História In this Shirt - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens El Cid de Capricórnio, Sísifos de Sagitário
Tags El Cid, El Cid X Sisifo, Sisifos, Sisisfo
Visualizações 56
Palavras 590
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Levei tanto tempo para atualizar, caraca o fato é que inciei uma nova fase em minha vida. O que convenhamos não é nada importante a vcs, nem desculpa.

Peguei o capitulo que estava escrevendo e simplesmente deletei, não tinha a menor vontade de postar, parecia algo não digo mediocre ( até pq esse ficou bem xoxo), mas não me decia. Acredito portanto que não seja o fim, é bem provavel que logo agora nas férias eu retorne a esta fic e a reescreva ou de uma parte dois em continuidade decente. Até lá sinto que deveria dar um fim. E foi o que fiz.
Perdão.

Capítulo 2 - Novo convite


Depois de concluída a venda parti para o vilarejo, não que acreditasse muito que o reencontro fosse possível e mais, que ele pudesse ou queresse que acontecesse. De toda forma foi o que minha vontade e impulso ne fez querer fazer.

Assim como dito pelo velho, ele estava lá o mesmo, altivo, quaseel elegante, seus cabelos negros e aparados na mesma altura, aquelas costeletas horrorosas que só Hades na causa, porque manter algo tão ultrapassado? Já não importa mais, o importante é que esteva lá. Fui retirado deste momento de fantasia pega a em flagrante por um toque em meu braço, não pude deixar de corar ao ser pego no flagra ainda que a pessoa dificilmente soubesse o que se passava em minha mente, bom voltei a realidade.

- Pois não?

- Ah... Você está bem, pensei que estivesse passando mal com essa cara palada, torcida e dura...  E também - ela olhou para baixo focando meus pés, segui seu movimento e pude notar o que tanto chamara atenção da garota. Tenho absoluta certeza que todos ja escutaram  Express ao "enfiar o pé na jaca" pois bem, eu também, só não imaginava que seria possível enfiar o pé na jaca literalmente e estando sóbrio muito menos que viveria tal situação. Alias desde quando se vende esta fruta a cá? - É bom, ja sei que não esta tendo um derrame, então vou indo. Adeus.

Vi ela se afastar, tirei o meu pé da jaca... Literalmente é voltei a observar o meu espanhol, ao menos é o que eu gostaria, nunca fui tão transparente ao demonstrar meu descontentamento, ele estava ali. Mas a garota foi o tempo dela me chamar a atenção r ele fazer Puff... Sumir. Devo ter enfiado o pé na jaca novamente, alias outra, porque foi dar uma vida da que tomei uma bengalada nas costas. Olhei para trás e estava ali um senhor, com sobrancelhas entranhas falando alguma coisa que não entendi nada, mas me empurrando para afastar daquelas frutas. Bom foi o que fiz.

- Continua fazendo bobagens pelo jeito. - Uma voz grave entoou , olhei para os lados buscando e nada. - Aqui em cima.

Lá estava ele, ah... Meu bodinho fofo, abri a boca para ja ir pedindo desculpas saindo ao mesmo do meio da rua, e assim como um sorriso tolo surgia em minha face ele sumiu ao notar uma jovem ao lado dele.

- Quem é esse pai? Parece tão... Urg

- Um amigo do passado, não seja rude e vá terminar suas malas partimos em alguns minutos.

- Eu ja disse que não quero ir - Saiu dali arrastando os pés enfezada. 

- Continua o mesmo Sisifo, muito difícil não reconhecer. Uma pena que demorou, pensei que viria mais cedo.

- Mas... Ah - O senhor deve ter passado aqui antes de eu vir ou antes, ou mesmo leu minha mente o que não seria novidade ja que ele sempre percebia qualquer coisa antes que eu dissesse. - Sim atrasado, mas não em falta.

-  Talvez, infelizmente não poderemos conversar. Ate a próxima ocasião. Esperarei pontualidade. 

Ele sumiu, nunca tive tanta vontade de dar-lhes uns tapas, não me deixou responder, ri de nervoso e de como estava me portando feito uma moça adolescente japonesa nas fanfics de shoujos japonês. Fui embora puto, não tem melhor palavra que essa que expresse meu descontentamento na hora. Fui embora e só dois dias depois que notei um bilhete no bolso.

" Desculpe. Encontre-me no Marquês dia 20/06 as 21h"

 

É lá vem ele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...