História Infinite - Camren - Capítulo 19


Escrita por: ~

Visualizações 287
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Cheerleader


"Tenho uma sensação de que eu estou correndo a fora de tempo. E eu realmente espero que você chegue mais perto, mais perto."

Point of View: Lauren

Mani roncava pior que um porco, talvez nem fosse tão alto, porém aquilo me incomodava fortemente. Felizmente, meus fones de ouvido não estragaram ainda, então eu os peguei e conectei ao meu celular, e em seguida uma música alta começou a tocar. Minutos depois eu simplesmente apaguei. 

[...]

Acordei ouvindo gritos desesperados vindos do banheiro do meu quarto, por mais preocupada que eu estivesse, não conseguia me levantar. Fechei meus olhos novamente ignorando qualquer som, até poder distinguir a voz da Normani me gritando incansavelmente, desisti da minha luta e levantei. 

- LAAAAAAAUREN! A CAMILA, LAUREN, ELA TÁ DENTRO DO VASO. VEM PEGAR A CAMILAAAA.

- Você pode ser menos escandalosa? – Eu disse me escorando na parede. 

- TIRA A CAMILA DAI DE DENTRO. 

- Fala baixo, esqueceu que ninguém pode saber que ela está aqui?! 

- Desculpa, mas... ela poderia se afogar, ou algo do tipo. 

Eu peguei o pequeno esquilo em minhas mãos, e comecei a pensar no que eu deveria fazer para não a deixar naquele estado. Porém, é claro que ele não estava morrendo afogado na água do vaso como Normani exclamou.

Point of View: Camila

Me levantei cedo o bastante, talvez, como diz minha mãe eu esteja ansiosa demais, porém quem não ficaria ao saber que poderia entrar pras líderes de torcida?! Acho que desde as cinco da manhã eu estou pulando de um lado para o outro pra ter certeza de que não errarei nenhum passo. Sonho com isso dês dos meus 8 anos e nada pode sair errado.Confiante o bastante? Talvez.

- "Gonna give it my all."

- O café da manhã está pronto! – Minha mãe gritou do andar de baixo. 

- Okay! Eu já vou! – Respondi, e antes de sair, conferi em frente ao espelho se tudo estava certo. 

Com um sorriso vasto no rosto, desci as escadas saltitando, sentei-me a mesa junto da minha mãe e da Sofi. 

- Porque está tão animada? 

- Hoje é minha audição para líder de torcida. 

- Você? Líder de torcida? – Minha mãe perguntou num tom debochado. 

- Sim, Eu Karla Camila Cabello Estrabao, uma líder de torcida. 

- Isso é ótimo, filha. Não esqueça de me ligar assim que conseguir o resultado, certo? 

- Tá bom! – Murmurei com um sorriso enorme. Antes de sair de casa, caminhei até uma fotografia que tinha do meu pai sob um pedestal, coloquei água para a flor que minha mãe havia colocado lá há meses atrás, pra depois finalmente sair. 

Quando finalmente cheguei até a escola, fiquei mais feliz ainda porque avistei Lauren adentrando os corredores, porém, ela não viu minhas tentativas frustradas de chamar sua atenção. Ela só pode ser cega.

Confesso que fiquei um pouco chateada, mas me animei quando notei a presença da Ashley, Normani, Dinah e Ally. 

- Bom dia meninas. 

- Bom dia. – Elas disseram em uníssono. 

- Vocês não deviam sei lá, estarem na aula? 

- Sim, mas quem vai tentar entrar em clubes vai ficar com as primeiras aulas vagas. – Normani disse sorridente. 

- E você vai? 

- Sim, como eu já pratiquei ballet quando era mais nova, pode facilitar. 

- Líder de torcida? 

- Sim!

Nós começamos a pular e gritar segurando a mão uma da outra. 

- Bom, eu já vou. – Ally disse pegando sua mochila do chão. – Vocês vêm? 

- Eu vou para o coral. – Dinah negou com a cabeça. 

- E você Ash? - Perguntei.

- Qual a primeira aula Ally? - Ashley encarou a menor que logo respondeu.

- Química. - Afirmou.

- Estou com vocês Mila e Mani. 

Ally tomou caminho aos enormes corredores da escola. 

- E a Lauren, cadê ela? – Perguntei logo após o silêncio. 

- Ela teve que devolver um livro que está com duas multas lá na biblioteca. E depois vai para o treino. Esqueceu do jogo mais importante, que é daqui duas semanas, se não me engano?.– Apertei a alça da minha mochila. Pela primeira vez nessa manhã algo me deixou insegura. E se eu não conseguir? Não posso pensar nisso.

Será que preciso demonstrar menos que estou de fato interessada pela minha melhor amiga? E, que, por acaso ela também esteja interessada por mim. Uma hora nós teremos que contar pra todo mundo, mas essa hora não é hoje e nem agora, elas iriam me bombardear de perguntas, e eu não posso ficar tensa justo no dia das audições! Nós ouvimos um barulho estridente de um dos alto falantes, e minutos depois a voz de Eliza tomou conta dos corredores. 

"As audições para líder de torcida começam agora, qualquer atraso não será perdoado." 

- Nos vemos depois então! – Falei puxando Normani e Ashley pelo braço. Eu não esperei para ver a resposta da Dinah, pois saí correndo e puxando elas pelos corredores, que, sem motivo Mani batia repetidamente em minha mão. Nós paramos no vestiário pra trocar de roupa o mais rápido possível e fomos direto para o ginásio onde tinham várias meninas espalhadas, e alguns professores e representantes conversando antes de que tudo começasse, eu me sentei no primeiro degrau das arquibancadas com Normani. 

Point of View: Lauren

Eu estou tão sem humor algum para tentar competir, quer dizer, eu não paro de pensar que não vi a Camila hoje. Será que ela faltou e está doente? Não vou saber se eu não for atrás dela. Saí gritando pela parte de trás do ginásio, e fui direto para os corredores, e como eu estava correndo desesperada não percebi a presença de Dinah, e acabei esbarrando na mesma. 

- Onde você está indo nessa pressa toda? 

"Ver o mozão." – Pensei. 

– Só procurando a Camz, ela disse que precisava me... Precisava de um lance. 

- O que mais não está me contando, Lauren Michelle. – Insinuou arqueando uma das sobrancelhas. 

- Tá bom. Eu preciso ver se a Camila veio hoje, porque minha mãe mandou eu dar um chaveiro pra ela. 

- É? – Ela semicerrou os olhos. – Ela veio, e está lá no ginásio. 

- Muito, muito obrigada, DJ! Por isso que eu te amo. - Voltei a correr, e pude ver uma expressão sarcástica em seu rosto. Quando eu cheguei até o ginásio, notei que as portas estavam fechadas, e pelo vidro que tinha na porta, consegui avistar Camila, Normani e Ashley do outro lado da quadra, no mesmo instante uma ideia surgiu em minha mente. Peguei uma caneta que eu tinha guardado pra anotar os pontos, e com o pedaço de papel com a quantidade de pontos que eu havia feito, eu escrevi sobre a parte limpa. 

"I love you, Camz. We have to talk about us! Kisses. - Lauren" 

Entrei tentando disfarçar o máximo possível no vestiário, e procurei por todos os armários, até que achei um armário que estava meio aberto, e o celular da Camila na prateleira de baixo. 

Desbloqueei o mesmo pra ter certeza, e ao ver a foto de perfil, que por mais estranho e fofo que pareça, era uma nossa. Sorri involuntariamente, e coloquei o celular de volta no lugar, porém, agora ele estava com a pequena carta, antes de sair certifiquei-me de bater à porta do armário, pra conseguir fechar bem. 

Saí com um sorriso vitorioso, e um pouco nervosa por medo do treinador brigar comigo porque eu saí do campo dizendo apenas "Vou ali e já volto". Eu espero, do fundo do meu coração, que, ele não esteja bravo. 

- "Mas ele sempre está bravo."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...