História Incógnita - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Red Velvet
Personagens Irene, Joy, Seulgi, Wendy, Yeri
Tags Amem Wenrene, Joyri, Pujin, Seuldy, Temcoisatriste, Wenrene, Yerene
Visualizações 28
Palavras 1.861
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI HEHEHEHE
Deu a loca na minha pessoa, é feriado e eu acordei uma da tarde tava sem fazer nada e acabei escrevendo um capítulo inteiro KKkkkkkkkk eu a+ desocupada

Boa leitura bolinhos

Capítulo 3 - Eye smile


Fanfic / Fanfiction Incógnita - Capítulo 3 - Eye smile

O dia havia sido cheio, e Seungwan não facilitava as coisas. Foi quando Joohyun decidiu que iria sair um pouco, já que ainda tinha um pouco de dinheiro guardado e o pai de Wendy já havia lhe dado parte do pagamento.

Avisou aos donos da casa que precisa de um pouco de ar puro, e os mesmos pediram para que ela não voltasse tão tarde. Apesar de ter seus dezenove anos Joohyun faria de tudo para não desapontar os Son, e aquele ato lembrava muito seus pais.

Apenas disse que voltaria antes das onze e se despediu, foi até o primeiro bar que encontrou, ela não bebia, pelo contrário odiava aquilo com toda sua alma, por isso ela se limitou a pegar um refrigerante e se sentar na mesa mais próxima. Precisava pensar, precisava processar em sua cabeça tudo o que estava acontecendo.

O problema foi que sua cabeça não pensava em nada além de uma mal humorada de cabelos azuis, que caíam muito bem em si por sinal. Aquela garota de alguma forma a fazia perder todo o foco, talvez fosse aqueles cabelos azuis, ou aqueles olhos castanhos claros que davam um toque a mais na beleza dela, ou até mesmo aquelas bochechas cheinhas que davam um ar de fofa para aquela garota totalmente rabugenta.

Saiu dos seus devaneios quando percebeu duas pequenas figuras adentrarem o lugar, uma baixinha empurrada de cabelos azuis e uma sorridente de cabelos pretos com uma adorável franjinha na testa, mas Joohyun conhecia muito bem aquelas duas figuras.

Son Seungwan e Kim Yerim, sua ex namorada.

-Baechu! -A de cabelos negros disse chamando a atenção da Bae e da Son, que agora se encontrava perdida. -A quanto tempo.

-Yeri-ah que bom te ver novamente. -Disse dando espaço para um eye smile que fez Seungwan paralisar.

-Unnie, essa é... -Foi interrompida pela Bae.

-Son Seungwan. -Fez Yerim franzir o cenho e olhar confusa para as e cabelos azuis ainda paralisada olhando aquele tão adorável eye smile.

-Ei volta pra Terra idiota! -Disse acenando as mãos na frente do rosto da Son que piscou saindo do transe. -Vocês já se conhecem?

-Primeiro, eu não sou idiota. -Disse cruzando os braços fazendo Yerim rir enquanto Joohyun voltava a atenção para o copo de refrigerante. -Segundo, ela infelizmente é a minha nova professora de matemática, e terceiro, o que droga ta fazendo aqui Joohyun? -Perguntou agora olhando para a mais velha.

-É ela quem está morando com você Wendy unnie? -Yerim perguntou antes que Joohyun pudesse dar qualquer resposta.

-Infelizmente. -Disse fazendo Joohyun revirar os olhos. -Como vocês se conhecem? -Se assustou quando a Bae se engasgou com a bebida e Yerim deu alguns tampinhas nas costas da maior.

-Yerim é... -Disse com um pouco de receio. -Minha ex namorada. -Foi a vez de Wendy engasgar.

-Você namorava essa garota Yerim? -Perguntou em choque para a mais nova que sorriu como resposta positiva. -Como aguentou esse ser, tenho certeza que foi por culpa dela que terminaram. -Disse séria para a Kim.

-Na verdade, não. -Disse sem graça a receber o olhar da Son enquanto Joohyun olhava para baixo sem jeito. -E-Eu traí Joohyunnie. -Disse totalmente envergonhada para as duas presentes. -Mas ainda sim ela me perdoou, mas achamos melhor não voltarmos,  então somos amigas.

Aquela informação havia deixado Seungwan um tanto boquiaberta, Joohyun não parecia ser do tipo namorada carinhosa, mas Yerim simplesmente desmentiu isso dizendo sobre o antigo relacionamento com a Bae. Talvez ela não fosse um monstro como pensava.

-Ei, ta em outro planeta de novo! -Disse dessa vez mais impaciente fazendo a Bae rir da cara de Seungwan.

-Você não me disse o que ta fazendo aqui. -Disse séria para Joohyun que riu de canto. -O que é tão engraçado?

-Você dando uma de autoritária. -Disse fazendo Yerim cobrir a boca na tentativa falha de não rir. -Aish Seungwan eu tenho dezenove anos, acho que não devo explicações para mais alguém além de seus pais.

Seungwan revirou os olhos derrotada, tudo que ela queria era tomar suas cervejas sem aquela idiota da Joohyun por perto, mas Yerim fez questão de se sentar na mesma mesa que ela e a obrigou sentar-se junto da Bae.

          ☂

A Son já estava revirando os olhos a cada palavra das duas na mesa, até que finalmente suas bebidas chegaram fazendo a Bae arquear uma das sobrancelhas.

-Desde quando você bebe Yeri? -Perguntou usando o apelido da menor deixando Wendy um tanto enciumada.

-Wendy unnie gosta de beber, então sempre venho com ela. -Disse pegando um dos copo cheios.

-Vai me dizer que a certinha não bebe? -Perguntou a de cabelos azuis fazendo Joohyun olhar de canto. -Talvez seja bom, e se for mais chata do que é quando não está bêbada? -Disse fazendo Yerim olhar com reprovação.

-Eu não bebo porque um idiota bêbado matou os meus pais. -Disse fazendo a Son arregalar os olhos e revelar uma Yerim preocupada. -Me desculpe Yerim, mas eu acho que preciso ir, por favor não beba muito.

-Hyunnie fique, por favor. -Yerim disse dessa vez segurando o pulso da mais velha com certa força.

Joohyun se odiou por nunca conseguir resistir aquela carinha de sua ex namorada, então sorriu meio cabisbaixa para a menor. Ela só ficaria alí pela menor, porque Seungwan era uma verdadeira idiota ela já estava cansada.

          ☂

O resto do tempo em que ficou lá, ficou em silêncio, apenas observava Seungwan e Yerim se embebedarem e começarem a ficar totalmente bêbadas. Ela tinha certeza que Yerim era menor de idade e Wendy não era o tipo de pessoa mais responsável que ela já havia conhecido. Na verdade ela tinha quase certeza que Yerim era mais responsável que a própria Seungwan.

Aquela já era sua quinta lata de Pepsi, seus olhos já estavam ficando pesados e sua cabeça latejava de tanto ouvir aquelas beberronas falarem coisas que as pessoas falam quando estão bêbadas.

-Aish aquela Joohyun que os meus pais levaram pra casa. -Fez a Bae levantar o olhar, parece que Seungwan era do tipo que perdia a memória quando estava bêbada e esqueceu totalmente a presença dela alí. -Ela é bem irritante, mas é m-muito linda, parece até um anjo.

-Eu escolhi a pessoa certa p-pra amar, não é? -Foi a vez de Yerim que aparentemente também esqueceu a presença da maior. -Os lábios dela tem um gosto de morangos inconfundível, como eu fui idiota.

Aquilo já estava fazendo a Bae querer afundar a cara na terra de tanta vergonha, como podiam estar tão bêbadas pra não perceber que ela não estava alí? Foi quando ela viu que Seungwan tinha a chave do carro em mãos. Essa idiota pretende mesmo dirigir desse jeito? Pensou enquanto ouvia aquelas coisas.

-V-Você teve sorte de namorar alguém com o eye smile mais lindo... E fofo do mundo. -Disse dessa vez chamando a atenção da Bae para si.

Não era a primeira vez que escutava aquilo, na verdade muitas pessoas já haviam elogiado aquele tão fofo e adorável eye smile, mas escutar aquilo vindo de Seungwan a deixou mais envergonhada ainda. Ela não sabia se ela só estava bêbada falando coisas de bêbados, mas também já havia ouvido falar que quando as pessoas bebem colocam verdades pra fora, e foi isso que a deixou mais corada ainda.

Joohyun repreendeu o garoçom que trazia mais dois copos de cerveja e pediu para que ele não viesse com aquilo, as duas a sua frente estavam visivelmente alteradas e se ela não fizesse alguma coisa elas iriam fugir do controle, e já se passavam das dez e meia. Lembrou-se que prometeu aos pais da Son que voltava de volta antes das onze, então pegou as chaves das mãos de Wendy, foi até o caixa pagou a conta -inclusive a das amigas embriagadas- e com muito esforço levou as duas beberronas para o carro.

Tinha certeza que Yerim iria dormir na casa da Son, pois tinha certeza que sua mãe não estava ciente das bebidas e foi por esse motivo que ela levou a mais nova diretamente para casa. Sabia que ela iria ficar chateada consigo, mas não podia negar que ainda amava e se preocupava muito com a menor, e ela só a vira bêbada uma vez e sua mãe havia autorizado que as duas tomassem vinho já que era o aniversário de namoro.

Assim que o carro parou frente a pequena casa com um ar um tanto americanizado, Joohyun sentiu uma nostalgia correr por seu corpo, mas apenas a ignorou quando viu a figura confusa da senhora Kim na porta.

-Baechu, querida! -Disse feliz ao ver a antiga namorada da filha. -A quanto tempo, como tem passado?

-B-Bem. -Mentiu.

-Não minta Baechu. -Disse fazendo a Bae corar. -O que a trouxe aqui?

-Uma Yerim bêbada. -Fez a senhora Kim arregalar os olhos.

-Mas ela me disse que iria para a casa de Wendy. -Disse ingenua.

-Ela realmente foi, mas acho que acabaram desviando o caminho. -Disse rindo de canto. -A senhora não tem ideia de como tem sido impossível me manter longe dessa Seungwan, mas é impossível quando se está na casa dela.

-Então é você a garota que tem causado nervos nela? -Perguntou rindo.

-É. -Disse rindo junto da mais velha a sua frente. -Acho que Yerim dormiu. -Disse ao perceber que as duas no banco de trás estavam deitadas uma ao lado da outra.

Joohyun abriu a porta de vagar e passou os braços pelo pescoço e pernas da menor a levando com um pouco de dificuldade para a sala, ela estava fraca não comia nada desde na noite passada e aquilo fez ela se lembrar.

Deixou a garota que dormia sorridente no sofá e logo colocou uma mecha do seu cabelo bagunçado atrás da orelha, ela continuava linda e isso Joohyun não podia negar.

-Boa noite minha pequena. -Sussurrou dando um beijo na testa da menor que se moveu fofa com o ato.

Após se despedir da Kim mais venha e prometer que lhe visitaria mais vezes Joohyun seguiu o caminho para a casa dos Son que aquela hora deveria estar preocupados.

-E-Ei Joohyun. -A de cabelos azuis ainda bêbada, chamou a atenção da Bae.

-Sim? -Perguntou olhando pelo retrovisor, já que a Son se encontrava no banco de trás.

-Por que você estava chorando a noite passada? E por que quase chorou hoje na sala? -Perguntou fazendo Joohyun gelar.

-E-Eu não estava... -Foi interrompida.

-Bem que a Yerim me disse que você mente mal, eu estou bêbada, mas não sou idiota. -Disse fazendo a Bae rir um pouco.

-Eu estou bem Seungwan. -Disse voltando a atenção na estrada. -Apenas... esqueça isso ok?

          ☂

O resto do caminho foi em silêncio, Joohyun quase derrubou a garota adormecida pela bebida que estava em seu colo quando deu de cara com os pais de Wendy a esperando na porta com os braços cruzados.

Ela pediu desculpas, e praticamente colocou a culpa em si, mesmo os pais de Seungwan tendo certeza que ela fazia aquilo para que Seungwan não fosse castigada.

Subiu as escadas com dificuldade tendo a Son ainda em seus braços, colocou-a na cama tirando o cabelo bagunçado do rosto da mais nova tendo uma visão privilegiada da menor. Sorriu ao perceber a expressão calma de Seungwan ao dormi, foi quando ela saiu do quarto e deu alguns passos, mas tudo ficou preto e teve apenas o som do senho e da senhora Son chamarem seu nome desesperados.

          


Notas Finais


não sei quando sai o próximo JDBFIDHD vai q da a loca e escrevo amanhã também


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...