História In the sky - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Justin Bieber, Madison Beer, Selena Gomes
Exibições 16
Palavras 1.535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eai gostaram do cap anterior? Pois é, só como um pedido de desculpas to postando dois em 1 dia só vlw?
Nesse cap a coisa vai esqueeeeeeeeeeentaaaaar!! Não perca sequer uma virgula tá?
Boa leitura aeeee!! E leiam as notas finais!

Capítulo 5 - " Não tente negar "


Fanfic / Fanfiction In the sky - Capítulo 5 - " Não tente negar "

Não era porque eu não desejasse ele, mas sim porque eu sabia que ele não prestava. Me enrolei no lençol e fui pro banheiro encontrando Justin escovando os dentes. 
Na pia ao lado lavei meu rosto pra tentar esquecer oque tinha acontecido e quando levante ia cabeça, Justin estava atrás de mim.
Ele segurou no meu cabelo e puxou me fazendo levantar e nossos corpos se chocarem.
Foi sem querer que soltei um gemido baixo, mas, foi o suficiente pra Justin ouvir e dar um sorriso safado.
- Mandou bem noite passada. - ele disse.
Ele soltou meu cabelo e me puxou pela cintura colando mais ainda nossos corpos um no outro e eu arfei.
Então ele começou a dar leves beijos na minha orelha e foi descendo até meu pescoço.
Não posso negar, aquilo realmente me deixou excitada, mas não. Eu não poderia dar esse gostinho de vitória pra ele, não sou como qualquer outra que cede a qualquer preço. Eu não queria, não com ele.
Tirei a mão dele da minha cintura, o empurrei pra longe e fui em direção a porta na tentativa de acabar com tudo aquilo, mas, falhei.
Ele me puxou pelo braço fazendo o lençol que me cobria cair e deixar meus seios totalmente a mostra, em um movimento bem rápido ele me colocou em cima do balcão da pia e ficou entre minhas pernas. 

Entre um beijo intenso e nossas respirações ofegantes ele acariciava meus seios, e eu arfei. 
Mas aquilo tudo tinha que acabar por ali, não podia continuar ou se repetir.
Foi por impulso, sem pensar nada de desejo ou atração.
- Entendeu Kathrine? Nada de desejo ou atração! - repeti pra mim mesma em pensamento.
- Jus- Justin, Justin! Para! - gritei e o empurrei pra longe.
Desci da bancada e peguei o lençol indo pro quarto deixando Justin sozinho no banheiro. Coloquei minha roupa que estava jogada no chão, peguei minha mala e fui pro quarto de Ryan.
* Toc Toc * Ryan abre a porta.
- Oque houve? - Ryan perguntou assustado.
- Justin! - disse com raiva e entrando no quarto.
- Oque ele fez dessa vez?
- O mesmo de sempre! - menti. - Irritar os outros.
- Já disse pra você ter paciência.
- É impossível ter paciência com ele Ryan! 
- Calma cara!
- Que vontade que eu tô de socar a cara dele. - bufei. 
- Suas coisas já estão prontas? Se não depois quem vai querer socar a cara de alguém vai ser o Bieber.
- Já, mas eu tô cagando pra ele, quero mais é que ele se foda.
- Nossa Kathrine, baixou o capeta ai no seu corpo né.
Ryan estava certo, eu realmente não estava normal. 
Não suporto quando Justin faz isso, me provoca ou joga piadinhas pra mim. Odeio quando ele faz isso, odeio o fato de que talvez eu possa gostar dele. Odeio ele ser tão... sei lá inexplicável a ponto de me fazer sentir atração por ele. Odeio quando ele me deixa louca e eu tenho desejo por ele. 
- Eu odeio ele! - gritei pensando alto.
- Tá, tá! Esquece isso, pega logo as suas coisas. 
- Pra onde a gente vai?
- Pro quarto do Chaz, o resto do pessoal deve tá lá. 
- A gente vai embora agora? 
- Quem eu saiba sim. - disse Ryan pegando sua mala e eu fiz o mesmo o seguindo até o quarto de chaz.
- Bom dia! - disse assim que entrei no quarto de Chaz.
- Bom dia pequena! - disse Maejor saindo do banheiro.
- Cadê o Justin? - perguntou Chaz
- Não quero nem saber. - disse colocando minha mala junto com as outras.
- Edward já acordou? - perguntou Ryan.
- Não, tá hibernando ainda. - respondeu Chaz e todos riram.
- Justin abriu a porta. - Vamos! - ele ordenou seco.
Olhei para Ryan e o mesmo pegou a mala e saiu. Eu, Maejor e Chaz fizemos a mesma coisa e todos foram pra recepção fazer o check- out.
Em seguida chamamos um carro particular, formos pro aeroporto e entramos no jatinho.
Durante toda a viajem Justin não falou nada, ficou sentado na poltrona mexendo no celular enquanto eu e o resto do pessoal ficamos tomando café da manhã.

Depois de algumas horas chegamos em casa e tiramos nossas malas do carro.
Quando entramos dentro de casa fomos recebidos por Khloe, Lili e mais duas mulheres uma loira e a outra morena. Provavelmente uma delas seria a tal Hailey que Justin disse que estava em NY. 
As meninas o cumprimentaram e quando a mulher loira percebeu minha presença perguntou:
- Quem é ela? - ela disse me encarando.
- Ah... Ela é...- disse Justin e  Chaz continuou.
- Kathrine, ela é nova aqui no grupo. 
- Então quer dizer que é só eu sair por 1 semana que vocês já me substituem por outra? - ela disse com raiva cruzando os braços.
- Para de graça Hailey. Aconteceu muita coisa que você não sabe enquanto estava fora. - disse Justin
- Tá sumida einh Mary. - disse Chaz se referindo a outra mulher morena.
- Pois é, mas dessa vez eu vim pra ficar! - ela respondeu entusiasmada e todos comemoraram.
- Mais uma integrante pro grupo. - disse Ryan.
- Quem é ela Hailey? - perguntou Maejor.
- Ela é uma amiga nossa, Mary. Já trabalhou com a gente, mas foi passar um tempo na gangue no pai em NY. 
- Que bom que voltou. - disse Justin indo em direção á escada, mass, parou e sussurrou algo no ouvido de Mary. Ela sorriu e ele foi em direção as escadas subindo-as.

Minha expressão mudou, pois sabia o motivo daquilo, era só pra me provocar pelo oque aconteceu de manhã.
Sai dali indo pro meu quarto, já que minha presença ali não fazia a mínima importância e Lili me seguiu percebendo oque tinha acontecido.
- Aconteceu alguma coisa que ainda não sei?
- Não é nada. - disse colocando a mala no chão e sentei na cama.
- Eu conheço muito bem esse nada. - Lili me encarou cruzando os braços.
- Ele me agarrou. - disse a encarando.
- Quando isso?
- Hoje de manhã. 
- Oque aconteceu?
- A gente se beijou.
- Só?
- Eu parei né Lili! - bati a mão na coxa.
-  E ele tá bolado.
- É.. - disse me levantando indo em direção a porta. 
- Onde você vai?
- Resolver isso. 
Sai e fui a procura de Justin,fui no escritório nada. Fui no quarto dele e entrei sem bater. 
- Dá próxima vez vê se bate na porta tá! - ele disse revirando uns papéis em cima da mesa.
- Vai ficar de palhaçada até quando? - disse fechando a porta e o encarando.
- Que palhaçada garota? - ele disse cruzando os braços e me encarando.
- Ficar emburrado o dia inteiro, me provocando... Tudo porque eu não fiz suas vontades de manhã.
- Não é porque você não fez minhas vontades. - ele se aproximou. - Você saiu e me deixou lá como se nada tivesse acontecido como se você não tivesse gostado.
- E eu não gostei! - disse seca.
- Atá! E você pensa que engana quem?  Ou você acha que eu não vi que você ficou toda molhada?
Minhas bochechas coraram de vergonha só por saber que oque ele disse era verdade.
- Você engana a si própria tentando negar. 
- Tentando enganar oque?! Que realmente eu não quero um canalha igual você? Haha, de uma coisa você pode ter certeza. - fui em direção a porta e à abri. - Quem tá enganado aqui é você. - sai e bati a porta logo atrás de mim. 
Enquanto descia as escadas encontrei com Mary, nos trocamos olhares, mas, nenhuma palavra.
Estavam todos na cozinha tomando café da tarde e eu fui até lá.
- Come ai Kathrine. - disse Ryan.
- Não quero não. 
-  A para cara, já chega com esse lance de dieta, aqui não tem isso não! -disse Maejor e todos riram.
- Eu fiz esses cupcakes só pra receber vocês e você não vai comer? - disse Khloe fazendo uma cara de triste e me entregando.
- Ah se foi pra mim também! - peguei o cupcake da mão dela.
- Come logo isso! - disse Chaz batendo com o cupcake na minha cara e sujando meu nariz de chantilly.
- Seu doido! Não acredito que você fez isso! - disse limpando e todos gargalharam.
- Será que dá pra alguém chamar o Justin pra acabar de montar o plano? - disse Ryan olhando pra Hailey.
- Ah nem vem Ryan, eu vou ficar aqui comendo. Se eu for lá em cima quando voltar não vai ter mais nada!
- Entãaaaaao...- Ryan me olhou e eu entendi que era pra eu fazer isso.
- Aff!! - bufei.

Subi as escadas e fui até o quarto de Justin, e ele não tava lá. Fui até o escritório e bati na porta duas vezes, mas ninguém responde...E quando abro a porta.
Não posso acreditar na cena que estou vendo...
 


Notas Finais


Manoooo que amasso foi aquele no banheiroo??
Foi meu primeiro cap com essas partes mais quentes assim hahaha espero que tenham gostado.
Fiquem atentos aos próximos caps, vem mais treta por ai!
Não se esqueçam de comentar pelo amoooooooooor de Deus!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...