História Instante de coragem - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, D.O
Tags Baeksoo
Visualizações 19
Palavras 426
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, Shoujo-Ai, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


Como o pequeno trouxa que sou, estou mais uma vez correndo atrás de Kyungsoo.

E quando digo pequeno, devo ressaltar que sou trouxa do tamanho de um abismo. Sim, já tive dias melhores. Dias onde Kyungsoo era inexistente. Dias onde não amava. Dias vagos, alguns de alegria. Dias sem ter que recolher meus cacos, enfiar meu orgulho no vaso e correr até o apartamento organizado, limpo ao extremo e implorar para algum deus me dá força pra sorrir, rir, contar piadas, acalmar o coração partido e, o mais importante, fingir estar bem para ouvir Kyungsoo reclamar de seu relacionamento tempestuoso.

Eram dias assim onde, ser o melhor amigo,  me dava vontade de me lançar no rio e afogar esse meu coração idiota sem relutância. O erro era meu.

Um adolescente tem que ter coragem uma vez e falar sobre amor. Deixei minha oportunidade passar por medo de ficar sem nada de Kyungsoo.

“Byun Baekhyun, seu idiota, você é adulto feito. Tenha coragem!” meu cérebro gritava. “Pare de se matar e viva. Vá embora do país, se for preciso, porém fale que o ama. Qualquer coisa!” mas quando a porta se abria e o rosto firme de traços tão fofos, de seriedade fria na fachada e olhos grandes levemente avermelhados, me focavam com um pedido mudo de cumplicidade… eu desistia de mim. Ali, naquele instante eu era o porto seguro de Do Kyungsoo.

Entramos. Ele parecia diferente. Parecia nervoso, ansioso. E quando sentei na ilha da cozinha e ele voltou a mover-se pela cozinha para pegar os ingredientes, panelas, - quando Kyungsoo precisava aliviar os nervos ou estava muito feliz, ele cozinhava. Muito bem, só pra constar - talheres, e tudo o que julgava necessário. Notei, ele não parecia arrasado. Parecia ter uma grande leveza nos movimentos.

- Baek, terminei tudo. Pedi a chave de volta. Devolvi-lhe todos os pertences pessoais.


Meu cérebro demorou a processar a informação. Fiquei estático. Em contra partida o corpo de Kyungsoo  fluía pelo espaço. Quando tudo fez sentido, meu coração parou uma batida me deixando arquear o ar rarefeito a minha volta. Kyungsoo parou tudo me olhando com preocupação e ansiedade.

- Cansei de esperar ele mudar. De comparar. E dessa vez entendi porque nenhum relacionamento meu vai dar certo.

Seus passos o trouxeram a mim. Nos encaramos em silêncio. E quando notei já tinha falado.

- Não procure outra pessoa. Me dê uma chance. Eu te amo.

Seu sorriso em formato de coração inundou meu ser. Me ergui e beijei-lhe.

Quem disse que só adolescentes tem instantes de coragem?

Kyungsoo teve o dele e me deu oportunidade de ter o meu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...