História Inocência - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Personagens Originais
Tags Daddykink, Femboy, Narusasu, Romance, Violencia
Visualizações 173
Palavras 2.516
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, crianças, boa leitura.

Socorro, estou sem ideias para títulos, me perdoem kkkk

Capítulo 2 - Entrando na rotina... talvez não


Fanfic / Fanfiction Inocência - Capítulo 2 - Entrando na rotina... talvez não

Se levantou da cama calçando imediatamente as suas sandálias, odiava andar descalço, olhou em direção a cama e viu que a sua mulher ainda se encontrava dormindo, suspirou passando a mão pelos fios loiros em sinal de nervosismo, odiava quando os flash's do dia anterior passavam pela sua cabeça, deveria esquecer tudo aquilo de uma vez e seguir com o seu plano, mas ser babá já era foda, ainda mais de um garoto que se vestia de garota, era muito para a sua cabeça. Se levantou e foi fazer a sua higiene matinal.

Após termina-lá seguiu até a sala de jantar, estava com bastante fome, o Boruto já se encontrava lá, ele comia e mexia no seu celular, era um caso perdido esses eletrônicos nas mãos de adolescente, quando começavam não queriam mais parar. O loiro se sentou na ponta da mesa onde costumava sentar sempre e pôs-se a comer assim que uma de suas empregadas o serviu.

- Solta esse celular e vai comer, Boruto. - Repreendeu levando o seu garfo até a boca e olhando o seu menino de soslaio.

- Já vai. - Respondeu enjoado sem tirar os olhos do aparelho uma vez sequer.

- Por que acordou tão cedo? - Indagou não muito curioso sentindo o seu celular tocar em seu bolso e o pegando.

- Tenho aula hoje. - Falou baixinho dando de ombros já que sabia que o pai não tinha ouvido, o mesmo já estava com o telefone no ouvido.

- Sim? - Disse ao aceitar a ligação de quem quer que fosse, era o seu segundo celular de trabalho, ele tinha três.

- O meu filho tem aula hoje, sabia?! Você tem que vir busca-lo. - Respondeu a voz grave do outro lado da linha, o loiro gelou, como pôde esquecer que sendo babá do moreno incluía ser o motorista particular do mesmo?! 

Se levantou nas carreiras pegando o seu blazer e seguindo para fora da casa. - Mantega o Kakashi te levar pra escola, Boruto. - Disse antes de deixar o estabelecimento e entrar em uma limousine preta, dessa vez com outro motorista.

- - -

Chegou na casa dos Uchihas, estava plantado em frente a porta do quarto do Sasuke, o peque estava demorando demais, o que ele poderia está fazendo?! Iria se atrasar se demorasse mais um pouco. O loiro estava entediado, odiava esperar, porém não esboçava isso. Súbito o Fugaku saiu de um dos quarto sorrindo para o Uzumaki e se aproximando do mesmo estendendo-lhe um caderno.

- Aqui está o horário do Sasuke, está tudo o que ele faz na semana e o que ele fará esse mês de "diferente", se possível eu gostaria que você dormisse aqui hoje, o meu filho mais velho vai passar a noite na casa da namorada e eu precisarei viajar, passarei três dias fora e não quero que o Sasuke se sinta só. - Pediu olhando o seu relógio de pulso.

- Sim, senhor, ficarei com o Sasuke esse dias que o senhor estiver fora. - Concordou com a sua típica cara de desinteresse, o fato era que estava bastante interessado, seria a sua chance, porém não poderia demonstrar.

- Ótimo, muito obrigado. - Pousou a sua mão no ombro do loiro. - Quando eu voltar de viagem a gente pode sentar e conversar, okay? - Indagou e o outra assentiu com a cabeça. - Então eu já vou indo.

O Uzumaki voltou a sua atenção à porta ouvindo os passos do supostamente mais velho se distanciarem, não pôde deixar de sorrir, era realmente a sua chance, o Itachi fora e o Fugaku também, só lhe restara burlar a segurança, como os empregados e as câmeras, pensaria em um plano, precisaria primeiro contar ao grisalho. O moreno abriu a porta do quarto e o sorrinho no rosto do loiro se desfez fitando o menor de cima a baixo, ele estava trajando o uniforme do colégio, porém, ao contrário do uniforme do seu filho esse era feminino, uma camisa social branca de botão, um suéter sem mangas por cima com o símbolo do colégio e uma saia xadrez de cor vermelha, meias brancas até um palmo acima do joelho e o que mais lhe deixou pasmo foi o... rabo de gatinho junto das orelhinhas e fora o guizo na qual ele estava no dia anterior.

Estava paralisado, como uma criança daquelas já usava uma saia beira útero como aquela? Não conseguia achar uma resposta lógica para que o Fugaku deixasse o seu filho se vestir daquela maneira, balançou a cabeça negativamente e logo sentiu a sua cintura ser agarrada por pequenos bracinhos.

- Bom dia, daddy. (ノ≧∀≦)ノ - Saudou com um sorriso de orelha à orelha no rosto.

- Bom dia o quê? Eu não sou seu pai, me larga. - Disse ligeiramente irritado tentando se desvencilhar do garoto e falhando miseravelmente.

- Nha, mas eu não sei o seu nome, então vai ser daddy mesmo. - Comentou apertando mais forte o maior que revirou os olhos.

Que garoto irritante. - Pensou pegando a sua mochila e levando para o andar de baixo com um pouco de dificuldade já que o pequeno ainda estava agarrado a si. 

Abriu a porta do veículo e colocou o material do menor dentro, só então ele o soltou e pulou no banco de trás puxando o seu celular da mochila e começando a mexer no mesmo "Até as crianças de hoje em dia estão perdidas" Pensou revirando os olhos e fechando a porta para então seguir até o banco do motorista rumando o colégio do moreno.

- - -

A morena acordou por volta das nove e meia da manhã, ela costumava acordar tarde dessa forma, tivera sorte de pegar o marido que tem, pois por mais que a sua vida fosse perigosa ela era boa, luxo, riqueza, tudo que quer na hora que quer, foi a sua sorte, no final ter um filho cedo não foi tão ruim assim.

Ela ainda estava no ensino médio quando aquilo aconteceu, o Naruto namorava a Hinata Hyuuga na época, a sua "arqui-inimiga", só precisou de uma noite. Estava na festa de aniversário do loiro, toda a sala tinha sido convidada, ele estava fazendo dezesseis anos e a sua festa seria uma farra na piscina com os amigos misturado com uma balada, no caso era à noite. Vestiu o seu melhor biquíni, ele era preto com detalhes dourados, fez questão de passar uma maquiagem a prova d'água poderosíssima, não que queria chamar a atenção do Uzumaki, os seus olhos estavam pousados em outra pessoa.

Pôs uma blusa curta com mangas também preta e uma saia justa com pedrinhas douradas na parte da frente da mesma cor e um pouco acima da metade de sua coxa, soltou os seus belos cabelos castanhos e colocou um salto, sem falar nos seus brincos de ouro, estava magnífica.

Os seus eu país deixaram-na na mansão dos Uzumakis e a mesma adentrou a casa, estava um barulho terrível, por sorte eles moravam em um bairro nobre que na a rua era barulhenta, parecia que todos os jovens tinham se encontrado em uma mesma rua, pois quando não estava tendo festa e barulho em uma casa estava tendo na outra, nunca tinham descanso. A morena foi recebida pela Kushina, mãe do loiro na qual a guiou para o jardim da casa.

- Filho! - Chamou já que o garoto estava próximo. - Venha falar com a sua amiga. - Comentou deixando-os lá assim que o menor apareceu.

O Naruto deu um abraço na garota e sorriu pegando o presente que a mesma tinha o dado. - Muito obrigado, Tenten, venha, vamos dançar. - Chamou a levando pela mão.

- De nada... - Foi só o que conseguiu pronunciar antes de sua visão ser preenchida pelo jogo de luz que havia no local.

Estava todo mundo lá... ou pelo menos era o que achava, passou uma vista grossa pelo meio do povo e quando viu a Sakura se esfregando com os seus minúsculos seios no aniversariante ela teve certeza, os Hyuugas não tinham ido. Deu de ombros, não era como se dependesse deles. Se sentou em uma cadeira e pôs-se a tirar as suas roupas ignorando alguns olhares sobre si, sim, era uma moça bonita, não se acha tão confiante para dizer isso em voz alta como a Ino ou a Sakura, mas era.

Foi até a beira da piscina e se sentou olhando a movimentação, era como se aquele barulho todo não estivesse lá, apenas uma música de fundo calma, sorriu, não era muito de sair de casa, mas lá estava ela, em uma festa com os amigos, estava um pouco frio, porém aquilo não impediu os demais de estarem semi-nus pulando em uma piscina com água gelada já que o Naruto era ruim demais para ligar a água morna, estava tão pensativa ultimamente, não queria ser assim tão melancólica.

Já estava decidida a se levantar dali e ir atrás de uma bebida para si quando a mesma veio, olhou surpresa e então levantou o olhar dando de cara com belas orbes azuis, o Uzumaki sorriu lhe estendendo uma taça na qual continha um líquido rosa, pegou de bom grado virando o conteúdo de vez e retribuindo o sorriso ao loiro no final.

- Você é louca por acaso? - Perguntou em um tom de brincadeira bebendo devagar a sua bebida.

- Digamos que sim. - Riu. - Tomar devagar não tem graça, a gente tem que ficar bêbado, se divertir um pouco. - Disse chutando um pouco a água da piscina.

- Você quer diversão...? - Questionou com um sorriso travesso em seus lábios. - Posso te dar isso.

A garota olhou para trás e viu que a Sakura já se entretia com outra coisa, ela estava conversando animadamente com a Ino que olhava para o Naruto de soslaio de vez em quando e sorria discretamente, engoliu seco, aquilo talvez tivesse sido armado, não sabia ao certo, mas resolveu entrar no jogo do loirinho, sorriu sugestiva passando o seu dedo pela borda da taça.

- Talvez... - Provocou pulando na piscina e puxando o Uzumaki consigo. - Você pode me divertir hoje? - Perguntou com uma voz mais fina do que a habitual e um boquinha se formando em sua boca o que deixou o rapaz louco.

- Mas é claro que eu posso. - Retrucou segurando a cintura dela e aproximando os seus corpos.

Sorriu com esse pensamento, indo então tomar banho, depois da pegação na piscina eles foram para um quarto de hóspede onde podia molhar e "aproveitaram a noite", com dois meses depois a morena ficou sabendo de sua gravidez, ela não queria, mas teve que dizer aos pais do garoto, o que no final das contas foi ótimo, pois com isso o Naruto terminou com a Hinata e assim que ambos completaram dezoito anos eles se casaram, mesmo morando juntos desde quando o Boruto nasceu, é que na realidade o loiro passou a amar a morena e ela a ele, por mais que ainda sentisse que o seu coração era de outro.

Terminou de tomar o seu banho e seguiu até o hospital principal da cidade, ela era geral por mais que não precisasse trabalhar para se sustentar, ela gostava do que fazia, gostava ainda mais do que via toda manhã. Seguiu até ainda sala desejada e deu leves batidas na porta, já que ainda não tinha começado o seu turno não teria problema em ficar perambulando por aí.

Sentiu o seu pulso ser puxado e entrou por completo no local, sorriu maliciosamente pousando as suas mãos no peitoral musculoso e sentindo o seu pescoço ser cheirado.

- Como está o meu médico favorito? - Perguntou com a sua típica voz manhosa.

- Estou melhor agora e você, doutora? - Retrucou descendo a sua mão até a bunda da mesma e a apertando trazendo-a contra o seu corpo.

- Vou ficar melhor. - Disse levando as suas mãos até o cós da calça do rapaz e fitando os seus belos olhos perolados com luxúria e mordendo o seu lábio inferior.

- - - 

Estacionou o carro e desceu abrindo a porta para o menor que ainda não tinha tirado o sorriso do rosto nem os seus olhos do eletrônico em suas mãos, ele desceu e o loiro pegou a sua mochila lhe entrega do e fechando a porta do veículo.

- Aqui está. - Falou estendendo o objeto ao pequeno que lhe olhou com um biquinha nos lábios.

- Você não vai entrar comigo? (╥﹏╥)  - Perguntou com uma voz de choro o que fez o maior se derreter mantendo a sua pose séria.

- Não, eu sou sua babá da porta do colégio para fora. - Retrucou secamente colocando a mochila nas costas do moreno.

- Buuh, mas eu quelo que voxê vá comigo, daddy. (╥﹏╥) - Continuou limpando a sua lágrima inexistente em seu rostinho pálido. 

O Uzumaki bufou irritado olhando o seu relógio de pulso, não tinha nada para fazer mesmo, o Kakashi que faria, deu de ombros. - Tá bom, mas que horas você larga? - Indagou já que não sabia o horário do fundamental.

- Really? Σ(O_O) - Arregalou os olhos para o loiro. - Kyaaah, daddy, obrigado. o(≧▽≦)o  - Agradeceu agarrando a cintura do mais velho novamente, o Naruto odiava muito contato físico.

O Sasuke depois de cinco minutos, quando ouviu o sinal tocar indicando o começo das aulas largou o rapaz,porém o puxando pata dentro pela mão. Não demorou muito, por mais que tivessem muitos adolescente transitando pelos corredores eles finalmente chegaram no local, o Naruto ficou surpreso ao ver de que sala se tratava, era a mesma do Boruto. Franziu o cenho fitando o moreno todo animado.

- Bom dia, professor Iruka, será que eu posso entrar? - Perguntou se curvando, já o Naruto estava boiando em sangue, maldita hora que foi olhar o Uchiha de cima a baixo, tapava o seu rosto com as duas mãos para o sangue não escorrer, o que foi em vão.

E-Ele tá de calcinha?!?!?!?! - Pensou sentindo mais um pouco de sangue jorrar.

- Claro, Sasuke. - Sorriu.

O menor se virou para o Uzumaki para lhe dizer que eles podiam entrar e se assustou com a situação do mesmo, o olhou com os seus belos olhinhos negros arregalados e pulou em seu tronco entrelaçando as suas pernas envolta do mesmo e mais uma vez o volume mesmo que pequeno pôs-se ser sentido.

- O que houve, daddy? - Perguntou visivelmente preocupado.

- N-Nada, eu só estou um pouco mal, não precisa se preocupar. - Respondeu sem graça limpando o sangue com um paninho que sempre levava por precaução.

Foi com o garoto até a cadeira que o mesmo sentava sendo indicada por ele ainda em seus braços, aquele garoto ou era definitivamente muito inocente, ou muito provocativo, fala sério, o Naruto nunca tinha agido daquela forma com um garoto, por quê só agora? E ainda mais um garoto como aquele.

Olhou para o lado não encontrando o seu filho, deu de ombros, uma hora ele chegaria lá, mas teria que ter cuidado para não estragar o disfarce, pegou o seu celular do bolso vendo que o Uchiha prestava atenção na aula e mandou uma mensagem para o grisalho.

"Vou dormir hoje com o pirralho, talvez as outras duas noites também, essa é a nossa hora de agir."


Notas Finais


Gente, nessa fic não existe a matemática, okaay? Kkk tipo, o Naruto tem 31 anos, certo, a Tenten tinha 15 quando engravidou e o Boruto tem 15, o seja ela tem 30/31, também, certo. Mas eu não quero o Minato e a Kushina velhos, então eles terão uns 45, por aí, okaay?

Obrigada por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...