História Incerteza - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mamamoo
Personagens Hwasa, Wheein
Tags Mamamoo, Wheesa
Exibições 19
Palavras 1.766
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Uma pequena historia desse couple que tanto amo, espero que gostem.

Capítulo 1 - Capitulo unico


Fanfic / Fanfiction Incerteza - Capítulo 1 - Capitulo unico

Pós show – dormitório do Mamamoo

 

Sem PDV 

Após uma grande apresentação as quatro meninas retornava para seu dormitório para enfim desfrutarem do tão merecido descanso. 

- Deus, a apresentação de hoje foi incrível – Solar Comentou animado. 

- foi mesmo incrível – Moon comentou com uma voz cansada. 

- o público estava demais mesmo, ouviram toda aquela gritaria? – Hwasa falou sorrindo. 

- claro, a gritaria – Wheein falou com cara de poucos amigos. 

As meninas perceberam a reação da menor e estranharam, normalmente Wheein é mais animada das quatro; sempre sorrindo e brincando. 

- o que foi pequena? – Hwasa questionou preocupada. 

- nada – Wheein falou friamente 

Solar e Moonbyul sorriram da situação. 

Depois de alguns minutos na estrada, finalmente o prédio onde residiam as meninas podia ser visto, não demorou muito até a van parar e o motorista informar o ponto final da viagem. 

- meninas, chegamos – anunciou o motorista. 

Rapidamente Wheein desceu do carro e entrou no dormitório. 

- o que há com ela hoje? – Hwasa perguntou sem entender. 

 

Wheein PDV 

Estava tão cansada daquilo tudo, odiava quando ela se portava assim, às vezes parece que ela se esquece de que tem namorada. 

- Wheein você está aqui? – o motivo da minha fúria acabará de entrar. 

- estou, o que você quer Hyejin ? – falei sem tentar parecer amigável. 

- quero saber o que você tem, parece estranha, está zangada com algo, fiz algo que te irritou? – Hwasa perguntou sentando ao meu lado na cama. 

 - você acha que fez alguma coisa? – perguntei à encarando. 

- sinceramente se eu fiz, eu não lembro – ela me respondeu tentando não sorrir. 

- muito conveniente para você não lembrar – falei me levantando e saindo do quarto. 

Sinceramente vê-la só esta fazendo minha raiva aumentar e minha cabeça doer. 

Dirigi-me ao banheiro para tomar um bom e longo banho frio, aquilo vai me relaxar. 

Entrei embaixo só chuveiro deixando a água massagear meu corpo cansado. 

Fechei os olhos desfrutando daquela sensação. 

Pouco a pouco as imagens dela flertando com outras pessoas me vieram à mente e novamente a mistura de raiva e tristeza tomou conta de mim, sem perceber as lágrimas caíam de meus olhos, dessa vez não relutei apenas as deixei fluírem. 

Como ela pode dizer que me ama agindo daquela forma, ela flertava descaradamente em minha presença seja com homens ou com mulheres e nossa ela adorava quando era retribuída, como ela pode falar toda a noite que me ama e que eu sou a única enquanto agi dessa forma? Nem mesmo solar Unnie agiu assim  e olha que realmente alguns idols realmente caem matando em cima dela, mas ela sempre se sai mostrando que só uma pessoa para ela, droga porque Hwasa não pode agir assim também? Será que ela não ver o quanto isso me machuca? 

As lágrimas fluíram com mais força e apenas me abracei àquela sensação de tristeza em mim. 

Depois de alguns minutos no banho finalmente me sentia mais calma e relaxada, rapidamente me sequei com uma toalha e vesti as roupas que trouxera comigo. 

Sai do banheiro e me dirigi à varanda, não estava a fim de dar de cara com Hwasa, não estava bem o suficiente para isso. Sentei-me em uma cadeira e observei o brilho das estrelas, aqueles pontinhos luminosos no céu tem uma estranha força de calmaria. 

Perdida na minha observação, não reparei que o local havia sido invadido. 

- Olá – ouvi uma voz falar. 

- Oi Unnie, tudo bem – não precisei olhar para trás para saber que Moonbyul Unnie estava lá. 

- eu que pergunto isso, está tudo bem? – Moon me questionou sentando-se na cadeira ao lado. 

- estou sim – falei tentando mostrar meu melhor sorriso. 

- sei...- ela respondeu desconfiada. 

Ficamos ali paradas observando as estrelas sem falar nada, somente curtindo o silêncio da noite. 

- é difícil, sei como é - ouvi-a comentar sem desviar o olhar do céu.

- não sei do que está falando – tentei ignorar. 

- namorar Hwasa é difícil, passo isso também com a solar – Moon comentou dessa vez me encarando. 

- é completamente diferente – respondi sem emoção. 

- jura? Você acha que é fácil ter que aguentar todas aquelas pessoas encima dela, todos os convites pra sair, todos aqueles olhares pervertidos para cima dela e ter que aguentar quieta porque não posso gritar que ela é minha – Byul Unnie falou seriamente me encarando. 

Pela primeira vez observei um misto de raiva e tristeza nos olhos da Unnie. 

- não é a mesma coisa – falei com tristeza. 

- então me explica o que é – Moon pediu. 

- apesar de todos em cima da sua namorada você tem a plena certeza que ela te ama, Já vi diversas vezes Youngsun Unnie dispensar pessoas porque ela sabe que te ama e te respeita, no meu caso não é assim, Hwasa flerta com todos e nem liga se isso me machuca ou não. A noite ela me jura amor, mas pela manhã fica paquerando como se esquecesse de que tem uma namorada, realmente não sei se o amor dela é real – falei tentando não chorar. 

- você já falou isso com ela? – byul me questionou. 

- já comentei algumas vezes, mas ela diz que estou bancando a ciumenta – falei não mais controlando as lágrimas. 

Moonbyul me abraçou com força. 

- acho que essa relação não vai dá certo, Hyejin gosta de ser notada, chamar atenção, ser paquerada e desejada por todos e eu sou totalmente o oposto disso, só quero ficar na minha sem chamar atenção – falei entre soluços e lágrimas. 

Moonbyul não falou nada só me acalmou me fazendo cafuné na cabeça.

- acho que você deveria conversar com ela, não tome nenhuma medida antecipada – MoonByul me aconselhou.

- irei fazer isso unnie – falei secando minhas lagrimas.

Moonbyul se despediu e me deixou sozinha na varanda.

Após alguns minutos olhando as estrelas resolvi que era melhor descansar.

Cheguei ao quarto e vi Hyejin sentada na cama.

- estava te esperando – Hwasa falou me olhando.

- deveria está dormindo, amanhã acordamos cedo – falei vestindo o pijama.

- serio Wheein o que eu fiz? está zangada comigo e eu nem sei o que fiz – Ela me questionava aflita.

Respirei fundo tentando me acalmar.

Lentamente caminhei ate a cama e me sentei ao lado dela.

- você realmente me ama? – perguntei seriamente.

- claro que amo, você ainda duvida? – ela falou olhando em meus olhos.

- sinceramente, sim – Falei a encarando.

Vi seu rosto mudar de fisionomia um misto de tristeza e surpresa.

- está brincando não é? – Yejin perguntou rindo sem graça.

- não –  respondo tristemente.

Vi ela se aproximar e acariciar meu rosto.

- amor porque está agindo assim? – ouvi ela me perguntar me encarando.

- não me chame assim, não sou seu amor se eu fosse você não faria o que faz – respondi com os olhos cheios de lagrimas.

- pequena ... – antes que ela falasse a interrompi.

- para Yejin estou cansada disso, a noite você me jura amor toda a noite, mais pela manha age como se não tivesse namorada, você flerta com qualquer um, adora ser paquerada e não faz nada para esconder isso, sabe o quanto isso me machuca? Sabe como me sinto com você agindo dessa forma? Me sinto um nada – falei não contendo as lagrimas.

Finalmente explodi tudo o que sentia, meu coração finalmente estava mais leve, porem as lágrimas caíram sem controle.

Senti um par de braços ao meu redor.

- para Yejin, me larga – falei tentando me desversilhar do abraço.

-não eu não paro. você é meu amor, meu grande amor e quero te mostrar, me perdoa eu realmente não percebi o quanto isso te machuca, eu realmente não percebi – hwasa falou e percebi que ela chorava.

Levantei da cama e fiquei de pé. 

- não tenho certeza se nossa relação pode dá certo – falei cabisbaixa. 

Vi-a levantar e ficar na minha frente. 

- me diz se você dúvida disso – ela falou em puxando para junto dela. 

Senti suas mãos em minha cintura, colando meu corpo junto ao dela, segundos depois senti uma Par de lábios sobre os meus, ela me beijava com ferocidade e urgente dominando todos os cantos de minha boca, não relutava só me entregava aquele beijo como se fosse a última coisa que me restará nessa terra, enquanto suas mãos me puxava para junto dela eu acariciava sua nuca com meus dedos. Pouco a pouco o ar se fazia necessário nos obrigando a nós afastar. 

- nunca duvide de nós – Hwasa falou mantendo nossas testas coladas. 

Não respondi apenas acariciei seu rosto. 

- eu sou uma idiota por não ter visto o quanto te magoava isso não vai acontecer mais, para mim só existe você, minha vida só tem alegria porque você está nela cuidando de mim, me fazendo sorri, me mostrando o quão bom é viver ao seu lado, me perdoe amor por ser essa completa idiota, não se repetirá, fica comigo? – Hyeji pediu seriamente me olhando nos olhos. 

Aquele momento me fez acreditar, apesar de ainda está magoada percebi o quanto ela me ama, poderia ver em seus olhos o desespero e o medo de talvez vir a me perder. 

Esbocei um sorriso fraco.

-  isso é um sim? – ela me perguntou sorrindo.

- não sei Hyeji, é complicado, eu amo você demais só que essa forma de agir sua me chateia me deixa furiosa, mas não sou idiota sei que a agencia gosta desse sei comportamento – falei cruzando ao braços.

Sentia apertar os braços a redor de minha cintura.

- que tal se eu maneirasse nesse comportamento? – ela me perguntou me encarando.

- como você fará disso? – perguntei sem entender.

Senti-a seus lábios no meu pescoço, beijando e mordiscando, me fazendo um pouco de cócegas.

- ao invés de flertar com outros e outras vou flertar com você – Hyeji falou me dando um selinho.

-mas você já faz isso – me desvencilhei do abraço e me afastei.

Rapidamente ela me puxou com força ate colar nossos corpos novamente.

- não importa, a cada dia vou encontrar uma forma nova de te paquerar, de te seduzir, de te amar até não restar mais duvidas de quem eu amo e de quem é a dona da minha vida – Hwasa falou acariciando meu rosto.

- que te amo e muito e saiba que você tem muito trabalho a fazer, estou cheia de duvidas – comentei sorrindo.

- que tal começar com isso – ela falou colando seus lábios aos meus.

Não relutei aquele beijo ao contrario me entreguei a ele com todo desejo e paixão que sentia por aquela mulher que finalmente sei que é somente minha.

 


Notas Finais


Gostaram? Comenta ai!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...