o gravidez e vi nos dê seu filhos que a pequena Queen está com anemia. Vai ser difícil, mais é melhor do que prolongar a dor. —acariciou meu ombro 

—Eu.. —olhei para o loiro e depois olhei para minha barriga, meio grande—Eu posso pensar? 

—que, claro que pode, só pense no bem de sua família —sorriu e se retirou 

Olhei para Justin e senti meus olhos marejarem. Me aproximei do loiro, me sentei na beira da cama, segurei sua mão,  beijei a mesma, beijei seus lábios peguei a bolsa levantei e sai. 

Quando chegai em casa as crianças já dormiam, Jazmyn e Jaxon vieram morar comigo pois disseram que já não suportavam mais Pattie e Jeremy brigando, e então eles me ajudam com as crianças. Tomei um banho rápido, roupas íntimas da CK vesti uma calça moleton e fui pro quarto, logo me acomodando na enorme cama. Por ter ficado o dia todo no hospital, rapidamente adormeci 

**Eu me via na praia usando a mesma roupa de meu casamento, o vento batia em meu rosto, fazendo alguns fios de meu cabelo bagunçarem, e o único som que tinha era das ondas se quebrando. Olhei pra trás e Justin usava a mesma roupa do dia do casamento. Sua pele estava bronzeada, seu topete perfeitamente arrumado, e seus olhos brilhavam como nunca. Corri até ele o puxando para um forte abraço e ele respondeu o mesmo na hora 

—meu amor—sussurrei sorrindo com lágrimas nos olhos e o beijei

—Kylie eu preciso que me prometa uma coisa—falou assim que encerrou o beijo 

—Qualquer coisa amor—falei sorrindo e lhe dei um demorado selinho 

—Preciso que me prometa que não vai deixar desligarem as máquinas 

—Mais.. 

—Só me prometa Kylie! —Me interrompeu sério 

—Tá.. Tá eu prometo 

—Muito obrigado amor. Eu vou voltar, eu juro que vou, não agora mais vou. Não em dias, semanas ou meses, provavelmente em anos, mais eu vou, eu juro que vou voltar pra vocês. Tá difícil, mais eu não vou desistir, e peço que você também não desista. E não se esqueça que eu te amo mais que tudo nessa vida, e em todas as outras, que vieram e que vão vir. Só não desista de mim, e lembre-se que eu nunca desisti de você. Só peço que tenha calma e paciência —me abraçou novamente 

—Amor eu não sei se consigo, tá muito difícil, tá doendo muito, eu mão sou forte o suficiente pra isso, eu preciso de você, eu sinto saudades —agora lágrimas que escorriam de meus olhos  molhavam sua regata

—Eu sei amor eu sei, mais quando estiver com saudades,ou achar que não consegue,  olhe para as estrelas, coloque a mão em seu peito e lembre-se que meu coração está batendo por ti. Eu preciso ir, mais não se esqueça que eu preciso que você seja forte. —beijou o  topo de minha cabeça e foi andando para o mar

—Amor espera—tentei ir atrás dele mais meus braços e pernas estavam acorrentados —JUSTIN, JUSTIN ESPERA POR FAVOR, FICA COMIGO, EU PRECISO DE VOCE —Gritei chorando—JUSTIN, JUSTIN **

—JUSTIN —Gritei ofegante e me sentei na cama 

—Kylie calma, foi só um pesadelo —Jazmyn disse acariciando minhas costas —bebe—pegou um copo de água das mãos do irmão e me ofereceu 

—Ele.. Ele falou comigo — falei tremendo e dei um gole na água 

—Ele quem? —Jaz perguntou 

—O Justin, ele falou comigo —a olhei ainda ofegante 

—Ky foi só um sonho —Acariciou meu rosto 

—É sério Jaz, ele falou mesmo comigo, por favor acredita 

Ela apenas suspirou e abaixou o olhar 

—É melhor você dormir —Me deitou com calma e me cobriu 

—Jaz.. 

—Ele também falou comigo —jaxon disse me interrompendo 

—Viu—apontei para o loirinho 

—o que ele disse? —Jazmyn perguntou e me olhou 

—Pra eu não deixar desligar os aparelhos, e pra eu não desistir que ele vai voltar, que vai demorar mais ele vai —falei sentindo meus olhos marejarem 

—Ele diz a mesma coisa —Jax sussurrou

—Bom, então não vamos desligar os aparelhos —Jazmyn disse 

—Eu só queria ele de volta —sussurrei e escondi o rosto com a mãos deixando algumas lágrimas sairem

—Ele vai voltar Ky—Jazmyn disse e os does me abraçaram 

—Eu amo vocês, muito —falei e beijei o topo da cabeça deles

—Também te amamos —Disseram juntos 


Tava tentando armar a árvore de Natal, mais sem o Justin e com o barrigao de 8 meses  tava foda. Não vejo a hora de ter minha pequena Princess Angel  Kardashian Bieber em meus braços. A porta da frente foi aberta e gritos e risadas tomaram a sala 

—MAMAAEEE —OS gêmeos gritaram sorrindo e correram até mim me abraçando forte 

—Mamaee —Jaxon gritou rindo e m abraçou também 

—Oi amores —falei sorrindo ri pelo nariz e devolvi os abraços. 

—Vai encostos, falem o que decidiram —Jazmyn falou e jogou todas as 5 mochilas no chão

—Vamos passar o Natal com o papai—Os três falaram juntoz

—No hospital? —perguntei 

—Não não, no circo —jaxon disse  e revirou os olhos

—Eles falaram com o pai não com você —falei grossa 

—Tomo retardado —Jazmyn disse veio até mim e beijou minha testa 

—Tá bom então, vamos passar o Natal com o pai de vocês —falei e sorri 

—Vai se arrumar então —jaxon disse me empurrando até as escadas 

—Gente o Natal e daqui 5 dias—falei 

—Sim mais vamos arrumar o quarto —Jazmyn disse 

—Aí Deus —Falei e ri pelo nariz 

Depois que me arrumei, resolvemos passar no shopping comprar uma árvore menor, já que a nossa é maior que o quarto. Depois que compramos as coisas tomamos café da tarde no MC e fomos para o hospital. Conversei com a recepcionista e ela disse que podia então lá fomos nós. Jaxon e Jazmyn penduraram os piscas piscas por todo quarto, colocaram os enfeites e eu e as crianças montamos a árvore. Como sobrarão muitos enfeites resolvemos ir nos quartos das outras crianças e adolescentes e arrumamos os quartos deles. 

   Vesper de Natal 

Estávamos cantando e brincando quando senti uma dor muito forte na barriga e senti um líquido escorrer por minhas pernas

—Kylie o que foi? —Jazmyn pergunto percebendo meu estado de choque 

—A bolsa estourou —falei num fio de voz e a olhei 

—Aí meu Deus. Jaxon chama um médico —Jazmyn disse e correu até mim

—ALGUÉM AJUDA, A BOLSA DA KYLIE ESTOUROU. MINHA QUARTA SOBRINHA VAI NASCER AJUDA PELO AMOR DE DEUS —Jaxon saiu gritando pelo corredor e logo voltou com alguns enfermeiros 

   23:59

—Força KY, tá quase, a anjinha tá chegando —Jazmyn falou segurando minha mão e secou o suor que escorria de minha testa 

00:00

Soltei um grito mega alto e em seguida um choro doce foi ouvido. Jazmyn olhou para o médico, olhou pra mim e sorriu 

—Parabéns senhora Bieber —O doutor disse sorrindo e entregou a pequena para mim 

Sorri cansada e acariciei o rostinho da pequena com carinho 

—Oi amor—sussurrei e beijei a testa dela

—NASCEU? —Jaxon gritou entrando na sala com os garotos 

—Não, só veio dar um oi e já vai voltar pra dentro —Jaz disse e revirou os olhos 

—AWWWWWN —Tyga, Jaden, Shawn, Chris e Ryan falaram em coro e correram até mim

—EU SOU PADRINHO —Jaden gritou 

—SAI FORA—Tyga gritou empurrou Jaden e uma guerra pra escolher quem é o padrinho começou 

—Gente gente, vocês todos são os padrinhos pronto—falei já me irritando com a barulheira 

—Deixa a gente levar ela pra ver o Justin? —Tyga perguntou 

—Não vou confiar minha filha recém nascida a vocês —falei 

—então vai tomar um banho e vamos todos juntos 

   Noite de Natal 

As crianças babavam na irmazinha nova, igual aos tios e aos padrinhos, e a notícia que ela havia nascido já tinha sido espalhado e minha família e a do Justin  ligaram avisando que estavam vindo ver ela. Poise, agora me do bem com os Mallette, menos com pattie que ainda acha que a culpa é minha disso tudo, e talvez seja. Mais hoje não é dia de pensar em tristeza, hoje é dia de celebrar o Natal e o nascimento de minha anjinha. Engraçado que, ela sorriu pela primeira vez quando a colocamos nos braços de Justin. 

 



Notas Finais


Que meiiigooooo
Nao esqueçam de comentar, por favor
Sobre os Povs do Justin: serão lembranças, que provavelmente não coloquei na outra temp, e tentarei colocar um em cada Cap ou mais de um claro, se vocês quiserem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...