História Insanity


Escrita por: ~


Sinopse:
Madison Moore, presa há 5 anos no Instituto Morgue, um hospital psiquiátrico para adolescentes perturbados demais para viverem em sociedade. Uma verdadeira incógnita para os médicos e enfermeiros do lugar. Supostamente psicótica e perigosa, mas que na verdade esconde um segredo angustiante demais para mentes normais aguentarem.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fantasmas, Horror, Loucura
Exibições 240
Comentários 8
Palavras 15.580
Terminada Não

Fanfic / Fanfiction Insanity
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Prologue
2
81
594
 
2.
Inconclusive
1
61
3.745
 
3.
Equals
1
40
4.141
 
4.
Scars
2
31
3.828
 
5.
Pain
2
27
3.272

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~alittlediva
Capítulo 4 - Scars
Usuário: ~alittlediva
Usuário
Que fanfic foda. Meu Deus!
Baby, me ensina a escrever dessa forma tão coerente e deliciosa? Haha.
Você escreve de uma maneira que é impossível não imaginar a cena. Sua escrita não é clichê. E você escreve com paixão, da para perceber. A cada linha, eu me perco em suas palavras. Sua escrita é um vício e eu quero mais e mais.
O relacionamento do Eric com a Madison, é exitante. Não é um casal clichê, não da vontade de vomitar arco-íris. É um casal que da vontade de se masturbar. Você se exita com os mesmos, é fascinante; e eu adoro isso!
Harry 💗 porra que menino adorável, quero colocar o mesmo em um potinho e proteger do mundo. Georgie a mesma coisa. São dois bebês que merecem todo carinho e proteção do mundo. Estou encantada com eles, e preocupada também.
Lucile, me identifico com ela. Espero que a mesma não se mate... não é fácil viver em um lugar assim.
LILA MAE É UMA VADIA NOJENTA. QUERO QUE A MESMA MORRA.
Enfim, espero que a Mads fique bem. Não é legal ter um espírito furioso lhe caçando. Espero que a mãe dela encontre a luz e deixe a filha em paz.
Até o próximo capítulo, dear. Abraço!