História Incerto - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, NU'EST, SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Jackson, Jungkook, Minho Choi, Ren
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chen, Choi Min Ki, Choi Minho, Jackson Wang, Jeon Jungkook, Jungkook, Kim Jongdae, Minho, Ren
Exibições 9
Palavras 1.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Apenas lembrando:
Junhyung/Jun sou eu (O Autor).

Capítulo 2 - Vergonha e Tristeza


Fanfic / Fanfiction Incerto - Capítulo 2 - Vergonha e Tristeza

No final do primeiro período, que são ao todo 3 aulas seguidas da mesma materia, Junhyung e Baekhyun se encontraram primeiro no pátio principal fora do edifício principal. Ao redor deles, os outros alunos da escola os olhavam mais do que o natural e bem mais diferente que o normal.

Eles os olhavam como se sentissem dó deles dois, Baek logo assimilou esses olharem com o que ainda não sabiam que havia acontecido. Logo, o diretor do colégio apareceu no pátio e chamou a atenção de todos os alunos subindo no palco com um microfone. Jun e Baek, os dois, foram juntos com todos os outros alunos para à frente do palco e em meio ao povo eles encontram Chen, que acabara de chegar por ali também.

Bem em seguida Ren apareceu e ficou junto com eles esperando o diretor iniciar sua pronunciação.

Os 4 não sabiam de nada, absolutamente nada, pelo menos até onde um sabe sobre o outro... Enquanto o diretor esperava pela aproximação de todo mundo, a maioria dos outros alunos olhavam para os 4 garotos ao centro da multidão. Aos que sabiam o que havia acontecido ficaram afastados deles 4, por quais motivos? Era o que queriam saber.

- Bem vindos de volta às aulas alunos da Trinity, venho aqui me pronunciar primeiramente para lhes desejarem um bom ano letivo a todos, aos alunos que cursaram o terceiro ano nesse ano eu disponibilizo a vocês todo o meu apoio. Fiquem cientes de que eu esperarei a visita de todos vocês a minha sala para conversamos sobre os futuros de vocês. – Feliz, mas com uma voz tremula o diretor começa o seu discurso de boas vindas. – Também vim aqui trazer recentes noticias sobre um fato que ocorreu na madrugada de ontem, na ultima noite de férias de vocês. As noticias não são nada boas e eu imagino que alguns de vocês já saibam o que realmente aconteceu, mas para calar os boatos eu preferi vir dizer pessoalmente o que foi que realmente aconteceu... – Suando, provavelmente de nervosismo, o diretor deixa escorrer pingos de suor pelo o seu rosto, mesmo estando em um dia nublado e não muito abafado. Ele então continua. - Park Chanyeol, o aluno que no ano passado foi eleito por vocês o príncipe do baile de inverno foi encontrado morto no pico da montanha wislow. Como presenciaram hoje antes da primeira aula, a mãe de Chanyeol veio ao colégio para entender a situação e eu tive que dar a terrível noticia para ela sobre este ocorrido. Espero que assim como nós da direção acolhemos a senhora Park, vocês sejam acolhedores com os amigos mais próximos de Chanyeol, um grande exemplo disso é...

Então todos reagiam surpresos e apavorados, Baekhyun antes que o diretor pudesse terminar, sai correndo e chorando de volta para dentro do edifício. Os meninos, Ren primeiro, seguido de Jun e Chen começaram a correr atrás dele e a pedirem para que ele os esperassem, mas Baek muito atordoado não parou e foi direto ao seu armário.

Ao chegar no armário Baekhyun começou a jogar suas coisas principais dentro da mochila, como o carregador do celular e seu fone de ouvido. Quando Ren o alcança, ele o fala com exaustão:

- Baek! Ei, calma, calma, por favor tenha calma e me escuta! – Muito preocupado com o amigo, ele chega ao armário dele o impedindo de continuar a jogar suas coisas com violência para dentro da mochila.

Com o rosto virado para o outro lado por vergonha, Baek pede para que o Min Ki o deixe em paz e não se preocupe com ele. Os outros dois, Jun e Chen, chegando um pouco depois pedindo para que Baek espere. Ao ver que ele está chorando, assim como Ren fez, eles pedem para que Baek se acalme.

Ainda indiscutível, Baekhyun pedem para que todos os 3 amigos o deixem em paz, mas seu pedido é totalmente ignorado e ele é cercado pelos 3, que o deixam preso em meio a eles, impedindo que ele vá embora, seja lá para onde fosse.

Agressivamente Baek ao se ver preso começa a tenta passar por entre Chen e Jun para poder ir embora, mas eles o pegam pela cintura e pelas mãos e o pedem para que tenha calma e escute o que têm a lhe dizer.

Mesmo assim, muito chateado, abalado ou qualquer coisa muito semelhante a esses sentimentos, ao reconhecer sua fraqueza contra os dois amigos ele começa a chorar ainda mais e a se debater ainda mais contra eles.

 Ele queria de qualquer forma escapar deles dois por vergonha de estarem o vendo daquela forma. Destroçado pela morte do seu namorado.

Ele reluta até cansar e quando perde todas as suas forças, em fim desiste de tentar. Após desistir Baek se vira para Ren e com muita tristeza ele despeja sua cabeça sobre o ombro do amigo e continua a chorar ainda com mais sinceridade sobre ele.

Ren o segura pela cintura e em seguida ele (Baek) envolve seus braços nos pescoço dele, liberando em seguida todo o peso do seu corpo sobre Min Ki.

Enquanto estava naquela posição, com o rosto sobre o ombro de Ren, Jun e Chen tentam lhe dizer o que queriam que ele escutasse antes de ir embora. Jun é o primeiro:

- Ei, amorzinho, também estamos muito chocados pelo o que acabamos de ouvir, mas não é se trancando em um quarto e ficando com vergonha do seu choro que essa dor que você está sentindo e nos três também estamos sentindo, vai passar. Eu ainda estou muito abalado para chorar no momento, mas quando a ficha cair eu tenho certeza que eu vou chorar tanto como está chorando agora, portanto...

Chen corta o que o namorado estava dizendo e prossegue falando completando o que ele iria dizer:

- ...Portanto não tenha vergonha disso. Você tem todo o direito de se expressar dessa maneira. Era o seu namorado! Eu não tenho a mínima ideia do que está sentindo, mas Jun está certo... Não é se trancando em um quarto que isso vai passar.

- Precisamos ficar juntos agora, Baek... Se quiser ir embora, então vamos! Desde que seja junto com a gente... – Min Ki reforça o que estavam dizendo, fazendo com que Baekhyun se acalme ligeiramente rápido após escutar o que dizem.

Ainda muito envergonhado em mostrar seu choro, devido aos alunos já estarem circulando pelos corredores, vendo os 4 tão proximos do outro e observando a tristeza que estão sentindo, Baek diz querer ir embora.

A mochila dele, a qual tinha caído das suas costas quando estava relutando para sair entre os 2 amigos é pega por Junhyung. Entre Ren e Chen, Baek sai de cabeça baixa pela a entrada/saída principal da escola. Jun logo atrás, sai observando o olhar das pessoas para eles. Enquanto alguns demonstram sentir dó, outros demonstram não sentirem nenhum afeto por eles, como se estivessem os culpando pelo ocorrido.


Notas Finais


Me desculpem se houver erros ortográficos ou se não tiver coerência.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...