História Inside Your Heart - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Drama, Festa, One Direction, Romance
Exibições 23
Palavras 1.880
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, como vcs estão?
Me desculpem a demora para postar, tive um bloqueio de criatividade para essa fic e minha rotina nesse mês e no anterior estão bastante agitadas.
Bom, eu prometo postar mais vezes, mas não tenho dia certo ainda.
Obrigada pelos novos favoritos *---*
Espero que gostem do capitulo.

Comentários são sempre bem vindos, eu adoro ler o que vcs acham, então se quiserem escrever algo, fique a vontade....

Capítulo 8 - Capitulo 7


Tenho que dizer que fiquei mais que surpresa quando vi a imensidão de pessoas espalhadas pelas arquibancadas do estádio, era realmente insano como os garotos conseguiram essa onda de fãs.

Como haviam me instruído, fiquei de frente para o enorme palco junto com meu colega de trabalho, Quinn. Quinn era um cara legal, estava me ajudando em tudo que podia.

Depois do extenso show e das brincadeirinhas que Louis estava fazendo comigo durante a apresentação, finalmente havíamos acabado, só nos restava o Meet&Greet.

-Você nem chegou direito e Louis já te encharcou de água. –Quinn riu andando ao meu lado.

-Pois é, ele está me testando. –comentei sorrindo fraco passando a mão por minha blusa molhada.

Louis quase jogou água na minha câmera durante o show, ou ele estava me testando ou ele queria me deixar irritada. Mas eu respirei fundo e seguindo o conselho de Kim.

-Quantos fotógrafos a banda já teve? –perguntei a Quinn.

Quinn abriu a porta que dava para um extenso corredor e riu.

-Inúmeros, já perdi até a conta. –Quinn falou. –Eu fui o único que sobrou, estou com eles tem uns quatro anos.

Balancei a cabeça e peguei uma garrafinha de água de uma mesa.

-Já que seremos parceiros de trabalho eu vou te ensinar a lidar com as fãs no Meet&Greet. –Quinn comentou tirando o excesso de suor do rosto. –Tem algumas que são bem histéricas então fique atenta.

-Tudo bem, acho que sobrevivo. –falei sorrindo. –Não deve ser tão ruim, eu já trabalhei em ramos piores...tipo o jornalismo.

Quinn riu e balançou a cabeça.                                

-Lex, uma coisa que você precisa saber. –Quinn comentou parando em frente a uma porta. –As directioners são de outro planeta. São únicas. Está pronta?

-Sempre estou pronta, Quinn. –afirmei segurando minha câmera.

 

 

 

 

-Ah, meu deus. –exclamei pausadamente vendo a fila enorme de garotas para o Meet&Greet.

Elas estavam como posso dizer...histéricas.

Quinn gargalhou achando graça e me indicou aonde ficaríamos posicionados para tirar as fotos.

-Meu deus, elas vão arrebentar a grade com essa animação. –comentei com Quinn enquanto ajeitava minha câmera no tripé.

-Já aconteceu isso, e foi bem...ah, maneiro. –ele comentou refletindo.

Ri e prestei a atenção enquanto ajeitava nossos equipamentos em silêncio.

-Realmente foi muito engraçado. –Quinn concordou depois de um tempo. –Um mar de fãs saíram correndo atrás dos meninos, foi hilário. Tinha que ver o Harry correndo.

-Imagino. –dei um sorriso fraco.

-Eu não sou estranho, só para constar. –Quinn comentava arrumando a iluminação.

-Gosto peculiares os seus. –falei o observando.

Quinn sorriu e me deu um positivo com a mão.

-É isso aí, finalmente alguém que me entenda. –ele exclamou alto. –Devo agradecer a quem te contratou.

-Agradeça a mim. –Kim respondeu se aproximando de nós. –Meninas, os meninos já estão chegando!! –ela exclamou animada para as fãs.

Tampei de forma casual meus ouvidos com a gritaria que se alastrou com a informação.

-Isso mesmo Kim, faça elas me deixarem surdos. –Quinn bufou e parou ao meu lado.

Kim riu e lhe mostrou a língua achando graça.

-E então, como está indo até agora? –ela perguntou-me ajeitando seu crachá.

Refleti por um momento tudo que tinha passado nessa noite e resolvi dar uma resposta simples:

-Bem.

-Aham, muito bem. –Quinn riu.

-Eu vi quando o Louis jogou agua em você. –Kim falou me observando trabalhar. –E bom, quase que a agua pegou em seu equipamento.

Ajeitei pela última vez o tripé de frente para a armação enfeitada pela produção e foquei a câmera antes de responde-la.

-Está tudo bem. –dei um sorriso fraco. –Não estragou meu equipamento.

Kim concordou com a cabeça e coçou a cabeça tranquila.

-Se lembra do conselho que te dei? –ela perguntou-me arqueando as sobrancelhas.

-Sim. –afirmei.

-Vai segui-lo? –ela insistiu.

-Vou. –concordei com a cabeça.

Kim sorriu com minha resposta e me abraçou de lado.

-Que bom. –ela riu. –Bom, vou chamar eles para tirarem as fotos...não deixe o Quinn encher sua cabeça com baboseiras.

-Eu tô ouvindo. –Quinn estreitou os olhos para Kim enquanto esticava alguns fios no chão. –Saia de perto da minha amiga, naja.

-Ela também é minha amiga, querido. –Kim o desafiou com meio sorriso.

Me senti meio incomodada no meio dos dois.

-Ah...eu sou amiga dos dois, não precisa brigarem. –comentei olhando cada um.

Quinn parou de encarar Kim e sorriu.

-Viu? Ela é minha amiga. AMIGA. –ele comentou vitorioso.

-Eu a conheci primeiro, isso faz com que sejamos melhores amigas. –Kim o alfinetou.

Tinha que dizer que era engraçado ver a rixa que os dois estavam fazendo para ver quem seria o ideal amigo.

-Com certeza eu dou um amigo bem melhor que você, querida. –Quinn jogou uma direta certeira. –Quer que eu conte seus podres para a Lex?

-Opa, nada de rivalidade. –interrompi os dois antes que a coisa ficasse séria. –Posso ser melhor amiga dos dois, o que acham?

Kim piscou e desviou o olhar de Quinn concordando com meu pedido.

-Claro, mas mulheres amigas, é como casamento…coisa que você não terá com o Quinn. –ela bufou antes de sorrir. –Mas eu posso dividir você com ele, aliás não é sempre que conheço pessoas legais. Já volto.

-Tá. –concordei com as mãos nos bolsos da calça jeans e voltei-me para Quinn. –Tudo bem?

-Tudo ótimo. –Quinn afirmou ao checar uma última vez a iluminação do ambiente. –Kim é chatinha, cruzes...

Ri ao ver sua careta.

-Ela é bem legal. –balancei os ombros. –Vocês dois são legais.

Quinn fez charminho e se posicionou ao meu lado enquanto desfrutava de sua agua.

-É, eu sou uma raridade. –ele fez piada. –Meu brilho natural deixa a Kim com ciúmes é normal...mas pode ter certeza que seremos grandes e desgrudáveis amigos. –ele sussurrou baixo. –Sou mais legal que a Kim.

Dei um sorriso achando graça e apenas concordei com a cabeça. Observei de forma discreta as fãs que esperavam ansiosas para ver seus ídolos.

Realmente elas eram fãs únicas.

 

 

 

 

 

Depois de quase uma hora tirando fotos e os meninos atendendo as fãs, o trabalho finalmente tinha acabado. Fiquei feliz em saber que as fãs receberiam de presente fotos em uma ótima qualidade tirada com os meninos, tudo isso graças a uma impressora portátil que Quinn tinha.

Saí acompanhada de Quinn enquanto seguíamos os meninos para o camarim e logo em seguida iriamos em uma van para o hotel.

Observei calada como os meninos já eram acostumados com aquela rotina. Louis e Harry estavam mais descontraídos depois do show, Liam andava ao lado de Zayn que parecia ter esgotado sua animação, Niall cantarolava em minha frente arrancando sua blusa suada.

-Eles fedem demais depois do show, esse é o problema principal... –Quinn sussurrou ao meu lado torcendo o nariz.

Ri baixo achando graça. Todos nós estávamos suados, era normal.

-Suar é normal, nem está tão forte. –comentei no mesmo tom.

-Eles estão praticamente mijando pelos poros! –Quinn fez piada.

Segurei para não rir alto e ajeitei minha câmera em mãos. Quinn riu alto sem se importar.

-Ainda está falando merda, Quinn? –Kim enroscou seu braço no meu. –Que coisa feia!

-Feio é você entrar numa conversa em que não foi chamada. –Quinn rebateu com um sorriso de lado.

-Epaa eu não deixava, Kim. –Liam exclamou nos observando.

Olhei Kim olhar Quinn seriamente. Liam tinha deixado as coisas esquentarem ainda mais.

-Você é um idiota, Quinn. Não vou perder meu tempo com você. –Kim deu de ombros.

-Meu brilho te deixa cega? –ele a alfinetou.

-Kim, vai deixar ele te zuar? –Louis perguntou ao lado dela. –Sabe, eu daria um xeque mate nele depois disso.

-É, vamos lá querida. –Quinn a incentivou. –Manda seu xeque mate que não mata ninguém.

-Ora, seu... –Kim começou a falar irritada.

Ficar no meio dos dois já estava ficando um pouco perigoso. Levantei as mãos para apaziguar a situação pela segunda vez no dia.

-Ei, ei, ei...pessoal sem discussões. –pedi calma. –Para que brigarem por uma coisa boba?

-Tá rolando uma rixa antiga aí, Lex. –Niall riu parando para observar tudo.

-Vocês trabalham juntos, tem que ser amigos não inimigos. –comentei olhando os dois. –Afinal, o que vocês tem um contra o outro?

-Nada. –Kim fechou a cara.

-É, nada. –Quinn cruzou os braços fazendo bico.

-Aposto 5 dólares que eles tem um segredo. –Louis sussurrou com Zayn.

-10 dólares que o Quinn foi o culpado. –Zayn riu baixo.

-Fechado. –os dois apertaram a mão.

Tentei deixar de lado a aposta e voltei a atenção para os dois ao meu lado.

-Ok, já que vocês não tem nada um contra o outro, deem um abraço. –pedi sorrindo.

-QUE?! –Quinn exclamou surpreso.

-Vamos lá, pessoal. –incentivei os dois.

Kim me olhou indignada e se aproximou de Quinn com má vontade. Ri ao ver os dois darem um abraço de poucos segundos com a cara fechada.

-Você me paga Lex. –Quinn resmungou assim que Kim saiu andando emburrada.

-Desculpa. –ri achando graça. –Foi tão fofo!

-Fofo vai ser minha mão na sua carinha, novata. –ele falou me puxando para andarmos novamente. –Mas eu te perdoo se você ir a uma festa comigo hoje...

Entramos no camarim dos meninos enquanto discutíamos em eu não querer ir.

-Vai ser legal, Lex. –Quinn implorava enquanto eu roubava uma maçã da mesa. –Podemos explorar o Japão.

-Eu não sei falar japonês, Quinn. –comentei indo pegar minhas coisas numa espécie de armários.

-Taí! –ele exclamou animado. –Podemos aprender esse lindo idioma! E festejar, é claro.

Ri ao ver sua animação depois de trabalhar horas depois de um show.

-Eu estou cansada, Quinn... –desculpei-me sem jeito. –Eu dormi apenas três horas desde que cheguei aqui...

-Ah, tá então... –ele suspirou desanimado. –Promete que vamos em uma outra hora então?

Sorri.

-Eu prometo. –falei balançando a cabeça.

-Então tudo bem, iremos em um outra hora. –ele riu baixo. –Talvez amanhã, já que esses garanhões vão estar tudo de ressaca.

O olhei sem entender e Quinn deu uma risadinha e logo um tapinha em meus ombros.

-Ora, Lex. Eles vão sair daqui e ir encher a cara nas baladas mais conhecidas do Japãoo... –ele cantarolou. –Mas isso não é da nossa conta...ei, que tal assistirmos um filme mais tarde quando chegarmos no hotel?

-Pode ser. –concordei pegando minhas coisas e indo em direção a porta. –Vejo você mais tarde, boy.

Quinn me deu um abraço de despedida e saiu para pegar seus equipamentos em outra sala. Do lado de fora do camarim, esperava por Kim para irmos embora juntas.

E foi quando ele passou por mim, seus olhos verdes me olhavam com intensidade. Eu sabia que Harry era perigoso, tinha que tomar cuidado.

-Porque não fica conosco no camarim? –Harry perguntou curioso.

Eu tinha que arranjar uma desculpa, mas era difícil quando seus olhos estavam fixos aos meus.

-Eu estou esperando a Kim pegar a bolsa dela para irmos juntas embora. –relatei da melhor forma possível.

Harry se aproximou-se mais de mim, mantendo uma pequena distância entre nossos corpos.

-Você é a garota da peruca azul. –ele afirmou me avaliando. –Quem diria que trabalharia para nós...

-Do que você está falando? – o questionei mesmo agora o reconhecendo. –Meu cabelo é castanho como pode ver.

Harry deu um sorriso gélido e pousou uma de suas mãos na parede, ao lado da minha cabeça enquanto aproximava seu rosto do meu.


Notas Finais


Só tenho uma coisa a dizer:

FINALMENTE A FIC COMEÇOU. Preparem-se que agora vai rolar muita coisa hehehehe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...