História Indecisão - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Homosexualidade, Jikook, Sexo, Yaoi
Visualizações 109
Palavras 1.977
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, aqui estou eu com mais um cap :D
Não sei escrever cenas quentes, então tenham paciência comigo. Aceito sugestões ^-^
Boa leitura.

Capítulo 15 - Ainda perco a sanidade


Fanfic / Fanfiction Indecisão - Capítulo 15 - Ainda perco a sanidade


- Já avisei a minha Omma sobre o jantar, ela está com saudades e mandou um beijo. - Jeon diz e revira os olhos.
Hoseok estava sentado na cadeira em sua frente e ambos resolviam  coisas rotineiras da empresa
- Não revira esses olhos, só aceita que sua mãe me ama e que eu sou lindo. - Hoseok se gaba e bufa, em seguida
- Não seja ridículo, não sei quem te ilude tanto. - Jeon sorri vendo a cara fechada de Hoseok
- Ah é? Como andam as coisas com seu ruivinho? - Hoseok sorri e agora quem fechava a cara era Jungkook


- Vou entender isso como "ruim".  Porque você não aceita logo que se sente atraído pelo garoto e investe nele? Você já parou para pensar que suas mudanças de humor podem estar deixando ele chateado? - Hoseok indaga e o moreno para para analisar, ele pediu desculpas a Jimin por ignorá-lo, mas estava fazendo aquilo novamente. Estava se sentindo idiota
- Ele é diferente dos outros, tenho medo de não saber lidar com isso. - Jeon desabafa e Hoseok entende aonde ele quer chegar


- Jungkook, não é porque você sofreu no passado que ele vai fazer você sofrer. Mas tenho certeza que suas atitudes estão deixando o garoto chateado. Aceite seus sentimentos de uma vez e pare de encher meu saco com essas coisas de amor. - Hoseok aconselha e Jeon assente decidindo que trataria o ruivo como sempre tratou
- Não encher seu saco? Quem é que liga de madrugada porque sofreu desilusão amorosa? - Jeon ataca e vê o amigo o olhar com raiva
- Não sei do que 'tá falando. Tenho trabalho a fazer. - Hoseok sempre fugia daquele assunto. Toda vez que o tema entre eles era amor, ele fugia ou evitava de todas as formas possíveis, como aquela.
- Bom trabalho. - Jeon responde irônico e recebe o dedo do meio como resposta ao ver o amigo sair de sua sala.


Agora, sozinho em sua sala, Jungkook passa a pensar num certo ruivo que a essa hora deveria estar concentrado em suas pinturas. Um sorriso involuntário surge em seu rosto. Lembra do desenho que viu com um esboço de um rosto e olhos tão familiares que o deixavam intrigado.
Para por um segundo e arregala os olhos ao perceber que  aqueles olhos eram os seus. Jimin o estava  desenhando. Resolveu ir encontrar o pequeno no quarto depois do jantar para ter certeza.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


Jimin passou a tarde sozinho em seu quarto. JiWon tinha ido dar apoio à noiva que estava dando uma palestra.
O ruivo deixou o quadro de Jeon em cima da cama, pois ia dar atenção a ele depois do jantar, no momento ele iria adiantar o quadro que daria de presente a sua Omma. Estava tão concentrado que não percebeu as horas passarem e quando deu por si ouviu batidas na porta avisando que o jantar estava pronto e que Jeon já tinha chegado. Avisou que já desceria. Deixou a tela e foi tomar um banho rápido para poder ir jantar. Saiu do quarto e trancou a porta com medo de sua mãe ou Sun entrar e ver a pintura


Quando entrou no cômodo em que todos o aguardavam, Jeon lhe sorriu de forma cativante e Jimin sorriu de volta. Talvez o moreno tenha voltado ao normal, mas Jimin não criaria esperanças. O jantar foi calmo e, enquanto Sun falava sobre a palestra, Jungkook olhava Jimin discretamente. Ainda pensava sobre o desenho feito, mas se controlou e evitou contato visual.


Os quatro decidiram ver um filme para passarem um tempo juntos, por isso, já era tarde quando se recolheram. Como o quarto de Jimin e Jungkook era em uma mesma ala do corredor, foram juntos para seus quartos. Desejaram boa noite e entraram em seus dormitórios. Dessa vez o ruivo não trancou a porta.


Jimin observou o desenho de Jeon por um momento e o repousou em sua cama novamente. Fazia dias que ele não se vestia daquela forma, seria uma boa hora para experimentar novas roupas. Por isso entrou em seu closet e ficou escolhendo a roupa que experimentaria. Tinha feito compras com Tae, recentemente.


Jeon, no entanto, não resistiu esperar mais e foi atrás de Jimin no quarto dele, e por sorte encontrou a porta destrancada. Encontrou o quarto vazio e imaginou que o garoto estivesse no banheiro. Iria voltar para seu quarto quando viu aquele desenho que tanto o intrigava, pegando-o com cuidado e analisando. Era, sem dúvidas, seu rosto desenhado ali


Jimin não demorou muito para sair do closet vestido com uma saia de prega em cor preta que mal cobria seu bumbum por ser grande e um moletom cinza que deixava seus ombros expostos. Não percebeu Jungkook de imediato nem o moreno o notou.


Os olhares se encontraram quando o garoto foi se ver no espelho. Jungkook não acreditava no que estava vendo e sua boca abria e fechava procurando as palavras, mas nada saía. Jimin, por sua vez, estava constrangido e tímido com a presença do moreno ali, lhe olhando sem falar nada. O contato visual não foi quebrado em nenhum momento.


- O que está fazendo aqui? - Jimin estava se  sentindo pelado com as pernas de fora, coisa que não passou despercebida por Jeon que as encarava descaradamente
- Vim perguntar porque me desenhou. Sei que você só desenha coisas pela qual se sente atraído de alguma forma- o moreno não conseguia desviar o olhar do corpo de Jimin com aquelas roupas, ele estava tão atraente e nem se dava conta disso. Olhava-o com adoração.


Jeon sentiu algo entre suas pernas dar sinal de vida, colocou o quadro em cima da cama e resolveu se aproximar de Jimin. Ele simplesmente não conseguia mais resistir aos encantos do ruivo. E aquelas peças de roupa não ajudavam a situação.
- Você sabe o quão atraente fica nessas roupas? - Jeon se aproximou e seu olhar era sedutor e excitante na opinião de Jimin que recuou até sentir a cama atrás de si
A respiração de ambos já estava ofegante, somente pela aproximação
- Jimin, eu não consigo mais resistir a você...- o moreno acariciou os lábio do ruivo sentindo-o ofegar sob o toque enquanto descia suas mãos pela lateral do corpo do menor até que repousassem firmemente em sua cintura.
- E eu vou te beijar agora.... - Jeon desfez a distância que os separavam e beijou-o de forma calma.


Os beijos tornaram-se necessitados pela vontade de ambos em sentirem um ao outro. Jimin ficou na ponta dos pés para alcançar Jeon e pousar as mãos em seu pescoço puxando alguns fios de cabelo que se encontravam ali; sentiram seus membros se roçarem levemente causando um arrepio no ruivo. As mãos de Jeon repousaram nas nádegas de Jimin onde apertou puxando o garoto para si, gemendo ao sentir a maciez da carne. Ele já estava duro e ouvir os gemidos contidos de Jimin o deixavam mais excitado.


Jeon deitou o ruivo e ficou por cima dele, acariciando toda pele exposta do garoto, beijando, mordendo e marcando o que podia, sendo racional para não marcar em locais em que pudessem ser vistos. A primeira peça de roupa a ser tirada foi o moletom do mais novo, assim Jungkook teve livre acesso aos mamilos do garoto, passando a língua e mordiscando levemente, deixando-os sensíveis. Ver as expressões do prazer inicial do ruivo dificultava sua concentração para não fodê-lo ali.


- Jimin...- Jungkook gemeu seu nome quando sentiu a língua do garoto em seu pescoço.

O ruivo não era tão ingênuo assim. Não demorou a tirar a camisa de Jeon e trocar a posição, ficando por cima do moreno, corando com sua própria atitude, mesmo assim fazendo o que tinha vontade. Ele sentou bem em cima do membro de Jeon e este segurava sua bunda com força, forçando-o contra si. O ruivo gemeu baixo com isso.


Era excitante ver Jimin com lábios vermelhos, cabelo bagunçado e rebolando timidamente sobre si. Ele sabia que não avançariam mais que isso, mas não deixava de ser algo prazeroso para os dois.
- Kookie...eu quero experimentar algo - Jimin se curva e sussurra no ouvido de Jeon, enquanto rebolava sobre o membro dele. Nem Jimin estava se reconhecendo
- O que você quer, babe? - Jeon tentava a todo custo se concentrar e não gozar com Jimin que gemia enquanto rebolava sobre si, porém já sentia sua lubrificação natural molhando a cueca que usava


- Quero sentir seu gosto...posso? - Jeon estava surpreso pelo pedido, mas assentiu rapidamente - mas preciso que me ensine, eu nunca...- Jimin deixou a fala no ar e o moreno entendeu.
Jimin continuava rebolando, enquanto distribuía beijos pelo torso do moreno. Desceu os beijos para o abdomên saindo de cima dele, brincando com a língua por ali, causando arrepios em Jeon ao sentir aquele músculo quente e molhado do ruivo em seu torso. Era perceptível a inexperiência do mais novo, mas não deixava de ser excitante tê-lo ali tão excitado quanto ele.


O ruivo abriu o botão da bermuda que Jeon usava e a desceu junto da cueca, surpreso com o tamanho do membro do outro. Jimin pensou em ter aquele membro em si e sentiu sua excitação pulsar com tal pensamento.


Jimin esperava que os vídeos eróticos que viu o auxiliassem agora. Assim, segurou a base e passou a língua na glande de Jeon que gemeu e mordeu os lábios. Começou a chupar toda a glande enquanto masturbava o que não estava na boca. Aos poucos foi introduzindo mais do membro em sua boca e o escutava gemendo. Jimin sentiu mãos em seus cabelos, guiando seus movimentos e agradeceu internamente por isso; Jeon fodia a boca de Jimin com paciência por ser a primeira vez do garoto e tentava prolongar ao máximo aquela experiência. O ruivo sentia pré-gozo vazando e molhando a calcinha fio dental de renda que usava. Se tocou enquanto tinha a boca sendo fodida por Jeon.


- Você tem uma boca tão gostosa. Você é tão gostoso, Jimin - Jeon dizia aleatoriamente, enquanto sentia o orgasmo se aproximar.
Não demorou muito para o moreno gozar em sua boca que engoliu todo o líquido jorrado e ao ver que o pequeno ainda não tinha chegado ao orgasmo tomou seu membro entre as mãos e o masturbou até que gozasse.


Jeon puxou o ruivo para si a fim de acalmarem as respirações. Agora, que a realidade o atingiu, Jimin percebeu o que tinha feito e de como havia provocado Jeon. A vergonha e timidez o atingiram e ele sentia que estava vermelho pela vergonha, por isso escondeu seu rosto no pescoço de Jeon.
- Não fique com vergonha, você foi bem para uma primeira experiência. Não quero que tenha vergonha de mim, nem que pare de usar essas roupas por minha causa. Tudo bem? - Jimin ouviu Jeon dizer e assentiu, mas ainda se sentia envergonhado.
- Vamos tomar banho, vem - Jeon levou o ruivo para o banheiro e tomaram banho juntos, sem nenhuma roupa os atrapalhando dessa vez. Mesmo com muita vergonha, o ruivo tirou as roupas, mas não passaram dos beijos.


Jeon sabia que Jimin deveria estar confuso, até ele estava. Numa hora ele perguntava sobre o desenho e na outra o estava agarrando. Por isso, preferiu não passar de beijos durante o banho.
Jimin saiu primeiro do banho, vestiu roupas confortáveis e se deitou, pouco depois vendo o moreno aparecer no quarto desejando-lhe boa noite. Sentiu os lábios do moreno em sua testa e se afastando, porém segurou-lhe o braço o impedindo de sair.
- Você pode dormir aqui, se quiser - o ruivo queria muito dormir abraçado com Jeon e não perderia essa oportunidade. Olhou-o com expectativa
- Tudo bem, babe.


Pela primeira vez, a vontade de Jimin seria sanada...Jeon dormiria ali...com ele.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...