História Ineffable - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fantasia, Luta, Magia
Exibições 10
Palavras 1.917
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu shippo Garrain <3
esse cap foi muito fabuloso

Capítulo 6 - Timeo: A Personificação do Tempo


Fanfic / Fanfiction Ineffable - Capítulo 6 - Timeo: A Personificação do Tempo

Logo após coletarem o primeiro fragmento de chave, Garren e Rain seguem ao encontro com a próxima Personificação.

Uh… Rain, qual Personificação que vamos caçar agora? - Perguntou Garren.

Timeo, a Personificação do Tempo - Respondeu Rain.

Huh? Mas não deveria ser a Personificação do céu? - Disse Garren.

Hm? Não - Respondeu Rain.

Mas seguindo a lógica deveria ser, eu acho… - Disse Garren - Tipo, Inferno, Céu.

Não estou entendendo Garren - Respondeu Rain - Não há lógica ou padrão.

Então por quê viemos no Fereo primeiro? - Perguntou Garren.

Porque ele era a Personificação que estava mais próxima - Respondeu Rain - Vamos no Timeo agora porque ele é a  Personificação que está mais próxima de nós.

Ah…. - Gemeu Garren.

 Os dois continuam caminhando, até chegarem no fim do deserto onde estavam.

Am...Rain, onde o Timóteo mora? - Perguntou Garren.

Timóteo? - Disse Rain.

Uh… - Gemeu Garren - É….

O nome dele é Timeo, para começar. Ele mora em um tipo de fenda do tempo, localizada no fundo de um buraco, que tem uma queda de cento e cinqüenta metros. Fica no meio dessa floresta, que acabamos de entrar - Respondeu Rain.

eta - Respondeu Garren.

Os dois haviam acabado de entrar numa floresta, que era localizada em frente ao deserto onde eles estavam.

O buraco é realmente no meio dessa floresta? - Perguntou Garren.

Não exatamente - Respondeu Rain - Mas é perto de uma árvore podre, que fica próxima do exato meio da floresta.

Rain… - Disse Garren.

Hm? - Gemeu Rain.

Am...Assim… - Disse Garren - Como você sabe de todas essas coisas?

Como assim? - Perguntou Rain.

Tipo, você nem chegou “nimim” e já sabia de uma cambada de coisa das Personificações e “talz” - Disse Garren.

Ah, não devo ter te contado - Respondeu Rain - Mas assim, eu só estou aqui hoje por causa de uma magia, que meu pai, Sun, usou em mim. Essa magia era a Trullical, que avançava o tempo. Mas antes disso, eu passei por uma preparação, onde estudei cada Personificação, cada magia e habilidade, localização e mais. Nisso, também aprendi certas magias que me ajudariam aqui.

Então você foi obrigado a vir atrás de “eu”? - Perguntou Garren.

Meh, mais ou menos - Respondeu Rain - Se eu não tivesse aparecido pro meu pai, ele teria achado outra pessoa pra fazer isso, ou não.

Mas o que que ia acontecer se tu nem ninguém tivesse aparecido pra mim? - Perguntou Garren.

Bem… Você  provavelmente ficaria sem saber de nada - Respondeu Rain - Porque, a profecia que meu pai escreveu com magia iria se cumprir  normalmente: Você nasceria para deter Snow. Porém, como não teria ninguém para te avisar ou falar sobre isso, você não iria atrás das Personificações, não saberia de Snow e a dimensão inteira seria exilada.

waw - Respondeu Garren.

Os dois caminham mais um pouco, até que localizam o tal buraco.

É aqui - Disse Rain.

Onde? - Perguntou Garren.

Vê a árvore podre? Olhe para esquerda e para baixo - Disse Rain.

é essa miniatura de buraquin tem cento e bagulhos de metros de queda…? - Disse Garren, duvidando.

Sim - Responder Rain - Vamos, temos que pular aí dentro.

que - Disse Garren.

Isso mesmo, pelo bem da missão, temos que pular - Respondeu Rain - Não se preocupe, a fenda está no fundo do buraco. Ela é tipo um portal, que nos levará para o tempo onde Timeo mora.

Uh… - Gemeu Garren - Am...Rain…

Sim? - Disse Rain.

Você sempre foi meio assim, serião? - Perguntou Garren, curioso.

Como assim? - Perguntou Rain.

Tipo, você tá sério na maioria das vezes, e de vez em quando fica meio feliz, mas fica sério de novo bem rápido - Respondeu Garren.

Ah, sim… - Disse Rain - Isso é por quê…

Uhum, por quê… - Disse Garren.

Tipo, imagina que do nada, seu irmão enlouquece, daí ele mata todo mundo que você conhece, depois você volta, e é obrigado a cumprir uma missão para salvar tudo, fica longe de quem você ama…. Cara, não dá pra ficar feliz assim…  Antes, eu era como você, feliz com tudo e de boa, mas agora, com tudo isso, eu fico sério, sabe… - Respondeu Rain.

Eeeee Garrenzinho piorou as coisa eeeeeee - Disse Garren, comemorando sarcasticamente.

Você não tem culpa, Garren - Disse Rain - Estar com você até me anima um pouco…

Ah hah! Heh! Hu...huh… - Gemeu Garren, estranho.

Então, vamos “Garry”? - Perguntou Rain.

éoq - Disse Garren - Ah, “vam”.

Ok, eu pulo primeiro - Disse Rain - Vai ser uma queda longa, mas não se preocupe.

Uh...Ra...i...n - Disse Garren, olhando Rain pular.

Estoy seca ayayay - Disse Garren, pulando logo em seguida.

Os dois pularam no buraco, que era iluminado apenas pela luz solar. No fundo, havia um tipo de distorção, que era a tal fenda do tempo.

Depois de alguns segundos caindo, os dois caem dentro da distorção no fundo do buraco, e um clarão é visto: Eles haviam entrado.

Lá era estranho. As únicas terras que se viam eram flutuantes. Havia uma pequena ilha, onde Garren e Rain haviam caído, seguido por uma ponte estranha, feita de pedra, e por fim uma grande ilha, com uma casa no estilo Steampunk, que aparentava ter alguma tecnologia atual. Era muito bonita. Ao fundo, um grande céu colorido de azul, verde, amarelo, violeta e vermelho, onde o Sol se encontrava à esquerda de Garren e Rain, e a lua, à direita deles. Era estrelado e brilhante.

Garren e Rain haviam caído numa pequena ilha, um sobre o outro, numa posição um tanto… Heh.

Ouch… Ayayay - Disse Garren, reclamando da queda - Pera…

Garren havia caído com a cara na cintura de Rain.

MEODEOSDOCEOSBERGSONQQÉISSOAAA - Gritou Garren, pulando com o susto.

Huh...Aucht...Dor…Hm? O que foi Garren? - Perguntou Rain, confuso.

……...nada…. - Respondeu Garren - Urg… Mas e agora, o que faremos?

Vamos seguir em frente - Respondeu Rain.

Os dois então seguem em frente, na ponte de pedra, até a outra grande ilha.

Man, esse céu parece minha vista quando eu… - Disse Garren.

Quando você…? - Perguntou Rain.

Lembra daqueles pequenos objetos cilíndricos que faziam fumaça que eu tirei do bolso? - Respondeu Garren.

Os ci...ganos? - Perguntou Rain.

Uh… - Gemeu Garren.

Os dois atravessavam a ponte de pedra, quando bem na frente deles apareceu uma distorção, e de lá, saiu um homem não muito alto, com cabelo loiro e um grande casaco branco.

Oiii Genteees - Disse o homem, com um sotaque um pouco afeminado - O que fazem aqui, hm?

que - Disse Garren.

Saudações, Timeo. Estamos aqui em seus aposentos para coletar informações do futuro. Me chamo Rain, o príncipe do exilado reino Arcanal. E este, é Garren, o garoto erradicado - Apresentou Rain.

Ah, magnífico! - Respondeu Timeo.

(Rain, por quê ele consegue te ver? O Fereo não conseguia…) - Perguntou Garren, sussurrando.

(Explico depois) - Respondeu Rain, sussurrando também.

(Do quê vocês estão falando?) - Perguntou Timeo, sussurrando também, perto de Garren e Rain.

Suan Intrometidan - Disse Garren.

O que disse? - Perguntou Timeo.

Timeo, estamos aqui em um trabalho sério. Podemos entrar? - Perguntou Rain.

Ah, claro meu bem! - Respondeu Timeo, abrindo as portas de sua casa.

Eu me surpreendo cada vez mais com a facilidade de entrar na casa dos outros sem nem ao menos conhecer a pessoa - Disse Garren.

Nah, o Timmy-o me conhece  - Respondeu Rain.

Os três então entram na casa de Timeo. A decoração era com um estilo diferente em cada cômodo. A sala de estar era uma decoração clássica britânica, muito nobre.

Timeo e os outros foram até uma pequena mesa de chá muito adornada. Era um item raro. Ele convidou todos para sentarem. Na mesa estavam muitos doces, chás, e outros alimentos antigos.

Então, querido, do quê quer saber? Acabei de voltar de uma expedição no alto mar! - Disse Timeo.

Eu gostaria de saber se daqui a oito meses, o mundo irá acabar - Disse Rain.

Garren continuava quieto durante a conversa.

Ah, o fim do mundo. Sabe, essa pestinha de coisa de mundo é minha grande fraqueza, porque não dá pra saber quando exatamente ou como exatamente ele vai acabar. Isso se deve ao fato que os seres humanos descobrem todo dia uma nova maneira de destruir o mundo. Aí complica! - Respondeu Timeo.

Você é meio que um viajante do tempo? - Perguntou Garren.

Eu acho que sou exatamente um viajante do tempo, querido - Respondeu Timeo.

Eu posso saber um pouco de você? - Perguntou Garren.

Oh, claro meu amor! - Respondeu Timeo - Do que quer saber?

O que era aquela, hm… Distorção? - Perguntou Garren.

Oh, aquilo era minha Traveldoor, que é um portal que me leva até algum tempo, passado ou futuro. Aquele troço que tu caiu dentro pra entrar aqui é uma Traveldoor diferente. Eu não sei quem a criou, por isso batizei aquilo de “O Buraco que Deus Esqueceu” - Respondeu Timeo.

Nosaa - Respondeu Garren - Onde você pega essas coisas todas da sua casa?

Pego nas expedições temporais que faço, huhuh - Respondeu Timeo.

Ah… - Gemeu Garren.

Ei Garren - Disse Rain, que após um tempo de silêncio falou.

Fale - Disse Garren.

Você pode ir na sua...Casa, pegar um...Am….N-Núcleo…? - Pediu Rain, com a voz travada.

Ah, belê, mas qual? - Perguntou Garren - Tem vários.

Pega o...Uh...O mesmo das suas armas...Por favor - Disse Rain.

Ok, já volto migas - Disse Garren, usando o Loadgamer para ir até sua casa.

Rainny, por quê espantou ele daqui? Que rude - Disse Timeo.

Bem, é porque não quero que ele escute eu falando uma coisa… - Disse Rain.

Conta os babado - Disse Timeo.

Bem, como vai meu pai? - Perguntou Rain, sem graça.

Uiiii, tá falando do Sunny? - Perguntou Timeo, animado.

Sim… - Respondeu Rain.

Ah, ele vai bem sim! Semana passada visitei ele, e bem, ele tá com saudade do filhotin dele - Respondeu Timeo - Heheh…

Ah, que bom - Disse Rain - Mas assim, o que você tem com ele?

O que eu tenho? Huhuh, tudo linda! Aquele cavanhaque majestoso, os músculos protetores gloriosos e o jeitão dele me derrete TO-DI-NHO! - Respondeu Timeo, estranho.

…………...ok…. - Disse Rain.

Segundos depois, um flash pixelizado azul é emitido, e de lá, sai Garren, com uma pequena caixa em mãos.

Aqui, Rain. Não sei o que tu quer com isso, mas meh - Disse Garren.

Ah, obrigado - Respondeu Rain, guardando a caixa no bolso.

Disponhan - Completou Garren.

Ok. Timeo, Garren, vou lá fora por um instante - Disse Rain, saindo pela porta da casa de Timeo.

Tchauns, amorzinho! - Disse Timeo.

Rain saiu. Garren e Timeo ficaram se encarando.

Então, você é mesmo bi… -Disse Garren, interrompido.

Garren, já coletei as informações. Fale da chave, é hora do duelo! E não se preocupe, ele não consegue me ver- Disse Rain.

(Que informações? Tu não perguntou quase nada!) - Sussurrou Garren.

Foi uma distração, agora vá! - Disse Rain.

(Pqpqpqp) - Sussurrou Garren - (Eu não sei nada de como ele luta ou da sua força...Eu não se consigo…)

Calma. Dessa vez eu vou te guiar, sem ser sequestrado - Disse Rain - Agora, faça.

Uhhhhhhhhhhhhh - Gemeu Garren.

Mais uma luta estava prestes a começar. Timeo, a Personificação do tempo seria o oponente. O que aguarda Garren?


Notas Finais


Era pra ter saído Domingo, mas foi uma correria que só consegui postar de madrugada u...u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...