História Insano Amor - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Incesto, Romance, Romance Proibido
Exibições 177
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii amores *-* Tudo bem com vocês? Espero que sim <3
Espero que gostem do capítulo, pois o escrevi com muito amor para vocês.
Leiam as notas finais, por favor.
Desejo uma boa leitura a todos (a).

Capítulo 6 - Kiss.


Fanfic / Fanfiction Insano Amor - Capítulo 6 - Kiss.

Justin Bieber P.O.V – Estados Unidos – Nova York.

Passei o meu polegar de leve sobre o rosto da Sam, e pude sentir sua pele macia. Coloquei-a sentada em meu colo em cima do meu membro que já é notável um grande volume no mesmo. Olhei nos olhos inocentes de Sam e o mesmo está com um semblante assustando.

- Calma princesa. – disse apertando seu corpo contra o meu sentindo sua pele se arrepiar e seu corpo ficar quente.

- Justin o que você vai fazer? – perguntou assim que notou uma de minhas mãos irem para sua cintura.

- Eu vou fazer uma coisa que você vai gostar bastante. – cheirei seu pescoço. – Nós vamos brincar.

- Brincar de que Jus?

- De uma brincadeira muito boa. – coloquei minha boca em seu ouvido e sussurrei. – Mas, ninguém pode ficar sabendo disso, apenas eu e você.

- Você já beijou irmãzinha? - perguntei e ela negou com a cabeça me olhando com seu olhar inocente.

- Não. – negou com a cabeça e sorriu de lado completamente envergonhada.

Rocei meus lábios em seu pescoço sentindo cada vez mais seu corpo ficando quente em cima do meu. Passei meu dedo indicador em seu lábio rosado e ela me olhou rapidamente, selei meus lábios nos seus e fui pedindo passagem com a minha língua e logo ela foi cedendo me deixando cada vez mais maluco ao sentir o gosto dos seus doces lábios nos meus, seus lábios são realmente inegáveis e eu realmente não pude resistir.

Desci minhas mãos até sua cintura e pousei minhas mãos ali deixando pequenos apertos.

- Rebola. – sussurrei em seu ouvido a vendo estremecer e me olhar com a sobrancelha franzida.

Segurei com mais firmeza em sua cintura e ela continuou a me olhar confusa, porém, logo passou a rebolar sobre o meu membro que está completamente duro, por ter ela sentada no mesmo, por cima da roupa. A vi colocar uma mecha de seus cabelos atrás da orelha e continuou a rebolar fazendo uma carinha fofa, e eu pude notar que a excitação começou a dominar cada veias de seu corpo assim como domina as minhas. Empurrei seu pequeno corpo deixando suas costas encostadas no sofá. Beijei novamente seus lábios, levei minhas mãos até a alça do seu vestido, assim que comecei abaixar a mesma para baixo, ouvir um barulho na porta, e me afastei rapidamente da Samantha tentando controlar a minha respiração que está descompassada e meu membro que se encontra duro.

- Voltamos queridos. – minha avó entrou na sala junto com o meu avô e em suas mãos estão umas sacolas com as compras que eles foram fazer.

Bufei de irritação internamente e me levantei do sofá dando um sorriso para minha avó que logo caminhou até a cozinha. Entrei no meu quarto sentindo cada vez mais o meu membro pulsar forte contra o tecido da minha boxer, por conta da minha ereção que a cada minuto que passa aumenta, é capaz até mesmo de rasgar o tecido. Oh vovó por você teve que aparecer logo agora? Se minha avó não estivesse chegado à uma hora dessas a minha pequena estaria gemendo meu nome para mim.

Empurrei a porta do banheiro e retirei o meu short junto com a minha cueca. Segurei na base de meu membro e comecei a fazer movimentos de vaivém sentindo as minhas veias ferver, joguei a minha cabeça para trás sentindo cada vez mais o meu gozo perto, continuei trabalhando com os movimentos assim que notei a cabeça de meu membro cada vez mais roxa, urrei jogando a minha cabeça para trás assim que um jato de porra parou no fundo do vaso sanitário, sentir meu corpo ficar leve, passei a minha mão na testa tirando o excesso do meu suor que escorre da mesma.

- Até que ponto você chegou Justin Bieber. – sussurrei para mim mesmo caminhando para o Box do banheiro.

Samantha Bieber P.O.V

Eu beijei o meu irmão, isso foi completamente errado, mas eu gostei muito do beijo foi o meu primeiro beijo, sem ser o selinho que ele havia me dado dias atrás.

Estou sentada em minha cama sentindo a minha avó pentear os meus cabelos que vem até as minhas costas, minha avó passa o pente delicadamente em meus cabelos e eu olho atentamente para a janela de meu quarto que está aberta deixando uma visão perfeita da noite lá fora.

- Prontinha querida. – minha avó disse assim que fez uma trança linda em meu cabelo. – Agora termine de se arrumar, que precisamos ir à igreja hoje à noite.

Sorri para a minha avó com doçura e me levantei e caminhei até o meu closet onde peguei um vestido. Vestir o vestido rosa com um laço deixando minha cintura marcada, o vestido ficou muito lindo, ele vem na altura dos meus joelhos e suas mangas vêm até o meu pulso, o deixando bem arrumado em meu corpo. Peguei uma sapatilha preta e calcei, coloquei em meu cabelo uma tiara e em meu pescoço um colar com um pingente de folha folheado a ouro branco.

Olhei no espelho e dei uma voltinha me olhando no mesmo, caminhei em direção do criado-mudo onde peguei meu livro e o cântico, é eu canto no coral da igreja, eu faço parte do coral desde pequena, aliás, eu cresci indo á igreja com a minha avó e meu avô.

- Terminei vovó. – disse descendo as escadas e notei que o Justin está assistindo um jogo de futebol na enorme TV da sala.

Ao chegar à cozinha abrir a geladeira retirando um jarro de água, peguei um copo de vidro e bebi a minha água.

- Vamos Sam. – puder ouvir a voz de a minha avó me chamar já da porta da sala, apressei meus passos, saindo da cozinha e assim que eu apareci ao lado do Justin no sofá deixei um beijo em seu rosto.

Assim que cheguei com os meus avôs eu pude ter visão da igreja completamente cheia hoje. Caminhei até uns bancos da frente e me sentei ao lado das pessoas que fazem parte do coral da Igreja. Fiquei conversando com as meninas do coral que são legais, mas logo o irmão Joseph anunciou no microfone que a reunião iria começar, todos silenciosamente ocuparam seus lugares.

[...]

Logo a reunião acabou.

 Estou na frente da igreja conversando com duas garotas que estão super animadas com a programação da igreja que vamos ter para o mês que vem e entre elas visita em comunidades carentes.

- Boa noite senhoritas. – ouvir uma voz atrás de me mim e me virei vendo o filho do irmão Joseph com enorme sorriso no rosto o que me fez ficar completamente corada, pelo fato de seus olhos estarem fixos nos meus.

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo amores *-*
Rolou beijo de verdade \0/ Estou vomitando arco-íris de felicidade *-*
Awwwn amo esses dois *-*
Avôs do Justin e da Sam porque vocês chegaram em? #ChateadaComOsAvosDoBieberEDaSam. </3
Jamantha? Será esse o nome do nosso casal? Quem tem uma opinião para o nome do nosso casalzinho?
Hum... Filho do irmão Joseph a Sam já tem dono, Okay? Okay? Obrigada, de nada. rsrs
Amores é isso mesmo 103 favoritos? Aiwwwn muito obrigada mesmo, não sei nem como agradecer.
Muito obrigada por todos os favoritos e pelos comentários do capítulo anterior. <3
Postarei logo, logo para vocês <3
Obrigada por ler <3
Continuoooooo?
Beijinhos da Miih. Eu amo vocês amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...