História Innocent - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias South Park
Personagens Butters Stotch, Craig Tucker, Eric Cartman, Karen McCormick, Kenny McCormick, Kyle Broflovski, Phillip "Pip" Pirrup, Stan Marsh, Tweek Tweak
Tags Bunny, Butters, Candy, Creek, Damien Torn, Damien X Pip, Dip, Kenny, Kenny X Butters, Stan X Kyle, Style, Tweek X Craig
Exibições 35
Palavras 2.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey ! Acabou galerinha e eu voltei!😆📝
Sentiram minha falta?
Estam preparados para o capítulo mais pedido, comentado e esperado? Então com vocês o LEMON!🎊😆🎉🎆🎆
A só um avisinho: TUDO que tive aqui escrito e conteúdo sexual ,então se você NÃO GOSTA NÃO LEIA!
Esse meu primeiro Lemon,então se não estive bom eu vou tentar melhora.
Só isso, bom cap , e preparem os lencinhos e os caixões.😏

Capítulo 13 - Primeira vez


Fanfic / Fanfiction Innocent - Capítulo 13 - Primeira vez

_Estou? ... - ele fala como se quiser que eu continuasse, mas não dou ouvidos, limpo o meu nariz com minhas luvas que eu tirei, é vou em sua direção, como se estivesse sendo atraído por uma sereia,quando na verdade estava sendo atraído por um coelhinho delicioso. 
Fiquei calado o percurso inteiro até senta na cama é colocá-lo bem devagar no meu colo, soltei um suspiro quando sentir aquela bundinha empinada e gostosa encostar no meu membro, que já estava bem desperto. Butters só vez soltar um gemido baixo e fino,   isso é a melhor música para meus ouvidos . 

_Você está tão... -Eu começo. - Tão bonito... Fofo ...Charmoso... - Eu falo acariciando sua bochecha com a ponta do dedos delicadamente. - Tão sexy... - falo colocando minha outra mão em sua coxa por baixo daquele pequeno tecido, vou apertado aquele área e sinto o arfar. Já chega! Eu não vou mais esperar! 

                P. O. V Autora (Ou Narrador(a) ) 

Kenny começou a deitar (de um jeito um pouco bruto) o menor na cama, subiu em cima do mesmo apoiado com os braços na cama, ele olhava a bela imagem que estava pro baixo de si, quantas vezes havia imaginado o menor  indefeso dessa maneira, é  agora era real seu pequeno estava lá total cedido a si. Butters estava morrendo de vergonha com o jeito que Kenny o olhava pareci que estava o devorando com os olhos , podia babar a qualquer momento, mas mesmo assim ele gostava. Gostava de vê Kenny o olhado de um jeito tão... Luxuoso? Desejado ele ,isso acabava  alimentando um pouquinho seu ego, é o mais importante era sabe que Kenny também o desejava e que sua primeira vez seria com a pessoa que se apaixonou. 

Kenny parou de admirá-lo e foi logo atacando seus lábios com fervor, não demorou muito pra pedir passagem com a língua, é começo a percorrer toda a boca do menor, para depois começar a massagear  a língua do mesmo. Butters tentava acompanhar o ritmo do beijo, e soltou um gemido abafado quando Kenny junto suas línguas. Ele beijar bem de uma forma quase perfeita pensava Butters. 

Kenny começou a acariciar o corpo que estava abaixo de si, percorria todo o tronco delicado do namorado até chegar na cintura. Kenny parou o beijo é falou. 

_Butters...Isso parece um sonho completamente erótico. Por favor se você é fruto da minha imaginação, não me acorde! - dizia Kenny fazendo o menor rir . 

_Sou eu mesmo Kenny. Você não está sonhando . E serei seu essa noite. - disse Butters sem perceber o que tinha falado. Acabou corando quando se deu conta do que tinha dito. Kenny sorriu malicioso e disse. 

_Pode deixar que você será muito bem fudido. - logo quando terminou de fala não deu tempo de Butters formular a resposta é foi atacando o pescoço do mesmo. Acabava chupando o pescoço para logo beija as marcas que tinha deixado. Queria que todos soubesse que Butters era seu, e ele era de Butters. Parou de chupar o pescoço que já estava bem marcado, é começou a desce seus beijos em direção aos mamilos ereto de Butters, sugava com fervo em quanto estimulava o outro com  a mão. Butters tentava conter os gemidos que soltava, por vergonha. Até que Kenny para o que está fazendo, erguer seu corpo, e fica sentado em cima de seus próprios joelhos entre as pernas de  Butters, é fala. 

_Ora ora, está tentando conter seus gemidos? Que feio... Tsc tsc acho que vou te que fazê-los saírem a força. - ele fala com um sorriso malicioso como se estivesse chateado com Butters . Kenny começa a passa a mão por todo o corpo do menor até chegar ao membro desperto do mesmo, começa a passar a mão por cima do tecido,o menor mordia o lábio inferior pra não soltar os gemidos que tanto temiam em sair, Kenny não estava ajudado muito, por causa do jeito predador que olhava para Butters, como se fossem o coelho e a raposa, ou melhor predador e presa, queria fazer todas as vezes que não consegui ter com o pequeno falarem a pena. Mastubava o menor ainda por cima do tecido, de uma maneira lenta para tortura-lo só um pouco, e estava dando certo, Butters não aguentava mais aquilo é começou a soltar seus gemidos. 

_Kenny... Awn por-por fa-fa-favor... Aah! ... Pa-pa-pare de me tortura. - falou o loirinho implorando para que o maior parece com aquilo. Kenny acabou desistindo dessa provocação, então rapidamente retirou aquele micro-short, e ficou olhando para seu corpo cada curva, cada pequeno espaço pra ele era perfeito e muito excitante. Butters estava morrendo de vergonha tentava  esconder seu corpo o máximo possível, nunca havia se exposto pra alguém daquela maneira, é  notou o que estava fazendo, pensou em desistir mas viu olhar de Kenny, seus olhos brilhavam e estavam  mirrados para si com um olhar satisfeito. Isso acabou o motivando a toma uma atitude ousada. 

Então ,assim vez, começou a passa a mão no peitoral de Kenny até chegar no ziper do casaco laranja que tanto gostava, começou a descer-ló lentamente enquanto passava a outra mão no tórax definido de Kenny por cima da camisa branca. Kenny acabou percebendo a atitude do mesmo então resolveu brincar um pouco com isso. 

_Hum, acho que estou sendo um pouco injusto com você não?... - Kenny fala ronco e malicioso provocado Butters. - Que tal eu tira minhas roupas em quanto você olhar, ein ? - sussurra ronco na orelha de Butters. Saiu da cama,  sem o  casaco laranja, é começar a tira sua camisa de um modo provocante, percebendo que Butters estava atento com seus movimentos, retirou a calça que tanto incomodava ficando só com sua box preta. Butters percorria com o olhar todo o corpo de Kenny se admirando o quanto seu namorado era bonito. Kenny percebeu o menor o olhando daquela maneira pra si, então disse. 

_Gosta do que vê Butters? - falou rouco voltado a se deitar na cama com todas as roupas jogadas pelo quarto. Vendo a reação de Butters com oque tinha falado, estava mais constrangido e balançou a cabeça com um sim. Kenny  então  começou a fazer uma trilha de beijos no menor até para em seu membro, ficou encarando por um tempo o membro ereto de Butters, até que lambeu os lábios. 

_Ke-kenny oque está...AAH!-gemeu Butters quando sentiu a boca quente do maior em seu membro. Kenny chupava o pênis do namorado se deliciando com os gemidos que ouvia do menor, acariciou as bolas dele fazendo o  menor gemer mais descontroladamente. 

_Ken eu vou... Eu... HMM! - gemeu  Butters liberando seu líquido na boca de Kenny, que engoliu tudo com vontade. 

_Como eu pensei... Você é delicioso Butters agora... Vou lê prova de outra maneira. - fala Kenny sorrindo malicioso é atacando os lábios de Butters. Quando se distanciaram do beijo Kenny olhou para Butters e disse. 

_Eu vou te preparar agora, ok? Vai doer no começo mas prometo que melhora. - fala Kenny calmo para Butters o mesmo assente. Kenny começou a chupar dois de seus dedos, pois ele sabia que Butters não tinha lubrificantes no quarto(quem sabe nem soubesse o que era isso.). Quando viu que já estava bem molhados posicionou eles não butão rosadinho do menor e falou. 

_Fiquei bem relaxado, tá ? Vai doer é preciso que fique calmo. Butters tenta se acalmar, Kenny então penetra o primeiro dígito na entrada do menor e sente o quão apertado Butters era , seu dedo era bastante flexionado, imaginava como seria quando estivesse dentro dele, sente a box  o aberta ainda mais, precisava se aliviar logo!

Butters não sentia dor ,só sentia um incômodo.Kenny percebendo a calma do menor começou a mexer seu dedo, depois foi logo colocado outro, foi aí que Butters se sentiu desconfortável ,a dor começou a aparecer, o maior percebeu isso e tentou destrair-lo masturbando para vê se ele esquecia a dor.Fazendo movimentos de tesoura Kenny tentava alarga o orifício virgem de Butters. Quando acho que ele já estava pronto disse.

_Butters... Eu não aguento mais...Eu só preciso agora sabe se você quer. -  Butters arregalou os olhos nunca pensou que o maior iria  perguntar isso pra si. Um pouco tímido Butters colocou as mãos no peitoral de Kenny e respondeu.

_Eu quero...Eu realmente quero fazer isso com você Kenny. - ele não sabia o poder que essas palavras tinham sobre o maior . Kenny precisava ouvi aquilo, então rapidamente tirou sua box ,sendo devorado com olhos de Butters, que não desviava o olhar de qualquer movimento do namorado. Kenny então se posicionou entre as  pernas de Butters e falou.

_Relaxe. Se doer muito me avise que eu paro.-  depois de fala isso,Kenny entrou de uma maneira devagar pra não machucar muito o menor ,e quando estava todo dentro acabou deixado um gemido rouco escapar,a entrada de Butters era mais apertada do que senti ,queria muito foder logo aquela entradinha,mas quando mirrou o olhar para ele se sentiu culpado, Butters estava chorando por causa da dor."Cara como eu sou idiota!Ele está chorando! Droga !Eu não quero machuca-lo" pensou. Kenny então tentou sair de Butters, não queria MESMO sair dele ,mas tinha que (infelizmente) pensar com a cabeça de cima.Mas quando tentou sair, as pernas de Butters rodearam sua cintura o,impedido  ele de sair.

_Butters... Não precisa ,eu estou... Machucando você...-fala Kenny se corroendo por te dito isso! "Eu não posso machuca-lo ,ele tem de me solta logo!Eu não vou aguentar mais! Eu vou acaba fodendo ele sem pensar nas consequências" pensava Kenny, então Butters falou.

_Na-na-não sair por fa-favor. -ele diz com as lágrimas caído, Kenny beijo elas e depois começou a beijar o pescoço e massagear o membro dele , queria  destrair-lo.Kenny percebeu que ele tinha relaxado mais é começou a se mexer ,Butters rebolava pra te mais contato e quanto mais alto ele gemia ,mais  rápido Kenny estocava ele.

Os dois já estava gemendo juntos e completamente suados,Kenny estocava Butters de uma maneira bruta enquanto abertava a bunda do mesmo. Butters soltavam gemidos e pedia por mais. Kenny gemia rouco no pé do ouvido do seu coelhinho, e falava coisas sujas enquanto estocava ele.

_Você é tão ...AH ! Apertado ,eu poderia foder-lo a noite toda ,seu gostoso. -gemia rouco no ouvido de Butters.

_Kenny...Eu ...mfwn vou ah.-Butters gemia chegava a grita o nome de Kenny como se fosse a única palavra que soubesse de cor e salteado. Os corpos estavam colados e com o suor só corpo completamente nús. (Não tinham ideia de quando as orelhas de coelho saíram da cabeça de Butters, mas na altura do campeonato, Kenny estava pouco se fodendo pra orelhas.) Até que Kenny estocar um lugar ,que faz Butters grita seu nome que o outro lado da rua ouvisse muito bem.

_KENNY! ...Fa-faz de no-no-novo ...foi tão bom. -o menor não tinha noção do que dizia só queria mas.Kenny obedeceu o pedido estocando aquele mesmo lugar, os dois,não  aguentavam mais,estavam em tempo de explodir de tanto prazer.Kenny começou a masturbar o menor no mesmo tempo que estocava sua próstata. Butters não aguentado mais  gozou na mão de Kenny . O maior quando sentiu o aperto em seu membro é também  gozou dentro de Butters.

Kenny caiu do outro lado da cama ofegante olhou para o lado e viu Butters na mesma situação. Pelados, pingado,ofergantes, sorrindo com o quarto cheirando a sexo.

_Isso foi...-Butters começou.

_Perfeito?... É quando transa com Kenneth McCormick ,fosse sempre se sente satisfeito. -dizia exibido para Butters.  

_Eu ia fala que meio rápido. -falou e Kenny o olhou indignado e falou. 

_Ah é mesmo?Então que tau outro raund? - Kenny diz malicioso em cima do pequeno.

_Não! Saí Kenny eu tava brincando. Você me deixou exausto.  -falou bocejando fechado os olhos. Kenny deitou de barriga pra cima ,depois de um tempo sentiu uma cabeça afagar em seu peitoral passou o braço pelo Butters, e caiu no sono com um sorrisinho bobo nos lábios.

 

 


Notas Finais


Então gostaram? Lembre sem de mostra a opinião de vocês sobre o Lemon,ok?Isso me ajuda é muito.
Mas aí quem tá preparado pra MARATONA!? Já ta chegando!
Bjs meus amores 😘💗💗
Lembrem de comentar sobre o Lemon😜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...