História Incontrolável - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol, Incontrolável, Kkaebloey
Visualizações 189
Palavras 1.138
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi

Capítulo 1 - One;


  Chanyeol esforçava-se ao máximo para jogar seu sorriso mais sincero em direção aquelas câmeras naquele estúdio de gravação que, no momento, parecia o mais abafado possível.

Sentia aquela mão de dedos longos e finos subindo e descendo em seu falo rijo, as vezes parando para deixar um aperto sútil em sua glande. E era nesses momentos que achava sinceramente que não conseguiria segurar o gemido rouco que queria se desprender de sua garganta.

Baekhyun era um pequeno diabinho. Não deixava escapar nem uma pequena oportunidade que tinha de provocar o maior nos lugares mais indevidos. Era um serzinho incontrolável. Aquilo o deixava com mais tesão, e Chanyeol não poderia discordar falando que não gostava.

A mãozinha delicada precionada em seu pau conseguia levá-lo a lugares que jamais pensou em ir.

Sentiu perfeitamente quando ele deixou um apertinho em sua glande, e saiu uma grande quantidade de pré-porra da sua fenda. Mas Baekhyun não estava satisfeito ainda, queria mais. E teria.

Desabotoou lentamente, com apenas uma mão, a calça do maior, descendo o zíper logo em seguida,para poder enfiar a mão dentro das calças dele com tudo, segurando firme o pênis do maior, podendo sentir melhor a pele quente que envolvia com a palma da sua mão.

Adorava provocar o maior, isso não era segredo para nenhum dos amigos de grupo, e principalmente para o alvo das provocações.

Achou uma oportunidade de ouro quando foram convidados para o primeiro programa, no início das promoções do novo comeback do grupo.

Estavam sentados atrás de uma bancada, e o Byun fez questão de sentar ao lado do Park, com a idéia travessa já em mente.

Desceu os dedos finos mais um pouco, alcançando as bolas pesadas dentro da cueca do maior, fazendo um carinho ali, que fez Chanyeol morder o lábio inferior, com medo de deixar um pio sequer escapar pelos lábios cheios. Subiu novamente a mão, contornando a glande que liberava pré-gozo em abundância, levou o dedo indicador até a fenda do maior, raspando firme ali, e sentiu perfeitamente quando o Park tremeu de cima a baixo onde estava sentado.

Baekhyun tentava controlar, mas o sorrisinho ladinho filha da puta que estava estampado em seu rosto entregava que estava aprontando.

Sabia bem que alguns dos membros sentados atrás deles, um pouco acima, já haviam visto o que estava fazendo, e isso só se confirmou quando fizeram uma pergunta a Chanyeol, e Junmyeon se apressou em responder no lugar do mais novo.

Chanyeol estava se controlando para não jogar a cabeça para trás e gemer longamente, estava difícil, admitia, mas precisava controlar-se ao máximo, ou estaria fodido, e não do jeito que gostava.

Estavam preparados para o sermão que levariam de Suho quando acabassem ali, mas no momento era tudo tão gostoso que nem se preocupavam com esse fato.

Tudo que o Byun queria era ajoelhar ali mesmo e encher a boca com o pau grosso do namorado, faria isso com certeza quando saíssem de perto daquelas pessoas, porque era uma das coisas que mais lhe dava prazer, mas no momento tinha que se concentrar em masturbar aquele pau delicioso que tanto venerava.

Chanyeol tremia de tesão enquanto o mais velho esfregava a palma quente da mão em sua ereção mais quente ainda. Sentia como se fosse entrar em combustão, e quando o primeiro comercial da noite foi anunciado agradeceu internamente.

— Vocês estão de brincadeira comigo não é? — Suho abaixou um pouco para sussurrar entre os dois, e a única coisa que Chanyeol fez foi abrir a boca para gemer baixinho.

Algumas pessoas já haviam saído do estúdio, e no palco restava apenas os integrantes do exo, olhando divertido para toda aquela cena que os amigos protagonizavam em plena rede nacional, sabiam que era arriscado mas não podiam deixar de achar graça.

— Só. ..resolvam isso de uma vez — Suho falou antes de sair de perto dos dois.

Baekhyun olhou em direção ao Park, vendo-o devolver o olhar, e sorriu daquele jeito que o maior odiava porque sempre ficava mais excitado ainda.

— Baek vai um pouco mais rápido por favor — Pediu em meio a arfares, a voz falhando devido ao tesão, as pálpebras se fechando quando Baekhyun esfregou com mais força em sua ereção, subindo e descendo de modo rápido.

— Está gostoso Chan? — Perguntou apenas para ver o desespero dele aumentar, aquilo era combustível para seu membro, que pulsava incessantemente dentro do jeans justo que trajava.

Chanyeol assentiu com a cabeça, balançando-a freneticamente. Adorava ver o Park entregue para si daquele jeito, deixando-o fazer o que quisesse com ele.

Chanyeol não podia evitar soltar choramingos manhosos, sempre pedindo para o menor acelerar o ritmo da mão. Não parava de investir na palma da mão quentinha dele desde do momento em que o programa deu uma pausa, se sentindo livre - mais ou menos - para mover-se mais um pouco.

Baekhyun afundou a cabeça no pescoço do namorado, inalando o cheiro amadeirado que se desprendia dali, sentindo-se embriagado. Tinha vontade de sentar de frente para Chanyeol e abrir as penas 'pra ele ali mesmo, mas sabia que isso ficaria para mais tarde. Por enquanto só o faria gozar bem gostoso em sua mão.

Aumentou o ritmo dos movimentos, vendo que faltava pouco para o programa voltar ao ar. Via a dificuldade de Chanyeol segurar os gemidos cada vez mais presente, o corpo grande tremer duas vezes mais e as investidas na sua mão aumentarem gradativamente, quase como se estivesse desesperado.

E Chanyeol estava. Estava desesperado para gozar.

Sentia as veias do falo rijo dele em sua mão engrossando cada vez mais, denunciando que o ápice se aproximava a cada segundo. Sentia como o pau dele pulsava desesperadamente, e aquilo o deixava louco de tesão, arrepios eram constantemente enviados para seu baixo ventre, o fazendo contrair gostosamente apenas por estar masturbando o namorado.

Só mais uns minutinhos de desespero para o Park, e ele finalmente gozou, inundando a cueca branca que usava de porra quentinha, que escorreu pelos dedos finos do menor que se encontravam dentro da sua roupa íntima.

Baekhyun sorriu de lado, vendo o corpo ao seu lado sofrer espasmos, tentando se recuperar do recente orgamo que sofreu, forte de um jeito delirante.

Depois de estabilizar a respiração, Chanyeol mirou Baekhyun e desceu os olhos grandinhos para a ereção bem marcada na calça dele, sentindo-se mal pelo menor estar daquele jeito, queria fazer algo para ajudar.

— Não se sinta mal, quando a gente sair daqui você pode me foder bem gostoso, o que acha? — Baekhyun perguntou, já sabendo o que o maior estava pensando apenas pelo olhar dele direcionado a si.

— Eu acho Baekhyun — Se aproximou mais do menor, sussurrando ao pé do seu ouvido. — Que você foi um garotinho muito malvado hoje, e merece ser punido por isso.


Notas Finais


pra quem leu até aqui:é nós,vcs são topes,até uma pseudo-próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...