História Infires! - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, Fanfic, Fanfic Bts, Fanfic Jimin, Fanfic Jungkook, Fanfic Taehyung, Hoseok, Imagine Bts, Imagine Jimin, Imagine Jungkook, Imagine Kpop, Imagine Taehyung, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kpop, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 152
Palavras 949
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - BOMBEIROOOO


Fanfic / Fanfiction Infires! - Capítulo 36 - BOMBEIROOOO

- Nossa queridão,você veio correndo? Chegou aqui muito rap... - Parei de falar quando percebi que não era Jungkook na porta - Yoongi? O que você ta fazendo aqui?
- disse,sem entender minha surpresa - Você fala como se eu não tivesse passado o fim de semana aqui também. Eu só cansei de nadar.
Ele se afastou de mim e começou a andar em direção ao sofá. Sério,com tantas horas que tínhamos passado ali,ele escolhe bem esse momento pra ficar dentro de casa?
- Ok então... - Eu digo,suspirando e indo para a cozinha.
- Está decepcionada com a minha presença,é? Eu não sou uma pessoa tão horrível não viu _________. - Ele disse,sem olhar pra mim,encarando a televisão.
- Eu sei disso Suga. - Eu digo,e ando em direção ao sofá,me sentando ao lado dele. - É que sei lá... A gente já começou com o pé esquerdo naquele dia que a gente se conheceu.
- Bom,pode ser que eu não tenha sido exatamente "amigável" quando a gente se conheceu. - Ele disse,sorrindo de leve,o que pra mim foi um sinal de que nosso desentendimento estava começando a ir embora. - Mas você também não foi lá um mar de rosas não viu?
- Eu sei,eu sei! - Eu digo rindo junto com ele.
Pela primeira vez desde que nós nos dois nos conhecemos,ele estava se abrindo pra me conhecer.
- Talvez,eu disse TALVEZ,eu tenha sido um pouquinho grossa com você... Mas fica tranquilo,pois não é nada que você não consiga superar!
- Nada que eu não consiga superar? O que você disse me afetou tanto que tive que fazer terapia! - Ele disse segurando o riso - Eu poderia te processar!
- Ah é? Me processa então querido! 
Estávamos rindo quando a porta se abriu e Jungkook entrou na velocidade da luz.
Ele foi tão rápido em direção as escadas que nem teria nos visto se eu não tivesse o chamado.
- Ei! - Eu gritei,o que fez o mesmo se assustar,batendo a cara na parede.
- A-ai! - Ele gemeu de dor,e eu me levantei para ajudá-lo.
- MEU DEUS DO CÉU JUNGKOOK,VOCÊ TA BEM? - Eu disse tentando parecer preocupada,mas quando ele olhou pra mim com aquela carinha de criança que acabou de tomar um susto eu não me aguentei,e caí na gargalhada.
- Isso mesmo _________,me machuca e depois ri da minha cara! - Ele disse,fingindo que estava bravo.
- M-me descul... - Eu estava tentando me desculpar e falar sério com ele,mas eu não conseguia parar de dar risada.
- Eu to bem - Disse ele se levantando - Mas você bem que poderia parar de rir de mim não acha não?
Eu até responderia,mas estava sem fôlego,então apenas concordei com a cabeça.
- Enfim,eu demor... - Então ele olhou para o sofá e encontrou Suga nos encarando como se fôssemos dois aliens comendo sopa de garfo. Basicamente do mesmo jeito que as pessoas olham pro Taehyung. - Ah,Yoongi? O que vocês estavam fazendo aqui sozinhos?
Suga olhou pra ele e levantou uma sobrancelha.
- Estávamos criando um plano pra colocar ácido dentro da sua garrafa de água. - Ele disse,na maior naturalidade.
- É... O que? - Perguntou Jeon,com os olhos arregalados.
- Cala a boca Yoongi! É brincadeira Kook. - Eu disse,tranquilizando o outro.
- Pode ser que seja mesmo... - Falou Suga sem nos olhar - Mas é sempre bom tomar cuidado com as coisas que você bebe.
Então ele se levantou e saiu de casa,sem falar nada.
- Esse cara me assusta - Disse Kook quando o mesmo saiu.
- Você não acreditou de verdade no que ele acabou de falar né? - Eu perguntei,rindo.
- Não sei - Ele respondeu - Ele já colocou laxante no meu café,então não me surpreendo se ele fizer alguma outra coisa.
Eu ri,e ele disse,se aproximando de mim.
- Se não me engano,nós tínhamos alguns assuntos pendentes pra resolver não é?
Quando eu ia responder,a porta se escancarou,e entraram 2 pessoas fazendo mais barulho do que um desfile de escola de samba.
- IUIUIUIUIU! - Gritou Tae,enquanto entrava junto com Jae. - BOMBEIROOOO.
- Que isso menino? - Eu perguntei,sem entender o motivo daquela gritaria toda.
- Ué - Respondeu Jae - O Yoongi chegou lá e disse pra gente vir aqui senão vocês iriam colocar fogo na casa.
- QUE? - Perguntou Jungkook,que estava ainda mais perdido do que eu. - Do que vocês estão falando?
- Mas,não tem nada queimando aqui... O que aconteceu? - Perguntou Tae,visivelmente decepcionado por não ter um incêndio em ação para apagar.
- COMO É QUE EU VOU SABER CRIA? - Gritou Jae,subindo as escadas numa velocidade supersônica - Já que não tem incêndio nenhum rolando aqui,fiquem aí que eu estou quase mijando nas calças. Já volto!
- Que menina agradável. - Eu digo baixinho.
Jungkook estava me olhando discretamente,e acho que ele estava pensando a mesma coisa que eu: A gente nunca teria um minuto sozinhos se dependesse desse povo.
- AMIGUINHOS - Gritou Jimin,entrando em casa e se jogando no sofá - Minha comida ta pronta?
- Nem um pouquinho folgado você né colega. - Eu disse rindo.
- O mundo é dos espertos amor! - Ele respondeu,se espreguiçando - Acho que eu vou dormir um pouquinho,to cansadão.
- Cansado do que,peste? - Perguntou Jae,descendo as escadas.
- Eu sou uma pessoa muito ocupada,caso você não saiba ta! - Falou Jimin,se defendendo.
- Ah é? Mas se quiserem comer podem vir AGORA pra cozinha,porque não vou ficar aqui cozinhando sozinha não!
- Eu ajudo amiga! - Me ofereci.
Ela me olhou com cara de "Não,obrigada".
- Sabe... Acho que vou te dar uma folga da cozinha hoje. Os meninos podem me ajudar dessa vez!
Enquanto os mesmos reclamavam,Jae ameaçava eles com a frigideira,e os arrastava em direção à cozinha.
Graças ao meu bom senhor Jesus Cristo,eu poderia ficar a toa. As vezes era muito bom ser uma  catástrofe humana quando se trata de cozinhar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...