História Insistência - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Rpgsquad, Traçoscotidianos
Visualizações 8
Palavras 378
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble
Avisos: Drogas
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá Chuchus,
Depois de um longo tempo sem aparecer com nada, venho com essa Drabble que faz parte de um projeto fofinho. Espero que gostem. Acompanhem a tag logo teremos mais atualizações.

Capítulo 1 - Garoto Insistente!


O rapaz acendia mais um de seus cigarros, não era da sua marca preferida, o que não ajudava muito. Respirava fundo antes de dar a primeira baforada no refil. Voltava para perto da maca aonde tatuava seus clientes. Lá estava sentado um garoto de madeixas vermelhas e vestimentas femininas, um garoto bastante insistente. Aquela mesma insistência que conseguia tirar a pouca paciência que o rapaz tatuado possuía.

 

— Eu já disse garoto que eu não irei tatuar nada em você… para de insistir. Vai embora, você devia estar na escola ou brincando de boneca… sei lá — O mesmo seguia até a porta do estúdio. Abria indicando para que este saísse com uma das mãos. Estava nítido que o mesmo não desejava a presença do garoto insistente naquele ambiente.

 

Mas o garoto era fogo, quando colocava algo na cabeça ninguém conseguia retirar. O mesmo cruzava os pequenos braços sobre o peito, tomando a posição de quem não pretendia sair daquele lugar sem conseguir o que queria. Sua melhor arma era a chantagem, esta que sabia fazer de várias forma. Kiji havia arrumado uma dor de cabeças grandiosa.

 

— Eu quero a minha tatuagem… Grande igual a que você fez no Yixing. Ele não é melhor e nem pior do que eu… também mereço ter uma, tenho meus direitos! — A bolsa que estava ao seu lado logo fora aberta, o garoto retirava o celular cheio de penduricalhos e uma capinha toda pomposa de dentro desta e logo se levantava da mesa seguindo até o rapaz tatuado. Mostrava algumas imagens de tatuagens e desenhos que desejava fazer, pedia opinião sobre o desenho a qual escolher.

 

Mas um suspiro audível se fazia presente naquela sala de paredes escuras, lotadas de desenhos expostos grudados de qualquer forma com fita crep na parede. O cigarro já estava quase no fim, enquanto paciencientemete Kiji escutava o garoto expor toda a sua vontade de fazer a tatuagem e o mesmo de tentar conseguir convencer o adulto a cometer certa burrada. Revirava os olhos e era sua vez naquele momento de cruzar os braços, mais insistência, mais um refil de cigarro era acesso. E assim se pendurada aquela discussão entre o garoto fofinho é o tatuador. Irresponsabilidade é responsabilidade. Quem seria o primeiro a dar o braço a torcer?

 


Notas Finais


Obrigada para quem leu, por hoje e só ate a próxima!

~Chu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...