História Insanity - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias G-Friend
Personagens Eunha, SinB, Sowon, Umji, Yerin, Yuju
Tags 97line, Bottom!eunha, Flex!yerin, Sinb, Sowon, Top!yuju, Umb, Umji, Wonrin
Visualizações 18
Palavras 766
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olha eu aqui, trazendo um fanfic um tanto quanto.....é uma fanfic ndndjdjkd
Espero que gostem

Capítulo 1 - Capítulo - 1 -


E mais uma vez ela não estava lá. Não que eu esperasse afinal Yuju tem outras coisas para fazer, mas toda vez que eu acordo e não a encontro do meu lado eu sinto um vazio. Um enorme vazio.

Finalmente me levanto, e vou ao banheiro, indo em direção do pequeno espelho que fica em cima da pia, chegando no mesmo paro em frente a ele e me olho, percebendo cada detalhe do meu rosto, olheiras, cara "amassada", lábios secos, pálida, eu estava um caco.

......Mais uma vez.

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

- Sowon, Bom dia. - Sinb fala com um grande sorriso em seu lindo rosto. Estranhei esse sorriso, Sinb nunca me dá "grandes sorrisos", desde seus quatorze anos que ela só sorri de lado.

- Sinb pode falar tudo - percebi ela ficar tensa.

- T-tudo o que ? - Ela perguntou fazendo cara de sonsa, apenas dei meu olhar de "ou tu me conta o que tá acontecendo ou tu morre" para ela, Sinb baixou sua cabeça e aproveitei esse breve momento para me sentar na minha cadeira - que fica ao seu lado -.

- Okay Sowon-ya irei te contar - Falou ainda com a cabeça abaixada mas não durou muito pois logo Sinb levantou sua cabeça novamente e com um sorriso maior do que o que ela tinha me falado "Bom dia".

Sinb ia começar a falar mas o maldito sinal toca, sério isso?

Vejo uma mulher alta de cabelos loiros, olhos de outro mundo, e muito bem vestida.

- Tudo bem turma, todos entrando, vamos vamos - Eu ouvi bem ? Ela falou "turma"?.

Mas cadê a professora Tifanny? Quem é essa loira bem vestida? E por que ela é tão bonita?

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

- Você deixou ela sozinha de novo? - Umji perguntou com um olhar triste, Ela já sabia a resposta. - Por que Yuju? - Umji Perguntou, Ela já sabia a resposta dessa também.

- Você sabe que eu não entro em compromissos...Não tenho culpa se Eunha é idiota ao ponto de achar que com ela vai ser diferente- falei encarado-a. - Por que você insiste em perguntar se você já sabe a resposta? - agora foi a minha vez de lhe dirigir uma pergunta.

- Porque tenho esperança que você mude seu comportamento - Falou com firmeza.

- Sabe que eu não vou - falei sorrindo discretamente. - e não vai ser ChaeYeon, MinHee, Hyuna, Sunny ou Eunha que vai mudar isto -.

- Mas isso não te dá direito de apenas usá-las por uma noite toda e depois ir embora, sem pensar nos sentimentos que cada uma delas sente.- Ainda mais com Eunha que te ama de verdade -.

- Umji você sabe que eu deixo bem claro para todas que eu só quero sexo sem compromisso, não tenho culpa se Eunha não entende isso, até ChaeYeon entendeu -.

- ........Yuju......quando você vai aprender com seus erros?, Principalmente no amor? -.

- Que erros? -.

Umji apenas suspira e sai da minha sala.

Melhor assim, não quero me estressar tão cedo.

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

Peguei minha bolacha e saí rapidamente para fora de casa correndo logo em seguida, estava atrasada para o meu trabalho, Yuju vai me matar, Ela não suporta atrasos.

Se você está se perguntando quem é Yuju, irei ter o prazer de lhe dizer que ela é minha chefe.....e....é só minha chefe mesmo afinal ela deixa bem claro que não quer nada com ninguém, mas como sou trouxa de carteirinha eu amo ela e não consigo parar de amá-la, que trágico, não?

Eu conversei com Yerin - Grande amiga minha - e ela me falou que eu só não paro com esse amor platônico porque eu sempre repito o mesmo processo toda vida, o processo da trouxisse por alguém que não te merece. Yerin falou para não me ligar de maneira íntima com minha chefe nunca mais e que era para eu seguir em frente.

Acho que irei escutar Yerin.

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

. .

Sabe aquele dia em que você vê a menina mais linda do mundo e se sente uma pedófila por ela ser uma colegial ainda? Pois é, ela está vindo em minha direção, acho que eu irei desmaiar agora.

- posso me sentar aqui ? - Ela perguntou com a voz rouca, arrepiei toda agora, Umji não pense besteiras agora.


- Claro - falei simpaticamente.

Ela me direcionou um sorriso de lado maravilhoso e caralho, acho que morta estou. 


Notas Finais


Hehehehehe o que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...