História Insígnias do amor - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Em Família
Personagens Clara Fernandes, Marina Meirelles
Tags Clarina, Em Família
Exibições 221
Palavras 1.319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa noite meninas
Mais um capítulo para vocês
Boa Leitura
Anne

Capítulo 27 - Capítulo 27


Após passar o dia com a amada no trabalho dela e ver como era Marina no ambiente de trabalho a morena voltou para casa, estava muito pensativa pelo que tinha acontecido mais cedo no estúdio e pela conversa que ela tinha tido com a namorada sobre Vanessa, apesar de saber que não tinha nada para se preocupar... ela estava preocupada, não pela fotografa por que ela sabia que podia confiar na amada, mas sua real preocupação era a ruiva, não a conhecia muito bem e não sabia do que ela poderia ser capaz. Ela sabia que ciúmes pode mexer muito com as emoções de alguém até o ponto desse alguém perder o controle e era ai que a preocupação da morena entrava.

Ao chegar no apartamento, tomou um banho e logo saiu novamente para buscar o filho na escola, por insistência do filho acabou passando no shopping para ele fazer um lanche em sua lanchonete favorita e é claro que a batata frita não podia faltar. Enquanto esperavam que o pedido viesse, Ivan pediu para poder dar uma olhada na loja de brinquedos, a morena deixou... ficou ali sentada esperando que o lanche do filho viesse e de olho no pequeno.

Logo o lanche chegou e ela fez sinal para o pequeno, após o lanche ela deu mais uma volta no shopping e depois foram para casa. Ao chegar em casa, mandou o pequeno para o banho e fazer a lição de casa. A morena foi atrás do seu telefone que tinha ficado em casa, já que ela esperava que não ia demorar muito, quando o pegou viu que tinha algumas chamadas perdidas de Marina e logo retornou a ligação.

Marina: - Nossa amor, tá tudo bem? Você não atendeu e demorou para retornar... já estava preocupada aqui.

Clara: - Cheguei em casa amor e deixei o teleofone aqui, fui buscar o Ivan e acabou que ele insistiu pra passar no shopping não consegui dizer não. Ficou com tanta saudade assim?

Marina: - Muita e olha que você passou o dia todo comigo. Não sei como vai ser essa noite, não dormir ao seu lado. Precisamos resolver isso amor.

Clara: - O que amor meu?

Marina: - Quero dormir e acordar com você todos os dias. Você e o Ivan podem vir morar aqui amor, a casa é grande, preparamos um quarto para o Ivan, o que me diz?

Clara: - Me parece maravilhoso amor.

Marina: - Isso é um sim?

Clara: - Desde que vejamos tudo com calma, sim é um sim.

Marina: - Claro que vamos ver tudo com calma, afinal temos que acrescentar seu gosto aqui na casa também amor.

Clara: - Mas por mim deixamos como está amor, eu adoro a su... Marina olhou de cara feia a morena corrigiu. – Nossa casa assim, mas antes disso acontecer preciso conversar com minha família né, que apesar deles suspeitarem ainda não conversei muito sobre com eles e quero que eles façam parte dessa mudança na minha vida, mudança essa que é maravilhosa. A fotografa sorriu.

Marina: - Ah, mas não vamos demorar muito né?

Clara: - Não amor, por que não quero mais ficar muito tempo longe de você. As duas se abraçaram.

***

DUAS SEMANAS DEPOIS

A morena organizou um almoço para a familia com a presença da fotografa e disse a todos que tinha algo muito importante a dizer, o pequeno adorou a noticia no momento em que a mãe disse, ele já estava dizendo aos amigos que ia ter três casas dali pra frente, a casa de Marina, o apartamento e a casa do pai.

Marina: - Calma amor?

Clara: - Um pouco ansiosa, só isso.

***

Logo, logo a familia foi chegando e se acomodando no apartamento. Ivan logo puxou o tio para jogar video game e levou a prima junto. A mãe de Clara foi com o namorado, que a familia ja conhecia a um tempo e já tinham aprovado, o que tinha ficado mais ciumento era Felipe que era de longe o mais agarrado com a mãe. A morena anunciou meia hora depois que o almoço estava servido, todos estavam conversando em clima de harmonia, fazendo brincadeira, já tinha um tempinho que não se reuniam.

Felipe: - Entao maninha, o que tem para nos contar?

Clara: - Bem, quero apresentar uma pessoa maravilhosa que conheci e que esta sentada aqui do meu lado, que ao decorrer desse dia, vocês já conheceram um pouquinho e não faltaram oportunidade para comhecerem ela mais. A morena parou, respirou e continuou. – Essa é a Marina. Apontou para a amada. – Minha namorada. No começo, todos ficaram em silêncio, mas não demorou muito, estavam sorrindo e indo comprimentar o novo casal da familia. A mãe de Clara foi a primeira a falar.

Chica: - Sabe minha filha, já estava desconfiando mesmo que voce tinha alguem, quero dizer que espero a felicidade de vocês, pois vendo a felicidade dos meus filhos é que fico feliz e quero que saibam os três, que sempre irei apoiar as decisoes de voces como sempre quis. Todos ali falaram um pouco dando apoio ao casal, e quando Clara disse que se mudaria para a casa de Marina a familia também deu o maior apoio, eles estavam vendo o quanto ela estava feliz e radiando luz pelos poros.

***

Clara: - Amor estou tão feliz!

Marina: - Esta amor?

Clara: - Muito!! Agora todos sabem e vamos começar a nossa vida uma do lado da outra, sem acordar longe uma da outra, vou poder mimar você o dia todo.

Marina: - Que bom amor, por que a sua felicidade é a minha. Agora, vai faltar pouco, só esperar a reforma do quarto do Ivan e levo vocês pra casa.

Clara: - Que esses dias passem voando.

Marina: - E vão passar amor, você vai ver.

***

O dia tinha sido maravilhoso, mas a fotografa precisava voltar a Santa Tereza, Flavinha ligou dizendo que tinha um problema para ela resolver lá. Marina realmente ficou preocupada, não gostou do tom de voz da amiga.

Clara: - Amor, quando chegar la me liga?

Marina: - Ligo amor.

***

Assim que a fotografa chegou, a amiga já esperava por ela na porta.

Marina: -  Afinal, o que esta acontecendo?

Flavinha: - Queria explicar por telefone, mas acho melhor você ver por si mesma.

Marina: - Esta me assustando.

Flavinha: - Vai da uma olhandinha no estudio. A fotografa foi caminhando até seu local de trabalho e assim que viu como estava, levou a mão as cabelos.

Marina: - O que aconteceu aqui? Passou um furacão aqui?

Flavinha: - Passou chamado Vanessa. Bem, ela bebeu e passou um pouco do limite.

Marina: - Um pouco, ela destruiu o estúdio. Me diz que as fotos que temos que entregar amanhã estão a salvo?

Flavinha: -  Estavam no segundo andar, então estão em segurança.

Marina: - Menos mal. E cade ela?

Flavinha: - Foi deitar, eu acho.

Marina: - Vou falar com ela.

Flavinha: - Não vai adiantar fala com ela desse jeito. Fala com ela amanhã.

Marina: - De amanhã não passa. Já passou dos limites.

Flavinha: - Eu entendo o que você deve esta sentindo Marina, creio que agora você vai tomar uma medida mais drastica com ela não é?

Marina: - Certamente vou, ela não pode ter esses ataques e sair destruindo as minhas coisas. Ainda mais agora que a Clara e o Ivan vão se mudar pra cá.

Flavinha: - Realmente.

Marina: - Não queria ter que tomar essa decisão, mas ela não me deixou escolha.

Flavinha: - Você deu todas as oportunidades pra ela e ela não soube aproveitar.

Marina: - Vou ligar pra Clara, deixei ela preocupada. O dia foi tão bom, não vou deixar isso aqui acabar com meu dia.

A fotografa ligou pra morena e falou que o problema não era nada demais, omitiu o acontecido, queria conversar depois com a amada. 


Notas Finais


E ai gostaram?
Abraço
Anne


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...