História Insensível - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 18
Palavras 916
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi pessoal, como é minha primeira fanfic, espero que me dêem um desconto rsrsrs.

Capítulo 1 - I - Vizinhos Novos.


Fanfic / Fanfiction Insensível - Capítulo 1 - I - Vizinhos Novos.

Mais um ano como outro, tudo já está no automático, minha vida já não tem mais sentido. Vivo com minha mãe, minha irmã e um irmão pequeno. Tenho 17 anos sou branco, cabelos castanhos, olhos azuis, tenho uma tatuagem nas costas e tenho um corpo definido.
Amanhã começa às aulas, e como sempre tô desânimado para ir.
Tô deitado na minha cama, e minha mãe me chama. Então desço as escadas até o Wal de entrada.

- Fala mãe... - digo.

- Seja educado, e vai desejar boas vindas aos nossos novos vizinhos- diz ela apontando para a mulher que está na porta.

- Ah me desculpa- me desculpo com a mulher 

- Seja muito bem vinda, me chamo Andy Clark.

- Obrigada, me chamo Vanessa Soares - diz a mulher bem simpática, olhos escuros, pele parda.

- Você vai gostar da vizinhança senhorita Soares, aqui é bem calmo.

- Que menino educado, mas me chame de Vanessa. - diz ela, e logo se vira pra minha mãe. - Gostei bastante do seu filho, ele é super educado, quem dera meu filho ser assim.

- Esse meu filho é bem educado, só um pouco frio as vezes.- disse minha mãe indo até a cozinha juntamente com a Vanessa.

- Mãe..... Eu ainda tô aqui. - disse me sentindo incomodado com a situação.

- Eu sei meu filho. E..... - Minha mãe foi interrompida por alguém chamando no quintal.

- É o meu filho - disse Vanessa.

- Filho manda ele entrar. - disse minha mãe da cozinha. - A Vanessa e eu estamos tomando chá.

Tive que sair da escada e ir até o quintal chamar o filho da Vanessa. Chego lá e ele olha pra mim e logo a baixa sua cabeça. Parecia envergonhado com alguma coisa. Me aproximo dele e estendo minha mão me apresentando.

- Oi, sou o Andy, - ele olha pra minha mão que está estendida, e logo estende a sua, e fica mais vermelho. - Minha mãe tá te chamando, ela e sua mãe estão tomando chá.

Gui-o ele até lá e logo sua mãe da um sorriso.

- Oi filho, essa é a Carmem e o filho dela Andy - ele parecia estar um pouco mais a vontade junto a sua mãe.

- Oi senhorita Carmem, meu nome é Maurício, mas pode me chamar de Maw - disse estendendo a mão.

- Oi Maw pode me chamar de Carmem​..- minha mãe se vira para a mãe dele- Você disse do meu filho mas o seu é bem educado.

- O problema não é esse, ele é muito vergonhoso. - disse a mãe dele.

- Pra que vergonha, um menino lindo desse,- disse minha mãe.- Aposto que pega bastante meninas.

Agora o menino ficou mais vermelho do que o normal. A mãe dele percebeu e caiu na risada.

- Disse alguma coisa que não divia- minha mãe estava constrangida.

- Quer explicar pra ela meu amor? - A Vanessa pergunta pro filho.

- É que.... Eu meio que.... Eu.... - ele abaixou a cabeça e soltou- eu sou gay.

A mãe dele ainda ria da situação, ou melhor, da expressão minha e da minha mãe.

- A me desculpa - minha mãe ficou envergonhada - Que legal... Meu filho tem uns amigos gays também, e eu acho maravilhoso, pois são todos muitos educados. Alguns deles até vêem aqui em casa.

Agora a Vanessa e o Maw me olham meio desconfiados, não que eu seja gay, mas eu tenho amigos gays e respeito eles demais e eles me respeitam, antigamente eles me ajudavam com algumas meninas, mas hoje em dia não fico mais com mais ninguém, elas só me fizeram sofrer.

- Filho você devia mostrar o seu quarto para o Maw, vocês podem ser grandes amigos agora que eles moram em frente a nossa casa.- falou minha mãe- Claro se ele quiser.

Todos viraram olhando para ele. E ele envergonhado balançou os ombros.
Chamei ele para subir e ele me seguiu, subimos as escadas em silêncio. Chegando no quarto mostrei pra ele meus pôsteres do Marshmallow e do Shawn Mendes. Ele ficou encantado, pois era fã do Shawn Mendes. Mostrei meus CDs e meus jogos do Xbox. Depois trocamos os nossos números, e ele já estava um pouco mais a vontade, só que a todo instante ficava com a cabeça baixa.

- Onde você vai estudar?- perguntei

- Na escola aqui perto, não lembro o nome.

- É a mesma que a minha, se quiser podemos ir juntos de carro com a minha mãe.- disse tentando melhorar a situação.

- Pode ser... - disse parecendo um pouco confuso, provavelmente com uma dúvida- Você é......

- Andy - entra meu irmão correndo para os meus braços - O filme é muito legal.

- Sério? - disse virando ele pro Maw- esse é o Maurício.

- Oi - disse o Maw - foi no cinema?

- Sim, a Nath não queria ficar comigo lá, ainda bem que a mãe tinha obrigado ela a ir - disse meu irmão meio seco - sua mãe tá te chamando.

- Ah Obrigado. - disse ele - Até mais Andy e tchau .......

- Meu nome é Gabriel

- Gabriel, nome bonito, tenho que ir, até mais - e ele desceu.

Meu irmão foi logo atrás. Não pude me conter e fui até a janela, que dava de frente para a rua, isto é, de frente para a casa dele. Vi ele e sua mãe atravessando a rua, e voltei pra minha cama, já estava tarde e amanhã teria aula. Mal sentei na cama minha mãe manda eu tomar banho pra jantar. Mas eu estava sem fome, então só tomei banho e dormi.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...