História Inside Your Heart (Yoonmin) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Vhope, Yoonmin
Exibições 188
Palavras 1.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi meus pãezinhos <3
Mas um capítulo maravilindo pra vcs.
ENTÃO NÉ
Era pra ser uma ft de Yoonmin pra capa do capítulo, mas, eu TO APAIXONADA por essa foto e pelo vídeo da menina colocando as orelhinhas e o colarzinho nele ENTÃO EU QUERO QUE TODO MUNDO VEJA A BELEZA DESSA FOTO
Ai dscp n consigo me controlar, fazer oq esses utt né

Desculpa qualquer erro, e boa leitura amores sz

Capítulo 10 - The Plan


Fanfic / Fanfiction Inside Your Heart (Yoonmin) - Capítulo 10 - The Plan

Pov’s Yoongi

 

Ouvir o Jimin falando aquilo fez meu coração disparar, sentia que aquilo tudo era um sonho e que eu poderia acordar a qualquer momento. Olhei pra ele que já dormia tranquilamente em meus braços e falei baixinho pra que não acordasse ele.

 

YG: Eu também te amo Jimin.

 

E acabei assim como ele dormindo.

 

Terça, 7hrs e 3m.

 

Meu despertador tocou e eu dei um pulo da cama, eu realmente odeio acordar cedo. Olhei para o lado e vi Jimin ainda dormindo e sorri ao lembrar da nossa noite juntos.

Levantei e fui até o banheiro pra fazer minha higiene, afinal eu ainda tenho que ir pra escola, e mesmo não querendo ir tenho assuntos pra resolver lá. Botei meu uniforme, arrumei meus materiais e dei um beijo de leve no Jimin pra que ele não acordasse, desci as escadas e fui até a cozinha, mas, nem tomei café estava realmente sem fome e principalmente nervoso. Hoje eu tinha botado na cabeça que iria terminar com o Jungkook.

 

Depois de alguns minutos andando cheguei à escola e já fui recebido pelo Jin me enchendo de perguntas sobre o Jimin, se ele estava bem e essas coisas, só assenti e continuei andando. Procurava por todos os corredores e nenhum sinal do Jungkook. Procurei até cansar e quando eu estava quase desistindo o vi sair do banheiro junto com Hoseok seu melhor amigo. Fui até ele, e o mesmo abriu um sorriso enorme ao me ver, veio em meu encontro e eu o fitei sério por um tempo até juntar coragem pra falar.

 

YG: Jungkook nós precisamos conversar.

 

Seu sorriso se desfez e logo ele me encarou sério, como se soubesse o que viria a seguir.

 

JK: Tudo bem.

 

Afastamo-nos de Hoseok que ficou com cara de tacho nos olhando de longe, quando senti que estávamos sozinhos, fui direto ao ponto.

 

YG: Eu quero terminar.

 

Ele ficou surpreso, mas, logo sua expressão de surpresa se transformou numa expressão de raiva.

 

JK: É por causa dele né?

 

Ele já tinha os olhos marejados e me olhava incrédulo.

 

YG: Não é por causa de ninguém Jungkook, eu não gosto mais de você, você me sufoca e eu não quero mais isso.

 

Algumas lágrimas já rolavam por suas bochechas levemente avermelhadas.

 

JK: Se você quer assim, assim vai ser.

 

Ele respondeu ríspido e logo saiu correndo na direção do Hoseok, que o abraçou e me olhou com expressão triste, ele sabia mais que ninguém com Jungkook era.

 

Eu nem acreditava que tinha conseguido, eu estava livre agora pra ficar com o Jimin, eu estava feliz, mas, boa parte de mim estava triste por ter feito Jungkook chorar. Era necessário, eu não queria mais aquilo pra mim, eu não o amava, não era justo com nenhum de nós dois.

Suspirei aliviado, e sorri pensando em como o Jimin reagiria à novidade, eu já estava com tudo em mente, eu iria contar pra ele amanhã depois que eu chegasse da escola. Ia preparar alguma coisa especial pra nós dois e contar sobre o término e finalmente me declarar pra ele.

Quase pulava de alegria pelos corredores procurando por Namjoon pra contar á ele, eu realmente confiava nele e tenho certeza que me apoiaria. Antes de encontrá-lo ouvi o sinal tocar e suspirei lembrando que eu ainda tinha que estudar.

Dirigi-me até minha sala já encontrando o Namjoon sentado se pegando com o Jin.

 

YG: Vocês deviam ir pra um motel - falei brincando -.

 

O Jin me olhou corando logo em seguida, e Namjoon só riu, ele nunca ligou pras minhas provocações, sempre foi calmo comigo e me ajudou, era como um pai pra mim. E o Jin, bom, como a mãe que eu nunca tive.

 

NJ: Não é uma má ideia Hyung.

O Jin só deu um tapinha no braço dele recebendo em troca um ‘’ai’’ do Namjoon.

 

YG: Jin, se não se importa eu preciso conversar com o Nam a sós.

J: Porque a sós? Algo que não querem que eu saiba?

YG: Não, é uma coisa pessoal, mas daqui um tempo todos saberão, mas prometo te contar antes que isso aconteça.

J: Tudo bem então, mas não demorem.

 

Realmente a mãe que eu nunca tive.

 

Puxei o Namjoon até um canto da sala para que pudéssemos conversar, contei tudo a ele, tudo o que eu sentia em relação ao Jimin, e o que eu queria fazer amanhã. Ele assentiu e me deu a ideia de levar o menor num parque de diversões, e no fim da tarde na roda gigante, contar tudo e enfim me declarar. Claro que eu adorei a ideia, por que o Jimin adora parque de diversões mesmo sendo um medroso.

 

Para nossa infelicidade o professor chegou, mandou todos nós nos sentarmos e deu início a aula que eu não prestei atenção, pois estava mais concentrado em planejar cada segundo do nosso ‘’encontro’’.

 

Nem vi o tempo passar, e logo o sinal tocou me tirando do transe.

 

Saí da sala junto com o Nam e o Jin e fomos até o pátio para nos sentarmos no lugar de sempre, embaixo de um pé de árvore. Nenhum de nós estava com fome exceto pelo Jin que mal saiu da sala e já foi pegar alguma coisa pra comer.

Fiquei ali pensando enquanto uma brisa suave batia em meu rosto, as coisas finalmente estavam dando certo pra mim.

 

YG: Nam, na saída você vem comigo comprar os ingressos para o parque?

NJ: Vou, acho que vou levar o Jin no parque também.

 

Ele disse e ficou com um sorriso bobo na cara, aqueles de pessoas apaixonadas. (não que eu possa falar muito né)

O Jin voltou com a sua comida, e assim como o Namjoon fiquei apreciando ele comer, ele é muito fofo quando come. O Nam avisou o Jin que iria comprar os ingressos comigo na saída, e como eu nunca saio pra lugar nenhum o Jin estranhou e teve um quase ataque de ciúmes, ainda bem que o Namjoon o acalmou, mas, pra fazer isso ele teve que contar todo o meu plano o que resultou num Yoongi corado.

Tudo muito bom até o sinal bater, me lembrando de que eu ainda estava na escola. Fui até minha sala e sentei na minha carteira como eu faço sempre, o professor chegou e começou a explicar, eu estava longe, nem prestei atenção.

Comecei a rabiscar num bloquinho de caneta azul e vermelha, sempre alternando entre as duas. A voz do professor foi se reduzindo até se silenciar, o mundo em minha volta se silenciou e eu apaguei, mas antes me fiz uma pergunta.

Jimin, como ele deve estar agora?

 


Notas Finais


Então, vocês não acham que tudo ta dando muito certo?
A EU ACHO
ENT
AS COISAS TEM QUE DAR ERRADO SÓ ACHO
Só deixa no ar
Obrigada por ler e até o próximo capítulo.
Bjs amores sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...