História Indeléveis, Midnight City - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Another, Cisne Negro, Diário de uma Paixão, Divergente, Doctor Who, Fallen, Jogos Vorazes (The Hunger Games), O Quarto do Suicídio (Suicide Room), Saga Crepúsculo, Supernatural, Teen Wolf, The Maze Runner, The Vampire Diaries
Personagens Alice Cullen, Callie, Castiel, Chris Argent, Derek Hale, Dominik Santorski, Lúcifer, Lucinda "Luce" Price, Lydia Martin, Mei Misaki, Peter Hale
Tags 3°guerra Mundial, Fallen, One Direction, Professor, Supernatural, Versos De Um Crime
Visualizações 26
Palavras 701
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Steampunk, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Cap 10


Fanfic / Fanfiction Indeléveis, Midnight City - Capítulo 10 - Cap 10

Longe daquela bagunça o ar estava fresco, a lua Cheia enorme tentava brilhar em cima de nós,mas as nuvens a escondia uma vez ou outra.

-Então, eu não sabia que curtia Rock

-Não é só por que sou um professor chato que não tenho bom gosto - Ele sorria

-Chato? Você é infinitamente mais simpático que o outro professor o Sr.Steven. 

Dean segurou minha mão, o que me assustou um pouco, mas aí vi uns caras saindo de um beco com garrafas de bebida na mão e falando muitos palavrões.  2 Deles nos viram e depois todos começaram a falar um monte de besteiras para mim.

-Olha o que temos aqui, que delícia de garota...-Um cabeludo de touca ficou na minha frente, eram 8 deles.

Dean deu um passo a frente e eu não pude ver mais nada graças aos ombros largos dele que me escondiam. Dean encarou ele sem dizer nada, eu pude ver os olhos de espanto do garoto que recuou com medo.

-Vamos nessa gente... E saíram as pressas todos eles com raiva.  

-O que foi isso? -Perguntei confusa
eu nunca tinha visto Dean tão nervoso

 -Vem, vamos para o meu carro,se eu não tivesse aqui esses caras se aproveitariam de você até não poder mais...

* A vista de lá de cima não me cansava nunca, sentei na cerca de madeira de costa para as luzes do show lá em baixo e dava ouvir o som abafado de Alice Cooper-Ballad of Dwight Fly.
Ele ficou na minha frente entre minhas pernas, eu admirava Dean Horan como um Deus, não conseguia disfarçar. Eu queria estar menos bêbada, mas isso me deixava sem vergonha e um pouco foda- se pra vida.

Dean me olhava quieto e foi se aproximando. Finalmente ele encostou seus lábios quentes gentilmente nos meus e segurava na minha cintura, ele tinha o gosto de morango com mel. Senti meu estômago apertar, aquele beijo era intenso e calmo,  ele desceu passando a língua no meu pescoço e sussurrou no meu ouvido -Eu quero você Neshama Sheli. E me beijava outra vez passando as mãos carinhosamente pela minha nuca que estava arrepiada, o que me deixou sem ar. Ele era romântico e eu gostava disso. Ficamos ali um tempo se beijando e eu como sou palhaça brincava as vezes. Depois ele se afastou um pouco franzindo o cenho, parou do meu lado com as mãos na madeira velha.

-O que foi? -Perguntei

Dean sorriu cínico olhando para a cidade -Eu não devia fazer isso com você

-Isso?... Mas Eu quero.

-Não Misaki, é perigoso demais.

Eu não entendi aquelas palavras irritantes, eu estava tonta demais e o desejando como nunca.

Ele saiu para caminhar e me deixou ali como uma criança -O que está fazendo?  - Dei um pulo e fui atrás

-Eu queria poder dizer assim, mas não posso, eu preciso pensar - Ele estava frustrado

Uma onda de ódio subiu desde minhas pernas à cabeça - Qual é a sua?? Me trás até aqui e diz que "não pode "?

O céu estava preto e vermelho,a enorme lua tinha desaparecido completamente, então senti umas gotas de agua finas caindo em meu rosto e foi ficando mais forte.

Ele se virou para mim e em seguida tocou meu rosto. O silêncio pairou sobre nós, a chuva era a unica falando, e um zumbido subia pelo meu ouvido.

-Meu desejo por você é insaciável Misaki.

Salem ouviu aquelas palavras sexy e ficou excitada, sua vontade era de pular nele e tirar aquelas roupas que pareciam uma prisão. Mas ficou parada e esperou.

Dean chegou mais perto de novo e a beijou com tanto desejo que fazia Salem quase implorar por mais, aquele beijo molhado com a chuva estava perfeito, estava tudo perfeito naquele momento... Tudo estava ficando lento e sua visão foi ficando escura...

*Quarta Feira, Dover.

Dean era meu primeiro pensamento ao acordar e ir dormir, não consigo me esquecer daqueles olhos negros pareciam querer me devorar. Não vi ele pelo resto da semana, o que sempre acontecia quando eu estava com ele afinal? Então vai ser assim, fica comigo e depois some? Droga, eu estava mesmo iludida e ele estava se aproveitando de mim.

*Pensamentos a mil*



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...