História Innocent Girl? - Taehyung e Jungkook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jungkook, Kook, Taehyung
Exibições 255
Palavras 1.526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Fluffy, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Primeiramente gostaria de agradecer as pessoas que leram, comentaram e favoritaram o capítulo anterior
#VocêFezUmaPandaFeliz
Aqui está o segundo capítulo e espero realmente que gostem <3

Capítulo 2 - Doubts


Fanfic / Fanfiction Innocent Girl? - Taehyung e Jungkook - Capítulo 2 - Doubts

Antes que o sol aparecesse na linha do horizonte, eu já estava de pé, talvez pelo costume de ser acordada tão cedo todo dia no internato, olhei, pela varanda de meu quarto, os campos esverdeados e o céu ainda escuro. Troquei de roupa, coloquei uma calça de couro, uma camisa social e um sobretudo, estava me produzindo tanto para apenas ir cavalgar. Desci as escadas e sai pelos fundos da casa, que dava acesso ao estábulo, não tinha ninguém acordado, selei o meu cavalo e sai da propriedade, eu tinha tantas saudades de fazer aquilo, eu podia me sentir livre, longe de todas as formalidades e obrigações... O dia estava frio, mas conforme os raios de sol iam surgindo o tempo se tornou agradável, mas infelizmente eu tinha que voltar, provavelmente estavam me esperando para o café da manhã, retornei ao estábulo e para minha surpresa o Taehyung estava lá:

- Tae, você por aqui? - falei surpresa e ainda em cima do cavalo.

- Eu sabia que você estaria aqui, eu não consegui dormir direito por causa do fuso horário... - ele falou com uma voz cansada  - Quer ajuda para descer do cavalo?

- Não, obrigada... - tentei descer, mas senti um pouco de dificuldade em relação à altura e me rendi pedindo a sua ajuda - Na verdade... eu quero a sua ajuda, primo. - ele riu ironicamente, logo após pegou em minha cintura e me ajudou a descer, ele continuou segurando a minha cintura e ficou um clima estranho entre a gente, mas eu falei:

- Obrigada Kim Taehyung - ele tirou as suas mãos, parei um pouco para pensar e perguntei a ele - Por que você não usa o nosso sobrenome Dashwood?

- Eu não quero nada que venha do meu pai... e também não é um nome muito aceitável lá na Coréia do Sul - falou revirando os olhos

- Então tá, senhor revoltado, vamos entrar devem estar nos esperando... - saímos do estábulo e entramos em casa, cada um foi para um lado da casa. Quando estava entrando em meu quarto escuto a voz da minha mãe e vejo ela vindo em minha direção:

- Pensou que eu não fosse perceber que você saiu? Filha, quantas vezes eu já disse para não sair de manhã, se algo acontecer?

- Mas mãe...

- Vai tomar um banho, troque essas roupas e desça para o café.

- Ok, mãe...

[...]

Me sentei à mesa, ao lado do Jungkook, apenas ouvia os adultos falando o que estava sendo extremamente entediante, negócios, compromissos, reuniões, jantares, será que eles não podiam agir como pessoas normais? Me retirei da sala e quando subi um degrau alguém me puxou pelo braço:

- Jungkook? - falei com a expressão assustada.

- Desculpa, não queria te assustar... lá dentro estava muito chato mesmo - ele riu docemente - às vezes me sinto meio perdido aqui dentro, poderia me apresentar toda a casa? - pensei um pouco e concordei.

- Claro, eu não ia fazer nada mesmo.

Apresentei cada cômodo da casa a ele, passamos a manhã e a metade da tarde fazendo isto, acabava por contar histórias engraçadas que me aconteceram nesta casa e o Kook falava um pouco de sua vida lá em Seul, chegamos ao último cômodo da casa, a biblioteca, meu favorito também, estava ansiosa para mostrar-lhe meu livro favorito, procurei por todo lugar, mas não achava, até ver a capa dele numa prateleira de cima, subi na escada e peguei o livro. Me virei para Jungkook que no momento olhava fixamente para mim, mordia seu lábio inferior, de uma forma extremamente sexy, mas se recompôs logo em seguida... Saímos do cômodo e ele agradeceu:

- Obrigado, _____, desculpa por ter tomado seu tempo... agora eu vou para meu quarto, nos vemos na hora do jantar.

- Espera, eu vou com você - ele fez uma expressão surpresa - eu vou passar no quarto de Elizabeth - logo em seguida desfez a expressão.

Bati na porta do quarto dela, que foi aberta quase imediatamente por ela, Elizabeth passou a mão no rosto secando uma lágrima que escorria e forçando um sorriso no rosto:

- Eliza, o que está acontecendo? - indaguei preocupada

- Não é nada... - falou tentando mudar de assunto

- Sabe que pode confiar em mim, você sempre me contou tudo, me diz, por favor. - falei entrando no quarto e sentando ao seu lado na cama.

- É o Jin, meu noivo, meu ex-noivo... - voltou a chorar e tentou falar - nós brigamos antes de vir para cá, brigamos sério mesmo... agora ele veio falar comigo - pegou o celular e mostrou as conversas

- Mas porque você não responde?

- Acho que você não entende, priminha, é mais complicado do que eu posso falar...

- Mas você ainda gosta dele?

- Eu amo ele, mas ele me magoou demais, eu tenho que esquecer ele - voltou a chorar, eu nunca vi ela assim...

- Eliza, não fica assim, depois do jantar eu venho aqui para seu quarto e vamos assistir filmes e conversar muito, a noite toda, como fazíamos antigamente, ok?

[...]

Apareci às 21:30 no quarto dela, com uma pilha de filmes, comédias românticas, chocolate e tudo mais. Nos divertimos muito, ela me contou todos os motivos da briga dela com o Jin, contei as poucas novidades que eu tinha, ela penteou meus cabelos, como fazia, era a minha irmã mais velha que eu não tinha. Não é que eu tivesse mais irmãos, tinha o Jimin, ele é mais velho e  faz faculdade  em Londres, por isso raramente o via, mais uma vez eu lembrava o quanto eu era sozinha... Acordei de madrugada, quase duas horas da manhã, Eliza dormia e a televisão estava ligada, desliguei a TV e sai do quarto dela, mas antes passei na cozinha, para um típico lanche da madrugada.

Me sentei à copa e quando estava prestes a comer a primeira garfada do último pedaço do bolo de chocolate ouvi uma espécie de tosse forçada, querendo chamar a minha atenção:

- Estou começando a pensar que você está me seguindo, Tae. - ri e comi um pedaço do bolo.

- Parece que velhos hábitos não mudam mesmo - ele falou isso e se sentou ao meu lado - o clássico lanche da madrugada - falou apontando para o pedaço de bolo - só isso? costumávamos assaltar a geladeira e abrir pacotes de salgadinhos.

- Deve ter leite na geladeira, vou pegar. - Mas antes de me levantar eu o ameacei com o garfo, dizendo: não ouse encostar em um pedaço do bolo antes de mim.

- Okay - falou rindo e quando voltei com dois copos de leite ele estava atacando o pedaço do bolo

- Kim Taehyung! larga este garfo agora - gritei e me sentei na cadeira ao seu lado

- Sabia que você fica linda quando está brava? e com essa camisola, fica mais ainda - eu fiquei corada e sem reação, olhei para a minha camisola rosa claro de seda, mas voltei a olhar para ele com raiva.

- Não tenta mudar de assunto - peguei o talher de sua mão e comi mais um pedaço de bolo, estava rindo de mim mesma.

- Espera... - falou em um tom sério

- O quê?

- Sua boca está suja de chocolate

Ele passou o dedo polegar no canto de minha boca, depois trouxe meu rosto para mais perto dele, colou nossos lábios, não sei o que se passou por minha cabeça e acabei retribuindo seu beijo, seu toque tão suave, porém invasivo me fez parar subitamente e voltei a encara-lo:

- Não podemos fazer isso Tae...

- Mas nós já fizemos isso...

- Está falando daquele beijo? - um flashback veio em minha cabeça - Nós éramos crianças, ainda se lembra disto?

- E você não se lembra? não éramos tão crianças assim, tenho certeza que você gostou...

- Me poupe, Taehyung - me  levantei coloquei meu copo na pia e sai da cozinha - Vai dormir - olhei para o seu rosto mais uma vez e vi o seu sorriso no canto da boca.

Subi as escadas correndo e me tranquei no meu quarto, me lembrava daquele primeiro beijo que demos, o meu primeiro beijo...

​FLASHBACK ON

​Tínhamos apostado uma corrida até o lago, é claro que ele ganhou e ainda ficou me esperando no local, parado, rindo de mim, acabei não parando e esbarrei nele, caímos no chão, eu caí por cima dele, mas ele trocou nossas posições e continuamos a rir, de repente paramos e ele se aproximou de mim, me beijou de uma maneira delicada, não posso mentir, foi especial... Depois que ele foi embora da Inglaterra, retornei ao local e coloquei as nossas iniciais numa árvore, foi assim que eu passei um mês apaixonada pelo meu primo.

FLASHBACK OFF

​Me lembrei de como eu fui tola, naquela época tinha sido só um beijo, mas e agora? Eu estava confusa, ele tinha esse poder sobre mim... Esse beijo do Tae, a forma sexy que o Kook estava me olhando​. O que estava acontecendo comigo?


Notas Finais


obrigada por ler a fanfic
fique ligado(a), na continuação
- xoxo, pandafunny <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...