História Inferno na terra - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Drama, Lutas, Mortes, Revelaçoes, Romance, Torturas
Visualizações 10
Palavras 2.001
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


CHEGUEEEEEEEI
Não me matem por causa da demora mas espero que gostem

Capítulo 6 - Guerra de reencontros e novos inimigos


Os cavaleiros  colocaram seus uniformes mais rápido que puderam, Leo abriu um buraco na parede usando as sombras e entrou sendo seguido pelos outros cavaleiros, os 5 pararam em frente ao prédio sede do governo.

Raimundo saia do prédio sozinho com seu velho traje de batalha o que irritou os cavaleiros que foram andando de encontro a ele com o ar sério, Raimundo para em um metro do grupo de procurados.

Raimundo: Quem diria, pensei que não seriam burros o bastante para virem aqui se forem espertos darão meia volta e nunca mais darão as caras

Drakon: Pro seu azar isso não vai acontecer e caso não saiba contar estamos em maior numero, nem a sua super velocidade daria conta de nós 5 ao mesmo tempo

Raimundo: Tem razão por que não deixamos isso mais justo?. Ele estala os dedos e o chão se quebra revelando milhares de guerreiros com poderes, os caçadores correm pra longe na primeira rachadura e todo o exercito vai para atrás de Raimundo. Então Drakon, como eu dizia, se for esperto vai recuar com seu grupo ou não teremos piedade diferente da que eu tive com os pais de vocês, eles morrerão de forma rápida e indolor

Drakon rosnou e olhou para seus amigos: Eu sei como minha história vai acabar, eu sei que vou morrer cheio de sangue com uma espada na mão, vocês podem seguir com a vida de vocês ou recrutarem mais pessoas, eu botei essa ideia na cabeça de vocês então agora etou dando uma escolha

Leo: Eu to doido pra chutar a bunda daquele desgraçado, não vim ate aqui para amarelar

Clarisse: Eu faço tudo por vocês, eu não vou deixar vocês enfrentarem isso sozinhos e além do mais tartaruga me deve um açaí e vai pagar quando formos pra casa

Hanna fica com o cabelo castanho escuro: e eu sempre protejo vocês vão acabar morrendo se eu sumir

Kayla: Eu sempre acabo cuidando de vocês, Drakon nenhum de nós chegou tãolonge para desistir agora, se vamos morrer que seja juntos

Clarisse: se esse for o fim me paguem um chaquando chegarmos no outro lado

Leo: vou pagar mas vou fazer o Drakon beber para ver ele vomitando

Drakon: Raimundo você nos quer!? Venha nos pegar

Nesse momento os cavaleiros correram na direção do enorme exercito, Drakon roubou os poderes do Raimundo e quando a Clarisse lançou granadas de luz, ele pegou a kayla e o Leonardo os deixando em perto das masmorras e voltou pra batalha.

Kayla e Leonardo se entreolharam e logo entenderam o que o drakon quis fazer, Leonardo se escondeu nas sombras puxando kayla junto e apareceram na cela do luke que estava inconsciente pela perda de sangue, Kayla fez flores brotarem do solo e as aplicou nos machucados os vendo se curarem, Leonardo fez as sombras engolirem o luke o levando pro esconderijo logo depois as sombras engolem os dois cavaleiros os devolvendo pro campo de batalha.

Enquanto isso de volta ao campo de batalha Hanna transformava os que a cercavam em bala enquanto lutava com a espada com outra garota habilidosa que podia anular qualquer poder direcionado a ela, Clarisse estava ocupada enfrentando cerca de 20 pessoas que tinham a habilidade de transformar a pele no metal mais forte do planeta ou em fumaça, eles a estavam deixando bem ocupada, Leonardo apareceu apareceu e quando os “fantasmas” atacaram Clarisse ele fez uma enorma bola de sombras que sugou os denominados fantasmas

Clarisse: Não espera que eu te agradeça

Leo: Depois você me beija docinho *Ele some em sombras indo pro grupo cercando drakon enquanto Clarisse avança contra os de pele invulnerável*

Kayla aparece no meio do exercito inimigo, seus olhos ficam roxos e raízes de arvores grossas brotam do chão prendendo quem estivesse perto dela e sugava toda a energia dos indivíduos os faendo apagar de cansaço porem sobrou um com poder de invisibilidade que acertou kayla bem na nuca a fazendo apagar, Leonardo quando viu acena encheu aquela área de sombras prendendo o projeto de mulher invisivel, Drakon pega o poder do individuo e some aparecendo segundos depois atrás dele o decapitando.

Drakon acordou kayla, Hanna e Claisse apareceram e os cinco avançaram cada vez mais eliminando o exercito ate que Raimundo usando sua supervelocidade os jogando longe.

Raimundo: *chamo o carrasco pelo comunicador e ele aparece segundos depois junto com uma adolescente branca igual vela de 16 anos e olhos azuis claros*

Drakon congela junto com os outros caçadores que não queriam acreditar no que seus olhos viam

Raimundo: Pelo visto conhecem nosso carrasco mas acho que você Drakon o conhece como PAI

Drakon não consegui falar, Drake possuía os mesmos poderes que seu filho, ele avançava calmamente sem expressão até drakon, levantando sua espada indo dar um golpe final, drakon toma um choque de realidade e consegue sair da trajetória por pouco

Drakon: Pai! O que ta fazendo!? Sou eu seu Drakon! *ele tira mascara mas Drake acerta um soco no seu rosto o fazendo cair no chão*

Lena a adolescente decide falar: Ele não te reconhece seu fraco, ele é nosso agora

FLASHBACK ON

Após Raimundo jogar Drake em uma jaula da masmorra ele passou cerca de dois sem comer e beber ate que o chefe veio visitar com uma menininha de 10 anos sorridente

Greg: Boa noite rebelde, Sou Gregory *ele joga  fotos no chão* soube eu essa era sua irmã, pena que a matamos, ela seria de ótima ajuda sabe manipulação de fogo é uma ótima ajuda e olhando pra você agora estou te reconhecendo, o melhor agente é o líder rebelde, Drake

Drake: *cuspo na cara do Gregory* Eu vou te matar, pode não ser hoje ou amanha mas acredite eu vou te matar e depois cada agente dessa maldita organização pra vingar minha irmã

Lena se aproximou saltitando de Drake e sem perceber os olhos dela ficaram brancos: Moço canta uma musiquinha pra mim??

Drake sem conseguir se controlar começou a cantar todas as musicas que a menina pedia, Gregory então pediu.

Greg: Filha peça pra ele esquecer tudo que sabe sobre ele mesmo e nossa organização, poemos sapvar o mundo e ganhar um aliado.

E assim foi feito Drake se tornou um completo zumbi sem memorias sem saber por que estava preso ali, por que cada dia que se passava mais guardas o olhavam com desprezo e depois riam mas todos os dias uma jovem garotinha vinha até ele lhe dar informações com o passar dos anos Drake já dominando seus poderes se tornou o carrasco o único que o governo confiava pra missões de assassinato e tortura, ele não usava mascara por que nunca ninguém sobreviveu para contar como era seu rosto, essas sempre eram as ordens dele, matar ou de vez quando, conseguir informações e depois matar.

FLASHBACK OFF

Drakon não conseguia se mexer, seus amigos estava desacordados  e seu pai estava prestes a mata lo, Drake olhou nos olhos do drakon e sorriu mas quando a espada desceu em direção ao corpo do drakon Hanna pulou em sua frente ganhando dando na lateral do seu corpo dando o tempo que precisavam pois um vulto vermelho apareceu jogando Drake longe e acertando Raimundo no rosto logo em seguida a lena aparece desacordada, quando o vulto parou era luke vestindo uma calça jeans azul escura, camisa vermelha com um raio amarelo na frente

Luke: pensei que precisavam de ajuda *ele colocou a flor da kayla que ele trouxe do esconderijo e colocou na hanna, a pegou no colo e então correu com ela voltando segundos depois pegando leo seguido de Clarisse que estava semi acordada antes de ser levada lançou uma bomba destruindo toda a sede do conselho e depois kayla quando ia pegar o drakon ele parou* Primo agora não é a hora para isso temos que recuar

Drakon: sim *Drakon rouba a velocidade do Raimundo e junto do seu primo sumiram num “flash’’

Quando chegaram no esconderijo Hanna estava mais pálida porem acordada Drakon se ajoelhou ao lado dela chorando

Drakon: Por que fez isso? *Ele pergunta chorando mais* Por que arriscar sua vida assim!? Voce não pode morrer por isso!

As ataduras de Hanna se mancharam mais de sangue mas mesmo assim ela sorriu e tocou o rosto de Drakon delicadamente secando uma lagrima

Hanna: Eu disse que sempr protejo vocês, isso incluía você também bobinho, eu vou ficar bem mas aproveite um pouco sua vida, afinal não vamos guerrear para sempre, nossa vida é curta demais para não fazer aquilo que gostamos

Kayla veio correndo com um chá de ervas e uma pasta feita de plantas que aplicou no corte que não era muito fundo mas ainda era perigoso

Hanna: Luke você vai ficar certo? *ele faz que sim com a cabeça* então vai precisar de um apelido!!!!

Luke: Que tal velocista escarlate?

Kayla: Muito comprido, que tal Flash? Você some mais rápido que um Flash de câmera

Luke: pode ser, e o Leonardo é o cavaleiro das trevas?

Drakon: Anjo mas de anjo não tem nada, Kayla é a persefone, Hanna é a luz e Clarisse a guerra

Luke: Guerra combina com ela *rio* e Perséfone por que é filha de demeter? E Luz por que você é alegre?

Hanna: Bonito e esperto se deu bem kayla!!!

A cor começava a voltar ao rosto de Hanna mas o ferimento melhorava muito devagar, eles passaram a tarde toda conversando matando a saudade e mostrando o esconderijo para o mais novo sexto cavaleiro, Drakon guiou Luke até o quarto dele mas antes do Drakon sair Luke segurou um dos ombros dele.

Luke: Sinto muito pelo seu pai mas Drakon, se planeja ir até a guerra que iniciou sem fugir vai ter que aceitar que aquele não é mais seu pai, nem a Lena pode recuperar as antigas memorias dele, seu api se foi cara só restou um monstro no lugar

Drakon limpa suas lagrimas e diz

Drakon: Falar é fácil, não foi você que passou metade da sua vida  procurando seu pai e quando acha ele tenta te matar sem nenhuma piedade, não foi você que ficou alimentando esperanças atoa!

Luke: Tem razão não fui eu, mas minha mãe, a sua tia foi morta logo depois que eu nasci por que meu pai demorou demais pra salvar ela, meu pai acabou matando seus melhores amigos pela minha vida e agora assim como você terei que esquecer que ele um dia já foi meu pai porque eu escolhi me juntar a vocês em vez de fugir então não passe a agir como um coitadinho pois ta todo mundo fudido nessa merda!

Drakon: Eu sei que todos estamos fudidos! Voce é cego e não viu la a melhor garota que eu já conheci com um enorme corte no corpo por que eu fui fraco!? Do que adianta te todo o poder do mundo em minhas mãos e continuar sendo um inútil!?
Luke: Seu projeto de animal você não é perfeito na verdade ninguém é! Ninguem é obrigado a nada você tem que parar de agir como um adulto e passar  a agir como um adolescente enquanto ainda pode e passar a se divertir com seus amigos

Drakon: cansei de discutir com você !

Drakon vai pro quarto dele batendo a porta e o Luke bate a porta do quarto eles mal sabiam que todos os outros 4 cavaleiros tinham escutado toda a “conversa’’ e agora se entreolhavam se perguntando como sses dois primos iriam acabar se era entre sangue, lagrimas ou sorrisos.

Enquanto isso no meio ainda na cidade Drake ajudava Lena a tirar os escombros a procura de seu pai enquanto Raimundo da atendimento medico aqueles que estão feridos, se passando mais um te,po Lena desiste de procurar caindo no choro aos braços de Drake em seguida olha pro céu com os olhos enfurecidos

Lena: Eu vou te vingar papai! Esses criminosos não teram uma morte lenta irão sofrer muito em minhas mãos em sua homenagem!!!! Voces vão ver todos vocês vão ver!


Notas Finais


O que acham que vai acontecer agora?
Sera que Hanna sobrevive?
Os dois primos irão se matar?
continua no proximo episodio kkkkk brinks mas me falem estou curioso em relação as suas opinioes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...