História Instance - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 12
Palavras 1.632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Josei, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Rumour Has It


7:45 AM Skyler POV's ON

  Ontem definitivamente foi um dia bem estranho, Igor decidiu devolver meu celular, que ele tinha pego quando eu apareci com o Jack pela primeira vez pro meu pai. A desculpa dele para me devolver foi por eu ter ido no shopping com ele por 'boa vontade'

— Bom dia Sky — meu pai diz ao me ver, fazendo um coraçãozinho com a mão

— Pra que tanto bom humor tão cedo? — digo com sono enquanto vejo meu pai colocar o café da manhã na mesa

— Por que... TCHARAM! — ele tira um conjunto de roupa branca do nada — é isso que você vai vestir hoje

— que? — olho pra ele totalmente inconformada — eu não vou vestir isso nem fodendo

(...)

Breaktime

(...)

  Olhei para o espelho e vi a minha vestimenta completamente branca no meu corpo, bem, pelo menos o castanho do meu cabelo vai esconder um pouco a cor da roupa

  Eu acho impressionante como o Igor Davies consegue as coisas de mim tão fácil, quantas vezes ontem e hoje eu já não fiz as vontades dele?

— Ficou maravilhosa — meu pai disse ao entrar no meu quarto sem bater na porta

— podemos ir? — eu disse, ignorando o elogio do Igor

  Meu pai me levou para a escola como ele sempre leva de terças e quintas, ele diz que precisa fazer um tipo de plantão na cidade por mais tempo nesses dias e que não consegue jantar comigo, então ele passa o tempo que sobra conversando comigo no carro enquanto nos dirigimos para a escola

  Sim, Igor Davies é uma pessoa estranha, muitas pessoas ao meu redor me perguntam por quê meu pai faz trabalho extra como vigia sendo que ele é o próprio cherife? Eu também sempre me perguntei isso, mas ele nunca me responde

— Prontinho, quer um beijinho de boa sorte na aula? — Igor me provoca fazendo uma cara de pedófilo

— Me pergunto se as crianças dessa cidade estão seguras com você sendo cherife — rio e saio do carro, dando um breve tchau para o Davies

  Esperei meu pai passar o portão da escola e liguei meu celular, dando graças a deus quando vi a tela de ligar.  Olhei primeiro no WhatsApp e simplesmente vi mais de trezentas mensagens do Jack, provavelmente ele esqueceu que meu pai pegou meu celular

  Decidi ir no meu armário para pegar meu material e vejo um grupo de idiotas em conjunto, mais conhecidos como Time de Basquete da escola, próximo ao meu armário

  Ignoro a existência deles e fui direto abrir meu armário e pegar minhas cois-

— Ei você! — um garoto alto sai do meio dos idiotas e aparece para no meu lado, sofri um delay ao pensar no que estava acontecendo — me perdoe se confundir seu nome, mas Skyler, certo? Você esqueceu de me passar o seu número

  Olho para o rosto do ser vivo sem capacidade mental de reconhecer o que ele ta fazendo e vejo quem eu tentei evitar ontem, Mattew

— Matt, vamos caral- eita porra! GALERA O MATT TA FALANDO COM UMA GAROTA! — um dos membros do time de basquete começa a fazer barulho

— Ai Jaijai, não precisa ficar com tanto ciúmes... eu sou toda sua! — Mattew começa a brincar afinando sua voz e mexendo as mãos para o amigo, deixando-o sem graça e ele voltou a falar com o time — desculpa pela inconveniência

— meu pai pegou meu celular — respondo a pergunta que ele tinha feito anteriormente enquanto fecho o meu armário e tento fugir

— então o que é isso na sua mão? — Mattew aponta pro meu celular, como eu sou burra! Eu esqueci que meu pai me devolveu

— ... desculpa acabei de acordar — invento qualquer desculpa e vejo que esse retardado não vai sair da minha frente se eu não passar meu número — okay... É... XX- XXXX-

  Antes que eu pudesse terminar de passar meu numero, ouço um soco bater no armário atrás de mim

— posso saber o que caralhos ta acontecendo aqui? — virei meu corpo para trás e vi um garoto loiro todo de preto, mais conhecido como Jack — Skyler, acho bom você me dar um bom motivo pra eu não socar a tua cara

— Socar a cara da Skyler? Uma garota? Você não vai querer fazer isso enquanto eu estiver por perto nem nos seus sonhos — Mattew me puxa para trás dele e encara o Jack e ambos começaram a se olhar de forma mortal

— Mattew... — puxei a manga dele e comecei a dizer baixinho — ta tudo bem, obrigada por se importar...

  Passei pelo moreno e fiquei de frente para o Jack, o loiro me puxou e beijou meus lábios contra minha vontade, ele penetrou sua língua na minha boca de forma tão selvagem que não consegui conter uns gemidos, mesmo eu querendo escondê-los, tenho certeza que o Mattew ouviu. Por fim, Jack colocou seu braço no meu ombro, me levando embora junto com ele, confesso que dei algumas olhadas pra trás para ver o Mattew, eu nunca imaginei que alguém bateria de frente com o Jack por minha causa

— Por quê você fala com o capitão do time de basquete? — Jack disse após algum tempo em silêncio

— ELE é o capitão?! — olho totalmente surpresa, o Mattew não tem cara de ser bom em esportes

— ... Você sabe o que vai acontecer se eu ver você falando com ele de novo né? — Jack diz enquanto passa a mão na minha bunda

— ... Okay — digo com arrepios no corpo inteiro até chegarmos na sala de aula

~~~♛~~~

Mattew POV's ON

— Por quê você tava falando com aquela mina lá? — Jaime, o garoto que atrapalhou a minha conversa com a Skyler voltou no assunto

— Isso importa? — perguntei enquanto trocava de roupa

— Bem, na minha opinião, se você quer transar com ela, só vai, mas aceite as consequências —Jaime diz com um ar de mistério

— Dá pra você ser menos código morse? — joguei minha toalha no meu amigo enquanto ríamos

— Aquela era a Skyler Davies né? Ouvi dizer que ela é o brinquedo sexual do cara mais maconheiro do nosso colégio — fiquei um pouco chocado com o que eu ouvi, a Skyler?

— Mas isso é só um rumor certo? — questiono pra ter alguma esperança

— Bem, já encontraram os dois matando aula e bem... Eles estavam transando — parece que quanto mais eu ouço, mas decepcionado eu fico, se o Jaime sabe disso, a escola toda sabe, do jeito que ele é — Sério mesmo que eu nunca te contei isso?

  Neguei, a Skyler...? Ela parece ser tão vazia, no momento que eu a vi, eu senti que ela não tinha vontade nem sentido em viver, eu achei que ela tinha medo de se socializar depois que ela fugiu do nosso primeiro encontro... Eu me iludi? Desse jeito? Então isso significa que aqueles caras que tentaram matar ela no shopping, eram antigos parceiros de cama?

~~~♛~~~

Skyler POV's ON (After BreakTime)

  Saio da sala e ouço algumas pessoas rindo enquanto me encaram, me pergunto qual a doença mental desses trouxas? Será que eles não saíram da quinta série?

— Sky — ouço o Jack me chamar atrás de mim — hoje vamos ter nosso encontro às 15 horas, se me lembro bem, seu pai chega mais tarde né?

— Desculpa Jack, eu to me sentindo um pouco zonza, acho que vou ficar em cas-

  Ouço um soco na parede que o Jack deu e gelo na frente de todos

— Acho que você não entendeu... você some das redes sociais, para de ir nos encontros, você realmente acha que eu to pedindo?

— Entendi... — digo de cabeça baixa

— ótimo, te vejo mais tarde então — Jack me beija de um modo forçado novamente e vai embora

  Sim, ele me dá medo, tenho medo de enfrentá-lo ou parar de vê-lo, por quê sem o Jack, eu não tenho pra onde fugir

  Começo a andar pelos corredores até achar o meu armário, guardo as coisas dentro dele e logo vejo o Mattew conversando com o time de basquete na frente do portão, tento evitar que ele me perceba ali e ando para casa

— Eu não sabia que você fazia esse caminho — pulei de susto quando ouvi alguém atrás de mim falar do nada

— Mattew... — digo, segurando muitos palavrões dentro de mim para ele ouvir

— Hahahaha te assustei? — o moreno sorri para mim e eu comecei a andar, tentando esconder a vermelhidão que se instalou no meu rosto do nada — ei! Me espera

— O que você quer? — digo tentando me acalmar

— Na verdade, eu ouvi um pouco sobre você de algumas pessoas e... Bem, é verdade que você é um brinquedo sexual do Jackson?

  Paro ao ouvir a pergunta mais absurda do ano e encaro a cara do Mattew com nojo

— Que porra de pergunta é essa?

— Bem, eu achei melhor eu perguntar pra você do que me basear em rumores — Mattew logo da um sorriso que me mata psicologicamente de tanta fofura

— É verdade que eu estou em um relacionamento com o 'Jackson — evitei responder a pergunta que não poderia ser menos específica do moreno — mas obrigada...

— Pelo o que?

— Você veio perguntar diretamente pra mim, eu nunca encontrei alguém assim — digo com total honestidade e um pouco feliz vendo a ação do Mattew

— Eu queria ficar aliviado, mas parece que você não vai dar alguma resposta de verdade né? — assinto e vejo ele sorrir forçado, eu imagino o quanto um sorriso significa pra ele, sendo que por qualquer coisa ele sorri

— Por quê você ta me seguindo?! — digo um tanto nervosa com ele andar lado a lado comigo como se fosse natural

— Eu que digo!  — Mattew começa a correr e destranca a porta de uma casa enquanto eu ando mais um pouco e destranco a porta da minha casa

—  Você só pode estar zoando com a minha cara... —  olho para o rosto de Mattew, também surpreso ao descobrir que somos vizinhos 


Notas Finais


No próximo capitulo vai explicar direitinho como os dois são vizinhos e nenhum dos dois perceberam hehe >:)

Gostaram? Comentem por favor!

XOXO Kaya


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...