História Innocence 2.0 - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Block B, EXO
Personagens Chanyeol, Chen, D.O, G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, P.O., Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Seungri, Suga, Suho, T.O.P, Taeil, Taeyang, Tao, Xiumin, Zico
Tags Bangtan Boys, Gay, hobi pegando todo mundo, Hot, Lemon, Namjin, Taekook, Yoongi, Yoonmin
Exibições 265
Palavras 471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 53 - Amarelo é a cor mais bonita.


Fanfic / Fanfiction Innocence 2.0 - Capítulo 53 - Amarelo é a cor mais bonita.

Sentada na cadeira de balanço estava ela...minha omma, segurando Bon no colo, seria lindo...se ela não apontasse uma arma para a cabeça de Min. 

— omma, o que está fazendo? —eu devo está sonhando. 

— Min Yoongi, você está misturando o sangue da família com qualquer um... — ela revirou os olhos. — olhe bem para esse bebe, você acha que merece viver? 

Como ela podia...culpar alguém que nem ao menos teve culpa de nascer? Por um momento eu me culpei.. . Mas acontece que a culpa não era minha por minha mãe ser uma naja, olhei para Jimin  e este estava completamente paralisado, como se a feição de minha omma o lembrasse algo aterrorizante. 

— como você se atreve a vim aqui?! — ele sussurrou mas ela o ouviu. 

.— cale a boca, ridículo. 

Ao dizer essas palavras, omma apontou a arma para Jimin, ela o destravou e apertou o gatilho. Em um reflexo sob humano, eu abracei Jimin com toda a força do Mundo. Eu levei o tiro por ele. 

Agora eu só tinha três minutos, segundo meu professor é o tempo equivalente para uma morte, no primeiro minuto eu não senti dor alguma, meu sangue ainda quente não deixava eu sentir a dor.  No segundo minuto, a dor se fez presente.

Jimin carregava outra feição, ódio, rancor e possesso de uma raiva guardada a muitos anos, seus olhos agora eram do mais negro possível, sua pele estava pálida como Marfim, emanava dele uma energia nada boa. 

"uma máquina de destruição"

 uma arma disperou, não só a arma que havia me atingido em cheio no peito, mas sim, a arma de destruição que ele podia ser.  Jimin não era o único, zico.. . Um anjo, estava possesso de raiva.  O que me chamou atenção foi sentir a presença de kook. 

Eu ouvi um estrondo, algo que parecia fogo, mas era uma espécie de fogo branco, este fogo  tomou conta do corpo da minha mãe. Ela paralisou ao sentir mãos contornando o próprio pescoço, ela soltou Min e deixou também a arma cair, logo não restava nem o pó para contar história,. 

Eu senti mãos frias em meu peito mas já era tarde demais, o terceiro minuto se fez presente. Minha visão já estava turva, minha boca seca e lágrimas escorriam desesperadamente, a dor estava terrível. 

Eu tenho medo da morte, ela é cruel, impiedosa. Se eu soubesse que morreria tão cedo, eu aceitaria o fato de amarelo ser a cor mais linda, que andar de ônibus é bom, que a janela fica bonita quando está chovendo, que eu nunca seria bom em matemática, que  a comida do jin é mais gostosa que a minha e acima de tudo, eu teria beijado Jimin mais uma última vez. 

As cortinas se fecharam e tudo escureceu, meu coração fez tum, tum, tu, t...


Notas Finais


Tudo bem com vocês?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...