História Infinity - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 9
Palavras 747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oie, demorei mas voltei.
Boa leitura

Capítulo 4 - É só um beijo


Fanfic / Fanfiction Infinity - Capítulo 4 - É só um beijo

- Não vi, mais alguém?

- Não, só eu e você, mas podemos esperar para fazer, ela marcou para daqui a 4 meses

- Ok – O assunto acaba e ela encosta a cabeça novamente no vidro do carro, fecha os olhos e respira profundamente, parece triste e cansada.

Quando chego em sua rua cutuco seu braço para que ela acorde.

- Katherine, chegamos, acorde – Falo próximo de seu ouvido para que ela escute.

- Oi, onde estamos? - ela esta com muito sono, dou uma risada baixa pelo seu olhar confuso.

- Te trouxe para casa, lembra?

- Verdade, que cabeça a minha, aquela é a minha casa, tchau e obrigado - Ela me da um beijo na bochecha e sai do carro indo em direção a sua casa, quando vejo que está entrando , sigo em direção da minha casa que fica uns dois quarteirões da casa dela.

 

P. O. V. Katherine

 

Chego em casa e vou direto comer alguma coisa, o dia hoje foi estranho, ainda não consegui entender qual é a do Matthew de vir me pedir desculpas, confesso que no inicio não acreditei, achei que ele estava mentindo mas ai na saída ele me ofereceu uma carona, me enganei, decido então dar uma chance à ele, acabo de comer, tomo banho e deito dormir, estou exausta.

No dia seguinte acordo bem melhor, ainda sinto dor de garganta mas a febre passou, passo o dia pensando em Matthew, não sei porque mas ele não sai da minha cabeça.

* *

Graças a Deus hoje é quinta-feira, penúltimo dia!

Chego na sala, coloco meus fones de ouvido e fico lendo, quando bate o sinal guardo o livro e fico mexendo no celular, os alunos vão entrando, sinto alguém me observando e dou uma olhada ao redor da sala e lá está Matthew me encarando com aquele sorriso de tirar o ar dos meus pulmões. Ele se aproxima, pega uma cadeira e senta ao meu lado.

- Oi, tudo bem? - Ele pergunta ainda sorrindo.

- Oi, tudo e com você?

- Estou bem, ainda doente?

- Não, só dor de garganta mesmo

- Que bom que esta melhorando

- É… - O silêncio reina, Matthew coloca um fone e me oferece o outro, aceitei e ele colocou umas musicas que eu não conhecia mas eram legais, ficamos assim até a professora chegar, a aula seguiu normal, no recreio fiquei na sala como de costume. A aula segue normal.

 

Quase 4 meses depois

 

Minha amizade com Matthew tem melhorado muito, nos somos muito amigos agora mas eu não consigo deixar de sentir algo a mais por ele, ele simplesmente parece aqueles caras de seriado americanos, aquela pessoa que você tem certeza que foi feita para você….mas sei que ele só me vê como amiga então vou deixar isso guardado só para mim.

Na escola...

 

A professora do último período chegou e começou a dar a aula, quando faltavam 15 minutos para irmos embora ela disse para nos juntarmos nas duplas do trabalho para a organização do mesmo, Matthew pega uma cadeira e põe do meu lado.

- Então, pode ser na minha casa? - Ele perguntando

- Pode sim, onde fica?

- Eu pego você amanhã de manhã, pode ser?

- Não, trabalho de manhã, pode ser à tarde?

- Sim, que horas?

- 14:30?

- Pode ser, me passa o endereço do seu trabalho que eu te pego lá. - Passei o endereço para ele que assentiu e se despediu de mim voltando para o seu grupo de amigos.

 

P. O. V. Matthew

 

Me afastei da mesa de Katherine e fui me sentar com os meninos.

- E ai seus desocupados, é hoje que eu ganho a aposta Pedro. - Falei convencido.

- Cara, se eu fosse você deixava quieto, você viu que ela é toda meiga e sentimental. Vai se arrepender.

- Cala a boca Guilherme...Por que acha que ganha a aposta tão fácil assim Matthew?

- To de dupla com ela no trabalho da professora Carla e ela vai lá em casa amanhã.

- Ae moleque, se beijar ela a aposta está ganha.

-Mas tem que beijar, nada de selinho

- Ok ok, vou indo, tchau

- Tchau

Vou para casa pensando no que Guilherme disse, eu sei que Katherine é diferente, ela consegue ser meiga e marrentinha de uma vez só...isso é fofo, mas eu não vou perder uma aposta de Pedro porque a menina é diferente….e afinal é só um beijo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Bjkas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...