História Instagram- Elenco Sou Luna - Capítulo 50


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Aguslina, Michaentina, Ruggarol
Visualizações 188
Palavras 6.300
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OOOOOOOOOOLLLLLLLLLAAAAAA💙
Último "Olá" nessa temporada!
Acabei de terminar esse capítulo.
Foi a maior coisa que eu já escrevi
Agradecimentos e links mas notas finais

{O capítulo se passa no ano novo}

Desculpa qualquer erro!

Capítulo 50 - Último capítulo


Fanfic / Fanfiction Instagram- Elenco Sou Luna - Capítulo 50 - Último capítulo

Autora On 

É ano novo e todos foram convidados a ver a queima de fogos da casa de Mike e Valu.

Todos estavam lá, conversando ou brincado com os filhos, alguns casais trocando carícias - não pensem besteira - mas todos estavam felizes.

 

-Galera, o que acham da gente relembrar os melhores momentos? - propôs Jorge 

 

-Acho uma boa ideia - concordou Lionel - Assim relembraremos aa coisas mais importantes que aconteceram esse ano.

 

-Vamos começar! - disse Valentina.

 

                  ---Aguslina---

 

 

-Bom, Aguslina começa! - disse Agus 

 

-Aguslina reina, meu amor! - disse - Pedido de casamento? - pergunto e o mesmo assente.

 

                   Flashback On 

 

Gastón estava muito estranho ultimamente,sempre distante e no mundo da Lua,qualquer coisa que eu falava já o deixava nervoso.Perguntei a Karol e ao Ruggero  se sabiam de algo,mas ambos disseram que devia ser apenas coisa da minha cabeça e resolvi acreditar nisso.Fui tirada dos meus pensamentos ao escutar a campainha tocando.

 

- Oi,bom dia,vim trazer uma entrega - disse o homem que segurava um buquê de flores.

 

- Muito obrigada,tenha um bom dia -respondi enquanto pegava o buquê e entrava em casa.

 

Realmente não esperava receber um buquê,principalmente de lírios, minhas flores favorita,simplesmente lindo.Percebi que havia um cartão no meio das flores.

"Oi meu amor,sinto muito não poder entregar esse buquê pessoalmente,mas espero que tenha gostado.E também espero que aceite jantar comigo hoje.Busco você as 20:00.

                                Com amor,

                                   Agustin"

 

Que fofo!E eu achando que ele estava estranho!Ainda era cedo,apenas 15:00,então teria tempo para fazer uma maratona de séries como tinha planejado.

Já haviam se passado horas e já eram 18:00 da tarde,então eu deveria começar a me arrumar.Entrei no banheiro e tomei um banho relaxante,ao sair sequei o cabelo e fiz uma escova, escolhi uma maquiagem mais marcante e um vestido azul que havia ganhado da Karol(devo confessar que era lindo) e por último e não menos importante,coloquei meus maravilhosos saltos pretos.

Assim que terminei de me arrumar ouvi o som da campainha,olhei no relógio e sorri,exatamente 20:00.Assim que abri a porta Agus sorriu para mim e eu obviamente retribui.

 

- Você está linda 

 

- E você não está nada mal - Mentira,ele estava simplesmente maravilhoso.

 

- Vamos?

 

- Claro 

O caminho até o restaurante foi descontraído, conversamos sobre coisas banais.Ao chegar no restaurante fiquei de boca aberta,o local era incrivelmente lindo. Agus realmente acertou na escolha.

Quando sentamos um garçom veio nos atender.

 

- Boa noite,o que desejam? - O garoto sorriu para mim e pude ver a cara do Agustin se fechar,com certeza estava com ciúmes

Escolhemos nosso pedido e o garoto saiu de perto de nossa mesa

 

- Que cara é essa Agus?Não é possível que esteja com ciúmes.

 

- O quê? Eu com ciúmes?

 

- Sim.

 

- Ok,você está certa, mas aquele garoto ficou te encarando e sorrindo demais pro meu gosto.

 

- Agus, pelo amor de Deus,ele só foi simpático e você não precisa ficar com ciúmes, eu te amo ok?

 

- Eu também te amo!

 

Após isso o jantar se seguiu normalmente,conversamos sobre várias coisas,até que Agustin começou a ficar nervoso e assim que iria perguntar o que estava acontecendo fui interrompida pelo mesmo,que se ajoelhou em minha frente segurando uma caixinha de veludo. Ai meu Deus,não acredito!

 

- Lina, meu amor,eu fiquei muito tempo pensando em como fazer isso e não encontrava a maneira certa,até que resolvi fazer algo clichê, afinal existe casal mais clichê que a gente?Bom,quando eu te conheci fiquei fascinado e não acreditei em como nunca tinha reparado em você. Você é simplesmente incrível,é companheira, fiel, amorosa,boa conselheira,verdadeira,linda e muitas outras coisas.Você me completa,gosta das mesmas coisas do que eu,entende minhas referências e tem a mesma alma nerd que a minha.Eu sei que a perfeição não existe,mas você realmente chega perto de ser perfeita.Quero que você saiba que desde o primeiro momento você roubou meu coração, seu jeito meigo e tímido me encantou,você foi a primeira garota que eu realmente amei e amo,na verdade você é o amor da minha vida. Eu te amo. Carolina Kopelioff você aceita se casar comigo e ser a humilde Gina desse Harry Potter?

 

Nesse momento eu já chorava litros,nunca esperei um pedido desses, muito menos com essa declaração tão fofa,ele é incrível e eu o amo.Acho que demorei tempo demais pensando em como ele era um fofo,quando percebi sua cara de nervosismo.

 

- Sim,claro que sim,você é incrível, eu te amo como nunca amei ninguém.

 

E finalmente nos beijamos tendo a certeza de que seremos muito felizes.

              Flashback Off 

 

-E quando me contou da gravidez? - disse Agus 

 

-Pode se dizer que você quase enfartou - ri fraco 

 

                Flashback On 

Eu fui convidado pela Caro a ir até o apartamento dela, acho que teria uma festa ou algo parecido. 

Já faz um tempinho que nós estamos juntos e felizes. Cada dia é uma nova experiência e cada dia meu amor cresce por ela. 

Nós já nos casamos e temos a nossa casa, mas Caro continua com seu apartamento separado, ela escreve histórias e lá é melhor para se concentrar. 

Acabo de chegar em frente ao prédio e vejo que não está movimentado como achei que estaria, talvez eu tenha chego cedo de mais, ou na pior das hipóteses, tarde de mais.

Subo até seu apartamento e realmente está tudo calmo, será que eu me enganei? 

Bato na porta e ela me recebe com um maravilhoso sorriso.

 

-Não ia ter algum evento aqui? - disse 

 

-Então.... Senta aí, precisamos conversar. - ela estava nervosa 

 

-O que aconteceu? Você parece nervosa! - ela apenas assentiu 

 

-Então lembra que a alguns meses nos transamos? Não usamos camisinha - onde ela queria chegar com essa história? 

 

-E o que tem de mais nisso? - diversos pensamentos maliciosos já se passaram pela minha cabeça nesse momento.

 

-Pensa Agus! Eu estou grávida - o que? Grávida como assim? 

 

-Uou! Nossa... Não achei que você iria dizer isso. - estou em estado de choque. 

 

-Você não gostou? Nunca falamos sobre isso, penso que você não gostaria de ter filhos agora - era por isso que ela estava nervosa. Agora entendi.

 

-Eu sempre quis ser pai, você está realizando esse sonho. Vou ser pai de um filho da garota que eu amo e que é a minha esposa. Tem como ficar mais feliz? - agora ela estava sorrindo e eu estava um pouco emocionado.

 

-Quer que seja menino ou menina? - seus olhos brilhavam e isso aquecia o  meu coração - particularmente eu quero que seja menina.

 

-Quero que seja Gêmeos - ela arregalou os olhos e eu sorri - Pensaremos nisso depois. 

 

A beijei como se fosse a primeira vez,  teremos um filho, agora mais que nunca vou protejer a minha família como nunca protegi algo antes. 

Não deixarei que nada nem ninguém estrague a nossa felicidade. 

 

               Flashback Off 

 

-Pera aí! Quer dizer que você está grávida e não me contou - disse Valentina 

 

-Sua cachorra! - disse Karol - Você deveria ter me contado!

 

-Calma aí, amor - disse Ruggero - ela deve ter motivos. Agora você deveria ter me contado Agus!

 

-Calma aí galera. - disse Agus 

 

-Era para ser uma surpresa para todos! - disse Caro - E cachorra é você - disse rindo.

 

-Parabéns para vocês dois - disse Malena.

 

-Parabéns - disse Katja.

 

-Agradecemos - disse Agus. 

 

                ---Michaentina---

 

-Nossa vez! - disse 

 

-Começamos por qual? - perguntou Valentina 

 

-Comece falando do pedido de casamento - disse orgulhoso - Foi fofo ou não? 

 

-Foi Mike! - disse Valentina 

 

 

             Flashback On 

 

Estava sentada no meu sofá conversando com Lina e Karol, parecia um dia comum, mas algo me dizia que hoje aconteceria algo especial.

Nós estávamos conversando, até que Lina manda eu vendar os meu olhos.

 

-Anda logo e sem perguntas.- disse ela amarrando de uma forma nada gentil, um pano em meus olhos.-  Essa noite vai mudar a sua vida para sempre e você não faz ideia- fiquei curiosa 

 

- O que vai mudar? Me diz! - disse em um tom meio exigente.

 

-Isso será uma surpresa, idiota! - disse Karol.

 

Isso serviu apenas para eu ficar Ainda mais curiosa, mas tudo bem.

Quando ela disse que tínhamos chegado descemos do carro e logo senti areia nos pés, deduzi que estávamos na praia.

-Beleza, estamos na praia, certo? - perguntei 

 

-Certo! - as duas responderam em uníssono.

 

-E o que estamos fazendo aqui? - resolvo insistir, vai que uma delas me conta.

 

-Não adianta, não vamos falar nadinha. - pelo visto só vou poder ficar sabendo depois - Agora nós vamos para o carro e você vai ficar aqui paradinha, não tente dar uma de espertinha e tirar a venda - droga, eu queria muito ver o que estava acontecendo.

 

-Que? Como assim vocês vão para o carro? Vão me deixar sozinha? - elas definitivamente são loucas, e se eu for sequestradas e elas não estão nem vendo. 

 

Passou-se um tempo, acho que uns sessenta segundos, sinto alguém chegando por trás de mim e desatando o laço que as meninas fizeram, estava com medo de olhar para trás, mas estava sentindo segurança e não estava entendendo nada com o que via. 

Era um caminho de pétalas com algumas velas, pelo caminho vejo que tinha algumas letras formando o nome "Michaentina". 

Claro, hoje eu e Mike estamos fazendo um ano de namoro, por que não pensei nisso antes? 

Agora percebo que suas mãos estão em minha cintura e que ele está me empurrando até um local mais afastado.

 

-O que é tudo isso? - eu estava um pouco emocionada.

 

-Minha Valentina, os olhos azuis e seu lindo cabelo loiro me encantaram a primeira vista seu sorriso, seu jeito brincalhão, isso eu adoro em você por isso você merece algo especial - Mike começou a falar e eu já chorava.- Eu resolvi cantar uma canção, espero que goste.

(link nas notas finais)

 

Me emociono com a canção , fomos jantar em uma mesa linda que tinha ali.

Depois de terminarmos de jantar ele me leva até uma parte da praia , cheia de balões em forma de coração .

Ele se ajoelha e retira uma caixinha de seu bolso 

-Valentina Zenere , aceita se casar comigo ?

 

-É o que eu mais quero - o beijo emocionada.

             

E os balões são soltos e voam até o  céu formando um lindo coração , foi tudo muito incrível , não sei como explicar , só sei que estou me sentindo a mulher mais feliz e amada do mundo. 

 

                Flashback Off 

 

-Contem para nós como que foi quando contou da Sophia. Vamos ver se eles tiveram as mesmas reações! - disse Karol

 

-É bem provável que sim - disse - Acho que todos ficam meio chocados.

 

-Acho que sim, nem sei como estou vivo - disse Mike 

 

-Não exagera - disse Ruggero

 

-Eu não fiquei tão chocado assim! - Disse Agus e Caro o encarou - Ou talvez tenha ficado...

 

-Calem a boca que eu vou falar - disse Valentina 

 

                  Flashback On 

 

Lá estávamos todos nós Carolina Karol Katja , Chiara , Ana e Malena estávamos esperando a doutora chegar no consultório para me dizer o resultados do meu exame 

Há exatamente três semanas atrás 

estavamos em minha casa  muito enjoada , vomitei , então as meninas praticamente me obrigaram a ir ao médico.

 

- Sra.Zenere ? - A médica me chamou 

 

-Sou eu - levantei 

 

- Parabéns nova mamãe - disse com um sorriso no rosto.

 

Fiquei surpresa, as meninas me parabenizaram.

Tinha que achar um forma de contar para o Mike e tinha que ser hoje ainda.

Fui para a nossa casa e enchi o quarto de balões azul e rosa e escrevi em uma cartolina a seguinte frase.

 

"A família vai ficar maior , meu amor "

        

Liguei para ele, disse que era para ele chegar mais cedo em casa porque tinha uma surpresa.

Pedi ao porteiro que me avisasse quando que ele chegaria para eu estar preparada.

                    (...)

O porteiro acabou de avisar que o Mike chegou.

Já arrumei tudo que faltava e estou esperando em frente à porta.

Escuto um barulho de chaves e fico cada vez mais ansiosa, espero muito que ele não fique bravo ou algo assim. 

Ele entra em casa e eu o espero com um sorriso, ele sorri para mim.

 

-O que foi? Disse que tinha uma surpresa. Posso ver? - pergunta animadamente. Mike adorava surpresas.

 

-Vamos jantar e depois você vê a surpresa! - disse calmamente

 

-Vai fazer eu ficar mais curioso? - assenti - Você é mal.

 

-Eu sei disso, querido!- disse com um sorriso convencido

 

                    (...)

 

Tudo ocorreu bem no jantar e agora estávamos indo até o local da surpresa.

Meu coração estava acelerado e agora só conseguia pensar no pior.

Assim que Mike abriu a porta eu fechei os olhos e não ouvi nenhuma palavra dele.

Lágrimas escorriam de meu rosto, já pensava que ele gritaria comigo, mas senti seus braços me apertando em um carinhoso abraço. Ele havia gostado.

 

-Teremos um bebê? - assenti - Você sempre me faz o homem mais feliz.

 

-Você realmente está feliz? - perguntei receosa 

 

-Poderia não estar? - perguntou 

 

-Não sei...- sussurrei 

 

Mike me beijou e pude sentir que sempre seriamos uma família feliz e que estaremos todos seguros. 

Eu fui feita exclusivamente para ele e ele para mim. Agora teremos um fruto desse belo amor que nos cerca.

 

                Flashback Off 

 

-Viu? Eu não fiquei chocado! - disse Mike 

 

-A não... Só ficou uns minutos quieto - zombou Lionel 

 

-Eu também fiquei! Estava processando a notícia - disse Ruggero

 

-Agora imaginem para nós, descobrir que tem um ser vivo dentro do seu útero! - disse Karol

 

-É verdade! E ainda tem que pensar em um jeito de contar para os namorados/maridos - disse 

 

-É complicado - disse Carolina 

 

-Vocês venceram - Disse Gaston - Mas o melhor é saber dessas maravilhosas reações! 

 

-Cala a Boca, Gaston - disse Malena.

 

-Escute sua namorada - Disse Chiara 

 

-Na verdade noiva - disse Malena envergonhada 

 

-Conte-nos agora - as meninas disseram em uníssono 

 

              ---Gaslena---

 

-Vamos contar calma! - disse 

 

-Vamos lá, eu começo, foi eu quem pediu - disse Gaston 

 

               Flashback On 

Faz um tempo que venho planejando pedir a Male em casamento, mas sempre que tenho uma ideia desisto, acho que não será o suficiente e que ela não irá aceitar

Ruggero me deu uma ideia, já que ele já pediu Karol em casamento e também porque já passou pelo que estou passando. 

A ideia de Rugge é que eu faça um piquenique à noite na praia e faça um discurso.

A ideia do piquenique é maravilhosa, mas a parte do discurso não vai funcionar, então cantarei alguma música. 

                 (...) 

Já arrumei tudo aqui é também já liguei para Malena. 

Ela está chegando em quinze minutos, tenho um tempinho para ensaiar a música. 

Decidi que vou cantar uma música romântica  e que seja algo sobre ela ser a minha pessoa. 

Recebo um aviso de que ela chegou, imediatamente levanto e fico a esperando.

Ela está linda, com um vestido de praia e com um penteado - link nas notas finais- 

Ela caminha até mim, um pouco surpresa pelo o que está atras de mim, mas acho que ela vai gostar.

 

-Amor, o que vamos fazer? - eu não disse o que faríamos.

 

-Piquenique, gostou? - pergunto um tanto quanto nervoso 

 

-Claro - ela me beija rapidamente 

 

-Mas antes eu tenho uma coisa para você - pego o meu violão - Tenho uma música para cantar. -Link nas notas finais - 

 

-Que música linda! - percebo que ela ficou curiosa. - Mas por qual motivo a cantou?

 

-Malena, casa comigo? - pergunto e ela solta um grito.

 

-Claro que sim - ela se joga em cima de mim e eu a abraço.

 

Depois liberei o Rugge, ele não precisava ficar aqui de vela, e ele tinha coisas mais importantes a fazer.

Ficamos só nós dois, curtindo a presença um do outro.

 

               Flashback Off 

 

-Foi romântico - disse Chiara 

 

-Eu soube antes de todos - disse Ruggero 

 

-E não me contou Pasquarelli - Karol disse e deu um tapa na cabeça de Ruggero 

 

-Parabéns pelo noivado - disse Ana 

 

-Obrigado - respondi 

 

-Vamos contar do pedido de namoro? - perguntou Malena

 

-Conta você agora - disse 

 

              Flashback On 

 

Decidi que é hoje que peço Gaston em namoro.

Eu esperei tempo de mais achando que ele tomaria a iniciativa, mas como não foi ele foi eu.

Já comprei as alianças e já contei para todas as minhas amigas que eu que pedirei.

Achei que elas falariam que eu sou louca, mas todas me apoiaram.

Não planejei algo, como uma declaração nem nada, apenas falarei para ele vir até aqui e pedirei, simples.

                  (...)

Não deu certo, ele não pode vir aqui, está sem carro.

Eu vou até lá, ou esse pedido sai hoje ou não sai nunca.

Para melhorar está chovendo e não passa nenhum táxi aqui, maravilha.

Eu chegarei lá, e não ficarei solteira, pode ter certeza.

 Recebo uma ligação de Carolina.

                  Ligação On 

 

-Amiga cadê você? - perguntou ela 

 

-Na rua - estava estressada, nada estava dando certo

 

-Estou na frente da sua casa, porque não pediu uma carona? - perguntou divertida 

 

-Não ri, piranha! - exclamo - Eu ia saber que você estaria aí?

 

-Desculpa, não irei rir mais! Vou te buscar, espere aí - ela nem espera eu responder e desliga o telefone.

                    Ligação Off 

 

Fiquei esperando por uns cinco minutos em frente à uma loja.

Carolina chegou e me levou até a casa de Gaston e adivinha? Ele não estava lá. Havia avisado o porteiro que iria até a casa de Jorge e que se eu passe por lá era para me avisar. 

Voltei até o carro de Carolina e pedi para que ela me levasse até a casa de Jorge, é melhor ele aceitar esse pedido se não ele vai ser um homem morto.

              (...)

Chegamos até a casa de Jorge e já toquei a campainha umas quinhentas vezes e ninguém atende, já estava desistindo quando Gaston - finalmente- abre a porta e me encara preocupado.

 

-Male? Por que está toda molhada? - por que será? 

 

-Está chovendo idiota! - digo 

 

-Entre- finamente um lugar quente - o que queria falar comigo que é tão importante? 

 

-A é! - depois de toda essa confusão tinha esquecido do pedido - Quer namorar comigo? E é melhor você aceitar! 

 

-É claro que sim - ele ri - Eu iria pedir amanhã.

 

-As alianças - bati a mão no meu bolso da blusa e não as senti - Era só o que me faltava! 

 

-O que foi? - perguntou preocupado 

 

-Esqueci em casa - bati a mão em minha testa 

 

-Não se preocupe, já estamos namorando - ele me abraça - E você está toda molhada.

 

-Cala a boca - disse manhosa 

 

Ele me calou com um beijo quente e depois lembramos que estávamos na casa de Jorge e que provavelmente não poderíamos fazer o que queríamos.

   

               Flashback Off 

 

-Que desastre...- disse Katja 

 

-Pelo menos saiu o pedido - disse 

 

-Deu trabalho - disse Male 

 

-Eu vi tudo! - disse Jorge rindo 

 

-Foi bonitinho até - Disse Karol

 

-Você demorou de mais Gaston - Disse Rugge 

 

-É a vez de quem agora? - mudei de assunto 

 

-Nossa -  Ana e Lionel responderam.

 

              ---Liona---

    

 

 -Sobre o que falaremos? - diz Ana 

 

-Como nos conhecemos? - pergunta Lionel 

 

-Pode ser - diz ana 

 

                  Flashback On 

 

Estou indo até um concurso que tem aqui perto de casa, é um concurso para entrar em uma banda, eu amo cantar mas nunca tive oportunidade para demostrar. 

Agora terei, tentarei ser o vocalista, modéstia parte, eu canto muito bem e também sou um ótimo compositor.

Mas se não conseguir ser vocalista, eu posso tocar algum instrumento que for necessário.

Assim que entro no galpão, percebo que tem um fila enorme e fico no fim, em frente a uma moça ruiva, de estatura mediana, aparentemente muito bonita.

Decido passar em sua frente, ela não poderia fazer nada contra mim, ou poderia? 

Assim que passo sinto alguém me cutucando, era a ruiva.

 

-O que foi? - pergunto como se nada tivesse acontecido.

 

-Não finja que não sabe! Volte para trás que aí é meu lugar mocinho. - ela estava brava, mas não iria me mover.

 

-A foi mal, não te vi aí - brinco - Sinto muito mas vou ficar bem aqui e não vai ser você que vai me tirar.

 

-Pode ter certeza que vou! - agora fiquei com medo, o que aquela baixinha irá fazer? 

Infelizmente descubro cedo de mais, ela pulou em minhas costas e começou a bater em minha cabeça, devo dizer que não era fraco.

Enquanto tento retirar ela de lá todos olham para nós e eu começo a ficar envergonhado.

 

-Da para você sair daí? - pergunto apenas para ela ouvir 

 

-Só sei você voltar para trás! - ela diz no mesmo tom de voz que eu.

 

-Ok, eu volto, mas sai das minhas costas - praticamente grito em rendição.

 

-Só saio na hora que você voltar para lá - ela aponta em direção a fila - Anda cavalinho.

 

-Você está se aproveitando da situação? - ela assente - Sua folgada - coloco ela no chão.

 

-Desculpa, mas não foi eu quem roubou lugar na fila - ela tinha razão.

 

-A propósito, sou Lionel - estendo a mão.

 

-Sou Ana Jara - ela aperta minha mão.

 

Não foi a melhor forma de conhecer alguém, mas eu fiquei interessado nessa menina, espero que nós encontremos outras vezes.

 

               Flashback Off 

 

-Devo dizer que foi uma maneira um pouco infantil de se conhecerem? - Pergunta Michael 

 

-Acho que todos já sabem, Mike - disse Gaston 

 

-Foi uma maneira um pouco louca - Diz Karol 

 

-Mas foi engraçada, queria estar lá para ver - diz Ruggero enquanto acaricia as mãos de Lukas que está em seu colo.

 

-Fiquem rindo mesmo! Não foram vocês que carregaram uma baixinha com raiva nas costas - Diz Lionel

 

-Eu já fiz isso - diz Rugge 

 

-Foi você quem pediu por aquilo Lionel! Não se faça de santo - Diz Ana 

 

-Vamos mudar de assunto? Vamos! - diz Lionel - Que tal o pedido de namoro? 

 

-Eu começo dessa vez - Diz Ana 

 

                  Flashback On 

 

Não conseguimos entrar na banda, mas pelo menos nos tornamos amigos.

Desde aquele dia eu e Lionel começamos a sair e acabamos nos tornando amigos.

Bom, na verdade eu comecei a me apaixonar por ele, mas parece que ele não percebe.

Essa noite fui chamada para ir até a casa dele em uma festa, vou ir lá e ver ele paquerando mais garotas enquanto me lança para o escanteio, já me acostumei.

Estou caminhando até lá, Lio mora a um quarteirão daqui, não é tão longe.

              (...)

Chego em frente de sua casa e percebo que não é uma festa igual às outras, é uma coisa mais calma e não tem um som tão alto como de costume.

Não são os amigos de Lio, são os nossos amigos, todos estão aqui.

Especialmente hoje Lio está lindo e com um brilho indescritível nos olhos. 

Incrível como ele consegue me deixar cada vez mais apaixonada.

Assim que entro na sala a luz diminui e começa a tocar uma música muito linda de fundo - notas finais - e Lionel se aproxima de mim.

 

-O que está acontecendo? - pergunto 

 

-Ana Jara, Ruiva, Namora comigo? - pergunta enquanto se ajoelha 

 

-Sim - digo em um tom inaudível e o beijo.

Escuto alguns aplausos e alguns assobios de nossos amigos e uns comentários engraçadinhos de Ruggero.

 

-Arrisco a dizer que sou o homem mais feliz - diz Lio 

 

-E eu sou a mulher mais feliz do universo- disse - Te amo para sempre.

 

-Te amo para sempre - ele me beija novamente.

 

Depois curtimos a noite com nossos amigos e trocamos vários olhares apaixonados. 

Eu o amava e ele me amava também, não poderia estar mais feliz.

 

                  Flashback Off 

 

-Eu não lembro dessa parte dos meus comentários - diz Rugge

 

-Eu lembro- Disse Karol 

 

-Poxa amor, fica do meu lado - diz olhando para Karol

 

-Eu lembro desse dia - disse Katja 

 

-Foi bonito - disse Carolina 

 

-Foi romântico - disse Agus 

 

-Foi gay - disse Mike e todos olhamos para ele - Não achei outro termo.

 

-Ruggarol, vez de vocês.

 

            ---Ruggarol---

 

Rugge lembra quando eu te contei que estava grávida?

 

Como esquecer? Eu fiquei em choque!

 

                 Flashback On

Okay, faz uma semana que eu e o Ruggero começamos a namorar seriamente e acabo de descobrir que estou grávida.

Nós nunca conversamos sobre ter filhos, não sei se ele vai reagir bem.

Convidei ele para vir aqui em casa, minha mãe já sabe de tudo e deu o total apoio, além de dar o sermão por eu ser nova demais e essas coisas.

Enfim, o convidei para jantar aqui em casa e disse que tinha uma surpresa, preparei tudo no meu quarto e quando for a hora, pedirei para ele ir lá buscar algo para mim enquanto eu for no banheiro. Esse é o plano, bem simples, não deu tempo de preparar algo super elaborado, afinal faz uma semana que descobri.

Acabo de escutar o barulho do carro de Ruggero e escuto ele se aproximar da porta enquanto canta algo baixinho, involuntariamente sorrio.

Escuto batidas na porta e caminho lentamente.

 

-Olá - Ruggero aparentemente está contente 

 

-Olá - Selo seus lábios com um 

selinho rápido - Vamos jantar? 

 

-Claro, foi você que cozinhou? - pergunta 

 

-Óbvio que não, acha que eu sei fazer algo assim?- digo apontando para a mesa

 

-Gnocchi? - assinto - Ótima escolha! 

 

O jantar ocorreu normalmente, como sempre era. 

Ruggero contava alguma piada, eu gargalhava.

Eu fazia alguma trapalhada - o que não era difícil - ele tirava sarro de mim.

Mas agora chegou a hora de por meu plano em ação, o frio na barriga volta a surgir.

 

-Rugge pega meu celular para mim no meu quarto? Eu vou ao banheiro - Eu sei que essa desculpa é horrível, mas é o que consigo pensar no momento

 

-Claro! - se levantou e começou a caminhar 

 

Obviamente eu não ia ao banheiro, estava o seguindo para conseguir ver sua reação, espero que seja boa.

Não tinha muita coisa no meu quarto, apenas uma caixa em cima da cama etiquetada com seu nome e meu celular ao lado para que ele pudesse ver que a caixinha estava endereçada a ele.

Vejo que ele ficou curioso com a caixa, então resolvo que agora seria a hora, não tinha mais volta.

 

-Pode abrir, é para você -digo de repente 

 

-Que susto menina, quer me matar? - rio fraco 

 

Vejo que ele começa a desatar o laço, com calma - o que me deixa mais nervosa- e sua expressão é seria, porém nem tanto.

Mas assim que ele retira a tampa, lê o cartão e vê do que se trata o presente, sua expressão muda para completa surpresa.

Não sabia se ele estava feliz ou se ele estava bravo, arriscaria dizer que não estava triste.

 

-Fala alguma coisa, por favor! - eu realmente estava com muito medo.

 

-Hã? Como? Ééé... Eu não sei o que dizer - ele estava desnorteado, era perceptível. 

Eu estava caminhando em sua direção, receosa, porém confiante.

 

-Pelo menos me diga se está feliz - ele ainda não expressava nenhuma reação.

 

-Eu estou surpreso, feliz e um pouco confuso - disse sorrindo e me abraçando - pode ser? 

 

-Você tem todo o direito de se sentir assim, mas você quer ter esse filho agora?- estava um pouco menos nervosa 

 

-Lógico que quero, não vou te deixar sozinha, principalmente agora - agora ele estava com um grande sorriso e eu sorria abertamente 

 

                Flashback Off

 

-Foi realmente emocionante e tudo mais, mas quando eu te pedi em casamento foi emocionante também!

 

-Okay, foi minha vez de ficar surpresa!

 

                   Flashback On

             (Narrado pelo Ruggero)

 

Faz mais ou menos dois meses que descobri que seria pai e desde lá venho planejando uma coisa perfeita para pedir Karol em casamento.

Não queria fazer uma coisa tão simples, mas também não queria que fosse tão chamativa, contraditório eu sei, é que a Karol é uma menina simples.

Também aproveitaria e contaria aos meus pais, ela me contou que já conversou com os dela e eles aceitaram, eu ainda não contei pros meus e também não sei se vão aceitar tão fácil assim.

Bom, eles vão chegar hoje à noite, antes de eu colocar minha surpresa em prática.

Vou chamar a Karol para jantar com a minha família para poder contar sobre o nosso filho - o que é uma verdade - e para eles conversarem, agora sem ela ser a minha melhor amiga, mas sim minha namorada.

                   (...) 

Faz uns cinco minutos que todos chegaram e Karol está conversando animadamente com todos, eles sempre tiveram uma boa relação e agradeço por isso.

 

-Bom gente, vamos começar o jantar? - agora havia ficado um pouco ansioso, contaria sobre meu filho e pediria a mulher que amo em casamento, muitas surpresas para uma noite.

 

-Claro, achei que não ia chamar nunca! - diz Karol com seu jeito brincalhão.

 

-Estou com fome, espero que a comida esteja boa - diz Leonardo, meu irmão.

 

-Cala a boca. Eu cozinho bem para caramba, seu noioso - digo em tom brincalhão 

 

Todos estavam jantando e conversando, recebi uma mensagem de Michael - ele estava me ajudando com a parte de pedir em casamento - agora era a hora de contar do meu filho.

Olhei para Karol, como se dissesse apenas com o olhar que era a hora.

 

-Então gente, temos algo para contar - disse um pouco alto para que todos escutassem - Eu e Karol estamos namorando ...

 

-Que bom meu filho, já estava demorando - disse minha mãe 

 

-Temos outra coisa para contar - percebi que Karol estava um tanto quanto nervosa - Eu estou grávida!

 

Todos ficaram em silêncio, ninguém expressou nenhuma reação, acho que eu fiquei assim pelo o que a Karol me contou.

 

-EU VOU SER TIO - Léo gritou e veio correndo nos abraçar, ele estava feliz pelo menos 

 

-Grávida? Meu menino vai ser pai! - Meu pai disse com lágrimas nos olhos enquanto vinha ao nosso encontro.

Estava preocupado com minha mãe, desde que dei a notícia ela não disse nada. Então resolvi olhar atras do meu pai e vi que minha mãe estava sorrindo e com os olhos brilhando, é um bom sinal.

 

-Parabéns aos dois - ela finalmente se levantou - Eu estou meio em choque ainda, eu vou ser avó! 

 

Bom, agora que todos estavam calmos seria a hora de outra surpresa, mandei mensagem para o Mike dizendo que era agora.

Dois segundos depois um vídeo começou a rolar na televisão, era minha vida ao lado de Karol, desde antes de nos confessar estar imensamente apaixonados. 

Percebi que Karol já chorava e que minha família estava emocionada, eu estava pensando em como fui burro e não percebi que era pela morena que meu coração batia acelerado. 

Logo encerrou o vídeo e eu fui em direção a Karol.

 

-Rugge...- ela estava com a voz embargada 

 

-Shiii, só escuta - ela assentiu - Eu fui muito burro, nunca percebi que era por você que meu coração batia acelerado, que meu sorriso bobo sempre surgia quando lembrava de você, eu deveria ter notado antes que eu sempre conseguia ser eu mesmo quando estava com você, eu sou mais feliz estando ao seu lado e pretendo passar o resto da minha vida junto com você - me ajoelhei - por isso Karol Itzitery Piña Cisneros, você quer casar comigo? 

 

-Claro que sim! -agora ela chorava mais e estava com um lindo sorriso no rosto - Eu não sabia que parte da surpresa era para mim.

 

-Venho preparando isso desde que você me contou que estava grávida!

 

-Por isso que estava vendo o Mike com mais frequência.- parecia que ela tinha descoberto algo muito grandioso- Obrigada por tudo!

 

-Eu que agradeço por tornar meus dias mais alegres - a beijei com toda paixão que cabia em mim 

 

E o resto da noite foi divertida, meus pais mais uma vez nos parabenizaram, agora pelo noivado e reclamaram, disseram que eu deveria ter avisado que teria tantas surpresas. 

Sempre me pegava olhando Karol com um sorriso apaixonado, ela também me olhava, não restava dúvidas de que a amava, era perceptível a quilômetros de distancia.

 

                  Flashback Off

 

O casal continuou tendo flashbacks dos seus melhores momentos e compartilhavam com seus amigos tudo o que passaram, esse ano para eles foi o melhor, se apaixonaram, começaram a namorar, Karol engravidou, ficaram noivos e Lukas Cisneros Pasquarelli nasceu. Para eles se melhorasse o ano, estragaria. 

 

                ---JorChia---

 

-Vocês não estavam lá para ver o desastre que foi quando nos conhecemos!

 

-Pois é, vocês estão cientes de que a Chia é desastrada e briguenta ainda por cima. 

 

                  Flashback On

          (. (Narrado pela Chia) 

 

Estava andando normalmente pela cidade até que avisto uma lanchonete, já que estava com sede entrei e fui direto ao balcão.

 

-Eu quero uma vitamina de abacaxi, por favor - pedi ao garçom 

 

-Cuidado! - ouvi alguém gritar e logo estava no chão com alguém em cima de mim - Me desculpa. - disse o garoto olhando para a minha roupa 

Ela estava completa manchada por algo que aparentava ser MilkShake de chocolate.

 

-Não olha por onde anda? Agora a minha roupa está toda suja por sua culpa, era uma das minhas favoritas, e agora está manchada porque você estava correndo por aqui! - logo vejo que minha vitamina chegou e resolvo me vingar também, aproveito que ele está distraído com as coisas que caiu no chão e jogo uma quantia de vitamina em seu cabelo.

 

-Ei, eu não joguei em você de propósito - ele não aparentava estar bravo, mas eu estava 

 

-Uma pena que eu joguei - disse com um meio sorriso 

 

-É de abacaxi? - assenti - Odeio abacaxi!

 

-Deveria ter jogado tudo - fiz menção de jogar mais e ele prendeu meu braços com a mão 

 

-A não... Chega, não caiu tanto em você, e está na sua roupa não no seu cabelo - ele tinha razão 

 

-A ta bom, seu chato - deu um riso fraco 

 

Aquele menino era legal, quem sabe não nos tornamos grandes amigos por conta de um MilkShake e uma Vitamina de Abacaxi...

 

              Flashback Off 

 

-Agora entendi o que aconteceu com a sua roupa favorita - disse Karol 

 

-Foi tudo culpa do Jorge - disse Chia 

 

-Assumo que foi - revira os olhos - Acho que um momento especial foi o pedido de namoro...

 

                  Flashback On 

           ( Narrado pelo Jorge)

 Agora era a hora que eu ia pedir Chia em namoro, quem imaginaria que uma trombada ia resultar em eu apaixonado? 

Chia é uma garota incrível e está conseguindo me mudar. Eu sempre fui muito convencido, às vezes chegava a ser arrogante, não me importava com as pessoas. 

Mas foi só ela chegar que eu comecei a enxergar o mundo de outra forma, é como se antes tudo fosse chato e repetitivo e agora é tudo colorido e cada dia eu vivo uma coisa diferente. 

Tenho medo de que eu não seja a pessoa por quem ela suspira só de pensar, que faz ela ficar com um sorriso bobo só por ver que mandei uma mensagem. 

Não sei se ela se sente assim, mas eu me sinto e hoje vou ter a confirmação dos meus sentimentos e descobrir um pouco dos dela.

                 (...) 

Eu preparei uma surpresa com pétalas de flores e um caminho de velas, colei algumas fotos nossas na parede e vários corações atras da cama. Tudo isso é meio clichê, mas eu sei que o sonho dela sempre foi ser pedida em namoro assim.

Falta dez minutos para ela chegar aqui, estou nervoso lógico, quem não ficaria? 

Não a chamei para um jantar nem nada, apenas disse que precisava conversar com ela urgentemente e se ela poderia vir até aqui, como ela sempre está disposta a ajudar os outros, prontamente aceitou.

Aproveito que ela ainda não chegou e arrumo algumas coisas que faltou e reacendo umas velas que apagaram, agora de última hora decido fazer um coração com as pétalas.

Meu interfone toca e sou avisado que ela está subindo, agora era a hora, não tinha como voltar atrás, eu pediria minha garota em namoro. 

Escuto batidas na porta e falo para entrar, logo escuto sua doce voz.

 

-Jorge? O que..? - ela para de repente provavelmente percebendo o que estava acontecendo 

 

-Chia - pausa - Peço que me escute até o final. Desde aquele dia que nos trombamos você mudou a minha vida , é como se meus dias fossem cinzas e repetitivos, e agora com você eles são coloridos e a cada dia vivo uma coisa diferente.

Não sei se você se sente assim como eu me sinto, mas eu precisava fazer isso, talvez seja um pouco arriscado mas vamos lá - me ajoelho - Chia, quer namorar comigo?

 

-Jorge, é claro que eu quero, eu te amo - ela me amava, agora não existia mais insegurança em relação a isso. - Eu achei que tinha acontecido algo com você, idiota.

 

-Aconteceu, eu me apaixonei - disse sorrindo e a beijando 

 

               Flashback Off 

 

-Juro que eu não percebia que você estava apaixonado por mim, por isso nunca tinha te dito nada - todos riem 

 

-E depois eu que sou o lerdo aqui - disse Ruggero

 

-Vocês formam um belo casal - disse Malena 

 

              ---   ---XXX---

 

Eles não podem estar tão felizes assim, eu simplesmente os odeio e eu prometo que vou fazer a vida deles um inferno. 

Ninguém sabe quem eu sou, mas eu garanto que esses casais não vão ser tão felizes.

Vamos ver se depois todos vão continuar juntos! 

 

                         FIM <3


Notas Finais


E aí? O que acharam?
Mereço textinho nos comentários?

Quem escreveu o primeiro Falshback Asguslina foi: @Stydia_21
Michaentina: @Lua_Balsano
E o resto foi eu!
Obrigada meninas <3

Roupa da Male:
https://goo.gl/images/vuh6Gq

Música Gaslena:
https://youtu.be/a5vH9f0lHZg

Música Liona:
https://youtu.be/r73ANL4ecnE

Nos vemos na próxima temporada <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...