História Instance - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 6
Palavras 1.695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Josei, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hear Your Heart - James Bay

GALERA. ANTES DE TUDO, ESSE CAPÍTULO TA PESADO, AVISO PRA QUEM NÃO CURTE PUTARIA! Hoje o capítulo vais ser todo na visão do Matt, fiz com todo esforço e dedicação esse capítulo em especial, justamente porque ele vai fazer a diferença nessa fic!

Capítulo 3 - Hear Your Heart


12:30 AM Mattew POV's ON

Entrei em casa após me deparar com a surpresa de eu morar do lado da Skyler, ainda to confuso... A quanto tempo será que vivemos tão perto? Eu me mudei pra cá uns três anos por aí, será que foi ela que se mudou pra cá recentemente?

— Eai Matt — ouço o Logan me cumprimentar da sala, entro no cômodo e vejo meu velho amigo fumando — hoje achei um trabalho maneiro, ta afim de ir comigo?

— Eu prefiro continuar parecendo um estudante normal, é mais divertido do que "trabalhar" com você — digo dando ênfase às aspas

— Você crianças crescem e ficam chatas — Logan passa por mim e para na frente da porta — Ei Matt, o pessoal tão me cobrando alguma explicação até hoje do por quê você não vai mais nas reuniões...

— Prefiro andar com o pessoal da minha idade — sorrio tentando emitir nenhum sentimento negativo

— Você sabe que não vai se esconder pra sempre, né? — Logan diz abrindo a porta, me contentei a apenas assentir com a cabeça enquanto ele saía

  Subi para o meu quarto, olhei na janela e percebi algo que sempre esteve em frente mas que nunca tive a oportunidade de realmente ver,  a visão de um quarto de coloração cinza, se me lembro bem, uma cortina preta sempre esteve aí pra atrapalhar a visão de dentro, o que aconteceu pra tirarem ela?

  Tento medir a distância da minha janela com a do quarto e é mínima, será que eu consigo entrar na casa da Skyler por aqui?

  Me perco nos meus planos e logo vejo a Skyler passar pelo meu campo de visão de calcinha e uma regata com ataduras nos braços enquanto seca o cabelo com uma toalha. Tento me esconder para evitar tumulto e prendo a respiração, na hipótese dela conseguir me ouvir

  Meu celular começa a tocar, porra Logan, o que eu faço? ISSO eu tenho certeza que a Skyler consegue ouvir. Deixo tocando pra parecer que eu deixei o celular no quarto

— Por quanto tempo você vai continuar escondido Mattew? — gelei no momento em que eu ouvi sua voz extremamente perto — eu consigo ver seu cabelo

— Hahaha eu realmente preciso cortar ele, né? — olho para a direção dela totalmente sem rumo e vejo ela apoiada na janela, com o corpo um pouco molhado, a única palavra que eu consigo definir isso é: sexy

— O que exatamente você ta fazendo aí? — Skyler ignora a minha pergunta e percebo que meu amiguinho está um pouco feliz em ver ela pós-banho

— ... Eu tava pensando em como é possível nós sermos vizinhos sendo que eu nunca vi você por aqui, e acabamos nessa situação — tentei ser o mais honesto que eu pude, a morena fixa seus olhos em mim, talvez na tentativa de descobrir se o que eu falo é verídico, até que ela bufa

— Entra — Skyler abre a janela de uma maneira mais ampla, o suficiente pra um cara de 1.75 (eu) passar

— Pera... O QUE? Você vai me deixar entrar na sua casa assim? E seus pais? — Digo tentando arranjar alguma desculpa pra ela não descobrir o meu amigo de baixo feliz com o convite

— Não tem ninguém em casa — Skyler responde com tranquilidade, me deixando sem saída

— Pronto — entrei no quarto e eu vi exatamente o que eu imaginei, um quarto extremamente simples cinza, a única coisa de diferente é o banheiro, que eu não sabia que existia um dentro do cômodo

  A morena disse para eu sentar na cama e eu assim fiz, olhei pra diversos lugares para tentar não pensar ou fixar minha visão na garota

— Quem é aquele cara que saiu da sua casa agora há pouco? — Skyler inicia uma conversa enquanto escolhe uma roupa no seu armário, não podia ser uma pergunta mais fácil não?

— Ele se chama Logan, nós estamos dividindo aluguel, somos amigos de muito tempo atrás — lembro na hora da ligação dele — lembra do toque do meu celular? Era ele me ligando, você se importa se eu-

— Fica de boa — Skyler não me deixou terminar, ela ta agindo tão estranha, o que será que passa na cabeça dela?

  - Retornei a ligação do Logan -

"Eai. É eu tava ocupado. Beleza, eu vejo o que tem aqui, qualquer coisa eu vou no shopping..."

  Continuei a conversa com o meu amigo e quando percebi, a Skyler estava muito perto

"... Fica calmo-- eu vou ficar b-bem"

  Ela sentou em cima da minha porra e é claro, moleque punheteiro chamado EU, já to todo duro

"Eu to gaguejando? Hahaha fica tranquilo, f-faz seu trabalho aí"

    Desliguei o celular e segurei no braço da Skyler, pensando no que dizer

— Você não está namorando? — a morena me ouve e fica irritada, agindo como se estivesse fazendo birra, não parando de pular em cima do meu saco — OKAY OKAY ESQUECE O QUE EU DISSE SE ACALMA

— Você não quer esse corpo? — Skyler começa a segurar choro e tira a regata, ficando só de calcinha e sutiã, por acaso ainda em cima do meu pau

— Não é a grande questão aqui... — limpo suas lágrimas ainda não entendendo nada do que está acontecendo

— Atchim! — a morena espirra de uma forma totalmente fofa

— Vem, vamos secar esse cabelo antes que você pegue um resfriado — digo pedindo pra ela sair de cima de mim na tentativa de ser um cavalheiro pelo menos uma vez na vida

  No primeiro momento, a Skyler levantou e fechou a janela e depois ficou de frente pra mim

— Vamos? — eu disse levantando e ficando de frente com a baixinha

  A Skyler está agindo de uma forma realmente muito estranha, ela parece não estar nesse mundo de tão avoada que ela está, seu rosto parecer estar mais rosado do que o normal e seus olhos parecem estar pesados

  Enquanto eu pensava no que fazer, a morena chutou o meu saco, sim, sem dó, ela chutou a coisa que mais me é preciosa nesse mundo, sem hesitação, um ato desumano. Caí na cama na hora e a Skyler subiu em cima de mim, em cima do meu saco na verdade, mesmo que eu estou todo fudido, só que agora eu to deitado, CACETE O QUE TA ACONTECENDO

— Skyler! O que você está fazendo?! — digo enquanto vejo ela deitar lentamente em cima de mim e pressionar seus peitos no meu peitoral e nossos rostos ficarem cada vez mais próximos — o que você te-

  Sinto um cheiro vindo da sua boca, álcool

— Você está bêbada? — pergunto agora sem brincadeiras

— Posso estar um pouco sim, mas isso não muda que eu quero você dentro de mim — cacete... Essa menina ta de brincadeira comigo

  A Skyler começa a rebolar no meu pau e começa a gemer de propósito no meu ouvido, eu não sei até onde eu posso aguentar toda essa pressão...

Ah, foda-se — peguei a cintura da Skyler e inverti nossas posições, eu realmente não me importo se ela está bêbada ou não agora, eu tentei ser bonzinho

  Arranquei seu sutiã e comecei a chupar seus mamilos  enquanto eu ouço seus gemidos cada vez mais excitantes. Tiro sua calcinha e coloco dois dedos na sua entrada, fazendo ela soltar um gritinho safado

— P-para de enrolar — vejo seu rosto manifestado de luxúria e decido colocar logo meu pênis em sua vagina, indo primeiro lentamente para provocá-la e ela começa a me dar leves socos no meu peitoral implorando pra fazer direito

  Faço como ela pede e puta que pariu, essa sensação... Como eu sentia falta disso, observar o rosto com vontade sexual de uma garota gata como a Skyler me faz questionar o porquê eu larguei o pessoal do Logan, eu poderia ter isso todo dia... Talvez eu repense na possibilidade de voltar

—  Você está com a cabeça em outro lugar —  Skyler diz fazendo uma cara triste, espero que ela não lembre de nada disso quando estiver sóbria — eu não sou boa o suficiente?

— Não tem nada de errado com você —  eu disse a morena, com um sorriso cravado na minha boca, mas ela não parece estar convencida com isso, então ela levanta da cama, só ela tendo orgasmo

— Skyler? —  chamo a morena, que entrou no banheiro, não obtive nenhuma resposta então fui atrás dela — o que foi?

—  Minha atadura saiu —  ela tenta arrumar os curativos dos braços ainda bêbada, pedi para que ela me deixasse ajudar, visto que ela estava se machucando mais do que se curando

— Tomara que transar contigo sóbria seja mais legal  — faço uma piada e ela me olha emburrada

   Continuo arrumando suas ataduras e percebo que ela fixa seus olhos nos meus, mal parando pra piscar, eu a pergunto no que ela está pensando e ela espera eu terminar o curativo para me responder

— Sabe, desde que eu te conheci, eu costumo achar que você sorri pra esconder um vazio dentro do seu coração — Skyler diz tocando no meu peitoral para sentir meu batimento

— A Skyler sóbria nunca falaria isso  —  seguro sua mão e aperto forte, esperando que esse momento nunca acabe

  —  A Skyler sóbria que me contou isso —  a morena me abraça usando a mesma intensidade que eu segurei sua mão, o calor do corpo dela, mesmo alto por ela estar bêbada, faz meu coração derreter nos seus braços, o que é isso? 

  —  Ainda não nos beijamos né? —  perguntei a ela e a mesma olhou para o meu rosto

—  O Jack vai nos matar se fizermos isso

—  Nós fizemos sexo, ele vai matar a gente por um beijo? —  ela pensou um pouco, realmente, ela bêbada se contraria muito

  Skyler se aproximou devagar nossos rostos, talvez tentando se vingar da hora em que começamos a transar de verdade e nossos lábios finalmente se encontraram. De começo, esse beijo foi calmo, mas depois de um tempo nossas línguas começaram a brigar por território e a Skyler cruzou suas pernas na minha cintura, me obrigando a nos levar direto pra cama (de novo) 

  Daquele beijo planejado, foi-se instalando vários posteriores tanto em nossas bocas, quanto no corpo intei-

~ Ding Dong ~

  —  Skyler! Eu sei que você ta aí! —  nós dois ouvimos a campainha e a voz mais odiada no momento na frente da porta da casa da morena, a do Jack 


Notas Finais


SIM! NÃO! pera, TALVEZ! Espero que esse final do capítulo tenha despertado algum desespero pra vocês como despertou em mim, de verdade >:)

Gostaram? Comentem por favor!

XOXO Kaya


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...