História Infelizmente - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?)
Personagens Daniel Mologni, Lukas Marques
Tags Luniel
Exibições 40
Palavras 460
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu ia postar esse mais cedo mais tava sem internet sorry

Capítulo 2 - Infelizmente



6 anos depois
  Ainda podia sentir Lukas aqui comigo todas s noites, mesmo assim não queria apenas sua presença aqui. As vezes teh dizia que falava o seu nome enquanto dormia. Era óbvio. Nunca consegu esconder algo de alguém ao contrário de Lukas. Lukas, meu filho, as vezes se preocupava comigo. Quando dormia eu podia ver a semelhança entre os dois não fisicamente, seu jeito, o jeito como ele me fazia feliz apenas por estar ao seu lado. Por que me deixou Lukas Marques.  
  Certo dia, fui em busca de Lukas que estava na escola, ele agora tinha apenas 6 anos mas era muito inteligente, iguala Lukas, Eu precisava mesmo tirar ele da cabeça mas, simplesmente não conseguia, parei o carro em frente a escola esperando que Lukas entrasse, enquanto isso me lembrava de coisas desagradáveis que me arrependia muito em pensar, meus olhos começam a soltar pequenas lágrimas como na vez em que o perdi. Estava chorando, de novo para variar. De repente eu escuto a porta do carro ser aberta. Vejo meu filho com uma cara séria espero que ele não tenha ouvido eu chorar. Ele saber que eu  estava chorando era bem óbvio. Mas, não queria que ninguém sentisse pena de mim. Meu filho não merecia agora. Forçará para parar de lagrimar esfregando os olhos rapidamente e mudando de assunto.
- Como foi a aula filho? Estava desesperado, não podia deixar meu filho saber de nada.
- F-Foi tudo bem. Ele disse sentando e olhando para frente.
  Todo tempo ficamos calados, ainda bem que a viajem não era tão longa, mas me questionava se ele poderia falar sobre isso algum dia desses.
  Em casa era de tarde, estava nublado, sem nenhum sinal do sol, estava na varanda sentado ao lado de  uma cadeira vazia que logo não estaria assim mais. Depois de um tempo chega meu filho dizendo:
- Papai? como era o tio Lukas? diz se sentando e olhando para meus olhos que derramaram uma pequena lágrima.
- Por que? Digo em uma tentativa falha de esconder meu choro.
- Ele parece ser bem importante para você, mamãe disse que vc tinha ficado muito abalado com sua morte. Como ele era? Ele parecia curioso, nervoso em conversar mas não hesitava em fazer as perguntas que acertavam meu coração, era hora de ele saber.
- As vezes você me lembra muito ele. Disse voltando minha vista para o céu nublado.
- Ele sempre foi um homem bom, para mim, para sua mãe, mas por minha causa ele morreu, se eu tivesse sido um bom amigo ele...Continuei, ele olhava atento a mim se arrependo de ter feito tais perguntas.
- Você gostava muito dele?Disse ele encostando sua cabeça em meu ombro.
- Gostava, Acho que até de mais.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...