História Indomável (Imagine jimin BTS) - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Raisa1988

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Cavalos, Fazenda, Peões, Segredos, Vaquejada
Visualizações 6
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Como o vento


-Espero ver o mas breve possível senhor park.

-Logo entrarei em contato com o senhor, para saber o andamento de nosso contrato .

O mas velho rodeia seu olhar por sua fazenda e percorre em meios os peões de sua fazenda, ao seus convidados.

-Não encontro minha filha, queria poder a presentar ela.

-Não se preocupe senhor kim, teremos outros momentos em que podemos nus conhecer.

Apertamos nossas mãos e acompanhado de meus capatazes e seguimos viagem.

-Patrão?

-Já falei para você chamar a penas jung kuook . Não me chame de senhor.

-E o que é ?

-Quem era a pessoa que ganhou de você?

-E um arrogante que não gosta de ter ajuda de ninguém. Ele ainda teve a ousadia de me dizer que eu assustei o cavalo dele, e ainda quanto tentei ajudar ganhei um insulto ele nem aunemos me deixou explicar e saiu pisando duro parecia uma......

-O que jimim?

Jung kook me olhou sendo acompanhado por outros .

-Nada, imaginei demais.

-Então esta tudo resolvido com o senhor kim ? Sobre o terreno?

-Ah esta tudo certo só preciso assinar.

Conversamos mas sobre assunto paralelos e então chegamos na minha fazenda. Comprimentei minhas pessoas e fui para meu quarto me despir e fiquei com sempre . Ouço batidas em minha porta cobro meu corpo nu com um tecido pois banho abro a porta e o espaço para entrar, sorry e mostra seu lindo sorriso de felicidade ao me vér.

-vim preparar seu banho filho.

-Obrigada mãe. Fui até a mas velha e beijei o topo de sua cabeça.

-Esta vendo eu estou bem não me aconteceu nada .

-Mesmo assim jimin, vaquejada são sempre perigosas meu menino e eu promete para minha falecida mãe e pra meu pai que iria cuidar de mim, está bem!

-Jimin ....

-Mãe sorry prepare um banho bem maravilhoso certo.

-Claro meu menino.

-A mais velha adentra o cômodo e norma água da minha banheira.

-Estou achando que você não parece triste por ter perdido.

-E não estou, o dinheiro o premio eu iria colocar pra fazer o projeto que estou planejando a tempos, mas eu tinha muito dinheiro para isso ainda .

-Gostaria que pensassem como você em ajudar o próximo, bom meu filho tome seu banho e descanse .

-Obrigada mãe.

Quando a mas velha saiu de meu quarto, deixei o tecido sobre a cama e adentrei o banheiro. Depois de um relaxante banho recebi meu jantar com frutas e logo dormir. Uma semana se passou que eu fui a fazenda do senhor kim para vaquejada e eu teria que ir novamente para tratarmos do assunto das minhas futuras terras .

-Jimin vamos ao estábulos ver alguns bois que estão doente.

Trato de pegar meu chapéu e logo fui ao local...

Cheguei no curral e vi uns bois deitado outros estavam bem agitados

_jimin ,acho melhor chamar um veterinário pra ver o que estar acontecendo com esses animais.

_A quanto tempo isso estar acontecendo?

_Bom ,desde de ontem mas hoje notei que ficaram pior

-Mande a sorry arrumar minha mala que irei pra capital buscar um veterinário ,logo depois de ir na fazenda do senhor Kim assinar os papéis.

Um picou frustrado com os dedos joguei meus cabelos para traz e abaixei ate o animal que estava deitado, passei a mão na cabeça do bicho é notei ele cabisbaixo e abatido .

Seguir jung até a casa fui até o meu quarto me despir e tomei um banho depois me troquei e seguir para a fazenda do senhor kim.

Com galopes rápidos, cheguei em questões de minutos na fazendo que não era tão longe da minha por eu ter pegada um atalho.

-você chegou mas cedo do que eu esperava Park.

Apertei a mão do mas velho que sorria para mim, enfrente a porta enorme de seu casarão.

-bom ouve alguns problemas e terei que ir à capital. Por esse motivo que vim mas cedo.

-entendo. Então vamos para meu escritório...

Por breves minutos conversamos sobre meus planos na minhas novas terras.

-gostaria de conhecer o ganhador pessoalmente da vaquejada senhor Park ?

-ele vem buscar sua recompensa aqui ?

-não, não a sua recompensa foi entregue por o meu sócio. Ele vem para tratar de negócios. Estou a esperar dele para saber sobre esses negócios.

-entendo.... mas eu realmente preciso voltar vou pegar minha camionete para poder ir a cidade.

- e muito urgente o que precisa?

-sim .. alguns gados meus ficaram doente mas não sei o motivo então vou a cidade a procura de um bom veterinário de minha escolha.

-sério?? Acho que posso ajudar. Tem uma pessoa que é de extrema confiança.

-a senhora kim sério? Se é de sua confiança e de minha também. Onde posso encontrar?

-aqui mesmo. E a minha filha ela é formada em medicina veterinária a 1 ano, mas estava fazendo pesquisas na capital um estudo se eu não me engano.

-e onde eu posso encontrar a senhorita ?

-ela está no celeiro, sempre fica lá ao lado de seus cavalos.

-então se me permite vou até ela.

Comprimento o mas velho novamente com um aperto de mão e vou até o celeiro. Me aproximo e encontro um rapaz de costas ele já ia retirar sua roupa quando o impessoalidade falando ao me aproximar.

-com licença, onde encontro a filha do senhor Kim?

O silêncio por alguns segundos paira sobre o local e o rapaz me responde com palavras cessando a garganta.

-ela está no campo de flores.

-obrigada.

Dou alguns passos para sair do celeiro mas volto a olhar para o rapaz de costas que sem perceber que eu estava ali retira o chapéu, pude notar que ele estava com seus cabelos presos em um coque . Achei estranho um homem ter um cabelo tão grande. Continuei meu caminho mas quando cheguei não encontrei nenhum jovem. Depois de minutos a procurá-la, resolvo voltar para a casa do senhor kim.

-espere estava me procurando.?

Olho para trás e vejo a jovem que outro dia dançava cima o vento e alegre se aproximar de me, seus olhos e seus passos pareciam caminhar e piscar em câmera lenta. Seus longos fios soltos e sendo levados pela brisa calma e gostosa do lugar.

-oque que você quer ?


O vento que nos rodeia, são os mesmos que levam as coisas boas e ruim das nossas vidas...


Notas Finais


Erros desculpa por eles kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...