História Innocent Fool - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~LuuhSoo

Postado
Categorias NCT Dream
Personagens Jisung, Mark, Personagens Originais
Exibições 118
Palavras 298
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Vai que vaiiiiiiiiii>...>

Capítulo 4 - Por que?


Quando eu e Yeri chegamos lá, havia o Jisung, ele nos falou:

- Yeri, você não pode ficar aqui, por favor saia...

Ela saiu na hora, mas eu não sabia que ia aparecer alguém... Uma amiga de Hera disse que o diretor estava chamando Jisung, então ele saiu. Hera apareceu, me puxou para uma sala escura e me amarrou em uma cadeira com cordas grossas e suas colegas apareceram. E nesse dia era aniversario de uma amiga de Hera, então elas me jogaram ovo, farinha, óleo, corante, leite e varias outras coisas grudentas, e falaram:

- Parabéns Nao, olha o seu bolo de aniversario!

Todos começaram a rir de mim...Quando Yeri chegou gritando:

- Vaza da aqui povo, SUAS MINI MERDAS

E eu quase chorando, disse baixinho:

- Por que?

 Yeri me puxa pra sairmos daquele lugar. Nós fomos direto para minha casa, ela ia dormir lá em casa, então estava tudo bem... Tomei um banho, vesti um short rosinha de pano (bem de ficar em casa), uma blusinha simples e grande branca, e um chinelo, Yeri vestiu alguma coisa parecida, sentamos no sofá, já que meus pais estavam trabalhando e só voltariam à noite, nós duas começamos a ver um dorama bem fofo. Depois de umas 2 horas, nós ficamos com fome, mas (como sempre) não tinha nada pra comer, então eu disse:

- Yeri, vai ali na padaria comprar alguma coisa pra gente

Ela resmungou mas foi. Quando estava sozinha em casa, escuto a campainha tocar, e quem era? Sim, Jisung... Meu coração não acelerou dessa vez... Eu apenas perguntei:

- Por que?

Então ele me responde:

- Não fui eu, eu não tive essa intenção, foram aquelas meninas, acredite em mim, por favor...

Eu apenas..... Eu não....... Meu coração...... Começou a bater mais acelerado.............Até que............

 


Notas Finais


Oq acharam???? bjsssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...