História Insane love {Brutheus} - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~GabrielleLudwin

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Brutheus, Brutheus Fic, Lemon Fic, Originais Fic, Yaoi
Visualizações 18
Palavras 912
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Cá estou eu repostando o cap. 2
Bem, o de sempre, que já leu obrigada e quem ainda não leu, boa leitura ❤

Se preparem que o cap. 3 vai ser topster hdushs

Beijos e boa leitura ❤❤

~Eto

Capítulo 3 - Amar é confuso


Fanfic / Fanfiction Insane love {Brutheus} - Capítulo 3 - Amar é confuso

“A duvida desperta a vontade de outros sentimentos, não se feche, se liberte” – Phill Histton 

°°°

07:32 PM - Outono 

   Eu já tive casos de desconfiança com minha opção sexual, mas obviamente não esse ponto. Quero dizer. Matheus é um menino inteligente e legal. Na verdade. Ele faz meu tipo, só que de menina. Nem tão alta nem tão pequena, porém, ideal.

  °°°

  Eu penso seriamente em contar para o Bruno que tenho duvida em relação a minha sexualidade mas ele provavelmente vai rir e me chamar de viado. Eu tenho medo disso. Eu gosto muito dele. Sempre pensei que poderia sentir isso pelo mesmo sexo, mas agora, acho que tenho total certeza.

 — Bruno? - disse enquanto entrava no quarto de toalha 

  — Já tomou banho? Orra - ele riu

 — Preciso falar com tu men - Disse enquanto colocava a bermuda

  — Beleza, fala ai 

  — Primeiramente para de olhar minha bunda e segundamente acho que sou gay, tipo, eu não sei. O que se acha? Não ri - disse enquanto colocava a camiseta e me sentava na cama 

  — Eu...ignorando o começo, Mat acho que geral passa por isso. Já até pensei que gostava de você - ele riu 

  — De mim? Orra, nunca daria certo, e tu sabe por que eu amo a Juliana - eu ri

  — É...é - Ele riu com um jeito decepcionado 

    Nós ficamos se encarando por um longo tempo, porém eu mal tinha percebido em como me sentia pelo Bruno. De todos os meus amigos ele era o mais especial pra mim. E a Juliana... Eu nem ligo pra ela, só digo para constar que sou hétero, mas acho que existe a possibilidade de eu ser gay...Não seria um problema. Seria?

  — Tu sabe que as meninas ficam shippando a gente né?

    — Ah to ligado - Eu ri baixo

    — É engraçado - ele riu

   — É né, imagina só - sentei ao lado dele no chão

    — Eu nunca fui um bom namorado - ele se aproximou ao meu lado

     — Nem eu - eu ri e encarei ele

  — Dariamos uma ótima dupla não acha? - A voz dele abaixou e estávamos quase com os rostos colados

    — É... - Fui próximo ao seu rosto e movi meu corpo em sua direção 

      — OI BRUNINHO - A nona tinha chegado e nem bateu na porta, nos assustamos e nos separamos na hora 

         — O-oi Nona - Ele riu envergonhado 

      — Tão com fome? Ish eu to cagada de fome - Ela disse alto enquanto saia do quarto 

          Ignorei ela e levantei do chão Bruno envergonhado mexia com uma bolinha no chão disfarçando e consegui sentir o quão desconfortável ele estava.

            { Quebra de tempo } 

   De madrugada

        Eu estava deitado na cama e Bruno no colchão, ele pelo jeito estava dormindo e eu mexia no celular. Eu dormiu rápido e vi seu celular amostra. Sim. Bateu a vontade mas não peguei o celular dele, era errado.

    — P-para...E-ei - Bruno disse baixo, enquanto dormia 

       — Ele é sonâmbulo? - pensei alto 

      Ele levantou do colchão e deitou invertido no colchão, fui tentar tira-lo para que ele não acordase de mal jeito e ele me puxou pra cima dele. Vergonha total. Ele não me soltou até que cai no sono, dormi assim mesmo.

    °°° 

     POV Autor(a)

— Oi Nona! - Disse Caio enquanto entrava na casa

— Meninos? Como vocês estão? E as namoradas? Tirando vocês dois ai Otávio e Lucas - ela riu calorosamente 

  — Tamo bem - Lucas riu 

 — Podem ir entrando os dois estão dormindo lá no quarto do Matheus - ela apontou para o corredor 

  — Ui Nona rolou algo ontem? - Eduardo perguntou animado 

  — Sei não fi, nem tava aqui para ver se rolava alguma coisa - ela riu 

    °°°

  — Licencinha - Caio abria a porta do quarto sem fazer barulho 

   — MAIS QUE PORRA É ESSA? GALERAAA - Caio gritou e riu descontroladamente 

     — CARALHO - Otavio riu e Lucas tirava fotos da situação 

         — NONA VEM AQUI - Eduardo morria de rir 

       — Ai meu sinhô - ela ria mas se sentia constrangida 

    Os dois estavam dormindo abraçados e os dois obviamente de samba canção. Todos riam da situação. Até que o "casalzinho" acordou com a gritaria.

    — Bom dia flores do dia - Nona dizia enquanto ria 

    — Mas...? Matheus...? QUE? - Ele gritou e levantou na hora sem entender 

       — Para de gritar... - Matheus dizia ainda dormindo 

        — MATHEUS ACORDA PORRA - Bruno puxou ele do colchão 

          — O QUE VOCÊS TÃO FAZENDO AQUI? - Matheus levantou e gritou direto para a porta 

          — Vendo o casalzinho dormir junto - Lucas ria 

      — Mano seis vão apanhar suas peste bubônica - Bruno dizia irritado

     — APAGA ESSAS FOTO - Matheus gritou enquanto ia atrás do Eduardo 

       — To mandando no grupo da classe - Eduardo ria 

       — NÃO FAZ ISSO MANO 

     — Sacanagem - Bruno ria 

   — E TU PARA DE RIR SEU TROUXA, CULPA SUA ISSAI - Matheus gritava irritado 

    — Desculpa mas é engraçado - Ele riu 

   — Vou postar no face - disse Otávio ameaçando 

— Tu nem ousa - Matheus mostrava o dedo do meio 

  — Ah seu vou - ele riu 

  — Eu faço qualquer coisa men, não posta isso não

   — Beija o Bruno ai, ninguém tira foto e só fica por aqui, o que se acha? - ele ria 

  — QUE? - Bruno gritou

  

     


Notas Finais


Obrigada por ler ❤
Até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...