História Innocent Girl. {Kim Seokjin e Jeon Jungkook}. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Fluffy, Jungsook, Sookjin, Sugahopemoon, Taemin, Vmin, Yoonseoknam
Exibições 29
Palavras 1.590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


SAAAAALLLVIII DESGRAÇA!!!!!!!

CAP NOVO, E HOJE TEM INTERAÇÃO DE VOCÊS NELE.

VEJAM AS NOTAS FINAIS.

P.S: Desculpa a capa ruim, to sem tempo. E desculpa a demora.

Capítulo 4 - ☆ New Experiences for the Little Girl ☆


Fanfic / Fanfiction Innocent Girl. {Kim Seokjin e Jeon Jungkook}. - Capítulo 4 - ☆ New Experiences for the Little Girl ☆

- Você quer ter seu primeiro beijo comigo? - perguntou normalmente.

- Bom é, eu não sei bem, quando eu estou perto de você sinto coisas estranhas, mas quando eu estou perto do Jinnie eu sinto também a mesma coisa. -falou meio confusa.

- Esqueça um pouco o Jin. Se você diz que sente algo por mim é porque também pode querer isso. Só me diga se quer ou não. - falou próximo a ela.

- Dizer o que? - falou confusa e um pouco corada.

- Você quer dar seu primeiro beijo comigo Sook?




~ Capítulo 4 - ☆ New Experiences for the Little Girl ☆ ~





- Eu quero uma resposta. Quer dar seu primeiro beijo comigo ou não? - Jungkook perguntou mais uma vez.

Seokjin observava tudo calado na brecha da cozinha com os olhos marejados. Se ela respondesse que sim, ele perderia o amor da sua vida para o ser de cabelos pretos chamado Jeon Jungkook.

Ele não queria impedir por simples egoísmo de si mesmo, mas precisava. Não iria desistir de quem ama assim facilmente.

Seu coração doía à cada segundo que se passava, já sentia que poderia estar perdendo ela para o "amigo". Seria torturante ver ela beijando outro que não seja ele.

Pediu aos céus que não deixasse isso acontecer. Fez um milhão de preces pra o além pedindo para que não permitisse esse tipo de coisa, não queria ficar magoado.

- Eu... - felizmente para Seokjin e infelizmente para Jungkook, a governanta apareceu com sacolas de supermercado.

- Crianças, me ajudem aqui por favor. - pediu com dificuldade.

-Noona, você voltou do supermercado! - apareceu Seokjin para ajudar a mulher.

- Pois é, vamos levar isso para cozinha agora. E Jin, eu quero falar com você depois. - falou indo para a cozinha acompanhada dos adolecentes.

- Omo Unnie! Você comprou o chocolate que eu gosto! Obrigada! - abraçou a mais velha.

- Como a minha dongsaeng gosta muito de M & M's , eu resolvi comprar pra ela. Um docinho as vezes não faz mal não é mesmo? E eu comprei Hershey's chocolate branco com Cookies para o Kook e um Toblerone clássico para o Jin. - entregou os doces.

- Muito obrigada Noona. Eu vou no quarto guardar. - Jungkook saiu correndo da cozinha.

- Sook querida, você não se importaria ir no seu quarto agora? Eu queria conversar com o Jin um pouco, certo? - perguntou a mais velha para a menina.

- Não, tudo bem. Tchau Unnie, tchau Jinnie. - beijou a bochecha direita do garoto e saiu do cômodo.

- Sobre quer falar Noona. - fechou a porta.

- Sobre ela. Você está sofrendo demais por ela Jin, essa paixão platônica não está te fazendo bem. - disse sincera.

- E o que eu posso fazer? Eu não consigo simplesmente esquecer ela Noona. - falou frustado.

- Olha, eu vi tudo o que aconteceu. Eu vi você chorando pelo vão da porta da cozinha. Eu precisava fazer algo urgente, e então entrei. Eu só quero dizer que você precisa se declarar para ela logo Jin, ou pode perde-la. Seja sensato. - afagou os cabelos castanhos do garoto e saiu.

Começou a se lamentar por não ter pensado nisso antes. Era algo tão simples e fácil de se fazer, mas não fez.

Se sentiu burro.









[. . .]







- Agora vou arrumar aqu... ah, s-senhor Choi, me desculpe. Eu não sabia que já tinha voltado. - fez uma breve reverência.

- Não precisa se desculpar Nayeon e não me chame de senhor só Seoung. - sorriu simpático.

- Me desculp... éer, eu acho que eu vou indo sabe. - virou de costas.

- Espera, eu preciso tirar uma duvida. - segurou o pulso da mulher que suspirou numa forma de pedir "Não faz assim com meu coração Seoung".

- Tudo bem, pode perguntar. - tentou manter a pose de governanta.

- Será que eu estou muito velho para amar? - perguntou normalmente.

- Não, você não está velho para amar, só tem 35 anos. Não porque não tem alguém há algum tempo que você está velho para amar. Eu tenho 27 e só namorei uma vez na vida, mas por que está perguntando isso? Está apaixonado por alguém? - perguntou com o coração doendo.

- Eu estou, mas eu tenho mais uma duvida. É errado se apaixonar por uma empregada? - perguntou para a mulher.

- Não, mas se for recíproco é bem melhor. - respondeu e ele se aproximou um pouco da jovem mulher.

- É recíproco Nayeon? - a mulher engoliu seco.

- C-como assim? N-não estou e-entendendo. - o mais velho levou sua boca ao ouvido da jovem.

- Você me ama como eu te amo Nayeon?







[. . .]







~ 4 Dias Depois... ~


》01 de Agosto.《



- Sook, você já está pronta minha filha?! - gritou para a menina que estava no quarto.

- Espera Appa, já estou descendo! - gritou em resposta.

- Você parece nervoso, fique calmo amor, sua filha ainda está esta se arrumando. - ajeitou a gravata do namorado.

- Eu sei, mas é a primeira vez que ela está indo para a escola Nayeon. E eu tenho uma pergunta, quando eu vou poder falar pra minha filha que eu estou nanorando você. - a jovem suspirou.

- Seoung, sabe que eu não tenho certeza se ela realmente deve saber sobre isso. Ela vai reagir de modo ruim. - falou triste.

- Naeyeon, amor, ela tem que entender que a mãe dela não está mais aqui e outra vai ficar no lugar dela, e essa outra é você. Ela te ama, e eu acho que ela pode reagir muito bem. - selou a boca da jovem.

- Certo, no jantar de hoje a noite vamos contar para ela. - sorriu e beijou o outro rapidamente.

- Appa, eu estou bonita? - correu descendo as escadas do apartamento flex.

- Está a estudante mais linda que eu já vi filha! - ela sorriu de volta.

- Oh, como essa mocinha está linda, vai arrasar os corações dos meninos da escola. - piscou para ela.

- Eu não quero arrasar o coração de ninguém, eu gosto do Jinnie e do Kookie. - sincera como um criança.

- Entendi, mas de que modo você gosta deles? - perguntou o pai.

- Eu gosto deles de uma forma estranha, quando eles me abraçam ou me dão beijinhos no rosto, sinto meu coração palpitar bem rápido como se fosse fugir do meu peito. - levou as duas mãos ao coração.

- Isso é amor Sook, você ama eles dois. - esclareceu Nayeon.

- Ah, entendi, mas eu não deveria ir para escola agora? - perguntou sorrindo.

- Vamos levar você garotinha. - tocou a ponta do nariz da menor com o indicador.









[. . .]







- Jinnie! Você vem para escola também?! - perguntou animada.

- Sim princesa, eu venho à escola sim! - a menor o abraçou.

- Onde está o Kookie? Ele não estuda aqui? - perguntou sem sair do abraço do castanho.

- Sim, mas antes eu tenho que te mostrar meus amigos. Esse aqui é o Hoseok, esse é o Namjoon e esse estranho aqui é o Taehyung. - apontou um por um.

- Então essa é a famosa Sook, a famosa sua Crush? - Taehyung falou e tomou uma cotovelada no braço por Namjoon.

- Jinnie, o que é 'cruansh'? - perguntou com dificuldade.

- Não é nada Sook, não é nada. - disse tentando fazer ela esquecer.

- Você é uma fofa Sook, Jin disse que você era fofa, mas não pensei que era tanto assim. - Hoseok apertou as bochchas de leve da menina.

- Amor, pare com isso, ela deve sentir dor, como eu. - era um fato o que Namjoon falou, ele sempre apertava as bochechas  com covinhas do mais alto.

- Okay, eu parei. Bom, nós vamos indo já que vamos ver uns livros na biblioteca. Tchau Jin, tchau Sook. - piscou para o outro e foi embora com os amigos.

- Eles são legais Jinnie, agora eu sou amiga deles também? -  perguntou normalmente.

- É claro que é amiga deles também. Agora vamos para aula mocinha. - pegou em sua mão.

Os corações palpitaram.










[. . .]







- Sook, eu preciso falar com você. - a chamou para um lugar reservado.

Agora era o momento, Jin iria se declarar para o amor da sua vida. Estava totalmente preparado e totalmente hesitante para aquilo.

Se Sook não o correspondesse?

Se Sook não entendesse esse amor?

Se Sook simplesmente deixasse de ficar perto dele?

Eram muitas as perguntas que rondavam a mente do garoto de cabelos acastanhados.

- Claro Jinnie, pode falar. - sorriu de forma fofa.

Oh My God!

- Sook, e-eu... eu... eu gosto de você. Eu sei que você deve não gostar de mim, mas eu sei que... - a menor tampou a boca do outro com as mãozinhas fazendo com o maior se calasse.

- Jinnie, não se preocupe, eu também gosto de você. - sorriu para ele.

- Gosta?! - perguntou desacreditado.

- Sim. - respondeu o outro sorriu.

Ele começou a aproximar o rosto dele com o da menina. Ele estava hipnotizado pelos os castanhos da menina, e estava se aproximando mais.

Os rostos já estavam perto um do outro, as respirações já se misturavam entre eles, os olhos da menina só se fecharam esperando o seu Jinnie.

E o então aconteceu...







》LEIA AS NOTAS FINAIS!! PLESE!! 《


Notas Finais


Agora é decisão de vocês.

O Jin beija ela ou não?

Quero comentários com #NãoJin ou #BeijaElaMermo.

Espero que tenham gostado.

Dêem muito amor pra fic e pra mim.

BJJUS DE KIT KAT. 💋💜💋💜💋💜.

Recado Do Dia: Só vai nas hashtags, só vai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...