História Inexplicável Amor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Candelaria Molfese, Karol Sevilla, Lionel Ferro, Ruggero Pasquarelli
Personagens Candelaria Molfese, Karol Sevilla, Lionel Ferro, Personagens Originais, Ruggero Pasquarelli
Tags Bissexualidade, Celebridades, Romance, Universo Alternativo
Visualizações 107
Palavras 1.751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, venho aqui com mais uma fanfic a qual resolvi escrever... Algumas que leram minha one-short Lumbar, gostaram e até pediram para escrever uma fanfic ou one sobre o mesmo casal, porem não tive ideia com Luna e Âmbar, mas sim essa sobre Karol e Elya ( personagem original). Sei que muitas não curtem esse tipo de fanfic, mas não estou aqui para obrigar ninguém a ler, mas quem quiser sinta-se a vontade.
Nessa fanfic terá Ruggero? Sim terá, mas ele e Karol não vão ter nada, nada mesmo, mas não significa que a participação dele seja algo menos importante... Todavia, não quero leitora pedindo pra fazer final Ruggarol porque já está claro que a fanfic é sobre um amor entre duas garotas lindas e que uma vai ser muito importante no amadurecimento e crescimento de outra...
Sendo assim, ficarei feliz em ver pelo menos alguém a companhando ou companhando ainda que a história nãos erá do casal que a maioria gostam.
Bom gente... chega de papo e bora ler...

Capítulo 1 - Capítulo 1


Karol entra no rol principal do prédio onde mora com sua mãe desde o dia em que se mudou para Argentina por conta do seu trabalho como atriz e atual protagonista principal da serie Sou Luna na Disney Channel. Não poderia reclamar desse detalhe, pois essa mudança trouxe o começo da realização dos sonhos da morena e sabia que logo conseguiria realizar outros. Algo maravilhoso para Karol que lhe redeu dias, meses e já se encaminhando para três anos de plena felicidade até que tudo começou a mudar drasticamente em seu meio de convívio artístico...

 Naquele momento quem olhasse para o rosto de Karol não via a alegria que sempre transmitia e seu sorriso que alegra qualquer pessoa em sua volta, ainda que esteja no auge de sua carreira como cantora e atriz.

Ela observa o rol não encontrando o porteiro.

“Pode ter ido ao banheiro” - pensou, mas para Karol isso não lhe importava a presença dele. Ela para em frente ao elevador apertando o botão para que descesse. Com um leve suspiro triste percebe que sua caminhada minutos atras aos arredores do bairro onde mora, de nada adiantou.

Aproveitou que aquele dia não haveria gravações, não teria algum evento ou viagem a fazer e decidiu caminhar um pouco, respirar o ar puro e se sentir como se ainda fosse a Karol antes da fama... Teve sorte de não encontrar algum fã que a cercasse na rua para tirar fotos ou pedir autografo, pois uma certeza a morena sabia, que seria incapaz de sorrir para tal fã e para foto, poderia dizer que até se tentasse forçar a sorrir poderia cair no choro.

Sim, Karol queria chorar e não sabia porque raios ainda conseguia segurar. Talvez porque sabia que chamaria atenção e não era o que queria, queria paz, que seus pensamentos ficassem puros, mas tudo o que conseguiu foi se torturar. Tudo porque já estava cansada do peso que pairou em suas costas desde o momento em que começou a fazer o que os produtores mandavam ela fazer para ajudar com a divulgação da serie. “Era só mostrar uma empatia boa com relação ao seu colega de trabalho cujo o personagem era o par romântico do seu na serie”, algo que não foi difícil até porque Ruggero Pasquarelli apesar de ser mais velho que ela tinha seu jeito divertido e brincalhão e que passou ser uma boa companhia para ela durante as viajem de divulgações da serie e convívio das gravações... Ruggero tinha e ainda tem uma namorada a qual seria a prova suficiente para que ninguém pensasse que haveria alguma chance dele traí-la justamente com a garota “que apesar da idade tem mentalidade de uma menina de 12 anos”... – Palavras ditas pela própria Karol em uma entrevista recente em um programa de TV brasileira.

Pobre ilusão... Os fãs amavam o personagem Luna e Matteo, como também amavam a ideia de que um dia Ruggero terminasse sua relação com Candelária Molfese para assumir uma romance com Karol... Se fosse somente isso, tudo bem, mas as coisas foram ainda mais além... Xingamentos, brigas entre fãs Ruggelarias e Ruggarols até mesmo afetando cada um deles...

No final de tudo o que parecia que não poderia piorar, era um doce engando, pois piorou muito  mais... Porque não era só o fato de cada dia os fãs acreditarem que Karol e Ruggero tinham algum caso mesmo que gritassem aos quatro ventos que eram apenas bons amigos, que eram compatíveis quando estavam juntos, mas que sua relação não era nada alem de amizade e profissionalismo. Até mesmo a ponto de xingarem Candelária como causadora de qualquer atitude negativa que Ruggero teria tomado com relação a Karol...

Algo tão ilógico, Candelária era a vitima dessa história , pois seja o que ela fizesse só estava lutando pela sua posição de namorada e com certeza sofrendo por ver milhares de fãs de qualquer idade desejando que Ruggero a deixasse e ficasse com Karol, sem importar o quanto a feria, o quanto fosse abominável uma traição. Não obstante, começaram os shows da segunda turnê, e o que fez agravar a situação, porque Karol e Ruggero tendo que encenar uma cena lutteo tinham que se beijar... Beijos que no fundo eram contidos por ambos para não aprofundar e mostrar para todos seus fãs que estão certos sobre terem um caso...

Com isso... Karol e Ruggero foram chamados atenção, o elenco por sua vez tomaram as dores colocando Karol como a vilã da história, a safada que não respeitava que Ruggero tinha uma namorada e que a amava e jamais a deixaria por ela, que isso tudo só prejudicaria a serie e os demais que estão envolvidos diretamente e indiretamente.

Pobre Karol... O que ela fez de errado para ser taxada assim até mesmo por aqueles que acreditou serem seus melhores amigos, sua família... Com essa decepção ela se afastou de todos, e não se submeteu em agir como uma falsa para dizer que estava tudo bem... Karol poderia ser tudo, mas menos uma falsa, ainda mais com aqueles que foram falsos com ela...

De tudo, Karol sabia que errou. Sim, ela errou... Primeiro por acabar se apaixonando por Ruggero, por ter se entregado a ele mesmo tendo uma namorada, sendo discretamente sua amante... Mas no fim foi ela a unica a sair cruelmente ferida... Até mesmo ele e Candelária, que no fim sorriu vitoriosa por Ruggero escolhe-la e mostrar que a ama mais que tudo e que Karol somente era uma paixão passageira... E a cada vídeo, cada entrevista que Ruggero dava em seu canal ou nas redes sociais, acabava com cada pedacinho do coração da morena de olhos verdes... Ela sabia que o que fez foi errado, talvez merecia mesmo sofrer daquela maneira por se envolver com alguém que tenha uma namorada, e realmente fosse uma puta ladra de namorados apesar de não ter roubado nenhum.

A cada dia que passava Karol tentava seguir em frente e sobreviver, se dedicando a sua carreira e trabalho, fazendo novas amizades, mas somente com pessoas fora do elenco Sou Luna... Claro que teve recaídas por Ruggero, quando foram para Alemanha juntos, e mesmo com a companhia de sua mãe, os dois acabaram se entregando novamente, mas o mundo real estava em suas voltas, pois a realidade logo voltou assim que puseram os pés em Buenos Aires, Ruggero voltando para os braços de Candelária e bancando o idiota que se prestou a ser para provar que não tinha nada com Sevilla, enquanto Karol seguiu com sua rotina... Seu conforto a principio foi a companhia de sua atual melhor amiga Clara a qual conheceu meses atras em Navarro e sempre quando pode lhe acompanha a alguns eventos ou ficava hospedada em sua casa, porem ultimamente sua melhor amiga não tem sido capaz de acabar com o vazio que a morena anda sentido... Nem mesmo por sua amizade com Lionel, o único que não virou as costas para ela perante a tudo o que aconteceu foi o suficiente para tirar o vazio...

Nestes pensamentos Karol sente uma lágrima escorrer pelo canto de seus olhos ao mesmo tempo em que a porta do elevador se abre. Ela força para não cair no choro, pelo menos até que estivesse na seguridade de seu quarto e sua cama, então ela entra no elevador limpando a lágrima sorrateira, porem antes que a porta do elevador se fechasse Karol é desperta por uma voz feminina.

-Segure a porta...

Karol franziu a testa se apressando em segurar para quem fosse e antes que conferisse quem seria, uma morena toda esbaforida segurando varias sacolas com utensílios do lar aparece entrando no elevador. Karol deixa a porta se fechar e aperta o numero do seu andar para logo perguntar a recém chegada qual andar ela iria.

Porem Karol trava sua pergunta por ver que a morena apesar de seu estado exausto era nítido a sua beleza a qual até trouxe um pouco de inveja... Sevilla poderia jurar que a morena teria a mesma idade que ela ou ser um ano mais velha, cabelos nitidamente longos apesar de presos em um rabo de cavalo, lábios cheios, seios fartos e curvas impecáveis...

-Obrigada. – a morena disse olhando Karol com um sorriso simpático.

-Er... De nada. – Ka respondeu  retribuindo o sorriso. – Qual andar você vai?

-Oitavo. – respondeu logo vendo Karol apertar o botão do andar. - Sabe... Eu estou quase me vendo louca... Essa mudança estar me matando, e olha que sou frequento três dias na semana a academia e faço corridas toda manhã, mas arrumar tudo por uma mudança... Ai não...

Karol sorri divertida pelo jeito da morena.

-Se mudou recentemente? – perguntou.

-Ontem, pare ser mais especifica... Como venho de outro país a maioria das minhas coisas são só roupas e documentos pessoais, só que tinha de comprar moveis, utensílios de cozinha, fazer compras... Sozinha isso é uma loucura de fazer.

-Mas e a sua família ou namorado? – Karol questionou curiosa.

A morena nega.

-Família? Meus pais moram nos Estados Unidos... Namorado? Não tenho e pretendo ficar um bom tempo sem ter um...

Karol volta a sorrir, mas franziu a testa percebendo que a chegada daquela nova moradora naquele pequeno elevador trouxe um pouco de alegria e esqueceu de seus problemas e tristezas...

-Er... Me chamo Elya. – a morena disse estendendo a mão para Karol que pisca seus olhos como se acordasse de um devaneio.

-Me chamo Karol.

Elya amplia seu sorriso ainda mais ao perceber que chegou ao seu andar e que Karol parecia que não percebeu que minutos antes havia parado no andar dela e a mesma não saiu do elevador seguindo seu caminho.

-Karol... Er... esse é meu andar. Acho que você passou do seu. – Disse pegando suas sacolas toda desajeitada para que o elevador não fechasse a porta antes que saísse.

Ka piscou seus olhos como se despertasse percebendo que acabou se distraindo, mas morde seu lábio inferior tendo uma ideia ao ver Elya toda atrapalhada...

-É, mas quer saber? Já que passei do meu andar... Quer ajuda?

Elya avalia a situação, claro que ver alguém oferecendo lhe ajuda de bom grado seria algo estranho e ao mesmo tempo educado... Mas não via nada demais de Karol querer lhe ajudar, e até porque apesar de parecer bem jovem poderia ser uma boa possivel melhor amiga para ela já que estar a viver numa cidade nova a qual não conhece ninguém...

-Quer saber? Aceito. – ela disse e Karol sorri pegando algumas sacolas das mãos dela e juntas saindo do elevador...


Notas Finais


O capítulo foi leve... Mas mostrou que a entrada de Elya no elevador causou um efeito positivo em Karol que estava triste.
Gente, uma observação... Essa fanfic terá uma base nos fatos possivelmente reais ou não que rolam entre o particular dos atores S.L, mas claro que eu inseri e irei inserir mais algumas teorias a que acredito que possa ser o que rola entre o povo de Sou Luna... Mas peço por favor, nada de fã aqui querendo debater o que seja verdade ou não, porque acima de tudo isso é uma fanfic, e a verdade de tudo só quem sabe são os atores. Okay? Quem favoritou e leu, espero que tenha gastado e que continuam acompanhar e comentem. Caso haja alguma duvida ou apontar algum errinho podem me falar, que não vou fiar chateada, mas nada de pedir spoiler que isso não vou responder okay. Bjs e até sábado ou domingo !!! *--*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...