História Instagram G-Top - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags 2ne1, Big Bang, Blackpink, Bts, Comedia, Crack!fic, Daddy Kink, Drama, Exo, Gdtop, Gtop, Jikook, Kaisoo, Kpop, Mommy Kink, Namjin, Snsd, Taeyang And Seugri, Taeyoonseok, Xiuchen
Visualizações 201
Palavras 711
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura

Capítulo 40 - KaiSoo


Fanfic / Fanfiction Instagram G-Top - Capítulo 40 - KaiSoo

Soo

Eu sou tão idiota... É, eu sou idiota. Infelizmente aquela puta tá certa, eu não demonstro o meu amor pelo Nini, ao contrário, eu sempre o trato de forma fria. Mas eu não consigo evitar ser assim, eu fui criado desse jeito. Não que a minha mãe tenha sido uma pessoa fria, longe disso. Mas ela sempre me ensinou a ser casto, e agir de modo indiferente em certas situações, mas esses ensinamentos me fizeram ser uma pessoa fria e indiferente a todo momento, alguns dizem que foi a criação, claro, tem algo haver, mas também é a minha personalidade natural. Eu vejo tudo porque sou quieto, e posso rebater tudo por causa disso. Eu tenho vantagens em muitas coisas por ser assim, mas as desvantagens são maiores. Por ser assim eu machuco uma das poucas pessoas que amo, por ser assim eu faço o amor da minha vida chorar tanto que chega a ficar com o rosto inchado, e mesmo assim, mesmo triste, o sorriso radiante dele continua em seu rosto.

Eu sou muito pouco para ele.

Afinal, ele é o face do grupo, e eu? Sou uma pessoa considerada fora dos padrões.

Ele é lindo, e eu? O que sou comparado?

A pele dele é morena, a minha é tão branca quanto a neve.

O cabelo dele é perfeito, o meu é muito liso...

Ele tem uma altura perfeita, eu sou baixo demais.

É, sou muito pouco para ele e mesmo assim o trato com indiferença, enquanto ele me trata com carinho.

Mas de uma coisa eu tenho certeza: O amo, amo tanto que meu peito queima, e saber que eu não demonstro isso... Cara, pode doer muito no Jongin, mas dói muito mais em mim.

Caminhei cambaleante e com o rosto inchado até o banheiro, quem diria que eu iria fazer isso de novo... Você se tornou tão fraco Kyungsoo, Kim Jongin é a minha força, mas ao mesmo tempo é a minha fraqueza.

Sentei no chão gelado e liguei a torneira da pia.

Peguei a minha antiga amiga, e aproximei de meu pulso.

- Vamos Kyung... Não é a primeira vez. - sussurrei para mim mesmo como um louco 

Levei o objeto um pouco abaixo de meu pulso e fiz um corte mínino. Senti a ardência e gemi de dor, faz tanto tempo...

Cortes eram feitos em meu pulsos, coxas, ameacei levar a minha testa também, mas isso me prejudicaria demais, as fãs não merecem me ver assim. Ninguém merece ver Do Kyungsoo deste jeito, acabado. O homem frio, sem sentimentos, sério, inquebrável, me chamam de coisas assim, mas sabe?

- Estou me vendo ruir. É, D.O, o amor dói. - ri sarcástico e me levantei, me olhando no espelho.

Meus olhos estavam opacos, sem vida, sem brilho. Lágrimas solitárias rolavam de meus olhos, e o sorriso triste era abordado em meus lábios.

- Eu sou tão fraco. Tão fraco que sinto vontade de me matar. Me matar... - olhei para a navalha e a peguei, aproximando-a de meu pescoço enquanto enquanto olhava o meu reflexo no espelho - Eu não sou inquebrável, afinal. 

Fiz pressão no meu pescoço com a navalha, filetes de sangue já escorriam, que engraçado. Meu olhar está frio, mas as lágrimas estão quentes.

- Lágrimas viraram sorrisos, é? Acho que não... 

Fechei os olhos e fiz mais pressão, já sentindo perfurar levemente, mas nada que fosse me fazer morrer agora ou depois. Acho que eu não tenho coragem... Mas o que eu tenho a perder? Jongin pode achar alguém melhor do que eu, atualmente eu tenho mais anti-fãs do que fãs, quem vai sentir a minha falta? As pessoas sempre comentam que eu não amo o Jongin, mas eu não quero criar conflitos, então finjo que estou bem, mesmo quando não estou, eu escondo.

Sempre falam que eu não sirvo para o exo, que eu só trago aflição, deve ser isto mesmo.

Afinal, meu dom: trazer desgraçada.

Nessa hora eu já não pensava em mais nada, mas quando estava a um passo de fazer mais força, minha mente começou a me pregar mais uma de suas peças.

Jongin

Jongin

Jongin

Me salva

Jon...

Gin.


- Desculpe meu amor, eu sou muito fraco. Mas a culpa não é minha. A culpa é das pessoas, pois elas só sabem julgar. Eu quero sumir daqui Nini... Me perdoa por ser assim. Eu te amo.

Fechei os olhos, fazendo força na navalha.































- SOO NÃO!!!



Notas Finais


Hj eu tô pro crime

Quis abordar o tema mas acho q combinou bastante, pq as pessoas só julgam e não vêem que cada um tem sua personalidade e jeito de demonstrar as coisas, o Soo sofre com tudo isso, e juntando vários fatos que levaram o nosso Kyung a ficar triste, eu juntei essas coisas e fiz com q ele tivesse depressão, não se preocupem, tudo vai dar certo ^_^ ah! E não se esqueça: Se você é depressivo por algum motivo, saiba que eu nem te conheço, mas já te amo, e lembre-se: Estamos em um mundo livre, ninguém tem o direito de te julgar pelo que você é 💙 Boa noite e até amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...