História Innocent Soul - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Suho
Tags Angst, Deathfic, Drama, Exo, Suchen
Visualizações 20
Palavras 263
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Slash, Violência
Avisos: Homossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Levianos


O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

1 Coríntios 13:4

*

E o carinho que Jongdae nutria, aos poucos se tornara em algo mais, ver o outro tão solicito ao falar de suas paixões despertou em si a vontade de acompanha-lo em cada sorriso, mas ele lhe virou o rosto e lhe negou três vezes antes de deixa-lo selar seus lábios; enfim a certeza do amor para um e do pecado para outro. Jongdae sorriu pela aceitação do outro, acreditou que a liberdade para amar o deixaria faze-lo feliz, pois se existia uma força maior, ela com certeza não condenaria o amor. Como negar que o amava? Como negar que era retribuído na mesma intensidade? Acreditou enfim estar feliz mesmo que dentro de si a certeza que o outro não havia superado gritava mais alto. Se tivesse estado sempre ao seu lado, se tivesse o dado a certeza de que talvez os outros estivessem errados, se... não era o suficiente.

 O amor é justo e bondoso, repetia para si mesmo antes de chegar em casa... o amor nunca será leviano; uma vida também não era leviana, mas Junmyeon acreditou que a condenação era a remissão por seus pecados. O sangue que tingia os azulejos do banheiro eram de um tom sombrio, a carta da mãe que o abandonava em todos os sentidos estava manchada. Jongdae estava ferido e a pouca fé que o outro o ensinara a ter de nada mais valia, de nada valiam as palavras do padre também.


Notas Finais


Eu decidi finalizar de vez, isso aqui é algo que eu não postaria, já estava pronto há um tempinho... não foi algo serio, mas sim algo que veio no momento. Postarei os capítulos que faltam para o fim,preciso focar nos projetos que já tenho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...