História Instinct-Bts - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~UchihaLarii

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Kpop, Ninja, Romance
Visualizações 61
Palavras 838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E ai gente bele? Olha tenho que sair agora praticamente então depois atualizo com o link das outras fics bjos e boa leitura!

Capítulo 1 - Ameaças


Fanfic / Fanfiction Instinct-Bts - Capítulo 1 - Ameaças

Autora P.O.V 

 Em uma dinastia ninja, havia uma garota chamada de Lee Hi Liu, na aldeia aonde a mesma vivia, era implantada uma forte hierarquia, o clã Min era o que comandava a aldeia, eles fundaram a aldeia e todos desse clã tem sangue puro dos Min do senhor e sua esposa,mas, os senhores que tiveram filhos com suas concubinas, os filhos dos mesmo se chamam Kim, criando assim um novo clã, o qual era o segundo maior comandante da aldeia , os Kim também aderiram a regra dos Min, só era um Kim legitimo se fosse filho dos senhores com suas mulheres, caso fosse com as concubinas fora criado outro clã, o clã dos Park, eram o terceiro no poder da aldeia, que por sua vez também seguia a mesma regra.

 Assim os filhos dos Park com concubinas ou filhas de outro clã, viraram o clã Jung. Assim sucessores do clã Park. E os filhos dos Kim com mulheres de outro clã virou os Jeon. Sucessores do clã Kim. E finalmente o clã mais baixo os Lee que eram a junção do clã Jung e o Clã Jeon, os verdadeiros: bastardos. 

 P.O.V Lee

  E mais uma vez estava eu saindo de mais um combate, e mais uma vez tinha ganhado, eu realmente acho isso uma injustiça, nunca me reconhecem do jeito que eu merecia ser reconhecida, por que eu tinha que nascer justo nessa, nessa linda família, eu odeio isso, odeio tudo e todos que me desprezam eu odeio os metidos da família Min, odeio todos, TODOS, que ódio, me dá raiva só de pensar em como eles são fúteis, eu nunca tive tudo que queria na hora em que queria, pra eu conseguir alguma coisa eu tinha que basicamente lutar por ela, nunca pude brigar com os superiores, eu nunca pude fazer nada do que eu quis, nunca, cresci em um lugar em que se você não é o caçador, você é a caça, sendo que sempre que eu consigo algo que nenhuma pessoa das famílias superiores conseguiam fazer eu nunca era reconhecida, nunca, isso me deixa com um ódio muito grande, eu só quero ser reconhecida por que não quero ser igual o resto do meu clã, não quero ser "escravizada" pelos clãs superiores, eu não quero o certo, eu quero o errado, eu quero conhecer o limite em que eu consigo chegar, quero conhecer alguém que possa me enfrentar, quero sair desse mundo onde os fracos e pobres são oprimidos e ir para um lugar onde eu simplesmente seja reconhecida por algum de meus feitos. 

Saio do local em que me encontrava possessa de raiva, e logo a frente vejo Min Yoongi, Meu Deus, tinha que ser, a pessoa que eu mais amo nessa minha vida,  só que não. 

 - Venceu mais uma bastarda. - Fala ele, eu obviamente não iria ficar calada. 

 - Cala essa sua boca Min Yoongi. - Falo e o mesmo pareceu se surpreender com o que eu disse

. - Olha como fala comigo garota, logo logo eu serei o futuro comandante dessa aldeia e você. - Fala ele apontando o dedo diretamente em meu rosto. - Vai sofrer muito com isso. - Fala ele e eu sinceramente não estava acreditando nisso, como ele teve coragem de falar assim comigo? COMIGO? 

 - Vai a merda seu idiota, tenho coisas mais importantes para fazer, não quero ficar perdendo meu tempo com você. - Falo pra ele o mesmo solta uma gargalhada.

 - Vai me tratar assim mesmo sua bastarda infeliz? Ou vou ter que chamar meus guardas para prenderem você?. - Ele me pergunta e dessa vez quem deu uma risada alta foi eu. 

 - Aí aí, não seja ingênuo ou otário o suficiente para isso, você mesmo sabe que nenhum dos seus soldados pode contra mim, e se quer tanto assim me prender por que o bonzão aí não faz isso? Tem medo? Medo de fazer trabalho sujo né? - Falo pra ele e o mesmo me olha com uma cara nada boa.

 - Se eu fosse você não falaria isso. - Fala o mesmo dando um sorriso sinico. 

 - Isso foi uma ameaça? - Pergunto sorrindo de canto.

 - Talvez. - Ele responde sorrindo sinicamente.

 - Tente algo contra mim e você logo será morto... Ainda por cima, por minhas mão. - Falo e aperto meus punhos, a minha vontade era dar um tremendo soco no meio do rosto de ser miserável que era Min Yoongi.  

- Isso foi uma ameaça sua bastarda insolente? - O mesmo pergunta com o rosto sério e sem expressão alguma. 

 - Talvez tenha sido seu idiota. - Falo e vejo que o mesmo ficou desconfortável com minha fala. 

 - Preste bem atenção no que você diz sua tola. - Fala ele e eu olho pra ele com cara de indiferença.

 - Preste bem atenção no que você ouve seu idiota metido a besta. - Falo logo saindo dali, ou se não eu com certeza perderia o resto da pouca paciência que me restava. 

 


Notas Finais


Comentem, bjos de luz da tia Mari!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...