História Infinite - Camren - Capítulo 20


Escrita por: ~

Visualizações 90
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura c:

Capítulo 20 - My squirrel is reading my diary


"Mas de alguma maneira eu ainda estou viva por dentro. Você levou minha respiração, mas eu sobrevivi. Eu não sei como, mas eu nem me importo."  

Point of View: Camila

Olhei por volta de toda a quadra, no meio havia uma mulher que sugiro ser a treinadora. Eliza estava ao seu lado direito falando algo. Na mão da mulher dos cabelos claros havia um alto-falante e em volta do seu pescoço um apito.

- Para Mila.

- Para com o que? - Perguntei a Ash que agora estava segurando minhas pernas.

- De balançar as pernas como se estivesse jogando futebol.

- Desculpa tô nervosa, olha o tanto de garotas aqui.

- Você fica intimidada com muitas garotas por perto? - Mani arqueou uma sobrancelha após a pergunta. 

- O que? Não. É que eu estou com medo de não conseguir passar.

- Está tudo bem, você vai conseguir.

Eliza pegou o alto falante das mãos da mulher que deu um aceno com a cabeça.

- Meninas essa é Alycia, a futura treinadora das cheerleaders, ela irá organizar tudo. Todas vocês devem vir aqui, e preencher a ficha. - Disse erguendo o papel. - Alycia irá chamar por ordem e vocês devem se apresentar conforme os passos que forem pedidos, adaptando em uma música.

Caminhamos até a mesa onde Alycia se sentou e logo Eliza saiu. Eu fui quase a última a preencher a ficha. Mani foi a primeira, e a Ash foi a penúltima.

Eu e Ashley voltamos e nos sentamos onde estávamos anteriormente, pra esperar que tudo começasse.

A treinadora logo deu a ordem pra começar. Mani pediu que colocasse Hollback Girl e começou a dançar. Comecei a fitar os passos dela, e no final ela começou a dar estrelinhas consecutivas. Olhei para a loira ao meu lado. Ela estava com a boca entreaberta.

- Ash? - A chamei, mas ela não respondeu. - ASHLEY. - Gritei despertando sua atenção.

- Eu vou morrer.

Franzi a testa com o comentário e voltei a observar a morena que caminhava em nossa direção.

- Como eu fui? - Perguntou.

- Maravilhosa.

- Impecável.

Ela sorriu vitoriosa e se sentou no meio de nós duas.

[...]

- Camila Cabello. - Eu estava tremendo muito quando ouvi sua voz me chamando, porém a pronúncia estava errada. 

- "Cabeyo". - A corrigi, mas ela não ouviu. Amém.

- Boa sorte. - As meninas disseram em uníssono.

Eu tinha que me acalmar de alguma maneira. Me concentrei e a primeira coisa que me veio em mente foi a garota dos olhos verdes. Meu corpo todo se tranquilizou e pude abrir meus olhos e caminhar até a mulher que estava com a cabeça apoiada em uma das mãos.

- Pronta?

- Sim.

Pedi que ela colocasse Crazy In Love. Afastei-me um pouco da mesa e comecei.

- "Tudo em ordem Camila." - Falei a mim mesma. Ela começou a falar o nome dos passos e fui fazendo conforme ela dizia.

- Comece com um V-Alto, e siga para o V-Baixo. Depois, Arco-e-flecha. Dagas. L. K. Diagonal. - Ela dizia rapidamente, e eu os fazia.-Ótimo, agora, surpreenda-me Cabello. - Minha respiração estava ofegante, segui adaptando todos os passos da música. Quando iria dar o último refrão, eu iria fazer o que treinei o mês inteiro. Estava muito perto e cada vez eu ia ficando mais nervosa que o normal. Dei um giro com alguns passos para trás, dei cinco estrelinhas consecutivas e finalizei com um mortal para trás.

Fui surpreendida com um flash em minha cara. Ela tirou uma foto com uma Polaroid e deixou junto com minha ficha.

- Parabéns. Pode voltar a se sentar. - Terminou.

- Obrigada. - Dei um sorriso tímido e caminhei de volta para onde eu estava.

Me sentei do lado de Normani apoiando minha cabeça em seu ombro.

- Parabéns Mila, estou orgulhosa de você. - Ashley me elogiou bagunçando meu cabelo.

- Realmente vou ter que concordar com ela. - Mani complementou.

Abri um largo sorriso por tê-las ao meu lado e não como rivais. Porque todas nós estávamos com o mesmo objetivo.

- Quero todas vocês aqui no final da aula. Eu irei falar o resultado e a posição de cada uma. - Agora ela estava de pé, apoiada de frente a mesa com as fichas na mão. - E também quero parabenizar todas que estão aqui. Vocês foram incríveis, apenas precisam de muitos treinos e todas sabem que só tem duas semanas até o primeiro jogo. Então, boa sorte.

Point of View: Lauren

Eu estava sentada no banco do vestiário encostada nos armários brincando com uma bolinha em minhas mãos enquanto Bobby explicava como o jogo seria, felizmente ele não falou nada do meu atraso.

- Os goleiros normalmente trabalham dentro do chease ou ao redor do gol. - Explicava enquanto desenhava um circulo no quadro.

- Não diga. Eu tenho certeza que meu esquilo está lendo meu diário. - Respondi baixo com a intenção de que ele não ouvisse. E como sempre, deu errado.

- Bom Jauregui. Agora já que você sabe de tudo, e ainda se atrasou. - A não. - Irá ficar com attackmen e face-off. - Ele pegou o pincel e fez um risco no meio do meu nariz. Tentei ver e acabei ficando vesga por alguns segundos.

- O QUE? JÁ ME VIU JOGANDO? VOCÊ NÃO PODE FAZE-

- Eu posso sim, e eu vou. E se vocês perderem, EU IREI VENDER SEUS ÓRGÃOS NO MERCADO NEGRO.

- Se fudeu. - Lucy começou a rir enquanto observava o treinador na minha frente. Sua atenção foi totalmente atraída para ela.

- Attackmen, Lucy.

MAS EU NÃO FIZ NAD-

- "Mas eu não fiz nada". - Ele imitou o que ela tinha acabado de dizer com uma voz fina, não me conti e comecei a rir. Ele me olhou furioso com a testa franzida e logo parei.

- Dylan, vai ficar com ataque também. - Dylan começou a comemorar, fiquei com cara de tacho por ter me fodido daquela maneira. - Tyler, goalkeeper. Chyler, Cody e Kenny, defensermen. Grant, Sam e Bex, midfielders.

Ninguém entendia o porque de eu não querer ficar com o ataque. Da última vez, Lucy acertou a bola em minha cara. Eu vou ser morta no meio de campo.

- Todos vocês pro campo agora. As duas horas da tarde, vai haver outro treino, e é obrigatório vir. Se vocês acham que vão ser fácil, estão totalmente enganados.

Todos saíram do vestiário, terminei de me trocar e fui diretamente pro campo também. Bobby me chamou e fui correndo até ele.

- Dez voltas em torno do campo.

FALA SÉRIO.

- Sem mais nem menos, Jauregui. Precisa ganhar forma e, isso serve de castigo pra ver se você aprende a nunca se atrasar.

- A si fu-

- O que disse?

- Ai que cheirinho de churros. - Ele olhou pra mim sem expressão alguma segurando o apito.

NÃO ENROLA. - Ele assoprou o mesmo me fazendo saltar de susto. Sai correndo de perto dele indo diretamente para pista de corrida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...