História Inseguros - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Giovanna Lancellotti, Henrique & Juliano, Luan Santana, Manu Gavassi, Natalia "Nah" Cardoso
Personagens Giovanna Lancellotti, Juliano, Luan Santana, Manu Gavassi, Nah Cardoso, Personagens Originais
Exibições 23
Palavras 2.836
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente como o prometido
Ah eu troquei as roupas do personagens
A na hora da musica escute Gabi Martins o melhor de mim

Capítulo 7 - Natal parte 2


Fanfic / Fanfiction Inseguros - Capítulo 7 - Natal parte 2

       Antes de descemos pegamos a máquina fotográfica e ficamos em frente ao espelho e ficamos fazendo algumas poses, quando ouvimos a campanhia tocar retocamos o batom e descemos, quando chegamos ao hall que da pra sala ouvimos Meus pais, Amarildo , Marizete, Nalva(mãe da Clarinha), José Ailton(mais conhecido como Zezinho pai da Clarinha e meu tio), Gabrielle e isabelle(irmãs da Clarinha), Gilberto(pai da MaJu e meu tio) ,Eunice(mãe da Maju) e Maria Eduarda(irmã de MaJu), e num canto da sala Luan, Juliano, e Henrique.

      Vou explicar uma outra hora porque não gostamos muito da isabelle e nem da Gabrielle.

      Adentramos a sala e fomos cumprimentando todos por últimas Isabelle e Gabrielle, e fomos cumprimentar aos meninos , Luan não parava de me olhar isso era um pouco estranho, sentamos no sofá e cumprimentei mais irmãos e por último Luan, sentamos e Henrique foi o primeiro a quebrar o silêncio falando:

       -Meninas se vocês estavam querendo deixar aquelas la com inveja conseguiram, vocês estão lindas - falou com os olhos brilhando para a Clarinha, ah tenho certeza que esqueci de contar o Henrique gosta da Clarinha e ela dele, mais nem um tem coragem de se declarar.

        -o Henrique tem razão vocês estão lindas - falou Luan olhando para nós e dando aquele sorriso que me faz derreter por dentro.

        -vocês estão lindas mesmo devo concordar com os meninos, só acho que esse vestido deveria ir até o chão você não acha  senhora Manuella - falou sério 

        -eu não acho que ela esteja no tamanho errado acho que ele está perfeito - falei 

        -ta mais olha a cara delas - falou Juliano

        -coitadas parecem que nunca viram meninas bonitas eu hein, MaJu vai chamar a sua irmã não deixa ela no ninho de cobras - falou Bruna autoritária 

         -eu vou logo se não ela se contamina - falou fazendo todos nós rimos 

         Ficamos observando ela tirando Madu de la, todos nós já estavamos rindo dela, ate que ela veio e se juntou a nós que so sabiamos rir da cena.

          -não sei qual e a graça disso - falou MaJu seria 

          -não venha me dizer que não foi engraçado MaJu - falei rindo

           - ta até que foi - ela falou dando um meio sorriso

           Logo já estávamos numa conversa animada, fazendo palhaçada e rindo.

                    Do outro lado da sala...

 

         La estava as irmas de Clarinha, morrendo de inveja de sua irmã que tinham amizades sinceras e verdadeiras 

         -lá está a vadia da nossa irmã com quem era pra ser nossos amigos não dela - falou Gabi com raiva, na verdade Gabi que era mal, Isa tinha um coração bom mais era pau mandado de gabi.

          -e verdade - falou Isa so para concordar com Gabi.

          -tive uma idéia - falou Gabi 

          E começou a contar para Isa o que faria

                     Narração Luan Rafael

          Quando estava pronto desci e fiquei esperando meus pais descerem, logo eles desceram, elogiei meus pais e fomos a casa dela, chegando la, já estavam na sala, os tios da Manu e duas garotas que eu não conhecia logo cumprimentei os tios deles e os pais e depois o Juliano, perguntando:

           -Juliano quem são essas meninas - falei apontando discretamente para elas

           -São as irmãs da Clarinha, e se você gosta mesmo da minha irmã fica bem longe delas - falou

           -mas as meninas nunca falaram delas, porque eu tenho que ficar longe delas se eu gosto da Manu- perguntei confuso

            -outro dia eu te conto, so fique longe delas, mais principalmente da Gabrielle - falou sério 

            -ta - falei deixando o assunto e lado, logo Henrique chegou e falou:

            -oi bois - falou nos cumprimentando 

            -oi boi - falamos eu e Juliano juntos

            -do que vocês estavam falando - perguntou

             -das irmãs da Clarinha, e acho bom você ficar bem longe da Gabrielle - falou Juliano sério 

              -e eu vou ficar bem longe não quero me complicar com a Clarinha e você também Luan deve ficar bem longe se gosta da nossa irmã - falou Henrique, a e eu e o Juliano contamos e o Henrique contou que gosta da Clarinha

              -Juliano ja me falou, mais depois eu quero saber essa história direito - falei

               Depois ficamos conversando, ate as meninas descerem e eu ficar hipnotizado pela Manu ela estava tão linda com aquele vestido vermelho, até Juliano me cutucar, eu voltar ao normal.

               Fomos todos para o quintal e a decoração estava linda, ouvi minha mãe dizer de manhã que quem escolheu foi a Manu, e cada vez que ela fazia uma coisa nova eu ficava mais apaixonado por aquela menina, que me conquistou com o seu jeitinho meigo e simples de ser, logo sentamos em uma mesa com 8 cadeiras e ficamos conversando até que eu pergunto para ela :

                -Manu quando você vai cantar? - perguntei

                -e Manu não pense que eu esqueci - falou Bruna

                -talvez depois de meia noite, a Bruna eu não esqueci olha o violão ali - falou apontando para o violão numa cadeira 

                -eu vi muié so tava te testando, a e a decoração ta maravilhosa - falou minha irmã 

          -obrigada, tinha tantas outras coisas mais eu me apaixonei por esses - falou ela apontando pra algumas decorações 

          -e ontem eu sonhei que vocês três - apontou para Manu MaJu e clarinha - que vocês viajavam e se passava um tempo depois e vocês voltavam adultas e famosas - falou Piroca 

          -Você sonha muitas coisas estranhas Bubu - falou MaJu 

          -e verdade - falou Henrique e Juliano juntos

          -imagina se isso acontecer de verdade eu digo que a Bubu prevê o futuro - falou Manu rindo

          -eu to falando sério - falou Bruna seria mais depois começou a rir, derrepente Gabrielle chegou, e todo mundo ficou sério:

          -Manu a sua mãe ta te chamando - falou ela do um sorriso falso no rosto

          -ta bom, eu já volto - falou ela se levantando entrando em casa junto com Gabrielle.

          -eu acho que Gabrielle mentiu pra Manu - falou clarinha

          -porque - Henrique falou

          -porque a Maria ta ali - apontou para a mãe da Manu

          -ela tá aprontando alguma coisa e não é boa - falou Juliano

          -acho melhor a gente descobrir o que ela ta planejando - falou Piroca se levantando 

          -Presta atenção meninos, ou ela ta fazendo uma armadilha pra Manu ou pra pegar vocês - falou MaJu séria 

          -por que ela ia querer pegar a gente - falo Henrique

          -vocês são burros ou se fazem - falou Bruna séria 

          -Meninos elas querem namorar um de vocês, pra elas ficarem no nosso grupo - falou Clarinha séria 

          -vamos logo meninas antes que eles façam mais uma pergunta boba - falou MaJu 

          Elas foram andando até a gente perder e vista, ficamos calados ate Juliano falar:

          -elas estão certas, mais vocês dois tem que tomar mais cuidado do que eu - falou Juliano

          -porque - falou Henrique

          -Henrique você e burro ou anda fazendo curso - eu falei

          -porque a Gabrielle percebeu que vocês dois estão afim da Manu e da Clarinha - falou Juliano

          -será que ela percebeu - falou Henrique

          -acho que sim - falou Juliano

                 Narração Maria Clara Reis 

          Nos entramos na casa e não vimos elas, eu falei para a Bruna ficar procurando aqui embaico e fui procurar elas, quando cheguei no quarto da Maria eu ouvi minha irmã falando:

          -Manu era pra você ser minha amiga mais você prefiriu a vadia da minha irmã, nos seríamos melhores amiga - ela falou com ódio 

          -ainda bem que eu escolhi, ela você só tem inveja por ela ter amizades sinceras e verdadeiras, porque la no fundo você sabe que a Isa so fica com você por pena - falou Manu logo depois ouvi um estalo com certeza um tapa. Logo entrei dentro do quarto e falei:

          -porque você tinha que ser assim machucar a todos e afastar de você, porque todos nós poderíamos viver em paz mais você não quis, você quis competir e você sabe que tudo que a Manu falou e verdade mais não quer acreditar - eu tinha me decepcionado com ela algum tempo atrás hoje eu tinha esgotado e soltei tudo que tava preso na minha garganta a muito tempo. Logo depois dessa fala eu puxei Manu e saímos daquele quarto indo pro dela.

          -Manu desculpa por mais esse episódio deplorável da minha irmã - falei morrendo de vergonha

          -não se preocupa você e como se fosse minha irmã eu sei que ela é revoltada mais não se culpe - falou Manu tentando me acalmar

          -como eu não vou me culpar se ela te deu um tapa, se na verdade ela tem ódio e mim - falei com os olhos lacrimejados

          -não chora por favor, vamos fazer um seguinte vamos esquecer que isso aconteceu e vamos descer e continuar como se nada tivesse acontecido - falou

          -mais eu não consi... - Manu me interrompeu 

          -promete? - falou

          -prometo  - respondi

          Depois de ter falado isso, Manu me puxou, saímos do quarto e descemos, chegando ao quintal, fomos para a mesa onde os meninos e as meninas nos esperavam. Chegamos na mesa e ninguém falou nada, ate Juliano falar:

          -Manu porque você ta com a bochecha vermelha - falou preocupado, e todos olharam pra mim

          -não me diga que aquela vadia fez o que to pensando que fez - falou Bubu com raiva

          Manu so assentiu 

          -o que ela fez com você Manu - falou Luan preucupado 

          -deu um tapa na cara da Manu - falei 

          -eu não acredito que ela fez isso, desculpa clarinha ela é sua irmã mais eu vou quebrar a cara daquela piranha - falou MaJu e levantando mais Manu foi mais rápida e pegou no braço dela e disse:

          -Maria Júlia Borges violência não vai nos levar a ligar nem um, senta logo nessa cadeira - logo MaJu obedeceu e a sentou furiosa 

          Logo eu e Manu começamos a falar o que aconteceu, mais logo Manu falou que a gente tinha que falar s coisa boa e começamos a conversar animadamente esquecendo dos últimos acontecimentos.

                 Narração Gabrielle Reis

  

          Depois do que aconteceu, agora eu tenho duas pessoas para odiar, mas pensando bem na verdade teria que ser o quarteto de meninas, Manu escolheu o seu lado de jogar, mas uma coisa eu tenho certeza, eu vou fazer um inferno na vida delas.

          -Eu prometo pela a minha vida, que eu vou fazer das vidas delas um inferno até o último segundo e vida - pronunciei alto, e fui me recompor, depois de um tempo desci e deu de cara com a cena deles rindo, e fui onde estava Isa, lá no fundo como a Manu disse eu sei que ela não é mal ela só tem pena de mim so isso, mais por enquanto eu vou usar essa pena ao meu favor.

                       Quebra de tempo...

                 10min para o dia do natal

                     Narração Luan Rafael

          Estávamos a 10min do Natal e a minha ansiedade só estava aumentando a cada segundo, eu, Piroca, MaJu, Juliano Henrique Clarinha e Manu iamos dormir todos juntos na sala, para esclarecer as coisas 

          -Luan - gritou Piroca, e eu fui até la 

          -que que foi Pi - falei perto dela

          -vamos nos estamos te procurando pra tirar foto de toda as famílias - falou me puxando para a sala e encontrando todos me esperando, a máquina estava apoiada na estante, logo me juntei a todos, mais especificamente ao lado de Manu, tiramos algumas fotos e fomos ao Jardim ja que faltava menos de 2 minutos, depois começamos a fazer a contagem:

          -10...9...8...7...6...5...4...3...2...1...feliz Natal

          Cumprimentamos todos com abraços dando feliz Natal 

          Depois fomos comer, depois que comemos as meninas forma lavar a louça, eu estava ancioso para escutar, ate que todos sentamos no Jardim, derrepente um violão começou a tocar, olhei para frente e vi Manu tocando violão até que começou a cantar :

O que você diria pra mim
Se essa fosse a última vez
Pode ser que mais perto do fim
Eu te veja como a primeira vez

O sol vai levando com ele a dor que eu te causei
E a lua traz a saudade do tempo que a gente viveu
Ta na cara, reconheço, você é meu final
Meu agora e começo

Você tem guardado o melhor de mim
Há quem passe a vida inteira procurando um amor assim
Sou cada detalhe seu
Devolva o que é meu
Não fomos feitos pra dizer adeus

O que você diria pra mim
Se essa fosse a última vez
Pode ser que mais perto do fim
Eu te veja como a primeira vez

O sol vai levando com ele a dor que eu te causei
E a lua traz a saudade do tempo que a gente viveu
Ta na cara, reconheço, você é meu final
Meu agora e começo

Você tem guardado o melhor de mim
Há quem passe a vida inteira procurando um amor assim
Sou cada detalhe seu
Devolva o que é meu

Não fomos feitos pra dizer adeus

          Depois que ela terminou de cantar com a sua voz doce, com aquela música ficou perfeita na sua voz.

          -Manu você canta perfeitamente bem - falou Piroca a abraçando

          -Manu a Pi tem razão você canta maravilhosamente - falei encantado com aquele sorriso que estava estampado no seu rosto

          -obrigada gente - falou Manu

          -muié que musica linda valeu todo o suspense - falou MaJu 

          -e verdade valeu cada segundo, depois você vai me ensinar a cantar - falou Clarinha 

                    Quebra de tempo ...

          

          Uma hora depois meus pais forma embora e eu e Piroca ficamos, a casa segundo ficou mais curioso com essa história. 


Notas Finais


Espero que voces tenham gostado
Desculpas se tiver erros de ortografia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...