História Inazuma Eleven - Uma História de Amor - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inazuma Eleven (Super Onze)
Personagens Afuro Terumi (Aphrodi), Aki Kino, Atsuya Fubuki, Endou Mamoru, Fideo Ardena, Fudou Akio, Fuyuka Kudou, Ichinose Kazuya, Kabeyama Heigorou, Kariya Masaki, Kazemaru Ichirouta, Kia Hiroto, Kidou Yuuto, Natsumi Endo, Personagens Originais, Shirou Fubuki, Shuuya Goenji, Someoka Ryuugo, Suzuno Fuusuke, Tachimukai Yuuki, Tsunami Jousuke, Utsunomiya Toramaru
Exibições 60
Palavras 644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Power, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Lembram do Sonho do Aphrodi, então agora o Rex ganhou seu proprio

Capítulo 17 - O Pesadelo de Rex


Rex havia dormido pesadamente ao lado de Aphrodi e depois de um tempo, começou a sonhar... Ou melhor, a ter pesadelos...

Rex estava em uma sala escura, com apenas uma iluminação de uma lâmpada quase falhando, estava piscando muito, ele estava deitado, suas costas estavam apoiadas em uma parede, que estava bem imunda, havia um espelho que cobria a parede a sua frente. Então ele acordou, estava com dificuldades pois estava sentindo muita dor, ele só conseguia abrir apenas um olho, pois o outro aparentava estar colado a seu rosto, então quando abriu seu olho, ele se viu no espelho

Ele estava em uma situação deplorável, todo ensanguentado, estava com cortes em todo o seu corpo, sua roupa estava toda rasgada nos lugares onde estava seus cortes. Tinha um grande corte em seu braço, que ia de seu pulso até seu cotovelo. Em seu rosto tinha um enorme corte, ia de sua testa até seu queixo, e passava pelo seu olho, o qual não conseguia abrir pois o sangue havia secado nele todo. Seu cabelo estava enorme (N/A: tava parecendo o cabelo do Ban de Nanatsu no Taizai quando ele estava na prisão, tirando a barba claro) ia de sua cabeça até seu cotovelo, parecia que ele havia sido torturado

"Não..." fala Rex muito baixo pois estava com dificuldades de falar "De... Novo... Não"

Quando de repente, o enorme espelho a sua frente se quebra num piscar de olhos, dando passagem a uma porta de ferro com muitos parafusos. Rex estava olhando aquela porta sem desviar o olhar, como se já soubesse o que sairia daquela porta

"Hum... Vai... Começar... de novo...

Demorou cerca de cinco minutos, e aquela porta já estava sendo aberta, Rex a olhava suando frio, mas não dava para perceber, pois o sangue estava prevalecido naquela hora. A porta, rangendo muito, estava sendo aberta, em seguida duas pessoas entraram, eles eram um homem e uma mulher, ambos estavam de máscaras e segurando uma maleta. Até que o homem se aproxima de Rex, ele se agacha e coloca sua maleta no chão. A máscara deixava Rex nervoso, quando de repente ele da um soco com toda sua força na cara de Rex, fazendo ele cuspir sangue, Rex o olha mortalmente

A mulher estão se aproxima e da um grande chute na barriga de Rex, fazendo ele cuspir mais sangue

Ambos estão abrem suas maletas, Rex só os encara com olhar de medo, eles então tiram facas, que aparentemente estavam super afiadas, e então, rapidamente, foram a esfaquear Rex na barriga e no peito, fazendo ele cuspir o dobro de sangue que das duas vezes anteriores

Rex naquele momento estava sofrendo muito, ele nunca tinha sentido esse tipo de dor antes

[Tudo que eu quero agora... É... Matar... Vocês] pensa Rex respirando rapidamente sem parar

Rex estava sangrando muito, principalmente nos lugares acertados recentemente

Daí ambos se levantaram, a mulher, então, levanta seu pé, forçando muito, no pescoço de Rex, o estrangulando

Demorou pouco tempo até ele começar a desmaiar, Rex então, antes disso, abriu pela última vez seus olhos, daí percebeu que eles estavam retirando suas máscaras. Sua última visão foi a do rosto dos ambos, ele os identificou rapidamente, e em seguida ele desmaia imediatamente...

Passou-se um tempo e Rex acorda muito ofegante, assustado e suado

"Aquele sonho de novo" diz uma voz na cozinha

"É... Ele mesmo Sakura" fala Rex num tom sério ainda ofegante

Sakura então sai da cozinha, com um sanduíche em sua mão, e se aproxima de Rex segurando sua mão

"Não importa o que aconteça... Eu vou sempre estar com você" após Sakura dizer essas palavras, Rex aperta sua mão moderadamente forte

"Valeu irmã" diz Rex fazendo Sakura dar um sorriso de lado [Não importa... O que aconteça... Com todas as forças... Irei odiar vocês...] pensa ele com uma feição raivosa [Mãe E... Pai...

Continua...


Notas Finais


Se ficaram se perguntando pelo final lembrem do CAP 9, galera eu pretendo voltar o mais rápido possivel


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...