História Inferno - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lie to Me
Personagens Dr. Cal Lightman, Dr. Gillian Foster
Tags Ação, Drama, Romance, Suspense
Visualizações 3
Palavras 596
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 31 - Parte 31


POV Gillian

Somos conduzidos para uma enfermaria. Por lá, recebemos o cuidado e atenção dos enfermeiros, que limpam nossos ferimentos com algodão e álcool, por último aplicam o creme antes de porem as gazes, faixas e grudarem os band-aids em nossas peles. A agitação não acaba.

- Doutora! - Olho para o enfermeiro que estava com ela no estacionamento, agora estando à porta da sala - Ele está com o quadro alterado. Temperatura acima do normal e náusea.

A morena olha para ele, a preocupação aumenta. Posso imaginar de quem o enfermeiro está falando.

- Sangue saindo pela boca? - Arrisca sorrateiramente.

- Sim. - Confirma o outro, bem inquieto - Infecção em alta escala no braço e febre em grau perigoso.

- Eu já vou. - Ela sai da sala, andando rápido o suficiente, o quarto dele é perto, acho que se encontra no quarto já após a operação.

Pego coragem e saio da sala com ela e com o enfermeiro. O quarto é perto mesmo da enfermaria. Ao por a cara na porta, o vejo se mover bruscamente na cama, ele delira tanto, a dor é ardente, latejante e pesada, isso deixa ele mais sensível que antes. Queima tanto por dentro, os batimentos só caem. A médica chega próxima a Cal, verificando sua testa.

- Coloque o remédio no tubo e o oxigênio. - Manda seriamente, desesperada e tentando ficar menos nervosa - Ele está sufocado.

Só tremo de desespero. Nunca pensei que Gallagher seria capaz de tanta crueldade com Cal assim. As faixas cobrem seu corpo em constante movimento e ele parece estar sendo asfixiado por um saco plástico ou travesseiro. Não pode se defender, a fragilidade dele é letal. Qualquer erro e problema, ele morre. Diminuo a minha distância, pegando em sua mão. Libero a passagem para o enfermeiro fazer exatamente o que a senhorita Brandt lhe mandou fazer. Há também uma bolsa de sangue conectada com um tubo que está encaixado em seu braço. Isso o mantém mais forte.

- Ei. - Falo para ele, acariciando sua mão - Estou aqui, amor. Calma.

POV Bryce

Deixo o senhor Loker e a senhorita Torres na enfermaria, indo para o quarto onde Sterling cuida do doutor Lightman. A senhorita Foster é a mais preocupada e responsável por ele. Enquanto acaricia sua mão, a respiração dele vem sufocada diante do oxigênio e o remédio entra em seu corpo de pouco a pouco. A bolsa de sangue o auxilia nessa situação de maior risco. É nessas horas que eu me sinto como uma espécie de cão de caça, de proteção e de guarda. Só ele está preso em uma cama neste hospital. Os aparelhos o mantém vivo por enquanto. O seu quadro não é nada bom. É extremamente grave. As linhas de batimento à máquina não sobem, ele corre o risco de maiores complicações e estamos dando o maior apoio a ele, eu, Sterling e os demais. Meu protegido. É o que ele é. Eu me tornei seu protetor no lugar do protegido e ele o protegido no lugar do protetor. Me apeguei facilmente a ele logo depois de nos conhecermos. É o homem por quem tenho o maior respeito e admiração. Ele é o justiceiro. Me salvou, me ajudou a desvendar o caso sem querer. Só tenho a agradecer por tudo que me fez e a Sterling. Exterminou aquela criatura infernal por assim dizer, o demônio. É um de nós. Nosso amigo. Sterling me abraça quando visito o paciente. Não é a única a temer pelo doutor Lightman, todos nós tememos por sua vida.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...