História Inside my mind - JOSHLER - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Personagens Originais, Tyler Joseph
Tags Banda, Josh Dun, Joshler, Love, Top, Twenty One Pilots, Tyler Joseph
Exibições 33
Palavras 1.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi,demorei? Sim so quatro dias.

Capítulo 10 - The ghost inside me


Fanfic / Fanfiction Inside my mind - JOSHLER - Capítulo 10 - The ghost inside me

Seu sorriso,seu semblante encantador,seus cabelos cor de rosa,sua calça estremamente apertada e seus olhos puxados,ah.

Eu estou literalmente me sentindo uma adolescente apaixonada,eu suspiro por ele,fico encarando-o o tempo todo e não consigo parar até que ele me olhe e eu tenha que desviar o olhar dele,era tão lindo e ao mesmo tempo gostoso pra caralho,ele e quente,ele me deixa quente,eu não dizer se isso de desde quando nós conhecemos ou se e de agora,de quando nos beijamos ontem. 

Eu apenas compreendo que estou apaixonado.

Apaixonado

Apaixonado

Apoixonado pelo Josh,caramba.

É se eu estragar a nossa amizade com isso de gostar dele? E se ele fugir de min? Eu me sentiria muito mal na verdade.

Mas não era o que acontecia agora enquanto suas mãos desciam da minha bandibula para as minhas coxas enquanto eu permanecia imobilizado no sofá,ele sentou de quatro por cima de min e começou a me beijar e eu sabia exatamente como tudo isso começou.

Começou quando estavamos vendo desenhos animados (?) E por algum motivo nossas mãos se juntaram e eu sorri,ele sorriu  e derrepente estavamos nós beijando,eu me desmanchei no sofá e deixei ele me fazer caricias.

E agora aqui estamos,ele continua com mãos descendo pela minha coxa enquanto me beijava lentamente,passei minhas mãos pelas suas costas é sua mão subiu indo de encontro com a minha barriga,ele esfregou suas mãos por de baixo da minha blusa e chupou o meu pescoço senti o peito dele contra o meu quando ele deixou meu peito e levou sua mão para o meu pescoço,gemi baixinho e engoli em seco,estava tão bom até que eu estraguei tudo:

-Seria ótimo se você tivesse 'peitões pra eu poder...

-O que?- Josh me interrompeu e me deixou vermelho.- Idiota.

Ele se levantou e se ajeitou.

-Josh,eu não quis dizer...

-Eu sei exatamente o que você quis dizer Tyler.- Ele debochou e eu neguei com a cabeça.- Preferia ter uma garota aqui com você.- Ele continuou e eu suspirei.- Aquele beijo foi bem esclarecedor pra você,não foi?

-Foi sim.- Afirmei e ele revirou os olhos.- Foi bastante porque agora eu sei que foda-se seu sexo eu vou sentir tesão de você.

-Sentiu tesão comigo?- Ele sorriu de lado e corou.

-Senti.- Afirmei e me sentei no sofá.- É você?

-Senti com você.- Ele afirmou e eu corei.- Depois daquele beijo de ontem..

-As coisas ficaram diferentes.- Completei.-Eu já me sentia diferente com você e depois daquilo e de agora eu tô..

-Gostando de min?- Josh completou e eu assenti.- Então o que vamos fazer sobre isso?

-NADA!- Ouvi aquela voz estridente de rasgar os ouvidos gritar nos meus ouvidos.- Gostou do tempo que eu estive fora?

-Não...- Resmunguei e Josh me olhou confuso.- Blurryface,não...

-Blurryface?- Josh arqueou as sobrancelhas e se apróximou de min com um semblante preocupado.- Ei,Tyler?

-Ele de novo.- Disse.- Droga.

-Vamos lá Tyler,o que esta fazendo com ele de novo,eu lhe disse pra não fazer isso.- Blurry ecoou por todo o meu ser e eu me virei pra ver ele atrás de min.

-Me deixa em paz,deixa ele em paz.- Eu sabia o quão esquisito isso soaria porque Josh não o via mas eu tinha que manda-lo embora.-Blurry,por favor.

-O que ele tem?- Josh pôs a mão no meu ombro pra que eu me virasse.-O Blurry,porque ele voltou?

-Ciumes.- Respondi curto.- De você.

-Ora Tyler,eu voltei pra você e não pra esse seu namoradinho falso.- Blurry debochou- Vamos,mande-o sair daqui.

-Você não manda em min.- Rosnei.- Ele fica,aqui comigo enquanto eu quiser.

-TYLER!- Blurry gritou.- Você tem que fazer isso,não percebe que você já e bom pra sí mesmo.

-Eu..eu não vou manda-lo embora,se tem alguém que devia ir e você.

-Oras Tyler,eu não posso ir embora,eu estou em sua mente.

-VÁ,vá,vá,vá,vá.- Gritei várias vezes e ele não sumia,apenas ria.

-Tyler.- Josh me virou pra ele mais ainda.- Se ele tem ciumes vamos faze-lo ter mais,ele vai ficar com raiva e vai embora.

-Como?- Então Josh me jogou no sofá e eu caí sentado ainda encarando Blurryface que rangia os dentes,Josh sentou contra min logo em seguida e apoiou suas duas mãos nos meus ombros e meu peito contra o peito dele ,ele olhou para onde eu olhava como se visse algo.- Esta vendo algo?

-Não.- Ele suspirou.- Mas você vê e eu quero te ajudar,talvez um dia você possa fazer um desenho desse tal Blurryface e me mostrar,daí eu vou conseguir fazer um trabalho melhor.- Josh me me beijou de leve e se afastou encarando o nada e depois voltando a me encarar.- Ele esta dizendo algo a você agora?

-Ele esta esperniando,grunindo,gritando e tudo mais..- E ele estava mesmo,ele estava falhando e aos poucos sumindo mas faltava algo mais,Josh tinha que causar algo mais forte nele.- Josh,me...chupa.- Aquilo soava tão esquisito,era cedo demais pra isso,e eu queria fazer Blurryface sumir,porém uma parte de min apenas queria que ele me chupasse porque eu,oras eu gosto dele.

-O que?- Ele sorriu timido de lado e fez um careta.- Suas bolas?

-Não.- Era o que eu queria mas agora quem estava com vergonha era eu- Meu pescoço.

-Ah.- Então ele se ajustou ainda sentado no meu cole e nossos corpos se juntaram,ao ponto de arrepiar até a minha espinha,ele beijou minha boca e continuou beijando ate chegar no meu pescoço e me fazer gemer fraco,mas eram gemidos,definitivamente o pescoço era o meu ponto fragíl e ele percebeu isso,pelos gemidos e claro pelo meu desespero em agarrar suas costas,o que soava rídiculo por que eram apenas chupões mas ele parecia não se importar com isso.

Quando paramos ele olhou em volta e depois me olhou eu estava de olhos fechados e engoli em seco, abrindo aos poucos os olhos e minhas mãos desceram pelas suas costas até sua cintura e olhei em volta,nada de Blurryface...

-Bom,parece que o fantasma que vive em você não esta mais aqui.- Ele afirmou.- Pela sua cara de aliviado.

-Pode ter certeza que não foi isso que me aliviou.- Dei uma risadinha e corei assim que deixei aquelas palavras espostas.- Me desculpa.

-Eu sei.- Ele sorriu de lado e piscou pra min- Eu sou muito lindo,não sou?

-Ah,claro que sim,senhor beleza.- Brinquei e revirei os olhos.

-Pelo menos eu sei que você gosta de disso,não gosta?- Ele se levantou e se sentou ao meu lado.

-Gosto muito.- Sorri maliciosamente.

-Bom,agora que já se descubriu é e um cara livre de confusões na maior parte do tempo,podemos tocar,certo?

-Tocar? Você conseguiu um lugar?

-Consegui,e um bar,mas eles tem clientes fieis lá que vão só pra ver certas bandas ou cantores,podemos ser um deles se gostarem de nós.

-Eles vão gostar.

Okay,eu tenho Josh como um amigo (?) Que me beija e me pega as vezes.tenho um lugar pra tocar e não estou tão confuso sobre a minha sexualidade como antes,mas tem um porém,como todas as coisas boas da vida vem com alguma carma o meu carma e o Blurryface.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...