História Insane - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 22
Palavras 1.558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteii

E parabén pro meu mozao supremo que parace um bolinho

Capítulo 12 - Mirror


Fanfic / Fanfiction Insane - Capítulo 12 - Mirror

Acordei cedo, fui tomar banho e coloquei um moletom, uma calça jeans preta e um all star. Nenhum dos meninos tinham acordado ainda entao deixei um bilhete em cima da mesa da cozinha.

Lunatic era longe de onde estavamos, a adrenalina de quando viemos era tanta que eu nem tinha percebido, cheguei la e estava estranho, o lugar estava quieto como se estivesse abandonado, a grande porta de metal que ficanos fundos não existia mais, era como se alguém tivesse arrombado. Fui caminhando lentamente até a entrada cautelosamente adentrei o local e eu estava certa, o hospicio do qual eu fugi alguns meses atrás estava completamente vazio deixando apenas o cenario de um filme de terror, o mais estranho é que ele parecia abandonado há mais de décadas.

Andei pelo lugar desviando de objetos quebrados e portas caidas pelos corredores imensos, o vento gelado que soprava pelas janelas agora quebrada me arrepiavam, subi até o andar tão conhecido por mim -sim naquele momento eu tinha esquecido o que vim procurar- e voltei a olhar a floresta pela grande janela de meu antigo corredor, e então voltei a procurar a porta mas não deixando de observar cada detalhe daquele lugar que agora está abandonado.

Depois de um tempo caminhando finalmente achei, era uma simples porta de madeira que se destacava ali, ja que todas as outras são de metal e então destranquei e entrei, logo fechando a porta novamente. Era como se fosse um escritório, espaçoso o suficiente para caber varios livro e um espelho aleatório, passei meus dedos pelos livro até ver um que me chamou atenção.

- família Park? - falei pegando o livro
Abri o mesmo e começei a ler, ele era completamente escrito a mão,mas por ser antigo estava um pouco desgastado.

- os Park são de uma linhagem pura de lycans, por causa disso sua foça é muito maior do que os que são transformados..... lycan? Por que esse povo tem que dar nome chique pra tudo, lobisomem ja ta bom.

Fiquei lendo o livro até ver um nome conhecido por mim.

" No dia 13/10/1895 nasceu a última criança dessa alcatéia, esse menino foi a causa da morte dos lobisomens de seu clã com exceção de sua mãe, Park Jiyeon. Jimin era híbrido de vampiro, um vampiro puro do clã Jeon, por isso os mestres resolveram matar a criança, mas com a chegada dos vampiros terminou em uma noite sangrenta. Mas anos depois Jiyeon deu a luz a outro menino, mas este não ganhou o nome dos Park, o nome dele era Jeon...Jeon Jungkook"
 Li o resto do livro e o deixei de lado, eu provavelmente iria passar muito tempo aqui.

Continuei vendo os livros, estava tentando procurar algo sobre minha família, achei de várias outra que por sinal eram muito familiares pra mim, se eu não me engando parecia dos amigos de meu irmão. Então eu vi o grande livro escrito família Kim e começei a folhar as páginas.

" Os Kim é o clã com a maior variedade de seres sobrenaturais, isso faz deles uma quantidade muito grande, mas a grande parte não tem nenhum tipo de involvimento com o sobrenatural, poucos são puros e a menor quantidade é híbrido. Isso faz com que os híbridos sejam mais forte que os demais.

O clã era temido em quase todo o país por dua diversidade e força, mas começaram a morrer misteriosamente, devido a isso todo o mundo sobrenatural foi ficando escondido restando apenas o medo que as pessoas tinham de nós, que agora não passamos de lendas.
 
O livro dos Kim é o último que escrevo pois conta a parte mais importante de nossa história e mostra nossa árvore genealogica. "

Larguei o livro e me levantei, era muita informação em um dia só. Fui em direção ao espelho, meu olhos tinham mudado de cor como os de Tae, só que eles não eram vermelho, eram roxo, acredito que eu não seja a mesma coisa que Tae.

O espelho começou a tremer como se eu estivesse no meio de um terremoto, entao eu segurei o objeto e nesse momento eu ja não estava mais no mesmo lugar, era uma cidade pequena e antiga, muito antiga. Ouvi a conversa de duas mulheres, elas estavam com medo, estavamos em 1917. O que caralho eu to fazendo a 100 anos atras. E derrepende era noite e aquele vila pacifica virou o inferno.

Vi Taehyung correndo, ele estava todo machucado e sujo de sangue, o segui, ele foi correndo para uma mansão mas ela estava tomada pelas chamas, Tae caiu de joelhos e começou a chorar, eu olhei novamente pra casa e vi um homem saindo com uma pessoa nos braços, ele foi correndo em sua direção e a pegou em seu colo voltando a chorer. Me aproximei dos dois e me surpreendi, aquela pessoa era eu, tinha um corte em minha barriga o que me fez ter a certeza de que o que eu estava vendo não era uma ilusão pois eu tenho a cicatriz em minha barriga.

Tae me abraçou forte, mas eu ainda não tinha morrido, abri os olhos lentamente e eles eram azuis cintilantes.

Th- eu não vou te deixar morrer s/n, não vou - disse chorando

- não chore, eu não vou a lugar algum

Taehyung fez um corte em seu pulso logo colocando em minha boca e então eu apaguei.

Voltei pra onde eu estava e fiquei encarando o espelho, eu descobri coisas sobre mim que eu nunca imaginaria, caralho eu tenho 119 anos.

Escutei vozes e entao sai da sala, tranquei a mesma e coloquei a chave em meu pescoço novamente. Segui as vozes e vi cinco meninos ali, todos lindo por sinal.

- quem são voces - perguntei pra eles

Xx- quem é voce? - pergunto o moreno

- perguntei primeiro - falei fria

Xx- Jeon Jungkook, prazer - disse estendendo a mão

* ai puta que pariu, meu cú como assim*

- oi - apertei sua mão

Jk- e você?

- o que?

Jk- qual seu nome? - encarei os outro e vi um de cabelos roxos, ele me encarava e então eu percebi que era o cara que me tirou da casa em chamas

- Yin, meu nome é Yin

Jk- esses são Yoongi ou suga, Hoseok ou hobi, Jin e Namjoon

- oi

Nj- o que faz por aqui, Yin?

- por que quer saber

Nj- não é comum ver garotas andando sozinha por lugares abandonados e que dizem ser assombrado

- o sobrenatural me atrai - vi todos eles sorrirem

Nj- é mesmo é - respondi com um leve sorriso

Jk- então vem com a gente

- pra onde

Jk- explorar o local

- eu ainda não vi a ala 03

Jn- o que é a ala 03

- como voces querem explorar um lugar que não sabem sobre

Yg- explorar é isso idiota

- tá, eu vou sozinha - me virei e fui andando

Yg- espera nós

- que parte do sozinha você não entendeu, idiota

Hs- você não tem medo de fantasma não, por que eu tenho

- por que eu teria medo de fantasma

Hs- ué, por que são fantasma - apenas ri de seu comentario mas não parei de andar e eles me seguiram

Estava na porta da ala 03, sem mentira, fiquei até com saudade do Lunatic. Tentei abrir mas elas estavam trancadas, ainda da pra sentir o cheiro do desespero daqueles que vinham pra cá, e os gritos dos medicos que matei aqui em minhas crises de raiva. Bons tempos.

Nj- o que tanto pensa - me olhou desconfiado

- deja vú - respondi simplista e entã dei um chute na porta derrubando a mesma fazendo um barulhão

Começei a andar devagar lembrando de todas as vezes que eu estive aqui.

Jk- olha, uma ficha

Jn- deixa eu ver - pegou a mesma

- de quem?

Jn- Kim S/n, paciente nível 5?

- de extremo perigo, continua

Jn- agressiva e extremamente forte, comsegue manipular qualquer um, matou seu irmão mais velho e varios medicos que a trataram

Jk- eu não gostaria de conhecer ela

*SORRY BAE*

Jn- morte 06.08.17 3:15 AM, causa da morte suicidio

Hs- pelo menos ela morreu

* não conseguiram me achar e então me mataram hahahahaha*

Nj- vamos continuar gente

Jk- hyung por que esta rindo

* o viado lê mente agora*


Nj- por que voces sao tudo cagão

* ele se lembra*

- eu gostaria muito, mas eu tenho que ir

Jk- ta com medo Yin?

- eu vim aqui sozinha e não é a primeira vez, voce acha mesmo que eu to com medo

Jk- sim

- eu tenho medo do meu irmão e do que ele vai fazer quando eu chegar em casa

Nj- voce nao avisou seu irmao onde ia

- nao

Yg- que idade tu tem

- cen..... 19 eu tenho 19

Yg- ah bom

- então eu vou indo, tchau

Sai pelos fundo e caminhei em direção a floresta
Jk- VOCÊ MORA NA FLORESTA POR ACASO

- EU TO CORTANDO CAMINHO

Jk-  TU NUNCA LEU CHAPEUZINHO VERMELHO NÃO, VAI QUE TU ENCONTRE UM LOBISOMEN

- TOMARA QUE EU ENCONTRE UM - ouvi ele rindo

Jk- ESPERO TE ENCONTRAR DENOVO

- IGUALMENTE - foi a última coisa que eu falei antes de sumir entre as árvores

Leiam as notas finais















 









Notas Finais


Gente, me digam se estão gostando pq eu n to mto satisfeita com a ff, pfv
Até o próximo??

2bjo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...